Viagem para o Camboja - Guia Prático - EM ALGUM LUGAR DO MUNDO

CAMBOJA

#emalgumlugardomundo

Templos espetaculares, praias lindas e uma riqueza cultural e histórica fascinante: pode acreditar que o Camboja é um destino impressionante no sudeste asiático.

É claro que Angkor Wat e os fantásticos templos de Siem Reap são os principais atrativos que levam milhares de turistas ao país todos os anos. Mas o Camboja tem um encanto a ser descoberto em cada canto. Veja aqui tudo o que você precisa saber antes de planejar sua viagem para o Camboja. Aproveite!

Viagem para o Camboja -
Templo Bayon, no complexo de Angkor Wat

Um breve resumo sobre o Camboja

O Reino do Camboja, localizado no sudeste asiático, ocupa mais de 180 mil km2. Faz fronteira com Laos, Vietnã e Tailândia. Sua população é de mais de 4 milhões de pessoas, sendo que cerca de 2 milhões vivem na capital Phnom Penh.

História

A história de guerra civil no Camboja deixou grandes marcas no país. Muitas pessoas foram vítimas de minas terrestres, decorrentes da guerra do Vietnã, e sabe-se que ainda há algumas bombas espalhadas no território cambojano. Não explore lugares remotos sem um guia.

Economia

A situação econômica do país se ergueu nos últimos anos, mas a pobreza do país é ainda um problema sério. Mais de 35% da população vive em situação de pobreza e miséria. O turismo tem papel fundamental na economia do país.

Turismo

Uma das principais atrações turísticas do país está nas proximidades de Siem Reap: o complexo de Angkor Wat é patrimônio da UNESCO e é o maior templo religioso do mundo. Já o lago Tonle Sap é o maior lago de águas frescas do sudeste asiático, tendo uma grande importância no ecossistema e na economia local. 

Viagem para o Camboja - Angkor Wat
Angkor Wat e o nascer do sol

Religião

O Camboja é um país predominantemente budista: cerca de 95% da população segue a religião. Procure se vestir apropriadamente quando fizer visitas a templos: cubra as pernas e os ombros. Já nos centros das grandes cidades é comum ver turistas passeando de short e camiseta.

Informações úteis sobre o Camboja

Dinheiro

Riel cambojano é a moeda oficial do país, porém o dólar é de fato a moeda mais usada no Camboja. Espere pagar em dólares e receber o troco em riel cambojano.

Cartões de crédito são aceitos apenas em grandes estabelecimentos, como em alguns hotéis e restaurantes. Ande com dinheiro em sua viagem para o Camboja. Você poderá sacar dinheiro (em dólares) utilizando seu cartão de crédito em caixas automáticos, presentes apenas nas grandes cidades.

Eletricidade

A voltagem é de 230v e o modelo de tomada é a de dois pinos redondos. Para evitar dores de cabeça, leve um adaptador universal na sua mala de viagem para o Camboja.

Vistos

Turistas precisam tirar um visto de 30 dias para entrar no Camboja. O visto pode ser retirado mediante pagamento de U$30 na chegada ao país, seja em Siem Reap, Phnom Penh ou Preah Sihanouk.

Outra alternativa é tirar um e-visa, onde você já terá seu visto aprovado antes da sua chegada ao país. O visto online custa adicionais U$6, basta acessar o site oficial para mais informações.

Caso sua viagem par o Camboja for mais longa, você poderá ir até a embaixada em Phnom Penh e solicitar uma extensão por mais 30 dias, no valor de U$45.

Segurança e saúde

De uma forma geral, o Camboja é um país bem seguro para os viajantes. O povo cambojano é extremamente amistoso e está sempre pronto para receber os visitantes com um sorriso no rosto.

É bom ter cuidado com furtos de bolsa em grandes cidades como Phnom Penh, além de manter sempre atenção com seus pertences em lugares turísticos com maior movimento. Do mais, curta sua viagem para o Camboja sem maiores preocupações.

Não vá para áreas rurais e mais remotas sem a companhia de um guia. Embora fora do circuito turístico, a triste realidade é que ainda existem minas não explodidas em solo cambojano.

