TRIBO HIMBA: CURIOSIDADES DA NAMÍBIA

Saiba mais sobre esse povo que mantém suas tradições e guardam muitas características marcantes, que vão muito além da pele avermelhada.

  • Adriana
  • -
  • 23 de março de 2016
  • 12 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e baixe nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Atualizado em 30 de março de 2017.

Em toda a África, ainda existem algumas tribos que respeitam e vivem de acordo com as tradições de seus antepassados. Uma das mais conhecidas é a tribo Himba, que pela sua aparência característica de cor avermelhada, atrai turistas e fotógrafos para a Namíbia. Os Himba sobrevivem mantendo seu estilo de vida tradicional, resistindo às ameaças de guerras, secas e da vida moderna.

Nós tivemos a oportunidade de conhecer essa tribo, que localiza-se ao noroeste da Namíbia. Foi uma experiência conturbadora e fascinante ao mesmo tempo. Por um lado, nos incomodava saber que íamos visitar uma tribo que já é ameaçada pela influência ocidental. Por outro, entendemos que a renda gerada pelo turismo ajuda a tribo, em questões como educação das crianças, por exemplo. Como estávamos em grupo, tínhamos a opção de ir até a tribo ou permanecer dentro do caminhão. Nós decidimos ir.

E não nos arrependemos. Ficamos bem impactados em ver de perto como existe um mundo paralelo, onde um grupo consegue manter um estilo de vida tradicional e tão diferente do nosso. Graças à nossa visita, descobrimos que os Himba vão muito além da pele vermelha: seus costumes e sua história são fascinantes. Vamos contar aqui o que aprendemos em nossa visita a essa tribo na Namíbia.

Nossa visita à Tribo Himba na Namíbia fez parte do safari que fizemos pelo continente. Para saber mais sobre essa viagem, confira os posts:

Saiba mais sobre a Tribo Himba

Afinal, por que os Himba são vermelhos?

A característica mais conhecida da tribo é o tom avermelhado da pele e dos cabelos. A razão pra isso é o “Otjize”, uma pasta de manteiga, gordura e ocre vermelho – às vezes perfumado com resina aromática – que as mulheres aplicam duas vezes ao dia nas tranças e no corpo. Existem algumas explicações para o uso do “Otjize”. Uma delas é a diferenciação entre homens e mulheres, já que eles não aplicam a pasta. A mistura também serve para proteger do sol e repelir os insetos. Há ainda o significado simbólico, unindo a cor vermelha da terra e do sangue, que é o símbolo da vida.

Tribo_Himba
Mulheres da tribo Himba

De onde surgiram os Himba? 

Os primeiros registros da tribo Himba são do início do século 16, quando eles cruzaram a fronteira da Angola e se assentaram em Kaokoland (conhecido hoje como região Kunene). Nesse período ainda não eram conhecidos como Himba, pois não haviam se separado ainda de outra tribo, chamada Herero. Após uma epidemia bovina no final do século 19, a tribo Herero migrou para o sul, sendo que alguns resistiram e permaneceram – surge aí a identidade Himba.

Onde os Himba moram?

Cerca de 10 mil Himba vivem na região Kunene, no noroeste da Namíbia, enquanto uns 3 mil estão na Angola. Eles são uma tribo semi-nômade, movendo-se de acordo com o melhor local para pastagem do gado. Porém, geralmente retornam às mesmas aldeias todo ano.

Tribo Himba Namibia
Mulheres da tribo Himba em suas casas

As casas dos Himba são estruturas arredondadas feitas de barro e esterco de vaca. Essa mistura ameniza a temperatura dos dias mais quentes, e mantem o calor para as noites frias. A variação de temperatura nessa região é bem grande, chegando aos 45 graus no verão, e à sensação de congelamento no inverno.

Dentro das casas, os couros de vaca e cabra servem como camas., além de cobrirem as paredes e servirem de vestuário em celebrações especiais.

Higiene – como os Himba tomam banho?

