15 curiosidades da Bolívia | Em Algum Lugar do Mundo

15 CURIOSIDADES DA BOLÍVIA

O que vimos na Bolívia de mais maravilhoso, intrigante, polêmico, assustador, peculiar... tudo aqui!

  • Adriana
  • -
  • 21 de agosto de 2019
  • 2 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Depois de passarmos mais de um mês explorando as estradas desse país, descobrimos tantas curiosidades sobre a Bolívia que seria um pecado não compartilhar por aqui! Foi muita coisa maravilhosa (e intrigante, e assustadora, e…) que aprendemos sobre o país, e mostramos as mais legais nesse post.

Com uma cultura incrível, paisagens únicas e muita história para contar, a Bolívia é um destino muito mais interessante do que pode parecer à primeira vista. Se você pensa em viajar para o país (ou é apenas um ser curioso), aproveite e confira as 15 curiosidades da Bolívia que mostramos a seguir.

1. O nome do país é uma homenagem a Bolívar

Pode parecer óbvio, mas vale explicar: a origem do nome “Bolívia” vem do nome do militar e político Simón Bolívar, o grande percursor da libertação da Bolívia e da independência da América do Sul no século 19.

Curiosidades da Bolívia - Simon Bolivar
Foto: Simón Bolívar, assinando o decreto de GUERRA A MUERTE contra os espanhóis. Iamcharles66

2. Mas você sabia que o país mudou de nome?

O que a gente não sabia é que o país mudou de nome! Em 2009, o país que se chamava República de Bolivia passou a se chamar Estado Plurinacional de Bolivia, mesma data em que foi aprovada a nova constituição nacional.

Curiosidades sobre a Boívia
As duas bandeiras oficiais do país

Tudo isso obra do presidente Evo Morales que, não satisfeito, também mudou o tempo de mandato de um presidente de 4 para 5 anos.

A explicação mais plausível para tanta mudança era de que o Presidente desejava emplacar um terceiro mandato, o que até então não era permitido – mas agora estamos falando de um “novo país” (pelo menos o nome é novo). Tudo isso permitiria sua permanência por até 20 anos no comando.

Não que a gente tenha gostado de saber disso, mas achamos que essa é uma das mais controversas curiosidades da Bolívia.

3. Bolívia de extremos: dos 0 aos 40 graus, dos 0 aos 4.000 metros de altitude

Se você pretende conhecer diferentes destinos do país, é bom preparar uma mala bem eclética: o clima pode variar do calor tropical ao frio polar. Em uma única viagem à Bolívia, é possível conhecer florestas tropicais, montanhas nevadas e desertos.

Da mesma forma, sua viagem pode começar tranquilamente no nível do mar e chegar no ar rarefeito dos 4.000 metros. Para isso, é bom estar bem prevenido contra o soroche: leia mais sobre o temido mal de altitude e saiba como evitar o mal estar devido à falta de oxigênio.

Quem viaja para Bolívia deve estar preparado para o ‘soroche’ – o mal de altitude. Muitos destinos no país ficam acima dos 3.000m de altitude, então é bom se prevenir e viajar protegido: faça um seguro viagem antes de embarcar. Sugerimos fazer uma busca pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções de seguro. Aproveite para usar nosso código EMALGUMLUGAR5 e ganhar 5% de desconto!

4. Já experimentou coca?

A gente experimentou, e não gostou nada dessa folhinha amarga. Mas ela pode ser um ótimo remédio para combater o soroche, devido aos seus efeitos terapêuticos. E uma das curiosidades da Bolívia é que você vai encontrar coca por todos os lados (nas cidades de alta altitude): ela faz parte dos costumes locais e os povos andinos a consomem diariamente, como se fosse algo delicioso!

Curiosidades da Bolívia
Chá de coca para aliviar os efeitos da altitude

A coca pode ser encontrada em algumas variações: folhas (que você deve mascar e não engolir), chás, balas… Sim, é da folha que se extrai a cocaína, mas é necessário uma quantidade absurda de folhas e um processo químico violento para a folha virar pó (ao contrário da coca, a cocaína é ilegal no país). Aproveite para aprender mais sobre a coca no Museu da Coca em La Paz.

