Quanto Custa Uma Volta Ao Mundo | Em Algum Lugar do Mundo

QUANTO CUSTA UMA VOLTA AO MUNDO

Pesquisamos bastante para saber quanto custa uma volta ao mundo e concluímos que pode variar por diversos motivos. O mais importante é entender o seu tipo de viagem.

  • Adriana
  • -
  • 19 de outubro de 2015
  • 2 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Atualizado em 22 de abril de 2017.

Uma das perguntas que sempre nos cerca e é assunto recorrente na nossa vida de viajantes é: qual o custo de uma viagem de volta ao mundo? Seja apenas por curiosidade ou pra realizar a viagem dos sonhos, muitas pessoas querem chegar a esse valor misterioso, do quanto é preciso ter na conta pra poder embarcar nessa aventura. Vamos aos fatos:

São inúmeras variáveis que influenciam uma viagem pra CHEGARMOS Ao valor exato.

Pra começo de conversa, nem a gente nem ninguém tem uma resposta objetiva pra quanto custa uma volta ao mundo.

Se você vai se hospedar em hotel, comer em restaurantes e viajar de avião o tempo todo, espere gastar muito mais do que quem fica em albergues, faz sua própria comida ou viaja de carona.

Mas a notícia boa é que dá pra fazer estimativas bem próximas do real. Nós pesquisamos bastante para saber quanto custa uma volta ao mundo e concluímos que, em média, esse valor pode variar entre 15 e 30 mil dólares, para um ano de viagem. Reforçando: uns gastam bem mais enquanto outros não chegam a isso, tudo depende do estilo de viagem que você irá fazer.

Quanto nós gastamos na nossa viagem?

Bem, nossa realidade é que nós gastamos menos, BEM menos do que a média. Pra ser mais exato, nosso orçamento pra um ano de viagem é de no máximo 20 mil dólares – pros dois.

Nossa viagem não tem data de término, então não nos importa muito quanto custa uma volta ao mundo. O que nos importa é controlar os gastos diários e nos mantermos dentro do orçamento estipulado.

Nossa preocupação é economizar ao máximo pra ficarmos o maior tempo possível na estrada.  

Além de tocarmos outros projetos em paralelo que nos rendem uma graninha, nós buscamos oportunidades de trabalho voluntário, hospedagem de graça, passagens aéreas baratas e tudo mais que está ao nosso alcance pra manter nosso custo de vida reduzido. Isso influencia também a escolha de nossos destinos, o tempo de permanência nos lugares e diversas outras questões.

O mais importante no final das contas é entender que existem diversos fatores que impactam o custo de uma viagem. E se você pensa em fazer uma viagem de volta ao mundo, ou de longo prazo, deve saber o que levar em consideração ao montar seu orçamento.

Quanto custa uma volta ao mundo: o que considerar

Fizemos uma lista com todas as variáveis que influenciam o planejamento financeiro da nossa viagem. É uma visão geral que serve como referência para entender onde cada centavo será gasto. Segue aqui:

Para onde viajar

Existem lugares mais caros que outros. A maioria dos países da Europa, assim como EUA, Austrália e Japão vão pesar mais no bolso. Por outro lado, alguns lugares da América do Sul e Central, ou ainda sudeste da Ásia, têm um custo mais baixo, permitindo que a viagem se estenda por mais tempo.

Quanto custa uma volta ao mundo passando por Londres
Alguns destinos são mais caros, como o Reino Unido

Nossos planos iniciais de viagem não incluíram países de alto custo de vida. (O primeiro país que visitamos foi Espanha apenas porque conseguimos uma passagem sem custo, como explicamos no post sobre como fazer um stopover). Passamos pela África e percebemos que alguns países não eram tão baratos como imaginávamos, como o Zimbábue por exemplo. Seguimos adiante para o Sudeste Asiático e decidimos ficar pela região por um bom tempo, para reduzir nossos custos de vida até que pudéssemos nos estabelecer melhor como nômades digitais.

Quanto tempo ficar

É importante ressaltar que quanto mais longa a viagem, mais barata ela tende a ser. Passamos um bom tempo no mesmo local sossegados, sem nos movermos de um lado pro outro todos os dias. O início da nossa viagem incluiu uma temporada de 3 meses na África do Sul, seguido por mais 3 meses na Tailândia. Menos deslocamentos, mais economia.

Como se deslocar

Um dos pontos mais importantes a influenciar seu orçamento está aqui: passagens aéreas. Há quem viaje de executiva, enquanto outros se deslocam de carona pelos continentes. Escolha seus destinos, planeje-se com antecedência, gaste muito tempo nas pesquisas e descubra diversas formas de como economizar com passagens.

