Só conseguimos entender porque Hoi An faz tanto sucesso entre os turistas depois que estivemos lá: essa é mesmo a cidade mais charmosa e fofa do Vietnã! Apesar de ter se tornado um lugar extremamente turístico, parece que Hoi An conseguiu preservar muito bem seu estilo e suas origens – e visitar esse lugar parece uma viagem no tempo.

Centro Antigo de Hoi AnMas ao contrário de outros destinos do Vietnã, a história de Hoi An não irá te remeter ao passado recente de guerra. Hoi An te leva para alguns séculos atrás, com uma mistura linda de cores e construções antigas.

Hoi An fica bem no meio do Vietnã e quase sempre entra no roteiro de quem pretende viajar o país de norte a sul. Quando estávamos planejando nossa viagem, tivemos que decidir entre visitar Hoi An ou a vizinha Hue, pois não tínhamos tempo para as duas.

Bem, escolhemos Hoi An e o único arrependimento foi de não ter passado mais uns dias por lá.

Ao pisar no Vietnã, você irá sentir o caos imediatamente: o ritmo é muito frenético em Ho Chi Minh e Hanói, as duas maiores cidades do país. Aí então aparece Hoi An no meio do seu caminho, com um ritmo mais lento. É mesmo um convite pra relaxar, curtir a calmaria e ficar ali por uns dias.

E aí, se convenceu?  Dá uma olhada aqui nas nossas dicas de Hoi An e veja como foi nossa passagem por lá. Saiba um pouco mais sobre sua história, veja o que fazer, quantos dias ficar e muito mais.

Saiba mais sobre Hoi An

A história de Hoi An começa a ter destaque a partir do século 2, devido ao grande porto localizado na cidade. Sua posição estratégica no mapa fez com que ele se tornasse um dos portos comerciais mais movimentados da Ásia, durante os séculos 15 e 16. Comerciantes de diversos países acabavam parando ali pra fazer uma hora e esperar a direção do vento.

Com tantos povos diferentes circulando por Hoi An, já no século 17 havia se instalado ali um porto holandês, uma comunidade chinesa e outra japonesa – e isso explica um pouco da mistura de religiões e estilos que vemos por lá.

O cenário muda a partir do século 19, quando o porto da cidade vizinha Da Nang começa a dominar no mercado. Hoi An então passa por um período abandonada, até que dois mercados começam a prosperar: o do turismo e o da alfaiataria. Hoje em dia, milhares de pessoas visitam Hoi An em busca das suas ruas bonitas do centro histórico e, de quebra, ainda mandam fazer aquela roupa sob medida.

Hoi An: Cidade das Lanternas

Lanternas em Hoi An

Uma característica marcante e linda de Hoi An são suas lanternas. Elas são bem coloridas e é possível vê-las por toda parte, principalmente nas ruas da Cidade Antiga.

A tradição das lanternas vem lá dos áureos tempos em que a cidade fervia com o porto comercial: os japoneses começaram a acendê-las e, logo depois, o costume foi seguido pelos demais locais. Em 1998, as autoridades de Hoi An resolveram trazer de volta essa tradição, e mais uma vez todos aderiram.

Embora as lanternas estejam lá permanentemente enfeitando as ruas (e servindo de cenário para ensaios fotográficos), vale conferir o Festival das Lanternas: uma vez ao mês, durante a noite, lojas, restaurantes e o comércio em geral apagam as luzes e acendem as lanternas – enquanto turistas e locais soltam barquinhos de papel iluminados à vela pelo Rio Thu Bon. Coisa mais linda de se ver!

O Que Fazer em Hoi An

1. Passear pela Cidade Antiga de Hoi An

Lugar charmoso e aconchegante, pra andar o dia inteiro e sem pressa. Patrimônio da UNESCO desde 1999, a Cidade Antiga de Hoi An (também chamada de Centro Histórico, Ancient Town ou Old Town) está cheia de casarões amarelos onde funcionam restaurantes, cafés, galerias, lojas de souvenirs e alfaiates. São diversas lanternas coloridas espalhadas pelas casas, enfeitando as ruas de paralelepípedo.

Na parte da tarde, só é permitido circular à pé ou de bicicleta. Como a área é pequena, sugiro fazer tudo caminhando mesmo pra ir observando os detalhes do lugar, as pessoas, as lanternas. É um passeio delicioso mesmo!

