COMO É O MERGULHO NO ABISMO ANHUMAS, EM BONITO

  • Caio
  • -
  • 24 de julho de 2018
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e baixe nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Quem nos conhece sabe o quanto gostamos de mergulhar. A cada novo destino que passamos, sempre pesquisamos se existe a possibilidade de explorar o fundo do mar, de um rio, mergulhar em uma caverna ou em um naufrágio. Claro que em Bonito não seria diferente e, para nossa felicidade, esse destino nos guardava um presente inesquecível: o mergulho no Abismo Anhumas.

Já estivemos duas vezes em Bonito. A primeira visita já foi suficiente para ficarmos encantados, pois não faltam opções de passeios lindos, como já mostramos no post sobre o que fazer em Bonito. Porém visitar o Abismo Anhumas tinha ficado na nossa lista de pendências, e agora que voltamos a Bonito pudemos finalmente realizar esse sonho!

Se você é daqueles que, assim como nós, já ficou babando ao ver uma foto desse lugar, vem com a gente: nesse post vamos mostrar tudo sobre como é a visita e o mergulho no Abismo Anhumas. E sim, já adianto que a sensação é mesmo de estar em outro planeta, no meio de todas aquelas formações cônicas de calcário. Olha só:

Mergulho no Abismo Anhumas -
Luminosidade no mergulho. Foto por @edson.sato

Como chegar no Abismo Anhúmas?

O Abismo Anhumas fica a 23 km do centro de Bonito. Então, para chegar lá você vai precisar de um taxi, um transfer ou alugar um carro. Nós sugerimos alugar um carro, pois você vai precisar de transporte para todas as demais atrações de Bonito (normalmente usamos o site Rentcars para o aluguel de carros).

Como é o acesso ao Abismo Anhumas ?

Primeiro precisamos falar que o acesso ao Abismo Anhumas não é tão simples. Após chegar no local, será preciso descer até o Abismo – afinal trata-se de uma caverna, uma depressão do relevo.

Ou seja, para fazer um mergulho ou flutuação no Abismo Anhumas você precisa encarar outra aventura: realizar um rapel vertical de 72m. Essa é a única forma de chegar até o deck flutuante, de onde você inicia as atividades de mergulho/ flutuação dentro do Abismo Anhumas.

Mas como assim, 72 metros? Sim, é bem alto. E a visão que se tem ao descer pelo rapel é quase mágica, com o Abismo se revelando em toda sua beleza. Só essa atividade de rapel já poderia valer o passeio, mas é claro que a flutuação e o mergulho no Abismo Anhumas é o grande presente!

É bom lembrar que os 72 metros de descida serão os mesmos 72 metros que você vai encarar na subida. E se para baixo todo santo ajuda, para cima pode não ser tão simples assim…

Treinamento de rapel

O seu passeio de flutuação ou mergulho no Abismo Anhumas já começa no dia anterior à visita, com um treinamento de rapel na agência. É nesse treinamento que você aprende a subir e descer pelo rapel, e é quando a equipe vai te avaliar e ver se você está apto a fazer a atividade.

Na véspera do nosso tour fomos lá no receptivo fazer o teste: colocamos todos os equipamentos de segurança e nos preparamos para começar a subida pela corda. Nunca tínhamos feito rapel, mas a “aula-treinamento” foi bem simples.

Basicamente você faz um movimento que lembra o de uma lagarta, onde os pés se aproximam das mãos e depois se afastam na vertical. Nesse treinamento, a subida é de 10m e fazemos por duas vezes.

No dia da flutuação ou mergulho no Abismo Anhumas

A descida

No dia marcado, por recomendação, chegamos ao local por volta de 45min antes do agendado para a atividade. A equipe já estava no local, toda preparada com os materiais de segurança checados. A gente se equipou e iniciou a descida. Descemos os dois juntos, a Dri por uma corda e eu por outra.