5. Bruxaria: aqui temos!

Com origens indígenas e colonização espanhola, a religiosidade na Bolívia é baseada no sincretismo: uma incrível mistura do catolicismo com rituais pagãos praticados pelos índios.

E uma das curiosidades sobre a Bolívia que achamos muito interessante está ligada à questão religiosa: estamos falando das oferendas à Patcha Mama, a Deusa Terra. Um exemplo dessas oferendas é que, quando se quer construir uma casa, deve ser enterrado no terreno (antes da construção do imóvel) um feto de lhama desidratado (e o tamanho do feto vai depender do tamanho do imóvel).

Curiosidades da Bolívia
Fetos de lhama expostos pra venda

Para completar, ainda existe uma lenda urbana que diz que, em construções bem grandiosas, a oferenda deve ser um sacrifício humano, onde uma pessoa é enterrada viva na fundação.

Sacrifícios humanos à parte, existem os chamados Mercado das Bruxas, onde você encontra não só os fetos de lhama, como poções mágicas, ervas, sapos secos e tudo mais pra uma oferenda completa. Então pode colocar na lista: visitar um Mercado das Bruxas na Bolívia é algo imperdível, e o melhor lugar para fazer isso é em La Paz.

6. Hablamos español y mucho más

O país conta com mais de 30 línguas oficiais, além do espanhol. Isso porque o país reconhece todas as línguas indígenas como idiomas oficiais. Mais de 45% da população fala alguma língua indígena, dentre elas: quéchua, aymara, chimán, guaraní, moré, yuki… e segue a lista! Uma misturada que faz da Bolívia um país único!

7. Cholitas: a marca registrada da Bolívia

A Bolívia tem o maior percentual de indígenas do nosso continente: cerca de 60% são indígenas ou descendentes diretos. Você vai perceber isso logo de cara, mas o que mais se destaca por aqui são as cholitas, com suas saias rendadas e volumosas, chales, blusas rendadas e chapéu. Sem faltar as duas longas tranças, é claro.

Curiosidades da Bolívia
Cholitas são facilmente encontradas nas ruas da Bolívia

A parte interessante é saber onde as indígenas bolivianas se inspiraram para esse “look” tão característico: suas roupas foram uma tentativa de copiar as espanholas, que chegaram por lá no período colonial. As bolivianas ficaram encantadas com as vestimentas das espanholas mas, sem conseguir produzir uma cópia fiel, desenvolveram esse estilo único que é utilizado até hoje.

Um destaque para a história do chapéu que as cholitas usam: segundo um guia local, uma fábrica de chapéus britânica tinha recebido um pedido da Espanha para produzir chapéus para serem enviados a Bolívia. A fábrica então pensou que os chapéus eram para os índios e, devido a crença deles serem menores que os europeus, acabaram por produzir esses chapéus bem pequenos.

Acontece que esses chapéus deveriam ser usados pelos espanhóis que viviam na Bolívia, não pelos índios! Como os chapéus foram reprovados pelos espanhóis colonizadores, eles tentaram vendê-los para os nativos bolivianos (que também não gostaram muito do estilo). Como o investimento precisava ser recuperado de qualquer forma, resolveram apresentar os tais chapéus às mulheres, que ficaram encantadas pelo acessório. Pronto, todas as cholitas com chapéu na cabeça!

Para saber mais sobre a história das cholitas, dê uma olhada no nosso post sobre a Luta das Cholitas: um espetáculo de luta livre que acontece entre essas mulheres em La Paz.

8. A Bolívia não tem mar. Mas já teve.

A Bolívia já teve mais de 400km de costa, mas por conta da Guerra do Pacífico, perdeu o acesso que tinha ao mar, saindo o Chile vitorioso dessa batalha. Um acordo de paz assinado pelos países na época delimitou as novas áreas dos países, onde o Chile dizia que a Bolívia teria trânsito comercial livre – o que não aconteceu na prática.