Principais Atrações da Cidade Antiga de Hoi An

A maioria das atrações de Hoi An ficam concentradas na Cidade Antiga e são bem próximas umas das outras. Para visitá-las, é preciso comprar um ticket em uma das agências localizadas ali no Centro mesmo (é fácil achá-las).

O ticket custa 120 mil dongs (aprox. 6 dólares), é válido por 24 horas e dá direito à entrada em 5 lugares diferentes. Esses são os principais pontos de interesse da Cidade Antiga de Hoi An:

  • Japanese Covered Bridge

Um dos locais mais visitados e fotografados de Hoi An. Pelo que dizem, ela foi construída no século 18 pelos japoneses que moravam na cidade e que queriam se conectar ao bairro chinês que ficava do outro lado.

Japanese Covered Bridge em Hoi An
Ponte Japonesa na Cidade Antiga de Hoi An

Old houses

Hoi An está cheio de casas beeem antigas, construídas pelos comerciantes há alguns séculos. Hoje em dia alguns descendentes ainda vivem nessas casas, sendo que alguns deles resolveram abrí-las pra visitação. No centro histórico é possível visitar algumas delas: Tan Ky, Duc An, Quan Thang e Phung Hung.

  • Assembly halls

Por fora parecem templos budistas chineses, mas as Assembly Halls são grandes complexos onde a população chinesa se reunia antigamente. As principais Assembly Halls são: Quang Trieu, Trieu Chau e Phuc Kien.

  • Museus

Nós acabamos não visitando os museus, então não podemos opinar sobre eles. Mas pelo que pesquisamos e ouvimos, nenhum deles se destaca tanto. Se você quiser incluir um museu no seu roteiro, esses aqui estão incluídos: Museum of Trade Ceramics, Museum of Sa Huynh Culture, Museum of Folk Culture e Museum of Hoi An.

  • Traditional arts

Também não incluímos no nosso roteiro, mas são duas opções: uma é o Handicraft Workshop, uma loja de artesanato localizada em uma casa de mais de 200 anos . A outra é assistir a uma apresentação na Hoi An Traditional Art Performance House que, por mais clichê e turistão que isso soe, disseram que é legalzinho (se você for, conta depois pra gente o que achou).

Hoi An
Fim de tarde no Centro Antigo de Hoi An

Ficou perdido com as opções e não sabe o que fazer em Hoi An? Sugiro garantir a visita à Ponte Japonesa e depois escolher uma atração de cada “categoria” acima.

Ou então faz que nem a gente, não planeja nada e escolhe na hora! Tem vezes (muitas vezes) que a gente se cansa de fazer tudo planejadinho. A Cidade Antiga de Hoi An é pequena e fácil de andar, o que a torna um ótim o destino pra deixar o roteiro de lado.

2. Encomendar uma roupa sob medida

Eu achava que alfaiate é uma daquelas profissões que estão fadadas ao desaparecimento daqui a um tempo. Mas Hoi An me fez mudar de ideia!

Nunca vi tanta loja que faz roupa sob medida no mesmo lugar. São mais de 500 pelo que me disseram, e a maioria está ali concentrada no Centro Histórico e ruas próximas. A promessa é que em até 24 horas você sai com a peça que quiser, feita especialmente pra você. Com os preços geralmente bem convidativos, é difícil encontrar um turista que não se renda à uma roupinha nova.

Embora a gente tenha ficado bem tentado em experimentar o serviço, tivemos que resistir devido à nossa limitação de espaço na mala. Mas nós pegamos dicas e indicações de qualquer forma. Aqui estão:

Você deve pagar até 50% do valor de entrada. Após 24 horas, você volta para experimentar a peça, fazer ajustes se necessário e pagar o restante. Existem lojas boas e ruins, que trabalham sério ou na enrolação. Pra não esquentar a cabeça à toa, pesquise bem e pegue indicação com alguém que já tenha testado e aprovado. Algumas lojas recomendadas: Beb Be Tailor, Yaly Couture e Ba-Ri.

Alfaiates em Hoi An
Muitas lojas de alfaiates pelas ruas de Hoi An

3. Testar suas habilidades em uma aula de culinária

Outra coisa que não deu pra fazermos mas ficou pendente na nossa lista pra quando voltarmos (sim, queremos voltar!): aprender a fazer comida vietnamita.

Nós ficamos apaixonados pela comida do Vietnã e saímos de lá arrependidos de não ter aprendido a fazer nem um White Rose Dumpling sequer (esse da foto). Então se você curte cozinhar, não perca a oportunidade de fazer uma aula de culinária em Hoi An.

