Turismo na Malásia - Guia Prático de Viagem - EM ALGUM LUGAR DO MUNDO

MALÁSIA

#emalgumlugardomundo

Um verdadeiro paraíso tropical no coração do sudeste da Ásia: a Malásia esbanja paisagens exuberantes, seja por suas praias ou por suas florestas tropicais. Localizado ao sul da Tailândia, o país é o destino certo para quem quer curtir mergulhos, trekkings ou simplesmente aproveitar o contato com a natureza.

Sua capital, Kuala Lumpur, não fica para trás: espere encontrar uma metrópole com diversidade e riqueza cultural impressionantes. Veja aqui tudo o que você precisa saber antes de planejar sua viagem para Malásia. E aproveite!

Turismo na Malásia - Petronas Tower
Petronas Tower, um símbolo de Kuala Lumpur

Um breve resumo sobre a Malásia

Geografia

A Malásia está localizada no sudeste asiático e se divide em dois territórios: a Península Malaia e a Malásia Insular. A primeira faz fronteira com a Tailândia, mar da China Meridional, estreito de Malaca, Indonésia, Singapura e Vietnã. Enquanto que a segunda faz fronteira com Brunei, mar de Sulu e Filipinas.

História

Os registros dos primeiros povos da Malásia são de mais de 40 mil anos atrás. Os primeiros a chegarem no território foram os chineses e indianos, bem no período de grandes impérios na região.

No entanto, a Malásia foi colonizada por diferentes povos como os portugueses e os holandeses, até a chegada do Império Britânico. O país só conseguiu se tornar independente em 1963, depois de intensas operações de guerrilhas.

Atualmente, a Malásia é um país monarquista, inspirado no sistema parlamentar do Reino Unido. Por conta disso, o chefe de Estado é quem governa o país – e as pessoas se referem a ele como Rei.

Economia

A agricultura é a principal atividade econômica do país, seguida da exportação do petróleo. Porém, o turismo na Malásia tem crescido bastante, se tornando a terceira maior fonte de negócios no país.

Religião

O islamismo é a religião oficial da Malásia, ainda que o país garanta a liberdade de religião. Entretanto, existem bastante budistas e hinduístas na região. É possível também encontrar cristãos, mas em pequena quantidade.

Informações úteis sobre a Malásia

Dinheiro

A moeda oficial da Malásia é o Ringgit Malaio (MYR), que é conhecido como o dólar malaio. O mais indicado é pagar suas despesas com a moeda local. Para isso, leve dólares ou euros para fazer o câmbio.

Eletricidade

A voltagem é de 240v e o formato da tomada local é do tipo G – o modelo é de 3 pinos grossos e achatados, muito parecido com o usado na Inglaterra. Portanto, você deve levar um adaptador universal em sua viagem para Malásia.

Vistos

Turistas brasileiros não precisam de visto para entrar no país. Porém, a estadia máxima para quem viaja a turismo na Malásia não pode exceder 90 dias. Além disso, é preciso estar com o passaporte válido por no mínimo 6 meses quando entrar no país.

Segurança e Saúde

A Malásia é considerada um país muito seguro, mesmo para as mulheres que estão viajando sozinhas pela região. Mas como toda viagem, é importante tomar alguns cuidados para não viver momentos desagradáveis.

Para entrar na Malásia, o turista brasileiro precisa portar o Certificado Internacional de Vacina contra febre amarela. Embora não seja obrigatório, é recomendado também vacinas contra hepatite A, febre tifoide e encefalite japonesa.

O sistema de saúde local é considerado muito bom. De qualquer forma, é sempre recomendável fazer um seguro antes de embarcar em sua viagem para Malásia. Para isso, sugerimos pesquisar preços no site da Segurospromo. Aproveite para usar nosso código EMALGUMLUGAR5 e ganhar 5% de desconto.

Seguros Promo

Idioma(s)

O malaio é a língua oficial da Malásia, mas como o idioma apresenta muitos dialetos, é possível que você não entenda a língua que é falada em uma determinada região se comparado com outra cidade. Como a Malásia foi colônia da Inglaterra, o inglês é um idioma bastante praticado por lá.