Os Himba vivem em um clima árido onde água é um recurso muito escasso. Sendo assim, a higiene é feita através de fumaça – tanto higiene pessoal quanto a de suas roupas. Eles queimam resina e algumas plantas aromáticas e se “banham” com essa fumaça.

em algum lugar do mundo no facebook

Homens x mulheres: diferenças na tribo

Tanto os meninos como as meninas são circuncidados antes de atingir a puberdade, já que esse ato deixa-os prontos para o casamento. Durante a circuncisão os meninos devem ficar em silêncio, enquanto as meninas podem gritar. Assim que a menina nasce, é escolhido seu seu futuro marido. O casamento ocorre quando ela tem entre 13 e 17 anos.

Antes de chegar à puberdade, as meninas usam apenas duas tranças de cabelo. Após essa fase, elas estão autorizadas a fazer mais tranças e a usar o “Erembe”, uma coroa feita de couro de vaca ou cabra. Os homens Himba geralmente usam uma trança e, após o casamento, passam a usar um turbante.

Crianças da Tribo Himba
Crianças da Tribo Himba: meninos usam apenas uma trança

Os Himba criam gados e cabras. Todas as manhãs, após aplicarem a pasta vermelha “Otjize”, as mulheres ordenham o gado, antes dos jovens da aldeia levá-los para pastar. A ordenha dos animais, assim como outras atividades como construir casas e levar água para aldeia são feitas pelas mulheres. Os homens geralmente estão mais ligados às questões políticas e legais. Ao visitarmos a tribo, vimos somente mulheres, já que os homens costumam estar mais distantes com os animais, ou ainda, em algum lugar bebendo.

Ameaças à tribo Himba

O Himba vivem em comunidades relativamente isoladas e conseguem sobreviver e manter suas tradições, apesar do ambiente de deserto quase inóspito em que vivem. Mas o clima árido não é o único problema enfrentado. Em 1904 eles foram vítimas de um genocídio realizado pela colonização alemã. Atualmente, a ameaça também pode ser percebida pela influência externa que os atinge: é possível encontrar barracas de camping e cadeiras pela aldeia, além de muitos casos de alcoolismo entre os homens.

Devido a esse último problema, nosso guia nos sugeriu que levássemos comida ao invés de contribuir com dinheiro. Paramos num mercadinho na estrada e compramos vários mantimentos, que entregamos diretamente às mulheres da tribo. Isso evita que os homens “bebam” o dinheiro.

Confira: O que fazer na Namíbia

A tribo Himba tem religião?

Uma das coisas mais importantes para os Himba é o fogo sagrado, ou “okuruwo”. Esse fogo representa os ancestrais da aldeia, que por sua vez são considerados os intermediários para o contato com o “Mukuru”, o deus Himba. Mantido continuamente aceso, o fogo fica entre o gado e a casa do chefe da aldeia (chamada de “Ondjuwo Onene”), e as pessoas não podem cruzar o caminho entre o fogo e a casa do chefe. Toda as noites, é trazida uma brasa do fogo pra dentro da casa do chefe, que servirá pra acender novamente as chamas na manhã seguinte.

Educação: os Himba estudam?

Existem algumas iniciativas que fornecem educação primária para os Himba. Os adolescentes que optam pelo ensino secundário precisam deixar sua tribo pra estudar e viver em uma escola, geralmente em Windhoek (capital do país). Muitas vezes esses jovens conseguem emprego e acabam não retornando à aldeia. O nosso tour pela tribo foi guiado por um homem Himba, que estudou inglês e fazia a tradução das conversas.

Tribo Himba
Caio brincando com as crianças da tribo

Himba: um dos povos mais bonitos da África!

Nós passamos apenas uma tarde visitando a tribo Himba. Certamente teríamos ficado mais tempo, se não estivéssemos em grupo e com o tempo apertado pra seguir viagem. Em apenas algumas horas, aprendemos e nos surpreendemos o suficiente com eles. Foi um encontro inesquecível.

