Como levar dinheiro em viagem internacional: as melhores opções | Em Algum Lugar do Mundo

COMO LEVAR DINHEIRO EM VIAGEM INTERNACIONAL: CONFIRA DICAS E OPÇÕES

Dinheiro em espécie, cartão de crédito ou transferwise? Nós explicamos para você!

  • Adriana
  • -
  • 18 de abril de 2020
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Depois de umas tantas viagens internacionais – e cansados de perder dinheiro em taxas e conversões de moeda – finalmente aprendemos como levar dinheiro em viagem internacional. Na verdade ficamos experts no assunto, porque ninguém gosta de perder dinheiro, né?

E o resultado de nossa experiência está aqui: listamos os prós e contras de todas as formas para você levar seu rico e suado dinheirinho na sua próxima trip ao exterior.

Dinheiro em espécie, cartão de crédito, Transferwise e mais: tá tudo aqui! Aproveite as dicas para sua próxima viagem!

como levar dinheiro em viagem internacional: opções
Confira as opções de como levar dinheiro em uma viagem internacional

Por isso, nesse post listamos todas as formas para você levar dinheiro em uma viagem internacional. Tiramos todas as dúvidas e falamos das vantagens e desvantagens de cada uma delas. Confira!

Veja também: Planejamento financeiro para viajar em 7 passos

Mas afinal, qual a melhor opção de levar dinheiro em viagem internacional?

Para você decidir como levar dinheiro em viagem internacional, você deve analisar fatores como: local da viagem, qual a moeda do seu país de destino, quanto tempo irá ficar e com o que você pretende gastar. Há também questões como hospedagem, alimentação e transporte que podem influenciar na escolha.

Por isso, fizemos uma lista com as melhores opções para você usar dinheiro no exterior, incluindo as vantagens e desvantagens de cada método:

  1. Dinheiro em espécie
  2. Cartão pré-pago
  3. Cartão de débito brasileiro
  4. Cartão de crédito brasileiro
  5. Transferwise
  6. Banco com conta multimoeda

1. Como levar dinheiro em viagem internacional – dinheiro em espécie

Levar dinheiro em espécie é a maneira mais comum de se levar dinheiro para o exterior. Se você pretende viajar apenas para um país e ficar por pouco tempo, essa forma pode ser muito prática.

Com o dinheiro em espécie, você pode organizar melhor os seus gastos e separar quantias a serem gastas por dia, assim você poderá economizar e não gastar além do necessário.

como levar dinheiro em uma viagem internacional: dinheiro em espécie
Levar dinheiro em espécie é a melhor opção para viagens curtas

Além disso, você não precisa passar perrengue caso algum estabelecimento não aceite cartão. Fora que ter dinheiro em mãos também é super necessário para pequenos imprevistos.

Outro ponto importante ao optar por dinheiro em espécie, é que você fica livre das taxas altíssimas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que “come” 6,38% do seu rico dinheirinho em compras realizadas via cartão de crédito, de débito ou pré-pago no exterior.

Vamos lá: como você pode adquirir uma moeda estrangeira?

Antes de tudo, é preciso saber qual é a moeda do país que você irá realizar a viagem. 

Ao saber disso, é necessário você realizar a compra desta moeda, que pode ser feita de dois modos: através do seu banco ou em uma casa de câmbio, sendo cobrado algo em torno de 1% de IOF (bem diferente dos 6,38%).

Obs | Dependendo do seu destino, talvez você não encontre a moeda disponível à venda no Brasil. Na dúvida, comprar dólar é sempre uma boa opção: você pode levar dólar para qualquer país e, ao chegar lá, trocá-lo pela moeda do destino em uma casa de câmbio local. 

Normalmente as casas de câmbio apresentam valores mais atraentes do que os bancos. Busque sempre uma casa de câmbio com boa reputação (já ouvimos histórias de compra de moeda falsa!). Nós recomendamos o site da Cotação, que é super confiável e tem valores competitivos. 