Brasileiros devem ter vacina contra febre amarela. Além disso, algumas vacinas são recomendadas, como hepatite A. Para quem pretende ficar por mais tempo no país, também são indicadas as vacinas contra hepatite B, febre tifoide, raiva e encefalite japonesa. Há risco de malária em poucas regiões mais remotas, fora das áreas turísticas. Caso vá estender sua viagem pelo país, informe-se sobre prevenção da malária.

Não se esqueça de contratar um bom seguro antes de embarcar em sua viagem para o Camboja. Recomendamos fazer uma pesquisa no site da Segurospromo. Aproveite para usar nosso código EMALGUMLUGAR5 e ganhar 5% de desconto.

Seguros Promo

Idioma

Khmer é a língua oficial do país, falado por mais de 90% dos cambojanos. Com uma população nova e com o crescimento do turismo no Camboja nos últimos anos, o inglês é amplamente falado, principalmente em áreas turísticas. Não espere um nível de inglês avançado, mas o suficiente para se comunicar e fazer novas amizades com os cambojanos.

Festivais e eventos

O Camboja é um país riquíssimo de cultura e o povo Khmer adora celebrar suas tradições. Conheça algumas delas:

Bon Chol Chhnam Thmei | o Ano Novo Khmer é celebrado no mês de abril (a data pode variar). Os dias desse feriado são repletos de atividades tradicionais e em família, com danças e jogos. Os últimos dias são tomados por uma “guerra de água”, o que lembra uma versão bem mais moderada do Songkran da Tailândia.

Bon Chroat Preah Nongkoal | é entre abril e maio que se realiza a “Royal Ploughing Ceremony”, comemorando o início da época de plantação de arroz. Tradicionalmente, o Rei prepara o solo enquanto a Rainha semeia as sementes. Todos os cambojanos se vestem com roupas tradicionais bem coloridas.

Pchum Ben Tag | durante 15 dias entre os meses de setembro e outubro, o povo cambojano celebra a morte e faz um rito de doações de alimentos para monges e necessitados.

Festival das águas | talvez um dos maiores feriados do Camboja, o festival acontece entre outubro e novembro. Mais de um milhão de pessoas se reúne em Phnom Penh para celebrar a mudança das águas do rio Mekong e o início da temporada de pesca.

O que ver e fazer em sua viagem para o Camboja

Angkor Wat | maior templo religioso do mundo e o mais famoso do país. O grande complexo já foi o coração da civilização Khmer e hoje é um dos maiores destaques do turismo no Camboja. Separe pelo menos dois dias do seu roteiro para visitar os templos. É um mais lindo que o outro!

Viagem para o Camboja - Angkor Wat
Angkor Wat
Viagem para o Camboja - Árvore engole uma estrutura
A natureza se apoderou depois de quase 400 anos abandonado

Siem Reap | muitos visitantes chegam a Siem Reap por esse ser o principal ponto de partida para visitar os templos de Angkor. Mas Siem Reap é uma cidade muito interessante e com bastantes atrações para serem exploradas. Visite museus, faça uma aula de culinária e curta a noite na agitada Pub Street.

Viagem para o Camboja - Pub Street
A noite na Pub Street. Foto: Oliver Townend / CC BY-ND 2.0

Phnom Penh | se você quer aprender sobre a história do Camboja, uma visita à capital Phnom Penh é indispensável. É lá que você encontra lugares marcantes como Killing Fields e Museu do Genocídio, dois dos palcos das atrocidades cometidas no período sangrento conhecido como khmer vermelho.

Sihanoukville e ilhas do Camboja | desça pelo sudoeste do país e prepare-se para encontrar cenários paradisíacos. Lugares como Koh Rong estão caindo cada vez mais no gosto dos viajantes que querem curtir as praias do Camboja, de águas cristalinas e com um clima bem relaxado.

Viagem para o Camboja - Sihanoukville
Sihanoukville

Tonle Sap | o maior lago de água fresca do sudeste asiático. Para curtir a natureza, é a pedida perfeita. Não deixe de conhecer as tradicionais vilas flutuantes.