Até hoje o povo boliviano reclama esse acesso ao mar. Em diversas cidades e estradas que passamos, vimos citações sobre essa passagem ao mar, lembrando que o caso ainda não foi superado. O caso segue sem solução e os dois países não chegam a um acordo.

Curiosidades da Bolívia
Parte em vermelho indica território perdido para o Chile, em azul perdido para o Brasil e em verde para o Paraguai

9. E já teve treta com o Brasil também

Uma das curiosidades sobre a Bolívia que nos deixou bem reflexivos: de acordo com registros, o Mato Grosso do Sul fazia parte da Bolívia. Depois de um conflito, o Brasil tomou essa área para si na mão grande.

E não foi só isso: o estado do Acre também já foi território boliviano. Registros dizem que, sabendo de uma possível ameaça ao seu território, o presidente boliviano José Manuel Pando Solares aceitou um cavalo branco e mais uma quantia em dinheiro oferecida pelo Brasil, em troca do território que conhecemos como Acre.

Não sei você, mas não lembro de nada disso em nossas aulas de história. Sempre que viajamos e conhecemos a história de países colonizados por europeus, sentimos um pouco daquele sentimento ruim, onde povos foram escravizados e/ou territórios foram tomados. Sempre consideramos o Brasil como mais uma das vítimas do período de colonização – até conhecermos a história da Bolívia e ver que também não fomos tão bonzinhos assim.

10. Prisão sem guardas

Segura essa: bem no coração de La Paz existe uma prisão onde simplesmente não existem guardas, a Prisão de San Pedro. Isso mesmo: menos de 15 oficiais fazem o controle do perímetro, da entrada e da saída apenas. Lá dentro são os presos que dão as regras e controlam tudo. E não é só isso: nessa prisão é permitido que a família more com o detento no interior, as mulheres e as crianças têm livre acesso a entrada e saída.

Curiosidades da Bolívia
Foto: Danielle Pereira / CC BY-SA 2.0

A prisão se tornou praticamente uma cidade dentro de La Paz: lá dentro os presos criaram comércio (de produtos lícitos e ilícitos) e prestações de serviço.

Uma das atividades mais curiosas na prisão em La Paz é o serviço de taxi. Os taxistas geralmente são detentos conhecidos, fortes e com algum tipo de influência. Eles vestem coletes amarelos e levam presos que temem pela sua segurança de um lado a outro da cadeia, incluindo visitas a outros detentos. Se ainda assim um detento tiver medo de circular por ali, ele pode pedir ao taxista para que busque seu amigo na cela e traga para uma conversa ou um jogo de baralho. Tem algo mais doido que isso?

O negócio é tão surreal que chegou a existir um tour na prisão para turistas. O tour era organizado por um dos detentos (um estrangeiro que ganhou poder lá dentro), e era inclusive recomendado no guia Lonely Planet até o começo dos anos 2000. A partir disso, o detento gringo organizador ganhou liberdade e os outros presos não seguiram com o mesmo padrão de qualidade e segurança, resultando em turistas roubados, esfaqueados e com casos de estupro.

Sabemos que essa é uma das curiosidades da Bolívia mais intrigantes dessa lista, mas não considere a ideia louca de fazer um tour nessa prisão. Há várias outras atrações em La Paz para te manter entretido por bastante tempo!

11. Alguns relógios giram ao contrário

Em uma das principais praças de La Paz, a Plaza Murillo, está o relógio do Sol, que gira ao contrário. Depois ficamos sabendo que há outros relógios pelo país funcionando no sentido anti-horário.

Curiosidades da Bolívia
Relógio da Plaza Murillo no prédio do Congresso

A explicação: uma medida do governo boliviano para simbolizar e resgatar as raízes dos seus povos indígenas, que tinham relógios solares que se moviam no sentido anti-horário. Vale ressaltar que os primeiros relógios inventados na Europa utilizavam a sombra como marcador e, por estar no hemisfério norte, se movia no sentido horário. Já no hemisfério sul a sombra se move no sentido anti-horário.