Festivais e eventos

Hari Raya Puasa | É o maior evento do ano, que finaliza o jejum do período do Ramadan. Neste dia, as pessoas vão até o cemitério e depois visitam uma mesquita para rogar e suplicar. As casas dos muçulmanos ficam abertas para receber as pessoas, assim como a casa do Primeiro Ministro, que fica aberta para os turistas.

Ano Novo Chinês | No Ano Novo Chinês, há troca de presentes e os malaios fazem visitas aos templos, além de deixarem a casa aberta para receber amigos e parentes. No final da festa, há queimas de fogos de artifícios e bailes que apresentam enormes dragões.

Deepavali ou Festival das Luzes | A comunidade hindu da Malásia celebra o Festival das Luzes com bastante velas e lâmpadas de azeite, com o objetivo de decorar as casas para o Deus da saúde protegê-las. As casas ficam abertas para receber parentes e amigos.

Dia Anual da Cidade | É a comemoração do reconhecimento de Kuala Lumpur como a cidade mais importante da Malásia. Nas festividades há competições de pesca e de esportes aquáticos, além de atividades ao ar livre e caminhadas que são organizadas em comemoração ao evento.

Dia Merdeka | A celebração anual da independência acontece em agosto. São realizados vários desfiles coloridos e espetáculos ao vivo em toda cidade de Kuala Lumpur.

O que ver e fazer em sua viagem para Malásia

Kuala Lumpur | Na capital da Malásia, você não pode deixar de visitar Batu Caves e conhecer de perto a enorme estátua de Lord Murugan. Outro destaque são as maiores torres gêmeas do mundo, chamadas Petronas Towers. Visite também o templo chinês Thean Hou Temple e a agitada rua Changkat Bukit Bintang.

Turismo na Malásia - Petronas Tower
Petronas Tower
Turismo na Malásia - Batu Caves
Batu Caves

Cameron Highlands | Um lugar espetacular, onde a principal atração são as plantações de chá-verde-esmeralda. Por aqui também é possível fazer algumas trilhas que levam até a montanha Gunung Jasar.

Turismo na Malásia - Plantação de Chá
Plantação de Chá

Penang | Aproveite o clima gostoso dessa ilha: circule por George Town para apreciar as famosas artes de rua e estenda o passeio pela Cla Jetties, uma vila com casas palafitas. Curta a praia de Batu Ferringhi e conheça também o Penang National Park.

Turismo na Malásia - George Town
George Town e as artes interativas

Malaca | Para conhecer a cidade com influência portuguesa, faça um passeio pela Dutch Square ou Red Square. Depois conheça um ícone português na cidade, a Igreja de São Francisco Xavier. Finalize com um passeio pelo Rio Melaka River Cruise.

Turismo na Malásia - Rio Melaka
Rio Melaka

Langkawi | Mergulhe na beleza de Langkawi, a começar por um snorkeling no Parque Marinho de Pulau Payar. Aproveite para se divertir em um jet ski e fazer umas comprinhas no complexo de artesanato da cidade.

Turismo na Malásia - Langkawi
Langkawi é uma das praias mais buscadas da Malásia

Acomodação na Malásia

Hospedagem costuma ser algo acessível na Malásia. Há boas opções tanto de hostels como de hotéis 2-3 estrelas nas áreas mais turísticas. Também existem ótimos hotéis mais confortáveis e até de luxo por preços muito mais convidativos do que no Ocidente.

Em Kuala Lumpur, as melhores áresa para se hospedar são Bukit Bintang, Chinatown, KLCC e KL Sentral. Por aqui recomendamos os hotéis Capitol Hotel, Traders Hotel e Citin Seacare Pudu.

Se você vai pernoitar em Cameron Highlands, pode escolher uma hospedagem econômica em um quarto com duas camas no valor de R$ 158,00 ou R$ 1.160,00 por um quarto duplo mais luxuoso.

Já na Ilha de Penang, se você quiser ficar bem localizado, deve procurar um lugar em George Town.

Em Malaca, a região em volta da Jonker Street é a mais procurada e recomendada.