A descida começa por uma pequena fenda na rocha:  do alto dos 72m já podemos avistar a imensidão da gruta e o lago. A gente fica maravilhado e se perguntando se aquele visual todo é de verdade mesmo. Sério, não tem palavras.

Mergulho no Abismo Anhumas _ Deck

Chegando lá embaixo

Quando alcançamos o deck, já começamos a nos preparar. Primeiro, iniciamos um passeio de bote pelo lago. Esse passeio acontece para todos, independente se sua escolha é fazer flutuação ou mergulho no Abismo Anhumas.

Nosso guia foi o Rodrigo, que nos explicou sobre as formações calcárias: cones, estalactites, estalagmites, colunas e cortinas. É no Abismo Anhumas que se encontra um dos maiores cones calcários do mundo, que fica submerso e tem 19m de altura. Depois desse breve passeio informativo, é hora de entrar na água!

Preparação para a flutuação ou mergulho no Abismo Anhumas

A primeira coisa que precisamos ter na cabeça e já se preparar: a água é fria, ficando em torno dos 18 graus.

Tanto na flutuação como no mergulho, devemos usar roupa de neoprene – que ajuda muito na manutenção da temperatura do corpo. Vale ressaltar que todos os itens como roupa e máscara serão fornecidos.

Quem vai fazer a flutuação, entra na água e segue observando o Abismo Anhumas pela superfície, e a flutuação dura em torno de 30 minutos. Não temos dúvidas que a flutuação é um espetáculo e proporciona um visual espetacular do fundo do Abismo. Mas nosso sonho era mesmo fazer o mergulho no Abismo Anhumas: a gente precisava ver todas essas formações calcárias bem de pertinho, e do fundo!

Como é o mergulho no Abismo Anhumas

Como optamos pelo mergulho (melhor escolha!), colocamos o nosso equipamento no deck e partimos pra água gelada. Já dentro d’água, ligamos nossas lanternas e nosso instrutor Sato nos conduziu pra descida. Nosso sonho estava se realizando!

Não é exagero dizer que parecemos estar em outro mundo. As formações branquinhas, o fundo do lago clarinho… a formação de calcário deixa tudo transparente e a visibilidade é absurda!

Começamos o mergulho explorando a região do deck e depois seguimos para explorar o restante da caverna. Logo no começo já chama a atenção uma ossada de tamanduá bandeira, que há algum anos caiu ali e agora já está em processo de calcificação com o fundo.

Entre sobes e desces, chegamos à tão esperada Floresta dos Cones. Só existem 3 lugares no mundo com formações como essa: dois deles lugares estão em Bonito e em apenas um deles é permitido o mergulho, que é aqui no Abismo Anhumas!

Tratam-se de gigantescas formações calcárias, que levaram milhares de anos para chegarem ao tamanho que estão hoje. Naquele momento tapamos a luz das nossas lanternas e ficamos “sobrevoando” a superfície de um lugar inesquecível. Passamos um tempo observando o contorno dos cones contra a luz que chegava pela entrada da gruta. Esse talvez seja o momento mais especial do mergulho!

Mergulho no Abismo Anhumas - Floresta de Cones
Foto por @edson.sato

Continuamos mergulhando pelas formações até encontrar o “Guardião”, uma formação que lembra um senhor sentado, que observa a tudo e a todos que entram ali.

Já no caminho de volta é possível ver vestígios de ossos de alguns animais pequenos que também caíram ali. Nesse momento, percebemos que já estávamos próximos do fim do mergulho e avistamos a escada da plataforma com aquela sensação indescritível de ter cortado um item importantíssimo da nossa lista de desejos: realizamos o mergulho no Abismo Anhumas!

