Esquiar em Bariloche: locais, informações e dicas importantes | Em Algum Lugar do Mundo

ESQUIAR EM BARILOCHE: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER

Todas as informações e dicas que você precisa para curtir o melhor da neve nesse destino delicioso!

  • Caio
  • -
  • 23 de outubro de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Esquiar em Bariloche é uma daquelas experiências únicas na vida, e não à toa é um dos destinos preferidos dos brasileiros que querem se aventurar no esporte. Afinal, é aqui que você encontra uma das melhores estação de esqui da América do Sul, com uma super estrutura e com pistas de esqui para todos os níveis.

A estação de esqui em Bariloche fica no Cerro Catedral, a apenas meia hora do centro da cidade. O lugar é super concorrido no inverno: ano passado foram mais de 800 mil visitantes, o que representa um número seis vezes maior do que os habitantes da cidade.

E vale destacar que o destino tem diversas atividades para quem quer curtir o inverno gelado: além de esquiar em Bariloche, você pode aproveitar diversas atividades divertidas na neve.

Esquiar em Bariloche - Teleférico
Abrindo as pistas

Portanto, se você está planejando esquiar em Bariloche (ou curtir a neve de outras formas), aproveite esse post cheio de dicas e informações para garantir a melhor experiência de viagem nesse destino!

Esquiar em Bariloche: aventure-se com segurança

O primeiro passo do planejamento de sua viagem para esquiar em Bariloche deve ser escolher um bom seguro viagem. Nós sempre recomendamos fechar um seguro antes de qualquer viagem internacional, mas para esquiar em Bariloche, essa recomendação é praticamente uma obrigação!

Nada de se aventurar sem estar protegido: escolha um bom seguro viagem e opte por um que cubra esportes. Nós nunca esperamos que acidentes ou imprevistos ocorram, mas é melhor estar prevenido.

Para isso, recomendamos fazer uma pesquisa no Segurospromo, um ótimo site que compara preços, e te ajuda a escolher a melhor opção.

É só usar o código EMALGUMLUGAR5 para garantir 5% de desconto!

Seguros Promo

Onde se hospedar em Bariloche

Bariloche tem infinitas opções de hotéis. A maioria está mais pelo centro da cidade, mas há diversas opções próximas à base do Cerro Catedral, onde fica a estação de esqui.

Se sua viagem tem como foco principal esquiar, talvez seja uma boa pedida se hospedar próximo ao cerro Catedral. Assim você não precisa se preocupar com transporte nem perder tempo no trajeto.

Ótimas recomendações de hotéis perto do Cerro Catedral são a Hostería Sudbruck e o Catedral Inn.

Agora se você quer aproveitar a viagem para fazer outros passeios e curtir a cidade, a melhor pedida é ficar mais próximo ao centro, onde você terá mais mobilidade para visitar outras atrações.

Para se hospedar no centro, confira algumas sugestões: Ayres de NahuelSoft Bariloche Hotel e Nomad.

Há também ótimas acomodações na Avenida Bustillo. Essa rua não fica exatamente no centro, mas tem fácil acesso e garante uma vista linda para o Lago Nahuel Huapi. Ela fica a caminho do Cerro Catedral. Por aqui, confira os hotéis Hotel La Malinka, Hosteria La Luna e Tangoinn Downtown.

Para mais informações e dicas, confira nosso post sobre onde ficar em Bariloche.

Onde esquiar em Bariloche 

A estação de esqui mais próxima da cidade de Bariloche é a Cerro Catedral. Ela está localizada no deslumbrante Parque Nacional Nahuel Huapi, na Província de Río Negro.

A estação de esqui do Cerro Catedral Alta Patagônia, ou comumente conhecida como Cerro Catedral, possui um total de 34 teleféricos que levam esquiadores a quase 3.000 acres de terreno.

Ao todo, são 53 pistas de esqui em Bariloche, com diferentes níveis de dificuldade.

