Laguna Humantay: como é o passeio saindo de Cusco | Em Algum Lugar do Mundo

LAGUNA HUMANTAY: COMO É O PASSEIO SAINDO DE CUSCO

Um relato sincero - e cansado - de como é o passeio até esse lindo lago peruano

  • Caio
  • -
  • 9 de setembro de 2019
  • 80 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Eu gostaria de começar esse post sobre a Laguna Humantay fazendo um agradecimento a uma senhora, que vamos chamar aqui de Judith “Boa Forma”. Após explorar os principais pontos turísticos de Cusco, estava na hora de cortar mais um destino da lista de desejos: chegou a vez de conhecer o lindo lago aos pés da montanha Humantay. E foi buscando informações sobre esse passeio que conheci a Judith.

Depois de ter feito um trekking super cansativo para a Rainbow Mountain, decidi buscar algumas informações sobre o tour para a Laguna Humantay para saber o que viria pela frente. E foi nesse momento que dei de cara com um review da Judith:

Review TripAdvisor Laguna Humantay
Conheçam Dona Judith, a incentivadora!

Pronto: se essa senhorinha tá dizendo que é tranquilo, mesmo com a altitude, tá beleza! É amanhã mesmo que eu vou conhecer a Laguna Humantay!

Eu fui. E sobrevivi. E voltei com vontade de ter um papo sério com a Judith para perguntar: “você só podia estar zoando né?”. Enquanto essa conversa não sai, estou aqui para te contar tudo o que você precisa saber para visitar a Laguna Humantay no Peru – com toda a minha sinceridade em cada palavra desse post!

Laguna Humantay
Visual da margem

Sempre bom lembrar que seguro viagem é indispensável para uma viagem tranquila, principalmente quando envolve esportes de aventura e altas altitudes. Sugerimos fazer uma busca pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções de seguro. Pra melhorar, é só usar nosso código EMALGUMLUGAR5 para ganhar 5% de desconto!

Informações sobre a Laguna e a montanha Humantay

Para começar, vamos de informação: a Laguna Humantay é uma das últimas lagunas altoadinas, a partir de 4.000 acima do nível do mar. A montanha ultrapassa os 5.000m e é a terceira mais importante de Cusco, logo após a montanha Salkantay, que fica ao seu lado.

A Laguna Humantay também é classificada como “APU”, que são todas as montanhas que se avistam de Cusco ou que protegem algum povo, que é esse o caso. A montanha Humantay protegia o povo de Mollepata.

Como chegar a Laguna Humantay saindo de Cusco

Para visitar o Lago Humantay é necessário se programar. Recomendamos que feche o passeio com uma agência, devido à distância de Cusco para a Laguna Humantay.

Existem opções que vão de U$20 até U$80, incluindo café da manhã e almoço. Os tours partem a partir das 4h da manhã, buscando os viajantes em seus hotéis em Cusco.

Partindo de lá, o trajeto até Mollepata tem 102km e leva aproximadamente 2h30. Em Mollepata as agências fazem uma parada pro café da manhã. Após o café, são mais 32km de estrada de chão, que levam cerca de 1h30 até a chegada à base para o início da caminhada para a Laguna Humantay.

Se você pensar em ir por conta própria, existem opções de transporte público de Cusco ate Mollepata e, chegando lá, dá para pegar um taxi até a base da caminhada para a Laguna Humantay. Mas como falamos, devido à distância e ao tempo gasto, não achamos uma boa opção.

Obs.: A base para subida da Laguna Humantay é também onde inicia a conhecida Trilha Salkantay. Essa caminhada dura 4 dias e 3 noites e vai até Machu Picchu. Alguns tours para esse trajeto também incluem raffting, downhill de bicicleta e cavalgada até a cidade sagrada. Para quem tem disposição e quer aventura, parece uma ótima pedida!

A caminhada para Laguna Humantay

Já no início da trilha nós recebemos as informações básicas: a caminhada inicia aos 3.800m de altitude e chega aos 4.200m à margem do lago. Devido a essas altitudes, o passeio ao Lago Humantay pode ser um desafio para alguns. Já escrevemos tudo sobre o mal de altitude e recomendo fortemente que você saiba como prevenir esse mal estar.

Algumas empresas emprestam bastões/cajados para caminhada. O percurso tem aproximadamente 3,5km o trecho, totalizando uns 7km ida e volta. É possível alugar um cavalo para realizar o percurso, mas gostaria de deixar muito claro somos CONTRA esse tipo de prática.

Laguna Humantay
Os cavalos também cansam na subida até a Laguna

Subida para o Lago Humantay: parte 1 e parte 2

Outra informação importante que você precisa saber para se preparar psicologicamente: os primeiros 1.000 metros são de um trecho plano, mas os 2,5km seguintes são de subida. Nesse momento, é só lembrar da Dona Judith: “subida tranquila, nem muito íngreme, nem muito longa.”. E assim seguimos.