Viagem para o Camboja Tonle Sap
Tonle Sap. Foto: Jialiang Gao / CC BY-SA 3.0

Kampot | a algumas horas da capital Phnom Penh, Kampot tem se tornado mais conhecida entre turistas e expatriados, que encontram na cidade uma boa variedade de restaurantes ocidentais, lojas e passeios de barco. Um ótimo lugar para relaxar e curtir uma praia de rio.

Acomodação no Camboja

Recomendações de hospedagem no Camboja

Siem Reap |Angkor Pearl Hotel

Phnom Penh | Home Chic Hotel

Visão geral

De hotéis de luxo a albergues simples, você irá encontrar todo tipo de acomodação no Camboja. Claro que cidades como Phnom Penh e Siem Reap oferecem uma variedade muito maior de hospedagens, mas não será um problema achar um hotel adequado às suas necessidades caso fique em cidades menores.

Recomendamos que feche sua reserva com antecedência caso sua viagem ocorra na alta temporada. Para achar a melhor oferta de hotéis, usamos sempre o Booking.com. Verifique nossos posts sobre o Camboja para recomendações específicas de hotéis.

Transporte no Camboja

Prepare-se para comer poeira nas ruas do Camboja: muitas ruas não são asfaltadas, mesmo nas maiores cidades como Siem Reap e Phnom Penh. Mas viajar pelas estradas do país pode ser uma experiência muito boa: o transporte funciona bem e o cenário pode ficar bem bonito pela janela.

É possível ir de Bangkok na Tailândia e chegar em Siem Reap de ônibus. Da mesma forma, dá para fazer Siem Reap – Phnom Penh também de ônibus. Os preços variam de acordo com horário e tipo de ônibus. Para fechar os deslocamentos de ônibus, nós usamos o site 12GoAsia.

Powered by 12Go Asia system

Voar é sem dúvidas a forma mais confortável – e cara – de viajar pelo Camboja: são 17 aeroportos no país, sendo Phnom Penh e Siem Reap as duas cidades com voos regulares. Cambodia Angkor Air é a única empresa que faz voos domésticos.

Muitas das companhias aéreas que atendem o sudeste asiático voam para o Camboja. Normalmente nós usamos os sites Skyscanner e Momondo para comparar preços e comprar passagens, mas para o sudeste asiático achamos que o 12GoAsia foi melhor.

Para circular dentro da cidade, a melhor pedida são os tuk tuks. Eles costumam ser baratos e rápidos, sempre negocie o preço antes. Espere pagar de U$1 a U$5 para distâncias curtas, ou cerca de U$20 para que o motorista fique com você o dia todo.

Viagem para o Camboja - Tuk Tuk
Os incontáveis Tuk Tuks em Pnhom Penh

Quando ir para o Camboja

As temperaturas no Camboja não sofrem muita variação, já que o país está ali próximo da linha do Equador. Existem basicamente duas estações, seca e chuvosa.

A melhor época para uma viagem para o Camboja é durante a estação seca, que vai de novembro a março. Após esse período, as temperaturas chegam facilmente aos 40 graus e a humidade atinge os 90%.

A temporada de chuvas vai de maio a outubro. Nesse período você encontrará menos turistas, então se você não se importa de andar com guarda-chuva e de suar bastante, pode ser uma alternativa.

O que levar na mala em uma viagem para o Camboja

Como já dito, faz calor no Camboja. Nada de casacos pesados na mala: traga roupas leves. Um casaco leve é recomendado para noites mais frescas.

Não se esqueça do guarda-chuva ou de uma capa se estiver viajando na época chuvosa. Um lenço pode ser útil para se proteger do sol e para cobrir roupas mais decotadas quando for visitar os templos.

Remédios s.o.s. não ocupam muito espaço na mala. Mas não se preocupe, pois você acha praticamente de tudo nas grandes cidades do Camboja. Caso viaje para áreas mais remotas, leve repelente.

Para mais dicas, veja nosso post sobre o que levar em uma viagem para o sudeste asiático. Ah, e levar cópias de documentos é sempre uma boa recomendação.

E lembre-se: antes de montar sua mala, cheque as restrições das companhias áreas, principalmente se for fazer voos internos. A Air Asia, por exemplo, permite apenas viajar com bagagem de mão de até 7kg.