Como chegar a Bariloche e ao Centro de Esqui

A melhor forma de chegar a Bariloche e ao centro de esqui é por meio de um vôo doméstico de Buenos Aires até o aeroporto de Bariloche. Veja como:

Como chegar a Bariloche

É bem mais prático voar de Buenos Aires a San Carlos de Bariloche. A cidade possui seu próprio aeroporto (código BRC), localizado a apenas 11 km do centro da cidade, e o vôo de Buenos Aires para Bariloche tem cerca de 2 horas de duração.

Várias companhias fazem a rota diariamente, como a Aerolíneas Argentinas, a LATAM e a Norwegian Air Argentina. As passagens de ida e volta saem por volta de R$ 300. Nós costumamos pesquisar passagens pelo Skyscanner e pelo Momondo.

Esquiar em Bariloche - Montanha
No topo do Cerro Catedral

Como chegar à estação de esqui Cerro Catedral a partir de Bariloche

A forma mais prática de ir de Bariloche ao Cerro Catedral é de carro, pois a distância de 20 km é fácil de percorrer, e normalmente não leva mais de 30 minutos. Além disso, a estrada está equipada com sinais suficientes para não se perder no caminho.

A estação de esqui e a cidade estão conectadas por uma estrada totalmente pavimentada que é mantida em boas condições, mas que às vezes pode estar congelada, então tome cuidado. 

Para quem viaja na alta temporada, é super indicado fechar oo aluguel do carro com antcedência.

Para isso, nós recomendamos o site da Rentcars, , um site que faz um bom comparativo de preços e mostra sempre os melhores resultados. O pagamento é feito em Real, sem cobrança de IOF – e pode ser parcelado em até 12x sem juros.

Confira nosso post sobre como alugar um carro na Argentina para mais informações

Outras opções de transporte para o Cerro Catedral

Os táxis tabelados (chamados pelos argentinos de “remises”) são também boas opções de transporte entre Bariloche e a estação de esqui, pois são abundantes na região.

No entanto, muitos destes não estão equipados com racks para transportar esquis e snowboards. Então, se você levar seu próprio equipamento, é melhor alugar um carro preparado para isso.

Há também táxis normais circulando pela cidade, com preço calculado pelo taxímetro. Estes são melhores para quem quer percorrer o centro da cidade ou ir até o aeroporto.

Já os ônibus são a forma mais econômica de chegar ao Cerro Catedral. Os ônibus passam a cada meia hora em Bariloche em direção à estação de esqui, mas na alta temporada eles passam bem cheios, então você pode ter que esperar até mais de uma hora para fazer esse trajeto.

O ônibus passa pela Av. Bustillo e, para pegá-lo, você precisa comprar um cartão chamado SUBE nos quiosques pela cidade. Você também precisa carregá-lo com o valor do trecho a ser percorrido.

A boa notícia é que você não precisa comprar um cartão para cada pessoa, já que é possível dividi-lo. Só lembre-se de carregá-lo com o valor suficiente para todas as pessoas e dias em que você fará o trajeto de ida e volta. 

Primeira vez em terras hermanas? Confira nosso Guia Prático da Argentina: aqui você encontra todas as informações que precisa para planejar sua viagem ao país

Como é o centro de esqui em Bariloche

Já na base do centro de esqui em Cerro Catedral você encontra diversas lojas, restaurantes, agências de aluguel de equipamento. Ali você conta com toda a infraestrutura necessária para começar a esquiar em Bariloche.

Aproveite também a vista dos lagos e cordilheiras, passeie no shopping Las Terrazas (com quase 50 lojas) e no movimentado Amancay Plaza.

Esquiar em Bariloche - Escola de Ski
Uma das várias escolas de esqui

Agora é só pegar um teleférico e subir até o topo da montanha, no alto de seus 2.180 metros. Escolha sua pista de esqui e divirta-se!