Transporte na Malásia

Não há voos diretos, saindo do Brasil para Malásia. Para chegar até lá é necessário fazer escalas em alguns países. Você pode voar com as companhias aéreas KLM, Qatar e Emirates e a duração dos voos é de, no mínimo, 24 horas.

Costumamos fazer pesquisa de preços e comprar passagens pelos sites Skyscanner e Momondo, mas para o sudeste asiático achamos que o 12GoAsia foi melhor.

Powered by 12Go Asia system

De Singapura é possível fazer a viagem de ônibus até Kuala Lumpur, sendo a maneira mais econômica. A viagem dura cerca de 4 a 6 horas e você ainda pode fazer algumas paradas no meio do caminho.

Outra opção é pegar um trem saindo de Bangkok ou outra cidade da Tailândia. No entanto, o trajeto é feito até Padang Besar. A viagem dura em torno de 18 horas e nem sempre é confortável.

Para viajar entre as cidades, o mais indicado é pegar ônibus. Não aconselhamos muito alugar carro no país, já que o trânsito é caótico e você pode se estressar mais do que aproveitar a viagem.

O sistema de transporte urbano de Kuala Lumpur funciona muito bem. Você pode se locomover usando metrô, trens de alta velocidade, trens de superfície, monotrilhos e ônibus. Se preferir, você pode usar táxi ou uber, pois o custo não é alto.

Quando ir para Malásia

O clima é úmido e quente durante todo o ano. Além disso, no país existem dois períodos de monções, que afetam o clima local e que podem prejudicar um pouco a vida do viajante. Por isso, é importante considerar o melhor período para cada destino de sua viagem para Malásia.

No caso da região da costa ocidental, que engloba cidades como Langkawi, Penang e Pangkor, o período chuvoso ocorre nos meses de setembro e outubro. Portanto, esta não é uma época recomendada para conhecer a região.

Já a região da costa oriental, que compreende as cidades de Tioman, Perhentian e Bornéu, o período das monções acontece de novembro a fevereiro. Por isso, é bom evitar visitar a área nessa época.

Mas em compensação, no restante do ano, essa região é um dos melhores destinos de praia da Malásia. Agora, se a intenção é conhecer as montanhas de Kuala Lumpur, Malaca e Cameron, faça isso nos meses de junho e julho e evite os meses de outubro até março.

Na capital Kuala Lumpur, dezembro a março é alta temporada porque é o período mais seco.

Apesar disso, uma viagem para Malásia pode ser bem aproveitada em qualquer época do ano, bastando que você tenha cuidado com o período das monções em cada região.

O que levar na mala de viagem para Malásia

Na hora de fazer as malas para a Malásia, o ideal é levar peças leves e confortáveis para o dia a dia. Como o país tem uma mistura de culturas, evite levar peças que marcam muito o corpo, principalmente, quando for visitar templos religiosos, mas leve sempre um casaco para os momentos de frio.

Para os pés, leve tênis para fazer caminhadas, já que você vai se locomover muito a pé pelas cidades. Uma sandália rasteira e sapatilha são confortáveis e perfeitas para circular pela cidade durante a noite.

Itens como repelente e protetor solar são indispensáveis em uma viagem pelo sudeste asiático. Leve uma capa de chuva se você for visitar o país no período mais chuvoso e ande sempre com papel higiênico.

Além disso, não devem faltar na sua mala as cópias de seus documentos e os remédios s.o.s. Para mais dicas, veja nosso post sobre o que levar em uma viagem para o sudeste asiático.

E lembre-se: antes de montar sua mala, cheque as restrições das companhias áreas, principalmente se for fazer voos internos. A Air Asia, por exemplo, permite apenas viajar com bagagem de mão de até 7kg.

O que comer na Malásia

Nasi Goreng Pattaya | Arroz frito com carne, frango ou vegetais. O prato é envolvido em um omelete e é servido acompanhado com um molho adocicado e picante.

Nasi Lemak | É considerado o prato nacional da Malásia. O prato é feito com arroz, pequenas porções de anchovas fritas e amendoins fritos. A iguaria vem acompanhada com rodelas de pepino, ovo cozido ou frito e uma pasta chamada sambal, que é muito picante.