White Rose, especialidade da cozinha de Hoi An
White Rose, especialidade de Hoi An

As aulas quase sempre iniciam com uma visita ao mercado para compra dos ingredientes, passam pela diversão na cozinha e acabam com a degustação dos pratos preparados.

Existem dezenas de lugares que oferecem as aulas, mas se você quiser uma indicação, aqui vai: Vy’s Market (sugestão do André do blog Tempo de Viajar) e  Red Bridge Cooking School (dica da Mari do Ideias na Mala).

4. Passear por Hoi An de Moto ou Bicicleta

Algo que não estava muito planejado na nossa viagem, mas que achamos imperdível: andar de moto ou de bicicleta por Hoi An. A cidade é linda e vai além das lanternas e casas antigas do centro. Então aproveite o passeio pra conhecer aldeias mais afastadas, campos de arroz e outras paisagens lindas de Hoi An.

Bicicleta pode ser uma boa pra quem está com tempo livre, mas nosso tempo era curto e preferimos ir de moto. Como queríamos conhecer melhor esse lado não turístico de Hoi An e não queríamos ficar perdidos, resolvemos fechar o passeio com um guia. E mais uma vez escolhemos a Vespa Adventures, depois das experiências positivas que tivemos em Ho Chi Minh, Siem Reap e Phnom Penh.

O tour realmente dá um gostinho de como a vida acontece fora do circuito turístico – por mais que nós sejamos turistas. Nós paramos em vários lugares pelo caminho: uma casinha onde senhoras produzem tapetes de palha, uma fazenda onde se criam um monte de bichos e onde se produz biscoitos e macarrão de arroz, um templo simples e antigo que já ficou completamente inundado na época de monções.

O que nós mais gostamos do passeio foi saber as histórias por trás de tudo que vimos, coisa que não saberíamos se tivéssemos ido por conta própria. Ah, e a paisagem é demais. Destaque para o verde sem fim dos campos de arroz e a ponte de bambu que atravessamos pelo caminho. Nesse tour do Vespa Adventures você vai de carona na garupa, então dá pra curtir 100% a paisagem.

Hoi An-138

Hoi An

Hoi An-130Hoi An-120

5. Conhecer as Ruínas de My Son

Mais um lugar que leva o título de Patrimônio Mundial da UNESCO, My Son é um conjunto de templos hindus que datam do final do século 4, e que foram sendo construídos e desenvolvidos até o século 13.

Para não ficar muito perdido por lá, é melhor contar com a ajuda de um guia ou passar pelo museu antes de começar a explorar as ruínas. O lugar é lindo, mas fica muito mais interessante quando você consegue entender um pouco da história, dos simbolismos e da arquitetura do local.

A maioria das pessoas vai para My Son em um tour que dura meio dia, custa por volta de 8 dólares e sai às 8h. Nós infelizmente não fomos a My Son devido à chuva forte que não parava de jeito nenhum. Mas pelo que a Carol do Mochilão Trips falou, achamos o tour meio furada.

Quando voltarmos, nós iremos por conta própria e vamos alugar uma moto (ou um carro). Se essa for sua escolha, deixe para ir no horário da tarde, quando os grupos de turistas já terão ido embora. O horário de visitação é de 6h às 17h.

Ruínas de My Son em Hoi An
Ruínas de My Son. Foto: Jean Pierre Dalbéra / CC BY

6. Ir a Marble Mountains

Contrariando o relato negativo de um monte de gente, nós fomos a Marble Mountains e gostamos muito! E olha que não parava de chover no dia.

As Marble Mountains são cinco montanhas de calcário próximas umas das outras, cada uma representando os cinco elementos: água, fogo, terra, metal e madeira. Algumas possuem cavernas e grutas, onde fizeram templos e santuários religiosos.

A principal montanha é a que representa água. Ela é aberta a visitação, custando 15 mil dongs para subir de escada ou 30 mil dongs de elevador. Lá tem uns templos e umas estátuas bem bonitas de Buda dentro das grutas. De lá também dá pra subir mais um bom lance de escadas e apreciar a vista panorâmica. No caso, a vista ficou na nossa imaginação mesmo, porque a névoa não nos deixava enxergar nada.

Hoi An-109Hoi An-111

7. Conhecer as Praias

As praias não são o grande destaque em Hoi An. Comparado a outras praias do Vietnã ou a de países vizinhos como a Tailândia, elas não são das mais bonitas. Mas se você for louco por praia ou tiver aquele tempo sobrando, dá uma conferida nas praias de Cua Dai e An Bang. E de preferência, vá de moto ou bicicleta, para curtir o caminho entre a cidade a praia.