Como são as pistas de esqui em Bariloche

Há pistas com características e seções para todos os níveis de habilidades, desde iniciantes até esquiadores que procuram atingir os limites do esporte.

Nestas pistas, há um calendário completo de eventos de esqui e snowboard, incluindo competições reconhecidas mundialmente. Para quem quer ficar só assistindo, o espetáculo também está garantido

Iniciantes e amadores

Há muitas opções de pista para quem quer aprender a esquiar em Bariloche. Além de contar com as pistas para iniciantes, você também pode contratar uma aula de esqui. A melhor forma é contratar as aulas com uma agência local, seja no centro da cidade ou na base da montanha.

Esquiar em Bariloche - Iniciantes
Aprendendo a esquiar

Intermediários

Uma grande parte do resort é dedicada aos esquiadores e snowboarders intermediários. A equipe da estação faz um ótimo trabalho para manter a pista em boas condições, e você pode praticar suas habilidades em uma mistura de neve compacta e neve fofa, especialmente após uma tempestade.

Avançados

Quem é profissional ou tem mais experiência têm uma variedade de opções dentro e fora das pistas. O lado sul da montanha oferece excelentes caminhadas até as pistas mais íngremes e aos penhascos de Punta Nevada e La Laguna.

Esquiar em Bariloche - Descendo
Descendo uma pista preta

Para ter acesso aos melhores terrenos, não deixe de contar com um guia de esqui certificado ou, se você estiver viajando sozinho, entenda o clima e a neve atual, sempre com equipamentos de segurança contra avalanches.

Além do esqui: o que fazer em Bariloche na neve

Snowboarding

Para quem quer experimentar uma aventura diferente do esqui, a melhor pedida é praticar snowboarding. Nas pistas do Cerro Catedral você pode praticar as duas modalidades.

O aluguel do equipamento básico de snowboard inclui a prancha, amarrações e botas. E se for sua primeira tentativa, há instrutores disponíveis para te explicar como se locomover na neve sobre uma prancha. 

Trenó e raquetes

Você não precisa de muito para curtir o inverno em Bariloche: basta um trenó (que mais parece uma prancha) ou uma raquete que se ajusta ao seu calçado.

Brincar de deslizar na neve é um plano ideal para toda a família, especialmente para quem viaja com crianças.

Há diversas localidades para curtir a brincadeira, como o Monte Catedral, o Complexo Teleférico Monte Otto e o Espacio Neumeyer.

Snowmobile

Para quem quer mais aventura, uma ótima pedida é o snowmobile, um tipo de moto para neve. A experiência é bem divertida e segura, e a paisagem no entorno vai ser sempre linda.

Esquiar em Bariloche - Snowmobile
Snowmobile

Esse passeio pode ser feito no Monte Catedral, no Centro de Esqui Nórdico e no Refugio Arelauquen.

Trilha na neve

O entorno de Bariloche conta com várias opções para quem quer fazer trilhas na neve. Os circuitos são belíssimos – e alguns deles com baixo grau de dificuldade, ideal para quem não tem muita experiência.

Para curtir uma trilha na neve em Bariloche, você precisará de sapatos apropriados, que te ajudam a caminhar com facilidade e mais rápido na neve ou gelo. É possível alugar qualquer equipamento em Bariloche mesmo.

Esquiar em Bariloche - trilha
Trilhas pela montanha

Ah, e o ideal é fazer essas trilhas acompanhado de um guia, que já conhecem a região e te darão o suporte necessário para curtir a atividade.

Onde esquiar próximo a Bariloche

Se você quer aproveitar sua viagem a Bariloche para conhecer outras estações de esqui, aproveite: há ótimas opções em cidades próximas que super valem a visita. Confira:

San Martin de Los Andes

A deliciosa San Martin de Los Andes fica a apenas 180km de distância de Bariloche. Além de uma estação de esqui menos movimentada que sua vizinha, esse destino está cheio de paisagens lindas que por si só só já valem a viagem.