O que comer no Camboja

A comida khmer não leva tanta fama como a da vizinha Tailândia, mas prepare-se para encontrar uma cozinha fascinante, cheia de influência de países como Vietnã, Malásia, China e a própria Tailândia.

Você irá encontrar muitos sabores marcantes e bem diferentes para nosso paladar ocidental, então arrisque-se e prove algumas dessas delícias. Caso queira ir para o lado mais exótico e provar insetos, basta ir ao mercado de Siem Reap. Conheça alguns dos pratos mais tradicionais do Camboja:

Bai Sach Chrouk | trata-se de porco grelhado, marinado em coco e/ou alho, servido com arroz. Um dos pratos mais simples e muitas vezes servido como café da manhã

Amok | um delicioso curry cremoso servido com arroz, podendo ser de peixe, carne ou vegetais, com gosto de ervas locais, capim limão e gengibre. Um dos pratos mais populares.

Lap Khmer | algo que lembra um ceviche, esse prato é uma salada de carne marinada com limão e muitas especiarias. Gosto muito marcante, bom para aqueles que querem mesmo se arriscar na culinária no Camboja.

Aproveite:

Lonely Planet Vietnam, Cambodia, Laos & Northern Thailand (English Edition)

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

CAMBOJA: Explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Porque um dia de semana qualquer em Arraial do Cabo com o pessoal da @lagostrilhas sempre rende foto boa!#emalgumlugardomundo #arraialdocabo #destinosimperdiveis #topdestinos #turismobrasil

Essa foto tá pra sair do forno tem tempo, mas a correria do dia a dia tem nós mantido meio distantes daqui.
Daí hoje fizemos uma pausa pra refletir sobre a rotina que “rouba” nosso tempo.
É muito bom estarmos tão envolvidos com o blog e com os projetos que tocamos. E sim, viver do nosso blog de viagem dá muito mais trabalho do que muitos imaginam! Mas é muito bom e só temos a agradecer.Afinal, graças a ele conhecemos tantos lugares maravilhosos. Alguns do outro lado do mundo, outros pertinho do nosso – até então – lar oficial.Um dos últimos destinos que conhecemos foi a Cachoeira do Saco Bravo, em Paraty. Pra chegar nela, encaramos uma trilha de 9km saindo de Ponta Negra, uma vila Caiçara próxima a Trindade e Praia do Sono. Bem cansativa, mas não poderia ter melhor recompensa do que esse visual: uma piscina natural, formada por uma cachoeira na beira do mar!
Por mais viagens assim. E por mais momentos de reflexão e felicidade por nossas escolhas de destinos e de vida!
.
.
.
.
.
#emalgumlugardomundo #paraty #costaverde #destinosimperdiveis #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #embarquenaviagem #errejota #turismobrasil #proximaviagem #achadosdasemana #gostariadeiroficial

😃 Uma praia dessas é mais felicidade que um parque de diversões sem fila!!! É não é que é essa a sensação mesmo? Parando aqui pra pensar e agradecer pelo quanto a gente é sortudo na vida por ter momentos maravilhosos em lugares paradisíacos assim – e vazios na baixa temporada 🙏❤️ A belezura de Trindade nos diazinhos de sossego que passamos na @pousada_cabeca_do_indio e fomos diversas vezes à Praia do Cachadaço. 🏝
Conta pra gente: qual seu destino preferido pra curtir um momento relax?#emalgumlugardomundo #trindade #paraty #mtur #destinosbrasileiros #missaovt #revistaqualviagem #embarquenaviagem #praiasbrasileiras #achadosdasemana #errejota #proximaviagem #viajarfazbem

Ainda sobre Trindade: essa é a piscina natural do Cachadaço (ou Caixa D’Aço). Pude muitas vezes contemplar esse lugar lá de baixo, mas a vista de cima dela é incrível!
O legal daqui é que, mesmo com o mar  bem agitado, as pedras dão a proteção ideal para um mergulho bem tranquilo!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #destinosimperdiveis

Tem horas que tudo que a gente quer é brincar. Como é bom voltar a ser criança, mesmo que seja por alguns poucos minutos!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #embarquenaviagem #destinosbrasileiros #mtur #viagemeturismo

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!