LAOS

#emalgumlugardomundo

Muita gente que viaja pelo sudeste asiático ainda não se deu conta das belezas do Laos. Tendo a Tailândia e o Vietnã como vizinhos, o Laos está cheio de paisagens incríveis – e tem muito a oferecer.

Seja com suas cachoeiras estonteantes, com seus templos budistas ou com a riqueza cultural de sua capital, definitivamente vale a pena colocar o Laos no roteiro.

Veja aqui tudo o que você precisa saber antes de planejar sua viagem ao Laos. E aproveite!

Turismo no Laos - Templo Dourado
Wat Pha Bang

Um breve resumo sobre o Laos

Geografia

O Laos é um país que está localizado na Indochina e faz fronteira com a China, Vietnã, Camboja, Tailândia e Myanmar. A população atual do Laos está estimada em mais de 6,5 milhões de habitantes.

História

A história do Laos se inicia com o Reino de Lan Xang, no século XIV. O país passou por sucessivos reinados até o século XIX, quando se tornou colônia da França. Com a união de alguns reinos, formou-se então a Indochina.

No entanto, o país só conseguiu se tornar um reino independente no ano de 1954, passando por diversas instabilidades por conta da Guerra Fria. Contudo, em 1975 foi proclamada a República do Laos, que passou a ter um governo comunista com o apoio do Vietnã e da extinta União Soviética.

Na Guerra do Vietnã o país foi o que mais sofreu, pois se tornou alvo de vários bombardeios. Ainda hoje, o Laos sofre com algumas minas terrestres, mas desde 1980 o local vem tentando uma abertura para o mercado de forma lenta e gradual.

Atualmente, o país é considerado uma república socialista de partido único.

Economia

A geração de eletricidade para países vizinhos ajuda a economia do Laos a se desenvolver, mas a região ainda depende da agricultura, sendo a plantação de arroz sua principal atividade comercial.

O país vem aos poucos sendo descoberto por turistas que chegam em busca de conhecer os mais diversos templos, montes e belezas naturais. Entretanto, a infraestrutura da região ainda é precária.

Religião

A maior parte da população de Laos é budista, mas é possível encontrar alguns animistas e poucos cristãos. O país ainda conta com mais de 50 grupos étnicos existentes como o Lao Loum e Lao Soung.

Turismo no Laos - Alms Giving
Alms Giving, o ritual de oferecer comida aos monges

Turismo

Belas cachoeiras como Kuang Si, parques imponentes como o Buddha Park e mágicas cavernas como a Kong Lor são algumas das principais atrações de uma viagem ao Laos. O país oferece diversos cenários que nos permitem a contemplação da natureza.

Turismo no Laos - Cachoeira Kuang Si
A linda Kuang Si
Turismo no Laos - Templo
Wat Xienh Thong

Informações úteis sobre o Laos

Dinheiro

A moeda oficial do Laos é o Lao Kip (LAK) e suas frações são chamadas att. O mais indicado é levar o dólar para fazer a troca nas casas de câmbio local. Alguns poucos estabelecimentos aceitam cartão de crédito, mas na grande maioria dos lugares o pagamento é feito em dinheiro. 

Eletricidade

A voltagem usada no Laos é de 220 v a 230 v. Para conectar seus equipamentos eletrônicos é necessário usar um adaptador universal, visto que a tomada é do tipo A com dois pinos chatos ou dois pinos redondos.

Vistos

Todo brasileiro precisa emitir um visto com duração de até 30 dias para uma viagem ao Laos. Não é necessário solicitar o visto com antecedência, uma vez que é possível obtê-lo diretamente nas fronteiras ou aeroportos no momento de entrada no país.

O visto custa US$30 e deve ser pago em dólares. Também é necessário levar 2 fotos no formato passaporte, ou pagar uma taxa extra para que eles escaneiem a foto do seu próprio passaporte.

Segurança e Saúde

O Laos é considerado um país muito seguro para os viajantes, mesmo no caso de mulheres que viajam sozinhas. No entanto, é preciso ficar atento com os pequenos furtos que podem acontecer em Vang Vieng e na capital Vientiane.