Perante a lei, é permitido levar até 10 mil reais na moeda do país de destino sem precisar declarar à Receita Federal. Valores superiores precisam ser declarados, basta você acessar o site e lá tá tudo explicadinho!

Dica 1 | Tente realizar a compra da moeda estrangeira em um casa de câmbio aqui no Brasil, ficando bem mais fácil negociar o câmbio por uma taxa bem mais em conta. 

Dica 2 | Uma boa opção é ir comprando o valor aos poucos (mês a mês por exemplo), dessa forma você diminui o custo médio e tenta minimizar os impactos da variação cambial.

Dinheiro em espécie: vantagens e desvantagens

Vantagens | Uma das principais vantagens é você ter uma quantia de dinheiro para emergências e pequenos gastos. Com essa opção, você também garante taxas mais baixas do câmbio e pode economizar durante sua viagem.

Desvantagem | A segurança é uma das principais desvantagens ao escolher esse método de como levar dinheiro em viagem internacional. Caso você perca seu dinheiro, ou seja furtado/ roubado, não haverá a possibilidade de recuperá-lo. 

Essa opção também não é recomendada para viagens longas e com outros países de destino, podendo correr mais riscos ao levar quantias mais altas.

O casal do blog Viajei Bonito dá dicas de como esconder dinheiro durante a viagem, confira!

2. Como levar dinheiro em viagem internacional – cartão pré-pago

O cartão pré-pago nada mais é do que um cartão de débito recarregável.

Com o cartão pré-pago, você pode realizar saques em caixas eletrônicos de onde estiver e também pode ser usado como a função de débito.

Além da praticidade, essa opção é bem mais segura do que levar dinheiro em espécie..

A recarga do cartão pré-pago é bem parecida com as recargas de celular. Você pode recarregá-lo de forma online (ou em algumas casas de câmbio) antes de você viajar. Caso precise, alguém também pode fazer uma recarga para você.

como levar dinheiro em viagem internacional: cartão de débito
O cartão pré-pago é fácil e simples de usar

Um cartão muito conhecido e bastante utilizado é o Visa Travel Money, que quando carregado, o valor do câmbio é correspondente ao do dia de carregamento. 

As compras realizadas pelo cartão pré-pago serão à vista, e a taxa de  6,38% do IOF será cobrada. A taxa também será aplicada no momento de carga e recarga do cartão. Então evite utilizá-lo na função débito o tempo todo e planeje bem suas recargas.

Cartão pré-pago: vantagens e desvantagens

Vantagens | Você pode realizar saques sempre que precisar de dinheiro e em caso de perda ou roubo, é só você pedir o bloqueio.

Desvantagens | Taxa de 6,38% em qualquer operação. Caso faça saques no exterior utilizando o cartão, poderá também ser cobrada uma taxa de saque, de acordo com a operadora do país.  Outro ponto negativo é que nem todos os estabelecimentos aceitam o cartão pré-pago. 

3. Como levar dinheiro em viagem internacional – cartão de débito brasileiro

Uma opção cômoda, prática e segura de como levar dinheiro em viagem internacional é utilizar um cartão de débito. Mas ela apresenta alguns aspectos negativos que falaremos a seguir.

Seu cartão de débito no exterior irá funcionar da mesma forma que você o utiliza no Brasil. A diferença está na taxa do IOF de 6,38% que será cobrada a cada transação. 

Além disso, é preciso se atentar nas taxas de saque e no valor do câmbio que os bancos cobram. Diferente dos cartões de crédito, o valor da taxa é referente ao dia que foi realizado a compra, sem se preocupar com a variação cambial no final do mês. 

Dica | Para usar seu cartão de débito brasileiro no exterior, você precisa entrar em contato com o seu banco e solicitar a ativação da função débito internacional. Alguns bancos disponibilizam um limite no cartão de débito internacional para ser usado no dia a dia, verifique isso também.