Parte 1

Realmente a primeira parte é muito tranquila. Você irá passar por algumas hospedagens de quem vai fazer a Trilha Salkantay, incluindo desde um hotel de luxo até estruturas como iglus para receber aqueles que iniciarão a caminhada até Machu Picchu. E se você der sorte, ainda pode cruzar um monte de lhamas!

Laguna Humantay
Caminhada no terreno plano na primeira parte da caminhada

No início da subida se encontra a última opção de banheiro. Se quiser, aproveite. É a partir dali que você vai visualizar a subida. Quando olhei, pensei imediatamente: “beleza, se a Dona Judith falou que é tranquilo, vambora!”.

A grande dica é: suba devagar, no seu ritmo. Lembre-se sempre de respirar lento e profundo. Se quiser, suba mascando folha de coca (uma das dicas para combater o soroche), pois isso ajuda.

Parte 2

No início da subida, eu precisava fazer uma parada a cada 10 minutos. Depois da primeira metade da subida, eu precisei reduzir esse intervalo para 5 minutos. E eu pensando: “Judith me iludiu e eu caí bonito nessa!”. Não foi fácil para mim, pois a subida é íngreme e a altitude castiga mesmo. Mas como desistir não era uma opção, seguimos em frente.

Laguna Humantay
O início da subida

Em um determinado momento da subida, cheguei a avistar um ponto que parecia ser o final da trilha, mas não demorou para perceber que ainda existia um outro trecho inclinado a ser percorrido. Nesse momento de desânimo, cruzei com duas meninas e as perguntei se  ainda estava longe para o final. A resposta foi que a Laguna Humantay estaria logo após essa segunda parte inclinada.

E lá fui eu ser enganado de novo.

Segui me esforçando, fazendo paradas a cada 5 minutos para respirar. Após passar do ponto da trilha que até então meus olhos podiam alcançar, vi que ainda faltava um pouco mais. A partir daí renomeei mentalmente o passeio para Trilha Sem Fim – e também passei a ter sentimentos ruins pela querida Dona Judith.

Laguna Humantay
Parte ainda de subida para enfim alcançar a Laguna Humantay

Finalmente… a Laguna Humantay

Com o psicológico já abalado, foi após mais um pequeno trecho plano e uma leve descida que finalmente rolou nosso encontro: lá estava ela, cheguei à incrível Laguna Humantay!

Amor a primeira vista
Laguna Humantay

O trajeto era pra ter sido de 1h30. Embora não tenha cronometrado, acredito que levei um pouco mais para chegar até lá.

Nosso tempo de permanência na Laguna Humantay foi de cerca de 45 minutos. Sim, é pouco tempo para tanto esforço. Mas não tem jeito, a hora vai passar rápido enquanto você aprecia toda a beleza do lugar… e logo já estará na hora de encarar a descida.

E por falar em descida…

Não espere também muita facilidade só porque vai descer. O trajeto é um pouco íngreme e possui muitas pedras soltas, então é preciso tomar cuidado para não escorregar e sair rolando até a base. Isso demanda um pouco dos joelhos e coluna. A minha descida até o carro levou pouco menos de 1h.

Laguna Humantay
Com muitas pedras soltas é necessário atenção na descida

Como é a Laguna Humantay

A Laguna Humantay é um lago incrível formado pelo degelo da neve e de um pequeno glacial da montanha. Avistá-la depois da caminhada foi impressionante, e fez realmente todo aquele sentimento de cansaço valer a pena.

O lago possui uma água muito gelada e com várias cores como o azul turquesa e o amarelado. As tonalidades são devido ao óxido de cobre presente na água. A cor pode variar muito e tem relação direta com o clima e a incidência da luz.

Laguna Humantay
Do alto de uma das margens da Laguna para buscar um melhor ângulo para a foto

A água é potável e abastece alguns dos povoados da região. A área faz parte do Parque Nacional de Machu Picchu e, para conservar a Laguna Humantay, a entrada é proibida!

Hoje é difícil encontrar a Laguna vazia, já que existem muitas empresas explorando o turismo no local. Se tiver opção, busquem aquelas que saem mais cedo de Cusco.

Melhor época para visitar a Laguna Humantay

Toda a região de Cusco, incluindo a Laguna Humantay, tem duas estações: a seca e a chuvosa.

A estação seca é de maio a outubro. Os dias nesse período são predominantemente de sol, com baixa umidade e a temperatura média é de 15 graus durante o dia. Mas a noite, o frio vem com tudo e pode chegar a bater 0 grau. Essa época também é considerada alta temporada, o que faz com que as atividades estejam muito mais cheias.

A estação chuvosa vai de novembro a abril. A média fica entre 18 graus durante o dia e 9 graus durante a noite. A região recebe um grande volume de chuva, mas normalmente não chove o dia inteiro. Pancadas de chuva costumam ser fortes e podem durar de 20 minutos a algumas horas. Geralmente a chuva cai na parte da tarde, mas sabem como é, não é uma regra!