Esquiar em Bariloche - San Martin
Esquiando em San Martin de Los Andes

O nome da estação de San Martin de Los Andes é Cerro Chapelco, e ela conta com uma ótima estrutura (embora menor que a do Cerro Catedral), e com pistas para todos os níveis.

Veja mais sobre o que fazer em San Martin de Los Andes.

Villa La Angostura

A charmosíssima cidade de Villa La Angostura também tem sua estação de esqui, chamada Cerro Bayo. O bom dessa estação é que ela é bem menos concorrida que a de Bariloche.

E a estrutura por aqui é ótima: são mais de 30 pistas para todos os níveis de dificuldade. E além de esquiar, você pode aproveitar para explorar as belezas desse destino em uma road trip maravilhosa: percorrendo a Rota dos 7 Lagos, que liga a cidade à San Martin de Los Andes.

Saiba mais sobre Villa La Angostura.

Pucón

Quer aproveitar sua ida a Bariloche para visitar e esquiar em outro país? Então seu destino deve ser Pucón, a linda cidadezinha do Chile que tem uma estação de esqui aos pés de um vulcão.

Sim, o Ski Pucón funciona na base do Vulcão Villarica. E apesar de ser uma estação relativamente pequena, não deixa nada a desejar às demais.

Confira mais informações e dicas sobre Pucón, no Chile.

Quanto custa esquiar em Bariloche

Está animado para esquiar em Bariloche, mas não sabe quanto isso vai pesar no seu bolso? Bom, temos boas e más notícias.

A boa notícia é que a Argentina é relativamente barata se comparada a outros destinos como Europa ou Estados Unidos. A má notícia é que Bariloche é uma das cidades mais caras do país. 

Excluindo o preço de voos, prepare-se para sentir os efeitos da inflação que assola a Argentina há alguns anos. 

No seu orçamento, você deve incluir o transporte até o Cerro Catedral, os passes para a estação de esqui, alimentação, hospedagem e compras.

Caso queira fazer passeios em Bariloche com agências, eles podem custar entre R$50 e R$200. Veja se não é mais vantajoso alugar um carro e fazer tudo por conta própria.

Você pode conferir os valores da estação de esqui no site oficial. Mas de antemão, damos a dica de que os passes para vários dias saem mais baratos do que os diários. 

Esquiar em Bariloche: o que levar

Antes de começar a arrumar a mala, saiba que há diversas lojas que alugam roupas de inverno a preços relativamente acessíveis.

Se você não tem costume de viajar para locais frios, considere alugar ao invés de comprar.

E para quem já tem experiência com o frio, sabe que a melhor forma de não congelar é usar a “técnica da cebola”, ou seja, se vestir em camadas. Assim, quando você entrar em um restaurante, por exemplo, e ficar com calor por conta do aquecimento, pode tirar uma camada facilmente.

Alguns itens que devem estar na sua mala de viagem para Bariloche são:

  • Luvas – preferencialmente térmicas ou de  couro, pois vedam contra o frio e não molham na neve.
  • Gorros e cachecóis –  a cabeça e o pescoço, além das mãos, são as partes que mais esfriam. Por isso leve peças que cubram essas partes do corpo. Se o frio estiver super intenso, invista em uma balaclava, um gorro especial que cobre tudo e deixa só o rosto de fora.
  • Meias – meias de lã são ideais porque esquentam bem. Se você não encontrar, escolha um material sintético que seja térmico. 
  • Meia calça – não precisa necessariamente ser térmica, mas você pode ter que colocar mais de uma quando o frio for muito abaixo de zero. 
  • Botas ou galochas quentes – escolha calçados impermeáveis, que tenham um solado grosso e antiderrapante. Se você escolher galochas, veja se elas têm um forro térmico, como pêlo falso ou algo do tipo. Sapatos de neve são ideais porque juntam todos estes elementos em um calçado só, então veja se consegue alugá-los ou pegar emprestado.
  • Blusa térmica (conhecida como segunda pele) – ela será a primeira camada da sua cebola. Se não encontrar, leve blusas de manga longa de algodão. 
  • Pulôveres de lã – esta é a camada mais quentinha que vai por baixo do casacão de neve. De novo, lã é ideal, mas um fleece (material sintético) também resolve. 
  • Calça comprida – a calça comprida vai por cima da meia calça e você pode até levar uns pares de jeans, mas saiba que na hora de esquiar elas molham e ficam friiiias. Então alugue uma calça própria para neve ao chegar em Bariloche.