Cartão de débito brasileiro: vantagens e desvantagens

Vantagens | Levar seu dinheiro com segurança para o exterior e evitar possíveis roubos e perdas, além de realizar saques quando necessário e utilizar a função débito.

Desvantagens | Taxas cobradas a cada saque e a taxa de IOF no valor de 6,38% em suas compras. Além disso, nem todos os estabelecimentos aceitam cartão de débito e é importante saber se na cidade onde você estará possui caixa eletrônicos parceiros do seu banco para poder realizar saques.

4. Como levar dinheiro em viagem internacional – cartão de crédito Internacional

Aceito na maioria dos estabelecimentos do mundo, o cartão de crédito tinha tudo para ser seu melhor amigo durante sua viagem ao exterior… se não fosse o “bendito” IOF.

Ou seja: apesar da conveniência, é preciso tomar bastante cuidado pois o cartão de crédito é um método caro de se usar dinheiro no exterior, já que haverá a cobrança de  6,38% de IOF em cada compra realizada. 

como levar dinheiro em viagem internacional: cartão de crédito
O cartão de crédito internacional é aceito na maioria dos estabelecimentos

Portanto, o ideal é usar o seu cartão de crédito somente para emergência. 

Atualização | Até então, o valor do câmbio aplicado para a conversão de gastos era correspondente ao dia de fechamento da fatura do cartão. Mas a partir de 1º de março de 2020, a cotação do dólar utilizada passou a ser a do dia exato da compra realizada.

Por questão de segurança e para possíveis imprevistos, é importante ter um cartão de crédito com você durante sua viagem, mesmo que esse não seja o método principal que você irá escolher de como levar dinheiro em viagem internacional.

Importante | Antes de viajar, é preciso habilitar o uso do seu cartão no exterior. Não se esqueça de entrar em contato com seu banco antes de embarcar.

Cartão de crédito brasileiro: vantagens e desvantagens 

Vantagens | Praticidade e segurança. Dependendo do banco e da sua operadora, é possível juntar milhas para realizar outras viagens.

Desvantagens | Taxa de 6,38% do IOF cobrada em toda transação realizada. 

5. Como levar dinheiro em viagem internacional – Transferwise

Se você vai realizar uma viagem longa, o Transferwise é uma ótima opção de como levar dinheiro em uma viagem internacional.

O Transferwise nada mais é do que uma plataforma online para você realizar transações de transferências entre contas bancárias do Brasil e do exterior.

Aproveite para criar sua conta no Transferwise agora mesmo. É gratuito e você pode testá-la depois!

Antes de falarmos sobre os pontos positivos e negativos dessa modalidade, vamos explicá-la um pouco melhor:

Como usar o Transferwise?

Para realizar uma transferência via Transferwise, você vai precisar ter uma conta bancária no exterior ou conhecer alguém (de confiança, claro) que tenha uma conta para você poder transferir o dinheiro. 

Por isso, já de cara podemos dizer que o Transferwise não funciona para todo mundo.

Você pode não conhecer alguém confiável para transferir uma boa quantia de dinheiro. Ou ainda, abrir uma conta no exterior pode ser um processo trabalhoso e que não faz sentido se sua viagem for curta.

Mas se você for morar em outro país ou irá passar um bom período nele, compensa muito você abrir uma conta em um banco internacional, já que as taxas do Transferwise são bem menores do que as dos demais bancos. 

Por que usar o Transferwise?

Caso você tenha a possibilidade de usar uma conta no exterior (seja a sua ou a de uma pessoa de confiança), nem pense duas vezes: o Transferwise é a melhor maneira de como levar dinheiro em viagem internacional.

como levar dinheiro em viagem internacional: transferwise
O Transferwise se torna uma das opções mais em conta no mercado

Uma das grandes vantagens de usar o Transferwise é que eles permitem operações com o valor de câmbio comercial em vez do valor de turismo. 