Conclusão

Visitar a Laguna Humantay é uma experiência inesquecível. Você vai se lembrar de tudo deste dia, desde a caminhada exaustiva até as lindas cores desse lindo lago.

O maior ponto contra é o tempo de duração do passeio: para chegar até o Lago Humantay se gasta um total de 4 a 5 horas só de deslocamento (se você estiver em Cusco). Isso faz com que o passeio dure umas 12h e seja bem cansativo.

Além disso, considere que 7km de extensão até poderia ser uma caminhada tranquila – se não fosse íngreme e aos 4.000 metros de altitude! Eu adorei conhecer a Laguna Humantay e acho que valeu o esforço, mas esteja preparado e pense se vale a pena pra você.

Ah, e se alguém conhecer a Dona Judith, diga que eu quero conversar com ela.

Dicas para conhecer a Laguna Humantay

  1. Chegando à Laguna, existe um ponto mais alto que fica na margem esquerda: se você subir até lá, conseguirá fotos incríveis.
  2. Drones estão proibidos devido à presença de Condores na área. Além de enormes, essas aves são sagradas no Peru.
  3. Leve lanchinhos, como biscoito, chocolate e barrinhas. Não esqueça da água, no mínimo 1 litro.
  4. Por se tratar de uma área montanhosa, pode fazer bastante frio e o clima pode mudar rapidamente. Por isso esteja preparado: casaco corta vento, gorro, luva e bota de trekking podem te ajudar.
  5. Lembrando mais uma vez, estamos falando de uma caminhada em altitude.Se você vier direto do Brasil pra Cusco, deixe para fazer o passeio à Laguna Humantay após alguns dias de aclimatação. Isso é indicado para evitar o mal de altitude.

E você, vai encarar o passeio para a Laguna Humantay? Depois conta para gente como foi sua experiência nesse lugar lindo e cansativo!

Quer mais dicas de viagem? Curta nossa página no Facebook!

em algum lugar do mundo no facebook

Você também poderá gostar de:

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Peru: explore

80 comentários em “LAGUNA HUMANTAY: COMO É O PASSEIO SAINDO DE CUSCO”

  1. Raquel disse:

    Adorei seu relato, muito dinâmico !

    Eu estava com a ideia de levar minha filha de 7 anos para conhecer o lago, mesmo não sendo a favor, é aconselhável se eu optar por utilizar o cavalo?

    1. Caio Farias disse:

      Oi Raquel, que bom que gostou. Bem, se você utilizar o cavalo não haverá esforço para subir. Resta saber como o organismo de vocês estará aclimatado com a altitude. Cada organismo reage de uma forma e não sei bem dizer como o de uma criança reagirá. Eu perguntaria a um médico.

  2. Karina Miyamoto disse:

    Rindo aqui com a história da Dona Judith Boa Forma! rsrs… Adorei o relato!

    1. Caio Farias disse:

      Huauahuahuaha, Dona Judith me iludiu!! huahauhauha Obrigado!

  3. Carla Cruz disse:

    Salve salve, Dona Judith! Parabéns pelo conteúdo. Gosto de relatos realistas e vou nessa encarar a Humantay. Valeu 🙂

    1. Caio Farias disse:

      Dona Judith foi f%&*#@! Rs! Vai lá, boa trilha!!

  4. Carlos Vinicius disse:

    Dona Judith sacaneou de propósito só pode kkkk

    1. Caio Farias disse:

      Hhaahaahhahahah só pode!

  5. Flávia Fernandes disse:

    Qual mes que vc foi?

    1. Caio Farias disse:

      Olá Flávia, fomos em agosto!

  6. Lariane disse:

    Dona Judith iludindo pessoas. Vê se é possível isso? haha. Já estava aqui me iludindo. Vou em Janeiro e espero não encontrar chuva no dia do passeio rsrs.

    1. Caio Farias disse:

      Huahuahuahuah Dona Judith me enganou! Eu só falo verdades!! rs! Tomara mesmo, com chuva deve ser ainda mais complicado!

  7. fernanda disse:

    Precisa de um dia inteiro pra esse passeio né ?

    1. Caio Farias disse:

      Sim, Fernanda, o passeio leva o dia inteiro!

  8. Isolda Levy disse:

    Rindo muito com essa postagem, hahahaha!
    Estava pensando em ir a essa lagoa, mas depois dessa desisti. Já não tenho talento pra caminhadas longas, com altitude então? Nem pensar!

    1. Caio Farias disse:

      Não desista!!! É difícil, mas dá pra chegar!!

  9. Cíntia disse:

    Caio, estou rolando de rir! Chegamos do Peru no último domingo e a subida da montanha também foi épica para nós! Não dá pra esquecer de comentar que os cavalos sobem e descem pela mesma trilha e o espaço é pequeno, eu tive um contra tempo com um deles, bem complicado, mas claro, Dona Judith não deve nem ter passado perto disso! Hahahahah

    1. Caio Farias disse:

      É Cíntia, tenho certeza que dona Judith fez a subida tipo correndo, sabe? Aquelas corridinhas de praia?? Dona Judith é pica! Huahuahuahuahu! É não tive problema com os cavalos mas bem lembrado! Na parte de cima a trilha é a mesma!