Quanto custa uma volta ao mundo se deslocando de avião
Planeje-se com antecedência para economizar nas compras de passagens aéreas

Como já dissemos, na nossa viagem não temos prazos nem pressa. E isso no final das contas nos favorece, pois podemos pesquisar tudo com antecedência pra gastar menos. (Pra saber mais sobre nossa viagem, clique aqui.)

Quando ir

Escolher a data certa para sua viagem impacta absurdamente no orçamento. Os preços disparam na alta temporada, então é melhor fugir da época de maior procura. O grande porém desse ponto é que em muitos casos, visitar o lugar em baixa temporada pode ser inviável devido a questões climáticas.

Quanto custa uma volta ao mundo sabendo quando ir
Evite visitar alguns destinos em alta temporada

Pra falar a verdade, nós não nos prendemos muito ao calendário. Ainda na fase pré-viagem, fizemos uma planilha separando alguns destinos de nosso interesse de acordo com as temporadas. Não demorou muito pra deixarmos a planilha de lado e passarmos a priorizar lugares em que conseguíamos acomodação de graça. Entendemos que, pro nosso novo estilo de vida, é mais importante um lugar legal pra ficar de graça, do que curtir um novo destino na sua melhor temporada.

Pra quem vai embarcar em uma viagem de volta ao mundo, é possível planejar direitinho e conciliar destinos de baixa temporada e com condições climáticas mais favoráveis.

Onde se hospedar

Se você quer viajar, opção de acomodação não irá faltar: tem hotel 5 estrelas, resorts, albergues (com quarto individual ou compartilhado), aluguel por temporada, Airbnb, camping, até… hospedar-se de graça, como já falamos algumas vezes aqui no blog. Basta definir qual é o seu limite e o que deve prevalecer: conforto, praticidade ou economia.

Para mais dicas sobre acomodação, não deixe de conferir nosso post sobre como economizar e escolher a melhor hospedagem.

Quanto custa uma volta ao mundo dormindo em albergues
Albergues geralmente oferecem a melhor relação custo-benefício

Nosso limite é bem, digamos, flexível. Estamos dispostos a economizar ao máximo na maior parte do tempo e conseguir hospedagem de graça ou custo muito baixo. Porém, ocasionalmente pagamos uma diária pra ter um pouco mais de conforto. E devido aos meus problemas de insônia (Adriana), quarto compartilhado está fora de questão, pelo menos por enquanto.

O que fazer: vida de turista

Escolher as atividades que se quer fazer e as atrações a serem visitadas faz uma grande diferença nas contas. Passeios com guia, city tours, visitas a museus… tudo deve ser controlado em uma viagem de longo prazo com orçamento limitado. Cabe aqui valorizar a experiência vivida e que não necessariamente envolve grana, como aprender uma nova cultura com o povo local.

Mais uma vez, não estamos dando uma volta ao mundo. Estamos em uma viagem sem data certa de retorno, vivemos agora na estrada. Temos que trabalhar enquanto viajamos, e isso significa ficar dias sem sair direito de casa ou do hotel. Buscamos sempre o equilíbrio: de um lado manter foco no trabalho e economia, pra do outro lado podermos gastar nosso tempo e dinheiro com atividades turísticas no lugar que estamos morando.

Onde comer

Restaurantes e orçamento apertado simplesmente não combinam. Uma de nossas preocupações é buscar hospedagem em locais que nos permita cozinhar. Jantamos fora ocasionalmente, mas não queremos “comer” nosso dinheiro. Nossa rotina de viajantes sempre inclui visitar diferentes mercados e feiras, assim como barracas com comidas de rua.

Quanto custa uma volta ao mundo comendo na rua
Barracas de rua, feiras e mercados são sempre uma boa opção para economizar com alimentação

Uma viagem de longo prazo exige diversos planejamentos mas, sem dúvidas, o mais importante é o planejamento financeiro. A resposta para quanto custa uma volta ao mundo pode ser polêmica, mas a brincadeira pode não ser tão cara quanto parece.

É preciso estipular limites pra cada um dos pontos acima e definir o quanto se está disposto a abrir mão do conforto pela economia realização de um sonho.

Gostou do post? Então curta nossa página do Facebook e fique por dentro das nossas dicas de viagem!

em algum lugar do mundo no facebook

Assim como o seguro viagem do cartão de crédito, existem diversas outras formas que usamos pra economizar em nossas viagens. Para conferir mais dicas, confira esses posts:

E você? Quanto acha que gastaria em uma viagem de volta ao mundo?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Você também pode gostar de ler:

2 comentários em “QUANTO CUSTA UMA VOLTA AO MUNDO”

  1. Nossa meta de gastos para a nossa viagem está bem perto do valor estipulado por vocês.
    E como começamos pela África, esperamos derrubar esta media quando chegarmos na Ásia!

    Adoramos o post! E realmente é difícil responder a essa pergunta. A única certeza é que viajar devagar deixa a média de gastos mais baixa. E é isso que nós também estamos tentando fazer.

    Beijos!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!