Turismo na Malásia - Prato tradicional
Uma mistura interessante

Laksa | É uma sopa com noodles, adocicada e picante. Pode ser misturada com leite de coco, gengibre, tamarindo ou curry. No prato é adicionado noodles de arroz, pedaços de soja, carne e tofu.

Lontong | Uma porção de arroz prensado em folha de bananeira, que se forma um rolo e é cortado em pedaços. Normalmente subsitui o arroz branco nos pratos, e pode ser servido como acompanhamento de pratos à base de molho de amendoim ou salada

Fried Carrot Cake | Arroz cozido e prensado no formato de blocos. Esse arroz é cortado em pedaços e depois frito com ovo e alguns condimentos como o molho de soja bem picante.

Cendul | Uma sobremesa gelada feita à base de leite de coco e gelo moído. Por cima o doce é regado com calda de açúcar e servido com noodles verdes e feijões adocicados.

Aproveite:

Lonely Planet Malaysia Singapore & Brunei (Travel Guide) (English Edition)

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

MALÁSIA: Explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

O carnaval acabou! E agora? Onde você queria estar nesse momento? A gente: Playa Hermosa na Costa Rica!#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica

Uma nova amizade! Conheçam Zuleide, uma tartaruguinha verde que conheci hoje no mar de Arraial do Cabo! Ficamos ali um tempinho batendo um papo sobre como está o mundo hoje… a maré tá boa por aí?A propósito: o mar de Arraial do Cabo continua assim, lindo!
#dive #emalgumlugardomundo #seasheperd #mergulho

Imagina acampar em um lugar assim? ?️ Pois nós dormimos 3 noites em uma dessas cabanas e foi in-crí-vel!Na verdade não se trata de um camping em si. Essa é um tipo de acomodação mais básica, que encontramos no @selina em La Fortuna, na Costa Rica.
Mas apesar de parecer uma “simples” barraca, ela tinha uma cama super confortável e era tão estilosa por dentro como por fora.
O melhor: o preço era mais baixo do que o de um quarto comum, sem deixar nada a desejar no quesito conforto. E a gente podia usar toda a dependência do hotel, incluindo piscina, cozinha… E vc, passaria uma noite numa cabana dessas?

COSTA RICA NÃO É SÓ PRAIA!
Se vc acha que o país (que por sinal é um dos lugares mais biodiversos do mundo) tem só belas praias a oferecer, dá uma espiada nessa beleza.
Uma das cachoeiras mais bonitas que visitamos na Costa Rica foi a Catarata Rio Fortuna, com nada menos que 75 metros de queda d’água.E para se banhar nessa maravilha, é preciso encarar uns 500 degraus de escadaria. Dica: desça na maior empolgação pra dar um mergulho nessa belezura e deixa pra sofrer na volta ?
Nós fomos não época de chuvas e mesmo assim a água estava linda!
O que pode acontecer nessa época é que, devido ao grande volume de água, o mergulho na piscina principal seja proibido por questões de segurança. Mas dá pra se banhar logo adiante, no rio formado pela cachoeira. Então tá valendo o “esforço” de qualquer jeito!E vc, tb curte uma cachoeira ou prefere mesmo uma praia?#costarica #lafortuna #emalgumlugardomundo #nature #waterfall

? ??Viajar pela Costa Rica de carro foi uma das melhores aventuras que vivemos!
A gente ama a liberdade de dirigir pelo desconhecido, fazer as coisas do nosso jeito, no nosso tempo.
Sabiamos que não iríamos muito longe alugando um carro comum, porque algumas estradas por lá são impraticáveis – então já fechamos num 4×4 da @nomad_america pra não ter erro. E gente, não é em qualquer lugar que a gente pode alugar um carro com barraca de camping e dormir em uma praia deserta, né? ?️?️ E foi assim que cruzamos rios e acampamos em lugares incríveis – tudo isso vivenciando uma conexão incrível com a natureza selvagem desse país que tanto nós surpreendeu ?

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!