10 motivos para visitar o Myanmar | Em Algum Lugar do Mundo

TURISMO NO MYANMAR: 10 LUGARES QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

Separamos 10 lugares mais do que especiais que valem a visita no Myanmar. É pra fazer você arrumar as malas e conhecer o Myanmar agora!

  • Caio
  • -
  • 4 de setembro de 2019
  • 8 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Quando nossa aventura pela Ásia começou há um tempo atrás, nossa expectativa em conhecer o Myanmar era alta, mas nada se compara ao que foi de fato nossa viagem para lá.

A gente até agora tenta descrever o que foi estar nesse lugar, conhecer um pouco da sua cultura e ver de perto um pouco de sua natureza. Depois de uma longa temporada que passamos em Bangkok, resolvemos continuar nosso percurso e finalmente visitar o Myanmar.

Podemos dizer que foi uma experiência única. O sudeste asiático é repleto de destinos encantadores, mas o Myanmar nos tomou pelos braços e nos fez enxergar uma Ásia mais autêntica, com pouquíssima influência do ocidente se comparado a seus países vizinhos.

Para explicar um pouco do nosso amor pelo país, separamos aqui 10 lugares mais do que especiais que valem a visita quando você quiser se aventurar pelo país. É pra fazer você arrumar as malas e visitar o Myanmar o quanto antes!

Confira: COMO TIRAR O VISTO PARA O MYANMAR: PASSO A PASSO

Veja 10 lugares incríveis para visitar no Myanmar

Embora esteja aberto ao turismo há pouco mais de 20 anos, o Myanmar ainda é relativamente pouco explorado, o que torna o país ainda mais especial. Se você tem vontade de conhecer o Myanmar, prepare-se! Temos certeza que depois desse post o país vai subir de posição na sua lista desejos. Bom vamos lá!

1. Apreciar o Pôr do Sol em um templo de Bagan

Bagan-19

O Shwesandaw Paya é apenas um dos mais de 2 mil templos espalhados por Bagan, mas é o melhor ponto para ver o pôr do sol nessa cidade histórica.

A subida para acessar o topo do Shwesandaw requer um pouquinho de disposição e roupas adequadas. Por se tratar de um lugar sagrado, tanto homens quanto mulheres não devem usar roupas que sejam decotadas ou mostrem o corpo excessivamente.

Como todo ponto turístico famoso, vale alertar que esse templo é muito procurado, então prepare-se para chegar mais cedo. Arrume um lugar pra sentar e assista ao espetáculo que está prestes a acontecer na sua frente.

Na volta para casa, caso você não tenha ido com carro alugado ou bicicleta elétrica, a dica que damos é: tenha bastante paciência e contemple a natureza. Como o Shwesandaw é muito procurado, especialmente no nascer e pôr do sol, muitas vezes os táxis que se encontram próximos não conseguem atender prontamente a todos os turistas, o que pode fazer a volta para casa ser mais longa que o previsto, fora o engarrafamento.

Saiba tudo sobre Bagan e veja seus principais templos.

2. Assistir a dança dos pescadores de Inle Lake

10 lugares pra visitar no Myanmar

Visitar o Myanmar é ir se transformando um pouquinho a cada nova experiência. Inle Lake foi um lugar que nos marcou muito, e certamente é um ponto que você não pode deixar de conhecer.

O lago é bem raso (tem cerca de 1,5m de profundidade) e um dos mais altos do Myanmar. Está localizado no leste do país, na parte montanhosa do estado Shan e, para chegar lá, o aeroporto mais próximo é o de Heho.

Uma das imagens que mais impressiona em Inle Lake é a conexão dos pescadores com o lago e sua forma singular de pesca. Eles são conhecidos como pescadores bailarinos: para terem as mãos livres no momento da pesca, os “bailarinos” permanecem em pé na ponta do barco para visualizar melhor o fundo do lago. Enquanto uma perna mantém o equilíbrio, a outra é utilizada para remar (sim, eles remam com uma das pernas!).

Todo o processo parece uma dança. E esse é apenas um dos muitos espetáculos que esse imenso lago guarda. 

3. Visitar a ponte U Bein em Amarapura

Mandalay-38

Com cerca de 1,2 km de extensão, a ponte U Bein fica próxima a Mandalay, e é um dos principais pontos turísticos da região. Ela foi construída inteiramente com pedaços de uma árvore nativa conhecida como teca.