  10. RICARDO LAZARI disse:

    Boa Tarde Caio
    Excelente o seu relato, bom humor supera tudo!! Espero que tenha mantido o astral na caminhada.
    Estou indo para o Peru em Maio, e serão 02 semanas de turismo por conta própria, saindo de carro a partir de Arequipa e terminando em Cusco.
    Como agencias estão fora do meu escopo, aumenta a necessidade de planejamento. Você saberia dizer o nome do local do ponto de partida da caminhada ou aonde as vans de turismo param com os passageiros iniciarem a subida?
    E abusando da sua boa vontade, teria alguma dica interessante da região de Colca, Rainbow Mountain e Laguna Titicaca

    Abraço

    Ricardo

    1. Caio Farias disse:

      Fala Ricardo, tudo bem? Valeu pelo comentário e confesso que foi difícil manter o astral… rs! Foi sofrido! Que maneiro, espero que curta, o Peru é um país incrível! Fizemos todo de carro também. Bom vamos lá, o app Maps.me pode te ajudar muito a achar os pontos iniciais das caminhadas. Cara vou ser sincero com você os passeios da Laguna Humantay e da Rainbow Mountain vale a pena fazer com agência. Para Humantay são 2h40, quase 3h o trecho até o ponto inicial. Para a Raibown Mountain são 3h30, quase 4h. Estão pensa, são 3h30 de carro, uma caminhada puxada, depois dirigir todo o trecho de volta. Lembrando que o ideal é chegar na Rainbow Mountain o mais cedo possível, se não fica muito cheio, meu tour saiu de Cusco 3h45 da manhã. Bem dá uma olhada na categoria Peru do Blog. Temos posts de Arequipa, Colca, Rainbow Mountain e Puno (Lago Titicaca). Abs e boa viagem!

      1. RICARDO LAZARI disse:

        Obrigado pela ajuda Caio! Justamente para evitar todas essas horas de direção, para a visita na rainbow montain vamos nos hospedar em Chacacupe, ai diminui para 1:30 de viagem.
        Para Laguna Humantay, também vamos nos hospedar em algum lugarejo próximo.
        Hoje percorri todo seu site, ótimas informações, ajudou muito em nosso destino de Fevereiro;Thailandia!
        Parabéns pelo trabalho

  11. RICARDO LAZARI disse:

    Dica de Laguna Humantay

  12. Stella costa disse:

    Boa noite! Tenho uma dúvida! Como faço para realizar esse passeio? Eu tenho que estar onde? Cuzco, Águas Calientes, matchu pitchu?? Tenho que passar a noite onde? E onde compro? Empresa de turismo aqui no Brasil mesmo ou lá? Obrigada

    1. Caio Farias disse:

      Olá Stella, esse passeio tem saída de Cusco, existem diversas empresas que vendem o tour. Você consegue ou pela internet ou lá mesmo em Cusco. Boa Viagem.

  13. Cristiano disse:

    Hilário, rachei de rir, valeu pelas excelentes dicas!!!!

    1. Caio Farias disse:

      Eu nao achei tão engraçado assim quando quase morri pra subir… huahuahuahua! Valeu pela mensagem Cristiano! Boas viagens!

  14. DANIEL CASAGRANDE disse:

    Caio, obrigado pelo relato! Sabe me dizer se a montanha fica coberta de neve o ano todo? Estou indo em maio/junho e gostaria de saber se o visual fica assim não só no inverno. Valeu!!

    1. Caio Farias disse:

      Daniel, acredito que pela altitude haverá neve sim, principalmente em junho que é início de inverno. Há uma previsão que em alguns poucos anos a camada de gelo toda derreta, mas acho que pro ano que vem ela ainda estará lá, rs!

  15. Juliana disse:

    Caio, tava pensando em levar meus pais pra Laguna. Sou louca pra ir la. Eles tem disposição, mas pelo que vi é bem puxado meeeesmo! Dona Judith nao faz parte desse mundo de meros mortais como nós!
    Essa opção de subir com os cavalos… nao acho que seja uma boa opção, pensando no lado da exploração, mas acha viável contratar para os mais velhos? fico com uma dó sabe…
    Outra coisa, é facil contratar o serviço pra esse passeio la em cusco? Obrigada!

    1. Caio Farias disse:

      Juliana, a subida é puxada sim, mas acho que com paciência dá pra ir. O que pega mesmo é a altitude, Dona Judith deve ter algum treinamento nas forças armadas andinas. E o pior é que esse comentário existe mesmo no TripAdvisor! É Real! Sim você encontra fácil o serviço para vender em Cusco, só busque nao contratar a mais barata, faça uma análise custo x qualidade.

      Em relação aos cavalos, isso é de cada um. Eu não gosto, não sou a favor. Viável, é viável sim, Juliana.