Outro ponto super favorável é que o IOF é bem mais baixo comparado aos outros métodos: o valor é de 0,38% para transferências entre titulares diferentes ou 1,1%, quando você mesmo transfere para outra conta sua no exterior.

Transferwise: vantagens e desvantagens

Vantagens | Câmbio comercial e não turismo. A taxa de IOF é de apenas 0,38%; ou de 1,1% se a transferência for entre contas de um mesmo titular. 

Taxa de apenas 2.5% por transferência. Se você tiver um cartão de débito de um banco do exterior, é possível realizar saque com taxas menores.

As transferências podem ser feitas online, por boleto e até mesmo do próprio cartão de crédito ou de débito.

Desvantagens | Nem todas as moedas estão disponíveis no Transferwise, neste caso, você precisará transferir em euro ou dólar, trocando somente quando chegar no país, o que pode sair mais caro. 

Se você não conhecer alguém que more no país para transferir o dinheiro, abrir uma conta em um banco internacional pode ser bem complicado caso sua viagem for curta.

6. Como levar dinheiro em viagem internacional: Conta em banco multimoeda

Bancos e/ou instituições que disponibilizam contas multimoedas podem ser um grande diferencial na hora de levar seu dinheiro em uma viagem internacional. 

Com uma conta multimoeda, você tem a facilidade de movimentar uma ou mais contas utilizando uma outra moeda, realizando compras por um cartão de débito ou pré-pago, saques e transferências.

O C6 Bank e o Banco BS2 são dois exxemplos de bancos digitais que oferecem conta corrente, cartão de débito ou crédito sem nenhuma taxa ou anuidade, além de uma conta internacional em dólar.

Como funcionam as contas multimoedas? 

C6 Bank

A conta internacional é separada da sua conta corrente comum e funciona da seguinte forma: o cliente transfere o valor desejado em real da sua conta corrente para a conta internacional, onde o C6 Bank faz a conversão em dólar.

O banco digital envia para o cliente um cartão de débito internacional da bandeira Mastercard, chamado C6 Global. Ele tem o custo de US$ 30, debitados da sua conta corrente. (Se o cliente já possuir o C6 Carbon ou R$ 20 mil aplicados em CDBs do banco digital, fica isento dessa taxa). 

As transferências realizadas entre às 9h até 18h no Brasil ou no país onde estiver, o dinheiro cai na mesma hora em sua conta internacional. O limite mínimo para a transferência é de US$100 dólares e o máximo é de US$10 mil ao ano. 

Com esse cartão C6 Global, o cliente pode utilizar a função débito e realizar até quatro saques por dia, sem ultrapassar o limite de US$ 500. Mas tente sacar apenas uma vez, pois a taxa por saque é de 5 dólares.

C6 Bank: vantagens e desvantagens

Vantagens | A Conta Global não cobra nenhuma manutenção e o cartão de débito está isento de anuidade.

O IOF é de 1,1%, mais em conta do que os demais bancos, porém é cobrado mais uma taxa de 2% por transferência. O C6 Bank utiliza o câmbio comercial, mais barato do que o câmbio turismo.

Desvantagens | A conta internacional do C6 Bank só permite o dólar, onde não é possível utilizar outras moedas estrangeiras.

Banco BS2

Assim como o C6 Bank, o Banco BS2 também é um banco digital que oferece aos seus clientes, a opção de criar uma conta internacional em dólar, sem nenhum custo de manutenção e anuidades.

Ao abrir a conta internacional, você também receberá um cartão de débito, chamado Debit Card. Não há nenhuma cobrança de taxa para sua emissão. Com ele, você poderá realizar saques e compras em lojas físicas ou online.

Atente-se também ao número de saques, pois assim como o C6 Bank, o BS2 também cobra a tarifa de US$5 por cada saque.

A transferência ocorre de sua conta corrente comum para a sua conta internacional, onde será cobrado o IOF de 1,1% e a taxa de spread cambial de 2%. 