O Certificado de Vacinação Internacional contra febre amarela é exigido na entrada do país. Além disso, algumas vacinas são recomendadas, como hepatite A e B, febre tifoide e encefalite japonesa. Informe-se sobre prevenção da malária se sua viagem for se estender pelo país.

E não se esqueça de contratar um bom seguro viagem antes de embarcar. Recomendamos fazer uma pesquisa no site da Segurospromo. Aproveite para usar nosso código EMALGUMLUGAR5 e ganhar 5% de desconto.

Seguros Promo

Idioma(s)

A língua oficial do país é o laociano, que é dividido em cinco dialetos diferentes. Por ter sido colônia francesa, no Laos o idioma francês é bastante falado, principalmente, pelas gerações mais antigas.

Festivais e eventos

Boun Pimai | É a celebração do Ano Novo no Laos. A comemoração acontece em meados de abril e dura por vários dias. O evento conta com desfiles, canções, brincadeiras de jogar água e muita dança.

Boun Bang Fai | O Boun Bang Fai é chamado de Festival do Foguete, já que vários foguetes feitos de bambu são abençoados e lançados com o objetivo de invocar mais chuva. É nesse clima que acontecem os desfiles, onde as pessoas cantam e dançam. O evento acontece no mês de maio.

Haw Khao Padap Din | O evento é feito para homenagear os mortos. Para isso, os corpos que foram enterrados são exumados, limpos e queimados na noite de lua cheia. A festa acontece no mês de agosto quando os parentes presenteiam os monges que começam a cantar em nome dos que já morreram.

Awk Phansaa | Semelhante ao Festival de Loy Krathong na Tailândia, o Awk Phansaa acontece no mês de outubro. Na véspera do evento, as pessoas se reúnem para espalhar vários barcos pequenos que são decorados com folhas de bananeiras, algumas flores, incenso e velas.

O que ver e fazer em sua viagem ao Laos

Luang Prabang | A cidade mais visitada do país. Comece sua visita com um passeio pelo Old Quarter, coração cultural da região. Não deixe de conhecer algumas de suas lindas cachoeiras, com destaque para Kuang Si Falls. Aproveite também para conhecer os vários mercados de rua e os inúmeros templos budistas.

Turismo no Laos - Luang Prabang
Rua principal onde ficam os principais restaurantes e o mercado noturno

Vientiane | Na capital do Laos, os principais pontos turísticos são alguns monumentos como o Patuxai, belos parques, o mercado noturno e o Palácio Presidencial, além dos mais variados templos budistas.

Turismo no Laos - Patuxai
Patuxai, o Arco do Triunfo do Laos

Vang Vieng | Vang Vieng é considerada a cidade mais louca do Laos. É aqui que você vai ter a oportunidade de descer de boia no rio no famoso tubing. Além dessa atração, a região ainda oferece uma linda lagoa azul e outras atividades bem radicais.

Turismo no Laos - vang Vieng
A linda paisagem de Vang Vieng

Acomodação no Laos

Em Luang Prabang, a melhor localização para se hospedar é na região mais central, próxima aos templos. Nossas sugestões de hotel em Luang Prabang são o Manichan Guesthouse e o  Le Sen Boutique Hotel

Por ser uma cidade pequena, o melhor lugar para ficar em Vientiane é no centro, já que fica perto de tudo. E se você quiser ficar bem localizado em Vang Vieng, escolha uma acomodação próxima ao rio.

Transporte no Laos

Para chegar ao Laos saindo do Brasil, você terá que fazer conexão em cidades como Frankfurt, usando a companhia Lufthansa ou Doha, com a Qatar Airways. No entanto, o melhor caminho é descer em Bangkok e, de lá, pegar um voo interno com a companhia Bangkok Airways para Luang Prabang.

Normalmente nós usamos os sites Skyscanner e Momondo para comparar preços e comprar passagens, mas para o sudeste asiático achamos que o 12GoAsia foi melhor.