12. Potosí, a ex-cidade mais rica do mundo

No período colonial lá dos séculos 16 e 17, Potosí era a cidade mais rica do mundo. Tudo por causa do Cerro Rico, uma mina riquíssima de prata que é o símbolo da cidade. Foi tanto metal que saiu de lá, que dizem que seria possível construir uma ponte ligando Potosí a Espanha, apenas usando a prata extraída.

Curiosidades da Bolívia - Potosí
A cidade de Potosí hoje já não é rica e importante como há muitos anos atrás

A verdade é que seu povo já estava sendo cruelmente escravizado pelos espanhóis e a prata já tinha destino certo, mas Potosí teve uma grande importância para economia mundial, sendo produtora de moedas para diversos países.

Estivemos na cidade e mostramos tudo no post sobre o que fazer em Potosí. Vale a visita.

13. A estrada mais perigosa do mundo fica na Bolívia

E ela não poderia ser reconhecida por um nome mais simpático: “Estrada da Morte da Bolívia”, ou ainda, “Camino a Los Yungas”.

Curiosidades da Bolívia - Estrada da Morte
Estrada da Morte, hoje muito utilizada por ciclistas mas muitos carros ainda passam por ali.

A estrada já fez uma quantidade absurda de vítimas que se acidentaram em seus precipícios que chegam aos 4.700 de altitude. Atualmente há uma rodovia alternativa muito mais segura, e a estrada da Morte virou ponto turístico: milhares de viajantes vão até lá para descer pela Estrada da Morte de bicicleta.

Eu obviamente fui um desses loucos, e contei tudo aqui. Essa é mais uma das curiosidades da Bolívia que vale conhecer ao vivo!

14. O maior deserto de sal do mundo também fica na Bolívia

O maior e mais alto deserto de sal do mundo está aqui na Bolívia. O Uyuni está a 3.600m acima do nível do mar e ocupa uma imensidão de 10.000 km2 de extensão. Destino certo entre praticamente 100% dos viajantes que chegam à Bolívia, o Uyuni é realmente imperdível. Há diferentes maneiras de explorar o deserto de sal e em breve mostraremos tudo por aqui.

Curiosidades da Bolívia - Salar
O famoso Salar do Uyuni

15. E o berço da civilização inca? Fica no Lago Titicaca… na Bolívia também!

Aos 3.800 metros de altitude, o lindo Lago Titicaca leva o título de lago navegável mais alto do mundo, sendo também o maior da América do Sul. O lago se estende tanto pelo Peru quanto pela Bolívia, mas é do lado boliviano que encontramos a Isla del Sol que, segundo a lenda, foi o berço da civilização inca.

Foi nessa linda ilha que, após uma grande enchente seguida de escuridão, o Deus Inca Viracocha criou o Deus Sol (sim, o astro Sol é um Deus para os incas) para iluminar essas terras. Viracocha ainda enviou seus dois filhos (Monca Capa e Mama Ocllo) para ensinarem aos humanos noções básicas de sobrevivência, como caçar e construir abrigo. Seus filhos são então considerados os fundadores do Império Inca.

Nós mostramos como é o passeio para Isla del Sol na Bolívia. Você vai se encantar com tanta beleza!

Agora que você já viu conferiu todas as curiosidades da Bolívia que listamos aqui, ficou com mais vontade de conhecer o país?

Você também poderá gostar de:

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Bolívia: explore

2 comentários em “15 CURIOSIDADES DA BOLÍVIA”

  1. Anouk disse:

    Oi, Adriana. Muito legal o seu blog. Mas atenção quando você coloca que as roupas das cholitas “foram uma tentativa de copiar as espanholas, que chegaram por lá no período colonial. As bolivianas ficaram encantadas com as vestimentas das espanholas mas, sem conseguir produzir uma cópia fiel, desenvolveram esse estilo único que é utilizado até hoje”. Esses trajes foram IMPOSTOS às indígenas pelos colonizadores espanhóis em um contexto de aniquilação da cultura dos povos nativos da região. Omitir essa parte da história é muito cruel diante da subordinação e da dizimação dos ameríndios. Boas viagens!