Praia de Cua Dai, em Hoi An. Foto: Paul Arps/ CC BY
Praia de Cua Dai, em Hoi An. Foto: Paul Arps / CC BY

Onde se hospedar

Se seus dias de viagem estão contados, nossa recomendação é ficar pelos arredores da Cidade Antiga. É onde está o comércio, o movimento e a maioria dos pontos turísticos de Hoi An. Tem uma grande variedade de acomodação por ali, de hotéis boutique a albergues.

(Você irá notar que os preços de hotel em Hoi An são um pouco mais salgados que no resto do país, e o valor tende a ficar ainda mais alto se você ficar bem no meio do Centro Histórico.)

O Cozy Hoi An Boutique Villas só tem depoimentos positivos e é fácil entender o porquê. Em uns 5 minutos andando chegamos no Centro. Toda a decoração do hotel é linda, o quarto é super confortável e o café da manhã é de se fartar de tanto comer.

Ainda tem um staff é super prestativo e simpático, que te ajuda com qualquer coisa que você precise – seja alugar uma moto, fechar um transfer ou uma indicação boa de restaurante. Ainda tem uma piscina, e a gente te deseja boa sorte com o tempo pra poder aproveitá-la!

Pra mais opções, dá uma olhada no Booking. Procure pelas opções na Cidade Antiga de Hoi An, ou ainda em Cam Pho e Minh An, que são duas áreas vizinhas.

Hoi An Hotel 3Hoi An Hotel 2

Hoi An Hotel
Cozy Hoi An Boutique Villas. Foto: Divulgação

O Que Comer

A comida vietnamita é famosa no mundo todo, e dizem que a cozinha de Hoi An é uma das melhores do país. Coincidência ou não, foi lá que provamos os pratos mais gostosos de toda nossa viagem pelo Vietnã!

Cada dia nós íamos a um restaurante diferente, e só nos demos mal uma vez, quando escolhemos uma comida não vietnamita. O bom de Hoi An é que você encontra dos restaurantes mais chiques até as barraquinhas de rua, tudo no mesmo lugar e tudo gostoso.

Se você ainda não tiver experimentado o famoso Pho (sopa com macarrão de arroz), agora é a hora. Mas não deixe de provar os pratos típicos de Hoi An, como o White Rose (um bolinho com camarão) e o Cao Lau (um noodle de porco com canela).

Cao Lau - prato típico de Hoi An
Cao Lau, um dos pratos típicos de Hoi An. Foto: Alpha/ CC BY-SA
Jantar em Hoi An
Nosso jantar romântico na beira do rio em Hoi An

Melhor Época para Visitar Hoi An

A época de chuvas vai de Outubro a Fevereiro, atingindo não só Hoi An, como também as cidades próximas de Da Nang e Hue. Nós pegamos bastante chuva em dezembro, então evite esse período se puder.

A temperatura é mais agradável entre Fevereiro e Abril e o calor pega forte entre Maio e Agosto.

Quantos Dias Ficar em Hoi An

Quanto tempo você tem disponível? No nosso caso, ficamos 3 dias inteiros em Hoi An. Embora a chuva tenha nos atrapalhado, deu pra conhecer quase tudo que queríamos.

Acontece que Hoi An é daqueles lugares com clima beeem gostoso, que você chega e não tem vontade de sair tão cedo. Então se puder, coloque mais uns dias no seu roteiro. E mais uma vez, evite a época de chuvas!

Hoi AnCentro Histórico de Hoi AnComo Chegar em Hoi An

Avião

O aeroporto mais próximo é o de Da Nang, que fica a 30 km de Hoi An. As cias aéreas domésticas que voam para Da Nang são VietJet Air, JetStar e Vietnam Airlines. As duas primeiras cias são low cost, mas nós sempre entramos no Momondo ou no Skyscanner pra comparar os preços antes de fechar.

Do aeroporto para o Centro de Hoi An, nós pagamos 400 mil dongs em um táxi (cerca de 18 dólares) e o percurso durou uns 40 minutos. Se for pegar um táxi, procure os da Vinasun ou Mai Linh, duas companhias que nos foram bem recomendadas.

Você também pode fechar um transfer com antecedência, que terá o preço aproximado do táxi. Quando for reservar o hotel, confira se eles podem ajudar com isso.

Trem

Não há estação de trem em Hoi An, sendo que a mais próxima também fica em Da Nang. Pra se locomover da estação até Hoi An, siga as dicas acima.