Powered by 12Go Asia system

Contudo, é possível viajar de Chiang Mai, na Tailândia ou de Hanói, no Vietnã com algumas companhias low cost. Se a intenção é fazer uma viagem mais econômica, você também pode pegar um ônibus saindo de Chiang Mai. Para isso, o site 12GoAsia também tem opções via terrestre.

Saindo da Tailândia, você pode fazer o trajeto de trem noturno até Vientiane. Os tickets dos trens são bem baratos e acaba sendo a maneira mais prática e econômica para chegar a Laos, visto que é possível dormir no trem e economizar uma hospedagem.

Para viajar entre as principais cidades, é possível fazer o trajeto de avião com companhias como Lao Airlines, Vietnam Airlines, entre outros. Outra alternativa é se deslocar de ônibus, o que exige um pouco mais de paciência.

Uma boa dica é viajar à noite nos ônibus dormitórios que possuem camas. Mas prefira pagar um pouco mais para não dividir o espaço. Entretanto, esteja preparado para enfrentar algumas estradas em péssimas condições.

Na maioria das cidades do Laos não existe transporte público. Por isso, para se locomover dentro de uma região, o mais recomendado é alugar uma bicicleta ou contratar um tuk-tuk. Dependendo da distância, é possível conhecer os principais pontos turísticos a pé.

Quando ir ao Laos

A maioria dos países do Sudeste Asiático possui o famoso período das monções. No caso do Laos, são os meses de maio a outubro, já que é a época com temperatura quente, úmida e que chove bastante.

Por conta das monções, o período é considerado baixa temporada na região e não é indicado para viajar. Entre novembro e fevereiro, o tempo fica mais fresco e seco. Por ser uma época boa para viajar, o período acaba sendo alta temporada.

Já de março a abril o clima é muito quente e seco, mas se você não tiver problemas com o calor, pode aproveitar tudo o que o local tem a oferecer para seus visitantes. Portanto, é importante se preparar para cada um desses períodos.

O que levar na mala em uma viagem ao Laos

No Laos o povo é mais conservador. Por isso, é importante levar vestimentas adequadas e não abusar de roupas curtas e decotes. Para visitar os templos, o mais indicado é usar calça comprida que seja confortável e larga. Para as mulheres, é importante escolher peças que não marcam o corpo, mas priorize roupas mais leves para suportar o calor.

Um tênis pode ser interessante para fazer longas caminhadas, mas sapatos práticos como sapatilhas e sandálias são ótimos para serem usados na visita aos templos, já que é necessário retirar os calçados para entrar. Não se esqueça de usar um chapéu e um bom óculos solar para se proteger do sol.

Itens como repelentes e protetor solar não podem faltar em qualquer viagem pelo Sudeste Asiático. Além disso, não devem faltar na sua mala as cópias de seus documentos e os remédios s.o.s.

Para mais dicas, veja nosso post sobre o que levar em uma viagem para o sudeste asiático.

E lembre-se: antes de montar sua mala, cheque as restrições das companhias áreas, principalmente se for fazer voos internos. A Air Asia, por exemplo, permite apenas viajar com bagagem de mão de até 7kg.

Turismo no Laos - Rio onde eu perdi meu Drone
Um monge lava seus pés no Rio Nam Kanh

O que comer no Laos

Kaipen | São algas fritas muito crocantes e sequinhas que têm origem no famoso rio Mekong. A iguaria é servida com molhos, na maioria das vezes, apimentados.

Pad Lao | O Pad Lao é uma versão do Pad Thai da Tailândia. O prato é feito com legumes como brócolis e milho, mas há opções com carne de porco e frango.

Laap | Uma mistura de carne moída com salada de especiarias. Você pode pedir com tempero a base de manjericão ou hortelã.

Mok Pa | O Mok Pa é um peixe cozido que é servido embrulhado em folha de bananeira. O prato vem acompanhado de arroz e alguns vegetais.

Sticky Rice | Uma das comidas mais típicas do Laos é o Sticky Rice. É um tipo de arroz mais grudento que é servido em cestinhas de palha.

Aproveite:

Lonely Planet Vietnam, Cambodia, Laos & Northern Thailand (English Edition)

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Baixe agora nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

LAOS: Explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!