      1. Juliana disse:

        Se Dona Judith conseguiu sem a exploração dos cavalinhos então todos conseguiremos! Afinal…a subida é tranquila, não muito íngreme, nem muito longa!
        Depois conto meu relato do sofrimento! hahaha
        Obrigada pelas dicas. Seus posts são maravilhosos!!!

  16. Juliana disse:

    Caio, mais uma duvida… Foram quantas horas subindo e descendo?

    1. Caio Farias disse:

      Juliana, foram quase 3h de subida e 2h de descida.

  17. Érica disse:

    Muito obrigada. Esclarecedor o seu depoimento irei preparada para a longa caminhada. Passei por algo parecido quando fui para o Rio mas era com informações me disseram que era logo ali e nunca chegava até que um senhor de bom senso me disse pegue o ônibus pq é um pouco longe. 😊

    1. Caio Farias disse:

      Vá preparada, Érica. O que mata não é a distância em si, e sim a inclinação e a altitude, isso é que torna tudo mais complicado.

  18. Fernanda disse:

    Adorei a dica e também sou super contra a exploração animal! Deus nos deu pernas para a gente poder andar, correto? Abraços <3 🙂

    1. Caio Farias disse:

      Que bom que gostou Fernanda! Vamos andar por aí e deixar os cavalinhos pastando!

  19. Alceo João Ronchetti disse:

    Boa noite Caio. Excelente seu relato sobre o passeio até a Laguna Humantay. Estamos indo ao Peru de moto em março e vamos passar por Limatambo, caminho para a Laguna e ficamos com vontade de visitá-la. Você pode me informar como é a estrada que vai da Ruta 3S até Mollepata? É estrada de terra ou asfalto? Será que dá pra encarar de moto com garupa? Agradeço se puderes me dar alguma informação.

    1. Caio disse:

      João, por algum motivo sua mensagem não apareceu pra mim! Estou bastante envergonhado de responder a sua mensagem só agora, 6 meses depois. Espero que tenha dado tudo certo na sua viagem e que vocês tenham curtido bastante o Peru! Mais uma vez me desculpe! Espero poder ajudar em uma próxima oportunidade!

  20. tatiana disse:

    Indo agora em setembro…. mega ansiosa pela experiência!

  21. Thaisa Zabloski disse:

    Oi Caio! Como vai?? Adorei seu relato! Ri demais com a dona Judith! 😂 estou indo para Cusco agora no carnaval e estaremos com os dias apertados! Você acredita que conseguimos sair da laguna e ir para Águas Calientes? Tem alguma agência que faz esse transporte? Pois no dia seguinte pensamos em ir para o Machu Picchu. Obrigada pelas dicas!!

    1. Caio Farias disse:

      Olá Thaisa, eu juro que já tinha respondido a essa sua msg. Que bom que gostou do post, Dona Judith tá lá até hoje no TripAdvisor com seu maléfico review! Sinceramente acho que não é possível fazer Laguna para Aguas Calientes no mesmo dia. É bem distante, e para Águas Calientes depende de como for, você precisa caminhar pela trilha bons kms. Então o ideal é fazer isso no dia seguinte.

  22. Aneliese disse:

    AMEI o seu relato e a forma como apresentou. Dei risada e fiquei informada. Parabéns!

    1. Caio Farias disse:

      Obrigado Aneliese!!

  23. Renata Magalhães disse:

    Oi Caio!
    Muito bom seu relato! Imagino que essa dona Judith seja uma ninja iniciada nas artes da sobrevivência! Tira um dúvida: qual vc achou mais difícil: rainbow mountain ou a laguna humantay? De 0 a 10, que nota atribuiria para cada uma levanedo em conta a dificuldade?

    Obrigada!

    1. Caio Farias disse:

      Olá Renata, tudo bem? Certamente Dona Judith faz crossfit! Fiz em um dia a Rainbow Mountain e no dia seguinte fiz a Laguna Humantay. O meu tour para a Rainbow Mountain saiu de Cusco 3h30, para ser um dos primeiros carros a chegar e evitar multidões, o caminho até o topo é mais longo que a Humantay, a altitude é maior mas acho que a inclinação é menor, exceto no último trecho que é bem puxado. Acho que por, logo no dia seguinte, ter feito a Humantay eu estava mais cansado. O problema da Humantay é que quase o caminho todo, exceto o primeiro km é na subida, e isso te cansa bastante sem respiro. Eu diria que pra mim dificuldade da Rainbow Mountain é 7 e dada as minhas condições a Humantay foi 8. Mas talvez com tempo pra descansar, ela seja mais tranquila.

  24. Deise disse:

    Bom dia Caio! Adorei seu relato!!! Você indica alguma agência para reservar os passeios? Irei em maio e o que tenho pesquisado me mostra passeios com preços em dólar mega caros. Conseguimos reservar pagando com a moeda local?

