Hanói foi o primeiro destino que colocamos no roteiro quando começamos a planejar nossa viagem para o Vietnã. Apesar de ser o ponto de partida para visitar a tão famosa Halong Bay, sabíamos que teríamos muito o que ver e fazer em Hanói. E ficamos muito felizes com o que vimos!

Localizada no Norte do Vietnã, Hanói respira história, como era de se esperar de uma cidade fundada há mais de 2 mil anos e que passou por muitos anos de dominação chinesa e francesa, além de uma guerra devastadora contra os Estados Unidos.

Além disso, Hanói se mostrou uma cidade que tem seu charme apesar de todo o caos. A loucura da cidade se deve em parte ao seu trânsito desordenado, lembrando muito o que vimos em Ho Chi Minh. Tem também comerciantes por todos os lados, fazendo de tudo nas calçadas, principalmente preparando o melhor da comida de rua vietnamita.

Nosso retrato de Hanói

Eis aqui uma cena nos marcou muito no meio desse caos das ruas de Hanói: enquanto uma mãe vendia algumas coisas sobre um pano na calçada, seu filho estava bem ali do lado. Sentado sob uma luz forte de uma loja já fechada, ele fazia seu dever de casa.

Isso aconteceu às 22h. Ele apresentava um sorriso enorme sempre que concluía um exercício e chamava a mãe pra mostrar. Fui no quarto, peguei a máquina fotográfica e mostrei pra eles, pedindo permissão pro registro. O garoto ficou encantado, ria o tempo todo e eu fiz a foto.

Hanoi - Vietna

Isso é algo que me encanta no sudeste asiático: apesar de todas as dificuldades, não tem tempo ruim pra eles. Não importa a hora ou o lugar, eles estão sempre correndo atrás do seu e tentando fazer o melhor que podem.

O que fazer em Hanói

Hanói foi o último destino da nossa viagem pelo Vietnã e ficamos bem satisfeitos de termos dedicado uns dias a conhecer a capital do Vietnã. Depois dos nossos relatos sobre Ho Chi Minh, Hoi An e Halong Bay, chegou a hora de dar nossas melhores dicas de Hanói.

Mausoléu de Ho Chi Minh

Hanoi - Vietna

O Mausoléu de Ho Chi Minh é uma construção bem imponente, localizada no centro da Praça Ba Dinh, onde está o corpo do cultuado líder comunista. Essa construção foi inspirada no Mausoléu de Lenin, em Moscou, mas traz características bem marcantes da arquitetura vietnamita.

Ho Chi Minh teve importância fundamental na independência do país em relação aos franceses e na guerra contra os Estados Unidos. O corpo do líder comunista está preservado em um caixão de vidro no salão central do mausoléu.

Esse é um dos principais pontos de interesse de Hanói para os turistas. Para visitá-lo, fique atento que o local é cheio de exigências.

Nós acabamos não entrando. Mas vimos que é proibido fazer imagens no interior do templo, então seus equipamentos fotográficos serão retidos na entrada e devolvidos na saída.

Também é proibido apontar para qualquer direção e é preciso andar em fila. Não é possível nem dar uma de espertinho usando o celular para fazer imagens da parte interna do mausoléu pois, além de ser contra as regras, o local é totalmente vigiado por um batalhão de guardas.

A entrada é gratuita e as visitas, no geral, podem ser realizadas de terça a quinta e aos sábados e domingos, das 8h às 11h30. Mas essa programação pode mudar sem aviso prévio: é bem comum chegar ao mausoléu e dar de cara com ele fechado. Ah, e quando for, chegue bem cedo e prepare-se para encarar as longas filas.

Museu Ho Chi Minh

Hanoi Vietna
Foto: Hector Garcia / CC BY-SA 2.0

Bem próximo ao mausoléu fica o Museu Ho Chi Minh, que conta toda a história de vida do líder comunista. Ho Chi Minh nasceu sob o nome Nguyen Sinh Cung, em 1890. Só muito tempo depois recebeu o nome pelo qual ficou conhecido,  que significa “aquele que ilumina”.

O museu descreve a vida de Ho Chi Minh através de fotografias, livros, artefatos e presentes. A exposição mostra desde sua infância até a idealização e luta por um Vietnã independente. Foi nesse museu que passamos a entender com mais profundidade a importância desse líder para o povo vietnamita.