Mas não é apenas a beleza e o fato de ser a maior e mais antiga ponte nesse estilo que chama atenção: o seu entorno, o vai-e-vem de monges e pescadores e a beleza cotidiana se unem a um belo pôr do sol, fazendo da ponte de U Bein um ponto turístico importante para quem está indo visitar o Myanmar.

4. Explorar os templos de Yangon

O mais conhecido e mais imponente é o Shwedagon Pagoda, que é também um dos templos mais importantes do Myanmar, com seus mais de 2.500 anos. Não perca a oportunidade de fazer uma imersão ao budismo e à cultura do país. Confira nossas dicas de Yangon.

5. Impressionar-se com a Golden Rock

10 motivos para visitar o Myanamar
Foto: dany13 / CC BY 2.0

A Golden Rock é uma pedra dourada imensa que fica na ponta de um penhasco. Ela está lá paradinha há mais de 2 mil anos.

Há umas 5 horas de distância (de ônibus) de Yangon, o lugar é um dos mais sagrados do país, atraindo fiéis de toda a Ásia e turistas quem vêm conhecer o Myanmar. Dizem que a pedra já suportou diversos terremotos, e a melhor parte: segundo a lenda é sustentada por uma mecha de cabelo do próprio Buda.

6. Encantar-se com centenas de pagodas e estupas

Inle Lake-114

São inúmeros templos religiosos espalhados pelo Myanmar, mas um conjunto de pagodas e estupas chama atenção: na pequena vila de Indein, a oeste de Inle Lake. O que encontramos lá é de encher os olhos e o coração.

São centenas de estupas para serem exploradas, em diferentes estados de conservação. Embora algumas já tenham sido restauradas, muitas dessas relíquias se deterioram ao longo dos anos e estão em ruínas, com vegetação crescendo ao seu redor. Vale a pena sentir a energia incrível desse lugar!

7. Hsinbyume Pagoda

Mandalay drone-5

Também conhecida como Myatheindan Pagoda, essa incrível construção fica em Mingum, uma cidade vizinha a Mandalay, às margens do rio Irrawaddy.

Em um passeio de um dia, é possível cruzar o rio em um barco até a e andar até esse lindo monumento. Sua forma circular e cor branca é uma representação das sete montanhas do Monte Meru, que para alguns budistas é o centro do universo.

8. Mergulhar na Ngapali beach

Foto: Stefan Fussan / CC BY-SA 2.0
Foto: Stefan Fussan / CC BY-SA 2.0

Não é à toa que essa é uma das praias mais famosas e mais procuradas por quem está indo visitar o Myanmar. A Ngapali beach é um refúgio bem agradável de areia fina e clara, com água cristalina e quente. A região conta com ótimos hotéis para todos os tipos de bolso e com uma gastronomia de frutos do mar espetacular.

9. Entrar nas cavernas de Pindaya

Foto: Yarzaryeni / CC BY-SA 4.0
Foto: Yarzaryeni / CC BY-SA 4.0

Pindaya é uma cidade bem agradável à beira de um lago. Mas o que mais atrai visitantes para lá são suas cavernas, que guardam pelo menos 6 mil imagens de Buda de diferentes tamanhos.

As imagens são feitas de gesso, bronze, mármore e algumas são revestidas com folha de ouro. Na entrada para as cavernas há uma pagoda conhecida como Shwe U Min.

10.  Sentir a atmosfera espiritual do Monte Popa

Bagan-28

O que antigamente era um vulcão, hoje é uma montanha que guarda um lindo mosteiro budista no seu topo. Acredita-se que o local é a casa de 37 nats (espíritos birmaneses), representados por estátuas na base da montanha. Para chegar ao topo e visitar o mosteiro, você deve encarar 777 degraus e muitos macacos pelo caminho.

Quer mais dicas de viagem? Curta nossa página no Facebook!

em algum lugar do mundo no facebook

Myanmar: um país de sorrisos sinceros e natureza exuberante

Certamente visitar o Myanmar foi uma das experiências mais incríveis de nossas andanças pela Ásia.

Embora num passado distante o país já tenha sido rico, uma série de golpes e o regime ditatorial severo deixou marcas bem fortes.

Porém existe algo que parece resistir a qualquer situação difícil: o sorriso no rosto dos birmaneses. Para qualquer canto que você vá, será recebido de uma forma acolhedora que vai fazer você se apaixonar ainda mais pelo país.