Esquiar em Bariloche: quando ir

Para esquiar em Bariloche e praticar outros esportes de neve, você deverá viajar durante os meses de inverno, entre junho e setembro. O período entre julho e agosto é considerado a alta temporada.

Esquiar em Bariloche - Operador de Lift
Operador de teleférico tirando o excesso de neve

Vale ressaltar que Bariloche é o destino tradicional dos estudantes durante as férias de inverno. A cidade e as pistas de esqui ficam repletas de jovens de meados de julho a início de agosto (quando Bariloche também tem seu ‘Festival de Neve’ de dois dias).

Como estamos falando da natureza, não há data certa para o início da neve. Embora junho já seja o início da temporada, é mais garantido postergar um pouco para garantir que você vai encontrar neve por lá.

E dependendo do ano, ainda é possível encontrar neve no início de setembro (embora também não seja certo).

Curtiu nossas dicas para esquiar em Bariloche? Aproveite a neve e divirta-se!

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Argentina: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Ainda impressionados com a natureza na Costa Rica. Essa é a Punta Catedral no Parque Nacional Manuel Antônio na costa do Pacífico. Incrível não acham?#costarica #manuelantonio #visitcostarica

E tem forma melhor de terminar o dia?Um por do sol mais lindo que o outro na Costa Rica ❤️☀️ Se por aqui tem vida noturna, a gente desconhece. Estamos despencando da cama cedo todos os dias pra aproveitar cada raio de sol, cada grão de areia, cada gota de chuva (sim, continua chovendo todo dia! Mas passa rápido) e cada segundo pura vida que estamos tendo nesse país incrível!
E eu (Dri) que não curto acordar muito cedo, tenho levantado com sorrisão na cara todo dia. Delícia de lugar!!

Costa Rica é daqueles destinos que faz você se sentir uma grãozinho no universo – e essa sensação é gigante de boa!!!
⠀
As raízes dessas árvores parecem medir uns 2 metros, e parece que elas formam um labirinto no solo. É difícil descrever, mas é muito fácil se conectar com a natureza nesse lugar. Que paz! 🍃 🙏

Ahh Costa Rica! Essa é uma formação natural que parece a cauda de uma baleia –  e o local de chama Parque Nacional Marino Ballena.
Tudo bem, já sabemos que o nome do parque veio desse formato. Mas quem explica a “coincidência” desse local ser o melhor ponto do país para  para o avistamento de baleias? 🤔#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica #baleiajubarte

Pura Vida!Mal desembarcamos na Costa Rica e já começamos a ouvir a expressão por todos os cantos. Embora não tenha uma tradução exata, essa é uma forma de cumprimentar, de dizer olá, tchau – ou qualquer coisa que tenha uma intenção positiva – dá pra usar de diversas formas!A nossa conclusão é que “Pura Vida” é essa coisa boa que você sente ao chegar por aqui e que te faz ficar sorrindo o tempo todo. É como encostar o carro em uma praia deserta, assistir o por do sol e dormir por ali mesmo, ao som dos macacos, com o barulho das ondas. Bem do jeitinho que a gente fez nesse dia!#emalgumlugardomundo #costarica #puravida #visitcostarica #destinosimperdiveis

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!