Viajar de trem pode ser legal pra quem tem tempo livre e gosta de curtir a paisagem. Dizem que o trecho pra quem vem do norte é bem bonito. Há também opção de trem noturno.

Por mais que a gente adore viajar de trem, a combinação viagem longa + preço alto fez com que a gente optasse pelo avião pra chegar a Hoi An.

Ônibus

Outra alternativa que pode ser bem econômica, mas bem demorada. Existe no Vietnã o chamado “Open Bus Ticket”, em que você compra um bilhete único para viajar de uma ponta a outra do país. É um bilhete com datas em aberto, só é preciso reservar o seu assento com um dia de antecedência (uma agência ou seu hotel podem fazer isso pra você).

A desvantagem é que as condições da estrada não são das melhores e os ônibus são desconfortáveis para as longas horas de viagem. Nós não viajamos de ônibus para confirmar essas informações, mas os relatos que ouvimos já nos convenceu a irmos de avião mesmo.

Caso decida viajar de ônibus, deixe pra comprar seu bilhete quando chegar, em uma agência local. E depois volta aqui pra nos contar como foi sua experiência.

Como se locomover em Hoi An

Se você se hospedar na Cidade Antiga, poderá passear bastante à pé. Nós ficamos em um hotel por ali mesmo e não usamos nenhum transporte no primeiro dia.

Para os passeios um pouco mais afastados como as praias, My Son ou Marble Mountains, o melhor é alugar uma scooter. Tem várias motinhos para serem alugadas por uns 150 mil dongs por dia (7 dólares). Nós pegamos uma scooter no nosso segundo dia de viagem pra fazer esses passeios mais distantes. Se você tiver disposição, uma bicicleta também funciona bem em Hoi An.

No terceiro dia, optamos pelo tour guiado com a Vespa Adventures para termos uma experiência diferente. Mas se quiser fazer por conta própria, é só estender o aluguel da moto por mais um dia.

Viagem Protegida

Na hora de planejar sua viagem pro Vietnã, não se esqueça de incluir um seguro de viagem. Já precisamos usar algumas vezes e, se não fosse o seguro, já estaríamos com um rombo na conta. Se sua viagem for de férias, recomendo fazer uma comparação de preços com a Segurospromo. Tem bastante opção, só escolher a que melhor se encaixa às suas necessidades. E usando o nosso código EMALGUMLUGAR5 você ainda ganha 5% de desconto.

Quer mais dicas de viagem? Curta nossa página no Facebook!

em algum lugar do mundo no facebook

Você também poderá gostar desses posts:

Espero que você aproveite nossas dicas de Hoi An e aproveite muito esse lugar delicioso!

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.

Booking.com

28 COMENTÁRIOS

    • Oi Mariana! Boa viagem pra você e depois nos conte como foi visitar Hoi An nessa época. Nós pegamos bastante chuva. E pode procurar o passeio com a Vespa Adventures, foi muito legal mesmo! Beijos!

    • Oi Anderson, obrigada pelo carinho e fico feliz que o post seja útil. Se for mesmo pra lá, depois conta como foi a viagem. E se precisar de qualquer ajuda estamos aí! Um abraço!

  1. Uau Adriana, post completissimo! Até eu que. Unca tinha ouvido falar em Hoi An estou apaixonada. Andar de bicicleta e comer comida vietnamita me conquistaram total
    Bjs
    Dani Bispo
    abolonhesa.com

  2. Minha parte preferida foi a hospedagem, que hotel lindo, já me vi ali hahaha Brincadeiras à parte, recentemente fiquei curiosa com o Vietnã, ainda não tinha vontade de conhecer esse país, mas ao ler alguns posts de outros blogs e esse seu fiquei mais curiosa ainda, gostaria de montar um roteiro pra lá. Beijos.

    • Oi Paula! Uma boa hospedagem contribui muito para a experiência positiva em um lugar né? Eu também era assim, quanto mais lia sobre o Vietnã, mais vontade me dava de ir pra lá. E foi uma viagem incrível! Se quiser conferir aqui no blog, tem mais dicas do Vietnã. E se precisar de uma ajuda, só entrar em contato. Um beijo!

    • Oi Gabi! Eu também fiquei encantada com Hoi An antes mesmo de chegar lá, só de ver as fotos. Mas ao vivo é ainda mais lindo! Não irá se arrepender se decidir conhecer Hoi An.
      Obrigada pela mensagem e volte sempre aqui 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here