    1. Caio Farias disse:

      Olá Deise, obrigado pela msg! Que bom que curtiu! Não tenho uma agência específica para indicar, busque na internet quando fui e busquei uma relação custo benefício que me atendesse. Uma outra opção é buscar em Cusco mesmo, existem diversas agência que apresentam preços mais acessíveis e você pode pagar com moeda local.

  25. FRANCINE ALVARENGA GONCALVES disse:

    Caio, fui a montanha hj e amanhã ao lago. Li seu relato e tô chorando, não sei se engraçado ou de desespero!
    Já amei o blog!

    1. Caio disse:

      Huahuahuahuha vá descansar! Não saia e beba a noite! Força de vontade e vai com tudo!!! Dá pra fazer! Só é cansativo! Conta pra gente como foi amanha!

  26. ANA PAULA GLINFSKOI THE disse:

    Você foi para Maras e Moray – Salineras? Se tivesse que optar entre a Laguna Humantay e o passeio de Maras e Moray, qual faria? Já farei Cusco, Machu Picchu e Vale Sagrado.

    1. Caio disse:

      Poxa Ana, que pergunta difícil! Fomos a Maras e Moray sim! Os dois são muito bons. Maras e Moray são experiência da cultura Inca, construções diferentes, veja nosso Post sobre Maras e Moray e o post do Valle Sagrado. A laguna Humantay, apesar de ter o contexto de fazer parte da trilha inca para Machu Picchu, é um passeio para contemplar a natureza e superar limites! A Laguna é linda, mas o trekking não é dos mais fáceis devido a altitude. Então você precisa avaliar o que você prefere! Se eu tivesse pouco tempo, faria Maras e Moray por serem únicos!

  27. Alexandra Kleinicke disse:

    Oi Caio! Adorei o seu relato. Pretendo ir no ano que vem ao Peru e gostaria de fazer a Rainbow montain e a laguna Humantay, mas tenho receio de fazer uma após a outra, digo no dia seguinte. Foi tranquilo para você ou se pudesse recomendaria pausar um dia? Obrigada pelas dicas!

    1. Caio disse:

      Olá Alexandra, tudo bem? Que bom que gostou! Eu recomendaria a pausa de um dia, mesmo fazendo outras atividades, conhecendo outros lugares, andando por Cusco, você não será tão exigida. Boa viagem!

  28. Fernanda Viana disse:

    Adorei o post, como você decidiu fazer o passeio e como não é tão fácil assim.
    Eu realmente tive muita dificuldade, além do mal estar tive que ir MUITO devagar!

    1. Caio disse:

      Mas chegamos lá né? Huahuhauha! Isso é que importa!

  29. Juliana disse:

    Olá! Ótimo relato! Adorei e vou fazer também! Será que no terceiro dia em
    Cusco é possível fazer essa trilha? Poderia indicar a agência que você contratou? Obrigado!

    1. Caio disse:

      Olá Juliana, contratei o serviço pela internet na noite anterior. Tenho certeza que se pesquisar um pouco mais poderá encontrar agências melhores e mais baratas!

  30. Maria Solange disse:

    Olá pessoas!Estou embarcando amanhã pra Cusco e… Rsss queria muito conhecer esse lago mas, vou não. Dona Judith deve ter fôlego e pernas de dinos daí esse depoimento e incentivo. Tô fora vou seguir os conselhos de Caio. Vou buscar outros passeios um pouco mais leves.

    1. Caio disse:

      Maria, desculpe pelo atraso na msg! Não escrevi esse artigo para desencorajar pessoas a chegarem a Laguna! Ao contrário, quis que as pessoas apenas soubessem que não é um passeio leve, mas que é lindo e deve ser visitado sim! Espero que tenha mudado de idéia! Boa viagem!

  31. iasmin panzarini silva disse:

    Olá, estou indo para o Peru agora em julho e quero fazer tanto o passeio na laguna quando no machu picchu, mas estou vendo já os preços. Voce recomenda comprar antecipado ou comprar apenas quando chegar e cusco? Como faço para gastar o menos possível e fazer tudo kk

    1. Caio disse:

      Não compramos antecipado não, Iasmin. Em Cusco você vai encontrar dezenas de agências oferecendo este tour. AHuhauhauahuah… essa é uma pergunta de ouro! Pesquise, bastante! Mas busque referências sempre! O tripAdvisor ajuda bastante nisso!

  32. Mariela disse:

    Adorei a sinceridade e o relato, agora me do uma coisa., é uma subida perigosa ou aquelas do chão não passa? Pq eu fiz na Patagônia uma que tinha risco de morte praticamente e n quero passar por isso de novo hahaahah. Tenho medo de altura e sofri demais na subida do fitz Roy.

    1. Caio disse:

      Olá Mariela, tudo bem? Fui bastante sincero mesmo! Rs! Sim! Eu fiz a Laguna de Los Tres, base do Fitz Roy também! Tomei um tombo lá escorregando, rs! Então, é bem mais tranquilo em relação a desfiladeiros. Não há uma borda tão próxima para um penhasco, mas você está subindo sempre, então essa sensação pode existir lá também. Mas não acredito que você tenha esse tipo de problema para chegar a Humantay. Espero que se divirta!