É sempre bom lembrar

Não importa o destino, nós sempre optamos por fazer um seguro viagem. E para fazer oa expedição que visitou os Himba não foi diferente. Felizmente não precisamos usar, mas já tivemos que acionar o seguro em outras viagens e foi a maior tranquilidade pra gente e pro nosso bolso. Por isso, recomendamos fazer uma pesquisa pela Segurospromo, que funciona como um bom comparador de preços, e escolher o seguro que melhor se adequa ao seu estilo de viagem. E usando o nosso código EMALGUMLUGAR5 você ainda ganha 5% de desconto.

Se você for viajar pela Namíbia e também conhecer outros destinos desse continente maravilhoso, veja aqui mais posts pra te inspirar e ajudar na sua viagem:

E para finalizar, assiste aqui aos melhores momentos da nossa passagem pela Namíbia:

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Baixe agora nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Explore o/a Namíbia

12 comentários em “TRIBO HIMBA: CURIOSIDADES DA NAMÍBIA”

  1. Olá, Adriana. Tudo bem? Lindo relato.Certamente uma experiência inesquecível. Não encontrei informações sobre como contratar este tour e o valor. Pode me ajudar com essas informações? Muito obrigado. Um abraço!

    1. Caio Farias disse:

      Olá Rafael, visitamos a Tribo Himba em uma viagem que percorreu alguns países na parte sul do continente africano por 21, Overland Tour. A visita a tribo estava incluída no pacote e por isso não temos a informação apenas da visita a Tribo.
      Desculpe, abs!

      1. Armando Mandi disse:

        Se for direto na Tribo custa NAD 300. Se estiver sem algum camping eles fazem um Voucher por NAD 200.
        Tem vários horários no dia para visita: 8am, 10am e 4pm.

        1. Caio Farias disse:

          Boas dicas Armando! Obrigado por complementar com essa informação! Feliz 2017 e ótimas viagens pra você!

        2. Ana Paula disse:

          Amigo, em maio estaremos lá, tem como me dizer em dolares que valor é esse?

  2. Lidia Pinotti disse:

    Ola, adoramos o relato, estamos em planejamento para fevereiro, quando vamos a familia casal e dois filhos. VAmos alugar um carro vc pode me ajudar com roteiro:
    Saida de Windhoek
    Sesriem e sossusvlei (2 dias)
    Swakopmund 1 dia
    PAssar o dia visitando Spitzkoppe e ir para um hotel Dinossaurs Footprints (pegadas e historico de dinossauros para agradar os filhos rsrsr)1 ou 2 dias
    Etosha 2 a 3 dias
    retorno a windhoek 1 dia
    Acha interessante o roteiro, viu muita gente viajando de carro sozinha? Esta tribo que vcs citaram é perto do etosha? NAo consigo achar informações. Se puder me dar dicas agradeço.

    1. Caio Farias disse:

      Lidia, vimos algumas pessoas viajando de carro sem ser passeio guiado. Inclusive um casal de senhores aventureiros em um Volkswagen Polo (dá um Google). A tribo que fomos era no caminho do Etosha mas não consigo precisar se era realmente perto. Acho o roteiro de vocês bem legal. A Namíbia é um dos países mais lindos que já visitamos até hoje.

  3. Dr.Diogo disse:

    Obrigado,ajudou em minha pesquisa

  4. Dr.Diogo disse:

    Obrigado,ajudou em minha pesquisa, tirei 10 nela

    1. Caio Farias disse:

      Que bom Diogo! A experiência foi incrível e poder contar um pouco mais sobre essas pessoas foi a forma de tentar passar um pouco daquilo que vivenciamos!

  5. LORENA PIMENTEL SUHETT disse:

    Oi! Meu sonho vivenciar este tipo de experiência… Estou pensando em ir à Namíbia. Vc acha que rola ir com uma criança de 4 anos?
    Vale avisar que não sou fresca, nem neurótica com criança (fomos numa viagem à Amazônia quando minha filha tinha 1,4 ano) e penso que onde há crianças locais, a minha poderia estar também… é uma questão de vivência local. Mas onde leio, dizem que não é recomendado por N motivos….

Fazer Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-Nos No Instagram @emalgumlugardomundo