A entrada custa 25 mil dongues (cerca de R$ 3,50). Entre terças e quintas e aos sábados e domingos, o museu funciona das 8h às 16h30. Às segundas e sextas, o horário é reduzido, das 8h às 12h.

One Pillar Pagoda

Nessa mesma região de Hanói fica localizado o One Pillar Pagoda, um templo budista com arquitetura única, inspirada em uma flor de lótus. Como o nome deixa explícito, um único pilar central sustenta essa pagoda, no meio de um pequeno lago.

Hanoi-19

Os detalhes destacam as crenças e a história local. O templo já possui quase mil anos, mas já passou por algumas reconstruções ao longo de todo esse tempo.

Devo admitir que não fiquei muito surpresa com essa obra, talvez por ter gerado expectativas demais antes de vê-la pessoalmente. Uma obra interessante, mas nada comparável às muitas obras budistas que já vimos pelo sudeste asiático. De qualquer maneira, ela está bem ali no caminho, então vale a visita.

É aberto ao público e a entrada é gratuita, ficando aberto das 8h às 17h.

Cidadela de Hanói

Hanoi-2Em frente à praça Ba Dinh fica a Cidade Imperial de Thang Long, fica a Cidadela de Hanói, um conjunto de estruturas, palácios e ruínas antigas. Desde 2010, é Patrimônio Mundial pela Unesco. Foi construída como uma cópia da Cidade Proibida de Pequim, na China.

A cidadela ocupa uma área de mais de 18 mil metros quadrados no coração de Hanói. Dentro, é possível visitar o Museu da História Militar do Vietnã, a torre da bandeira, construída em 1812 e símbolo de Hanói, os imponentes portões Norte e Sul e o sítio arqueológico, dentre outras estruturas.

Muitos edifícios foram danificados durante a dominação francesa, mas algumas construções foram restauradas nos últimos anos. Para entrar, paga-se 30 mil dongues (cerca de R$ 4). A cidadela fica aberta de terça a domingo, das 8h às 17h.

Lago Hoan Kiem e Templo Ngoc Son

Hanoi-101

Foi ótimo descobrir que em meio à loucura de Hanói existem oásis de tranquilidade, e certamente um deles é o Lago Hoan Kiem.

É um grande lago bem na região central de Hanói. Ele marca a divisão entre o Old Quarter e o Bairro Francês. É ótimo para fazer uma caminhada ou mesmo para sentar e observar as pessoas se exercitando, pescando e fazendo outras atividades.

Passamos por lá algumas vezes. Uma delas foi em um sábado, quando o trânsito ao redor fica fechado e a região fica lotada de gente. Vimos inclusive um grupo de vietnamitas dançando ao som de “dançando lambada ê” e outros ritmos. Foi hilário!

Hanoi-114

Ali tem várias lojas e restaurantes que funcionam durante o dia, mas achamos que o melhor horário é mesmo ao final do dia. Vale a pena sentar um pouco pra apreciar a cidade e suas luzes, com a vista do lago.

Aproveite a passagem e vá ao Templo Ngoc Son, que fica no meio do lago. A entrada custa cerca de 30 mil dongues (pouco mais de R$ 4). Aprecie a travessia pela ponte até a entrada do templo, é um ótimo momento para tirar umas fotos. O templo em si é pequeno, mas bem bonito e conta com diversas esculturas. Funciona das 8h às 17h.

Old Quarter

É onde as coisas acontecem em Hanói. Um movimento doido de pessoas e veículos tomam conta do Old Quarter, que nunca para. Existem muitas lojas e restaurantes por ali, sendo que muitos imóveis são bem estreitos e amontoados.

Cena mais comum é ver gente fazendo comida na calçada, e até matando animais, ali mesmo no meio de todo mundo. Também é um ótimo local para se hospedar, pois está próximo de todos os pontos turísticos, é seguro e possui muitas opções para comer, beber e fazer compras.