  33. Andre disse:

    Estou querendo ir em dezembro , porem sou meio azarado quando se trata de mal tempo

    1. Caio disse:

      Olá André, tempo é sempre uma incógnita! Rs! Principalmente lá por ser uma região bastante alta e cercada de montanhas! Mas vai na fé! O lugar é lindo mesmo nublado! Foi assim que eu conheci!

  34. Nathalia Tyomi Hagi disse:

    Me identifiquei MUITO com a sua história. No começo do seu relato, quando cheguei na parte da Dona Judith, me achei uma fracassada pq quase morri pra chegar lá! (Mas cheguei, e já me acho vitoriosa por isso hehehe)

    Continuando a ler, me identifiquei muito, pq é uma mentira atrás da outra (“não é tão difícil”, “tá quase chegando”, “só falta 5 min”, “é ali atras”, “só falta 2 min”…).
    Poxa… 5 min nunca demoraram tanto pra passar… Hehehe

    O nosso erro foi chegar em Cusco e logo no dia seguinte seguir pra trilha. Em Cusco já estávamos nos sentindo mal. Subindo então… Tivemos muita náusea, dor de cabeça, falta de ar e tontura. Realmente é muito mais indicado ir nos últimos dias.

    Sobre a Rainbow Mountain, queremos subir, mas ficamos meio traumatizados pela subida para o Humantay, ainda mais sendo mais alto que o lago…
    Vc consegue me dar uma ideia de como é em relação ao lago?

    Abraços, muito bom o seu relato!

    1. Caio disse:

      Nathalia, a trilha para Rainbow Mountain é mais longa, mas é mais plana, os últimos 300 ou 400m é que são puxados, e esse pedaço não tem saída, nem cavalo sobe. Agora vale levar em conta que é mais alto, o mirante alcança 5080m acima do nível do mar. Dá uma olhada na previcsão, se o tempo estiver bom, não perca a oportunidade o lugar é lindo! Dona Judith me enganou! Hauhauhauhau… mas eu to sendo sincero, te juro! É difícil, é mais alta, mas é mais plana exceto o último trecho. Você consegue ir andando devagar, com calma sem parar durante todo o percurso, mas o final é puxado!

  35. Debora Correa Melo disse:

    Vou salvar seu blog agora! Tô rindo até agora!!! Vou aproveitar pra ler todos os posts sobre Cusco e arredores!

    1. Caio disse:

      Que bom que gostou Débora, se precisar de algo é só falar!

  36. Danielle disse:

    Olá Caio , estou programando minha viagem para Novembro
    1- Cusco
    2- Maras e Moray
    3- ollayntambovale sagrado
    4- Machu Picchu
    5- ??
    6- Cusco e volta pro Rio. Viagem a noite

    No dia 5 o que vc me indicaria mais , a Montanha Colorida ou a Lagoa ?

    Ou até ficar em Cusco mesmo ?
    Obrigada , adorei seu relato, verdadeiro e nos dá a dimensão da dificuldade 😬😬

    1. Caio disse:

      Olá Danielle, desculpe a demora na resposta. acho a Montanha Colorida uma paisagem meio diferente do que você pode encontra pela América do Sul apesar de no norte da Argentina ter coisas similares. A Laguna é linda, mas existem lagunas mais bonitas na Patagônia argentina. Para chegar até o mirante da Montanha Colorida também não é nada fácil, a caminhada começa em 4650m e alcançamos 5080m de altitude no mirante, o que é bastante alto!

  37. Jaqueline disse:

    Gentemmm, me acabei de rir do início ao fim… Rsrsrs… E Dona Judith, hein?! Trolhando geral … rsrsrs … Adorei seu relato, Caio! Estou planejando viajar pra Cusco em Maio/2020 e está na minha lista conhecer a Laguna Humantay e a Montanha Colorida… Estou lendo todos os blogs possíveis para poder extrair o máximo de dicas! Obrigada por compartilhar com a gente… já vi que vou sofrer!

    1. Caio disse:

      Olá Jaqueline! Dona Judith é da melhor idade fitness, rs! A história é real! O review de Dona Judith ainda está lá no TripAdvisor, eu mudei apenas a imagem de rosto e o nome para preservar a identidade da pessoa original! Se prepare só um pouco antes de ir aqui no Brasil, durma bem na noite anterior e não beba! Vá com tudo que vai dar certo! Boa viagem!

  38. luiz guilherme dos santos dos santos disse:

    Achei muito bom e belo!!!

  39. Fernanda disse:

    Estou indo para lá no próximo mês.
    Adorei as dicas. E estou um pouco preocupada em não ter o condicionamento físico da D Judith…hahaha
    Gostaria de saber o horário de retorno deste passeio. É possível, no mesmo dia, pegar o ônibus noturno para Puno?
    Obrigada pelas dicas!