Mergulho no Abismo Anhumas - Guardião
O Guardião. Foto por @edson.sato

Parte final: a subida pelo rapel

A subida é bastante cansativa. Perguntamos à equipe em quanto tempo as pessoas costumam subir pelo rapel do Abismo Anhumas. O que nos disseram é que o melhor tempo de subida era de 6 minutos, enquanto o pior ficou em 1h30. Eu subi em 15 minutos, a Dri precisou de uma ajudinha na metade do caminho, já que a dor de tendinite no punho apertou. O negócio é subir sem pressa, não há tempo limite. Então aproveite!

Recomendações para flutuação ou mergulho no Abismo Anhumas

  • O passeio não fornece lanche ou água, então não se esqueça de tomar um bom café da manhã no hotel, além de levar água e uns snacks.
  • É obrigatório o uso de calçado fechado. Recomendamos o bom e velho tênis.
  • Leve uma roupa extra leve, mas quente. Serve uma calça de moletom, legging, um casaco ou blusa de manga comprida. Lá embaixo faz frio!
  • Não esqueça também uma toalha para se enxugar após o mergulho/ flutuação. Mais uma vez, faz frio. E fica mais frio ainda depois do mergulho!
  • Não é permitido o uso de repelentes ou protetores solares. Também não pode fazer xixi na água, tá? Dentro da caverna há um banheiro químico.

Como fazer a flutuação ou o mergulho no Abismo Anhhumas

Você vai precisar de uma agência para fechar qualquer passeio em Bonito, inclusive a flutuação ou mergulho no Abismo Anhumas. Fechamos todos os nossos passeios em Bonito com a Crisval Tur. A agência de mergulho que opera no Abismo Anhumas é a Bonito Scuba.

E o valor? Por quanto sai a brincadeira?

Pois é gente. Como vocês já devem ter visto no nosso guia de Bonito, esse destino não é dos mais baratos. E uma visita ao Abismo Anhumas é a atividade mais cara de Bonito. São R$910 pela flutuação e R$1290 pelo mergulho.

Não adianta pesquisar porque o preço é tabelado. Mas pelo nosso relato aqui você deve ter percebido que vale cada centavo e cada minuto do seu investimento, certo? Nós sonhávamos com esse mergulho no Abismo Anhumas há muito tempo, e ainda assim ele consegui superar nossas expectativas.

Informação extra e super relevante

Ficamos sabendo pela equipe que o mergulho no Abismo Anhumas é acessível também para pessoas com necessidades especiais. Ficamos felizes que, mesmo com toda a dificuldade de acesso e as limitações do rapel, eles contam com um equipamento especial para descida e subida de pessoas com necessidades especiais, fazendo com que elas também possam explorar esse mundo incrível!

Já sabe onde se hospedar em Bonito?

Não faltam opções de hospedagem em Bonito. É bom saber que todos os passeios ficam distantes do centro de Bonito. Por isso, não é fundamental que você se hospede no centro, pois vai precisar de carro para se locomover por lá. De qualquer forma, o centro tem a conveniência de ter restaurantes e comércio ao redor.

Recomendação de hotéis em Bonito

Para quem faz questão de uma estadia inesquecível, a melhor pedida é o Zagaia Eco Resort, o único resort do estado de Mato Grosso do Sul.

O que fazer em Bonito Ms - Zagaia
Estrutura da piscina do Zagaia Eco Resort

Uma opção com bom relação custo x benefício é a Pousada Galeria Artes, com quartos aconchegantes e uma decoração bem bonita. Fica a 850 metros do centro e servem um ótimo café da manhã. Também tem piscina.

Com uma estrutura boa e quartos organizados, o Che Lagarto Hostel Bonito fica a 10 minutos da praça central. Ainda conta com duas piscinas e churrasqueiras. Há opções de quartos duplos e compartilhados.

Já o Bonito Hi Hostel é uma das opções mais econômicas, oferecendo também quartos duplos e dormitórios.

Vai para Bonito? Não deixe de fazer a flutuação ou o mergulho no Abismo Anhumas!

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Baixe agora nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Brasil: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!