Templo da Literatura (Van Mieu)

Hanoi - Vietna
Foto: Brian Jeffery Beggerly / CC BY 2.0

O Templo da Literatura foi construído em 1070 em homenagem a Confúcio. O Van Mieu foi sede da primeira universidade vietnamita e possui uns belos jardins. A universidade que funcionou no local por 700 anos era restrita aos príncipes e à nobreza do país.

Lá, o nome de 2.313 alunos está em 166 telhas de pedra, colocadas sobre tartarugas esculpidas em pedra. Por muito tempo, foi permitido tocar nas esculturas, o que diziam trazer sorte, mas essa prática foi proibida para preservação do patrimônio.

Além de ponto turístico, o templo é também ponto de encontro de formandos vietnamitas, que usam a estrutura do lugar e seus jardins para as tradicionais fotos de formatura (lá também tem isso!). O templo fica aberto das 8h às 17h e custa 30 mil dongues (cerca de R$4).

O que fazer em Hanói à noite

Hanói Night Market

Dar uma passada no mercado noturno é fundamental para qualquer visitante. O Hanói Night Market é a cara da cidade e tem muita coisa pra ver por ali. Por ali tem uma variedade enorme de bares, restaurantes e street food. o Mercado é um ótimo local para fazer compras, inclusive lembrancinhas de viagem.

Hanoi-118

Como em quase todo canto no Vietnã, aposte na pechincha para conseguir preços melhores. O local é muito movimentando e, apesar de ser muito interessante, ouvimos alguns relatos de furtos. Por isso, não dê bobeira com seus pertences para não ter dor de cabeça.

Water Puppet Show

Esse espetáculo de marionetes na água é uma atração turística de Hanói bem conhecida. O Water Puppet Show conta muitos aspectos culturais do país. Se você não fala o idioma local, não vai entender nada do que está sendo dito. Achamos que tinha tudo para ser uma furada, mas resolvemos tentar mesmo assim.

Hanoi-112

E não é que foi interessante? As marionetes, de madeira e envernizadas, são muito bem feitas e mostram um pouco da arte vietnamita, remetendo às performances dos artistas nas águas do Rio Vermelho no século XI. A música dá um clima bem legal ao show, e a coordenação das luzes faz o espetáculo ficar bem bonito.

São apenas 45 minutos de espetáculo, que passam bem rápido. Tente comprar os bilhetes com antecedência. Nós chegamos um pouco em cima da hora e quase não conseguimos. Há também a opção de fechar um tour que inclui o show e um super jantar, como esse aqui.

O show ocorre todos os dias em diversos horários: 15h30 , 17h, 18h30, 20h e 21h15. Os ingressos custam entre R$ 8 e R$ 13.

Destaque especial: comida de rua em Hanói

Em Hanói se come muito bem, especialmente nos incontáveis estabelecimentos de street food espalhados por cada canto da cidade. Ouvimos falar muito bem da comida vietnamita antes de irmos pra lá, e decidimos que iríamos nos dedicar a uma aventura gastronômica em algum momento da viagem.

Pois bem, escolhemos Hanói. E que experiência maravilhosa! A gente quis experimentar um pouco de tudo. Até mesmo eu, que sou meio chato pra comer, resolvi entrar nessa.

Para não ficarmos perdidos tentando decifrar do que se tratavam as comidas que apareciam na nossa frente (muitas delas bem estranhas!), resolvemos ir com alguém que entendesse do assunto. Resolvemos marcar um tour gastronômico com a Backstreet Academy, que já nos havia sido recomendado. Foi perfeito!

Hanoi-124

Íamos parando em diversas barraquinhas e comendo um pouquinho de cada coisa. Acabei recusando um item ou outro com aparência mais esquisita do que o aceitável, mas tudo que provei estava maravilhoso!

Nossa guia Thanh era super divertida e ia nos explicando tudo pelo caminho, não só sobre os pratos como também sobre algumas curiosidades da cultura vietnamita. Se quiser, entra em contato com eles e pede pra fazer o tour com essa guia!

Quer mais dicas de viagem? Curta nossa página no Facebook!

em algum lugar do mundo no facebook

Onde ficar em Hanói

O melhor bairro para se hospedar em Hanói é mesmo o Old Quarter. Apesar da loucura de um bairro tipicamente vietnamita, tem a vantagem de ser seguro e estar próximo dos principais pontos turísticos da cidade, que podem ser percorridos, no geral, a pé.