    1. Caio disse:

      Olá Fernanda, que bom que gostou! Eu também não tinha o condicionamento de Dona Judite como vc pode ter visto no post, eu sofri! mas cheguei lá! Chegamos em Cusco por volta das 17h ou 18h. Dependendo do horário do ônibus você pode conseguir sim!

  40. Zenaide Alós Guimarães Abati disse:

    Eu fui… contrariando meus princípios, acabei indo à cavalo, aliás égua… a Estrela, com a qual eu conversava e pedia desculpas e ao mesmo tempo rezava para não cair. A experiência no lombo da Estrela foi incrível, pois nunca andei à cavalo e quem conhece o lugar sabe como é íngreme. Enfim, mesmo assim, cheguei lá quase morrendo…Foi uma superação, pois já não sou tão jovem e sofri muito com o mal da altitude. Eu chorei! Na volta, desci a pé, devia isso à Estrela. Via todas as pessoas me ultrapassando, gente mais nova e mais velha. Eu ia tão devagar que meu filho teve que voltar para ver se eu estava vindo. Até agora não sei como consegui, foi mágico. Realmente os Deuses Incas estiveram em favor! Depois dessa experiência fiquei sabendo que a Montanha colorida tinha uma trilha mais leve, mas a altitude maior. Troquei meu roteiro, mas ainda quero voltar para realizar esse sonho, que jamais pensei que sonharia! Bem, devagar e sempre: uma montanha de cada vez. Abraço!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

🇨🇷 Dois ícones da Costa Rica: surf e por do sol ☀️ 🏄‍♀️ Como o país é estreito e comprido , quase todas as praias do lado do Pacífico têm espetáculo do pôr do sol garantido (isso quando as chuvas tropicais não atrapalham). Fora a água naquela temperatura gostosa e um tanto de ondas tranquilas, ótimo pra quem quer aprender a surfar. A gente até se animou fazendo umas aulinhas, mas precisava de mais uma temporada por lá pra se manter na prancha por mais tempo. Alguém aqui pensando em voltar? 😬😛

Saindo da rota: todo destino tem aqueles cantinhos escondidos, que não estão em nenhum guia de viagem ou que você nunca ouviu falar antes, por mais que tenha pesquisado tudo sobre o lugar. ⠀
“E se a gente virar aqui, onde que vai dar?”
⠀
Eu não sei vocês, mas pra gente uma das melhores partes da viagem é poder andar pelo desconhecido. É esticar a caminhada ou virar à esquerda no atalho, e chegar ali só pra ver o que que tem.
⠀
É verdade que você pode chegar numa rua sem saída (e obviamente não é em todo destino que dá pra fazer isso). Mas é numa dessas que você descobre um lugar especial, que já faz valer a viagem todinha – que até vale cortar atração do roteiro só pra aproveitar mais aquela descoberta. ⠀
O desconhecido definitivamente faz nossos olhos brilharem! E para você, qual o grande momento em uma viagem?⠀ ⠀
____________________________
⠀

🇨🇷 Na Costa Rica você passa o dia inteiro babando pelo azul, pra chegar no fim de tarde e ficar embasbacado com esse rosa. 😍😱 É um pôr do sol mais lindo que o outro por aqui! ☀️

🇨🇷 A viagem pela Costa Rica ainda nem acabou e a gente já está com saudades – principalmente de quando estávamos com um 4×4.
⠀
Ele não só nos permitia dormir em qualquer lugar (uma delícia de casinha ambulante da @nomad_america ⛺️), como fazia da nossa road trip uma experiência bem mais confortável.
⠀
No começo achamos que não era tão necessário assim um carro desses pra rodar  pelo país… até trocarmos ele por um mini kart e começar a sentir cada buraquinho da estrada! 🚗 ⠀
O que importa é que, seja no carrão ou no carrinho, estamos curtindo demais o país! 😎 ⠀
👉 E ficam as dicas: viajar de carro é SIM a melhor forma de explorar a Costa Rica. E um carro alto não é necessariamente obrigatório dependendo do destino, mas definitivamente vale pagar um pouco a mais pelo conforto – assim você não perde a paciência pelos buracos do caminho 😊 🕳

🇨🇷 Do que mais gostamos na Costa Rica?
⠀
Estamos há um tempão aqui tentando responder essa pergunta, sem sucesso obviamente. 🤷‍♀️
⠀
Mas se tem uma coisa que ganhou nosso coração aqui são as praias: a grande maioria das que visitamos estavam praticamente desertas.🏝
⠀
Não paramos pra contar quantas visitamos, mas certamente passaram de 50. Todas – eu disse TODAS – têm aquele ar de natureza intocada. Nada de bagunça, nada de comércio lotando a areia, nada de prédios em volta… Nada de nada, somente mar quentinho + areia cheia de siris, hermitões – e alguns cachorros simpáticos. 🐚🦀🐶
⠀
🏊‍♀️ E enquanto vamos ali dar um mergulho, fica o conselho aqui de colocar Costa Rica nos seus planos de viagem, tá? Juro que vc não vai se arrepender 😊👍

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!