    1. Caio Farias disse:

      Olá Anouk, tudo bem? Que bom que gostou do blog! Em relação ao seu questionamento essa informação nos foi passada mais de uma vez durante a nossa longa passagem pela Bolívia. Aprendemos muito sobre as crueldades dos colonizadores espanhóis com os povos originários do país, mas sobre as vestimentas não vimos em nenhum lugar a imposição dos colonizadores. Muito obrigado pelo seu comentário, vou fazer uma pesquisa mais profundo na rede e caso encontre informações sobre este ponto colocaremos as duas versões citando as fontes. Mas queria deixar claro que em nenhum momento tivemos o objetivo de diminuir ou suavizar as atrocidades cometidas pelos colonizadores. Boas viagens!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Porque um dia de semana qualquer em Arraial do Cabo com o pessoal da @lagostrilhas sempre rende foto boa!#emalgumlugardomundo #arraialdocabo #destinosimperdiveis #topdestinos #turismobrasil

Essa foto tá pra sair do forno tem tempo, mas a correria do dia a dia tem nós mantido meio distantes daqui.
Daí hoje fizemos uma pausa pra refletir sobre a rotina que “rouba” nosso tempo.
É muito bom estarmos tão envolvidos com o blog e com os projetos que tocamos. E sim, viver do nosso blog de viagem dá muito mais trabalho do que muitos imaginam! Mas é muito bom e só temos a agradecer.Afinal, graças a ele conhecemos tantos lugares maravilhosos. Alguns do outro lado do mundo, outros pertinho do nosso – até então – lar oficial.Um dos últimos destinos que conhecemos foi a Cachoeira do Saco Bravo, em Paraty. Pra chegar nela, encaramos uma trilha de 9km saindo de Ponta Negra, uma vila Caiçara próxima a Trindade e Praia do Sono. Bem cansativa, mas não poderia ter melhor recompensa do que esse visual: uma piscina natural, formada por uma cachoeira na beira do mar!
Por mais viagens assim. E por mais momentos de reflexão e felicidade por nossas escolhas de destinos e de vida!
.
.
.
.
.
#emalgumlugardomundo #paraty #costaverde #destinosimperdiveis #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #embarquenaviagem #errejota #turismobrasil #proximaviagem #achadosdasemana #gostariadeiroficial

😃 Uma praia dessas é mais felicidade que um parque de diversões sem fila!!! É não é que é essa a sensação mesmo? Parando aqui pra pensar e agradecer pelo quanto a gente é sortudo na vida por ter momentos maravilhosos em lugares paradisíacos assim – e vazios na baixa temporada 🙏❤️ A belezura de Trindade nos diazinhos de sossego que passamos na @pousada_cabeca_do_indio e fomos diversas vezes à Praia do Cachadaço. 🏝
Conta pra gente: qual seu destino preferido pra curtir um momento relax?#emalgumlugardomundo #trindade #paraty #mtur #destinosbrasileiros #missaovt #revistaqualviagem #embarquenaviagem #praiasbrasileiras #achadosdasemana #errejota #proximaviagem #viajarfazbem

Ainda sobre Trindade: essa é a piscina natural do Cachadaço (ou Caixa D’Aço). Pude muitas vezes contemplar esse lugar lá de baixo, mas a vista de cima dela é incrível!
O legal daqui é que, mesmo com o mar  bem agitado, as pedras dão a proteção ideal para um mergulho bem tranquilo!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #destinosimperdiveis

Tem horas que tudo que a gente quer é brincar. Como é bom voltar a ser criança, mesmo que seja por alguns poucos minutos!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #embarquenaviagem #destinosbrasileiros #mtur #viagemeturismo

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!