O limite diário para transferência é de US$10 mil, sendo US$20 mil o limite anual.

O aplicativo do banco também dá a opção de transferência entre contas internacionais BS2, sem cobrar nenhuma taxa. 

Um diferencial do BS2 é a possibilidade do cliente adquirir um cartão multimoeda. Com saldo pré-pago, o Cartão Multimoeda BS2 Mastercard pode ser utilizado na função crédito ou débito.

Com este cartão você pode utilizar até seis moedas diferentes, que são: dólar Americano, dólar canadense, dólar australiano, dólar neozelandês, euro e libra esterlina. 

BS2: vantagens e desvantagens

Vantagens | O BS2 não cobra nenhuma taxa de manutenção para a conta internacional.

O câmbio praticado é o comercial. E o IOF também é de 1,1% (mais uma taxa de 2% por transferência). 

Há também a possibilidade de adquirir um cartão multimoeda.

Desvantagens: A conta internacional do BS2 só permite o dólar, onde não é possível utilizar outras moedas estrangeiras.

Dicas de como usar dinheiro em viagem internacional

Como você pode ver, todo método para levar dinheiro para o exterior apresenta vantagens e desvantagens. 

O ideal mesmo é você analisar suas possibilidades e seu roteiro de viagem, definindo assim qual é a forma mais compatível com a sua necessidade. Tenha sempre em mente essas 3 dicas:

  • Faça um cálculo aproximado com todos os seus gastos fixos, incluindo hospedagem, alimentação e transporte; 
  • Como todo viajante, é impossível não fazer nenhuma comprinha internacional, mas evite ao máximo o uso do cartão de crédito e opte sempre pelo pagamento em dinheiro;
  • Por questão de segurança, é sempre bom levar um cartão de crédito internacional mesmo que você não pretenda usá-lo. 

Que tal começar a programar aquela viagem dos sonhos depois de ler sobre as opções e dicas de como levar dinheiro em viagem internacional?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Escrito por Adriana

36 anos. Carioca. Colecionava carimbos no passaporte durante as férias, mas resolveu levar esse hobbie a sério. Jornalista, trabalhou com marketing por um bom tempo, mas deixou o mundo corporativo para viver uma vida com mais significado. Convenceu o Caio a se jogar no mundo e hoje se dá por satisfeita carregando um caderninho, uma câmera e um tapete de yoga.

Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Você também pode gostar de ler:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Beleza e caos. É assim que a gente define o Pesqueiro na Praia Grande em Arraial do Cabo.

Esse lugarzinho fica no canto esquerdo da Praia Grande e, apesar dessa confusão visual, é o nosso cantinho favorito dessa praia!

Depois de uma hora observando esse catioro nadando, resolvemos voar com o drone para tentar entender o que estava acontecendo… E aí é que descobrimos o segredo dele: ele tem amigos embaixo d’água! 🐢🐢

CANSEI DE SER CACHORRO!🐕 AGORA SOU UMA FOCA! 
Vocês acham que só gente que gosta do mar de Arraial do Cabo??🌊🌅 Quando parei de olhar o relógio, já fazia mais de uma hora que esse catioro nadava… Entendo, pq se eu pudesse tava até agora nadando com ele ali! 
Esperando tudo isso passar pra correr pra essa água…

Hoje é aniversário da cidade de Arraial do Cabo – e a gente queria estar comemorando assim! 🌅🌊 Apesar da cidade ter se emancipado de Cabo Frio há apenas 35 anos, ela já tem pra lá de 517 anos (o navegador Américo Vespúcio chegou por aqui em 1503). Além disso, aqui é o lugar que chamamos de casa quando não estamos viajando. 🏠♥️ Parabéns Arraial do Cabo, a gente ama você! 
Fotão📷 do @vazaonde

E por aqui seguimos revirando HDs de fotos para reviver momentos das nossas viagens.

Caminhando pela Praia de Coqueirinho em 🏝️

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!