Holiday Emerald é nossa recomendação de onde ficar em Hanói. Ele fica próximo ao lago Hoan Kiem, tem excelente estrutura, é moderno, confortável, limpo e possui preço bem acessível. A diária, em média, sai por R$ 122.

Onde se hospedar em Hanoi: Holiday Emerald Hotel
Holiday Emerald Hotel. Foto: Divulgação

Se você quiser gastar um pouco mais, pode se hospedar no Hanoi La Siesta Diamond Hotel & Spa. Com a diária média de R$ 304, você tem acesso a um hotel luxuoso, com quartos espaçosos, modernos e bem decorados. Também fica no Old Quarter, bem próximo de vários pontos turísticos de Hanói.

Como se locomover em Hanói

Caso você esteja hospedado no Old Quarter, provavelmente terá condições de visitar as principais atrações de Hanói a pé. Só fique atento ao trânsito caótico: não espere que os motoristas parem o veículo na faixa de pedestres. O negócio é levantar a mão e ir atravessando num ritmo lento e constante, ou seja, nunca corra e sempre se mantenha atento.

Para os pontos turísticos mais distantes, é melhor pegar um táxi, sendo uma opção barata e relativamente segura. Não escutamos nenhum relato negativo de viajantes com táxis, e todos que vimos tinham taxímetro. Procure levar dinheiro trocado.

Você também pode andar de Xe om, o mototáxi vietnamita, e se aventurar a andar de moto pelo trânsito de Hanói. Parece um pouco assustador encarar as ruas de Hanói, mas pode ser uma experiência interessante (Nós andamos de moto na noite de Ho Chi Minh e foi demais!).

Viaje com Segurança

Sempre bom lembrar: é altamente recomendável fechar um seguro de viagem antes de embarcar em sua viagem pelo sudeste asiático. Sugerimos sempre que você compare todas as opções e analise os preços, escolhendo aquele que tem a melhor relação custo x benefício. Nós já usamos e recomendamos a Segurospromo, um comparador de preços que traz diversas opções. E se você usar o código EMALGUMLUGAR5 ainda ganha 5% de desconto.

Melhor época para visitar Hanói

Um ótimo período para visitar Hanói é durante a primavera, principalmente entre fevereiro e abril. As temperaturas ficam entre 15 e 20 graus, e as flores e plantas dão um charme a mais às ruas da cidade.

O verão é muito quente, com temperaturas que passam dos 35 graus. Se for visitar Hanói nesse período, leve guarda-chuva. Apesar do dia parecer ensolarado, o tempo costuma mudar rapidamente para uma chuva forte entre o fim da tarde e o começo da noite.

O outono também é um ótimo momento para visitar Hanói. É uma estação curta, indo do meio de setembro ao fim de novembro, e a temperatura fica em torno dos 25 graus.

O inverno vai de dezembro a fevereiro e a temperatura média é de 17 graus, podendo algumas vezes ficar abaixo dos 10 graus. Com a alta umidade, a cidade se torna bem fria, portanto, leve uns casacos mais apropriados na mala.

Dá uma olhada no gráfico que preparamos com base nas informações de 2016:

Gráfico Tempo Hanoi Vietna

Quantos dias ficar em Hanói

Para conhecer os principais pontos turísticos de Hanói e sentir o clima da cidade, você vai precisar de uns 3 dias cheios. Lembrando que este tempo deve ser exclusivo para aproveitar Hanói. Ou seja, se você está pensando em ir para Halong Bay, deve acrescentar mais uns dias no roteiro.

Considere que Hanói é uma parada obrigatória da sua viagem pelo Vietnã. É uma das principais portas de entrada do país (além de Ho Chi Minh, ao sul). E se o seu roteiro inclui Halong Bay, é de Hanói que você irá partir. Portanto, tire uns dias para aproveitar essa cidade cheia de história, templos, comida de rua deliciosa e, claro, seu trânsito caótico.

Aproveite nossas dicas de Hanói e boa viagem!

Se você está planejando uma viagem ao Vietnã, confira nossos posts cheios de dicas para sua viagem.

E se você vai viajar pelo sudeste asiático, também poderá gostar desses posts:

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.

Booking.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here