Vai para o Myanmar? Para facilitar ainda mais o seu planejamento, confira também esses posts:

E se quiser mais dicas de viagem pelo sudeste asiático, dá uma olhada aqui:

Viaje tranquilo e sem preocupações faça sempre um seguro viagem. Sugerimos sempre fazer uma busca nas opções no site Segurospromo, que funciona como um bom comparador de preços, e ajuda a escolher o seguro que melhor se adequa ao seu estilo de viagem. GANHE 5% de desconto utilizando o nosso código promocional EMALGUMLUGAR5 . Viaje na paz!

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Myanmar: explore

8 comentários em “TURISMO NO MYANMAR: 10 LUGARES QUE VOCÊ PRECISA CONHECER”

  1. Nelson chida disse:

    Prezado Caio,

    Muito bacana, viajar é sempre edificante. Estou pensando em ir a Myanmar nas minhas férias de out/nov de 2018. E se der, conhecer todos esses lugares maravilhosos que você indicou. Poderia me dar uma ideia de dias para cada lugar destes e as formas de como você se locomoveu para estes destinos.

    Muito obrigado.

    1. Caio Farias disse:

      Nelson, acredito de 4 a 5 dias cheios em cada lugar funciona muito bem. A gente se deslocou de avião, mas por exemplo sei que de Bagan pra Mandalay existe ônibus bem tranquilo e de Mandalay pra Inle Lake também. Curta bastante essa viagem, o Myanmar é um dos poucos países no sudeste asiático onde a influência ocidental não é tão forte. Ainda é possível vivenciar a cultura por lá.

  2. rui batista disse:

    Parabéns pelo artigo, super interessante! 🙂 Foi ótimo ‘voltar’ a Myanmar, dos mais encantadores países que visitei na Ásia. Muito provavelmente, o que mais me marcou: um povo fantástico e muitas coisas interessantes para ver.

  3. TICIANO KUSTER disse:

    Em 8 dias daria pra fazer qual trajeto? Obrigado

    1. Caio Farias disse:

      Ticiano, acredito que consiga fazer Yangon e Bagan. Se correr muito dá pra incluir Inle Lake.

  4. Vinicius R Rossi disse:

    Estava pensando em ficar 15 dias em Myanmar, mas pelo visto é muito pouco não?
    Em relação ao custo da viagem, teria uma ideia de quanto gasta?

  5. Vinicius R SOBOTTA disse:

    Olá Caio, estava pensando em ficar 15 dias em Myanmar, mas pelo visto será pouco não?

    Tem ideia de quanto gastaria lá?

    1. Caio Farias disse:

      Vinícius, acredito que 15 dias realmente fica um pouco corrido, mas com bom planejamento cabe. Com a desvalorização do real nesse período difícil te dizer o quanto gastará, as maiores despesas que tivemos lá foram acomodação, nem sempre é fácil achar algo razoável por um bom preço, mas de resto as coisas são baratas. Tente fazer os deslocamentos de ônibus quando possível, voos internos também são caros.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Porque um dia de semana qualquer em Arraial do Cabo com o pessoal da @lagostrilhas sempre rende foto boa!#emalgumlugardomundo #arraialdocabo #destinosimperdiveis #topdestinos #turismobrasil

Essa foto tá pra sair do forno tem tempo, mas a correria do dia a dia tem nós mantido meio distantes daqui.
Daí hoje fizemos uma pausa pra refletir sobre a rotina que “rouba” nosso tempo.
É muito bom estarmos tão envolvidos com o blog e com os projetos que tocamos. E sim, viver do nosso blog de viagem dá muito mais trabalho do que muitos imaginam! Mas é muito bom e só temos a agradecer.Afinal, graças a ele conhecemos tantos lugares maravilhosos. Alguns do outro lado do mundo, outros pertinho do nosso – até então – lar oficial.Um dos últimos destinos que conhecemos foi a Cachoeira do Saco Bravo, em Paraty. Pra chegar nela, encaramos uma trilha de 9km saindo de Ponta Negra, uma vila Caiçara próxima a Trindade e Praia do Sono. Bem cansativa, mas não poderia ter melhor recompensa do que esse visual: uma piscina natural, formada por uma cachoeira na beira do mar!
Por mais viagens assim. E por mais momentos de reflexão e felicidade por nossas escolhas de destinos e de vida!
.
.
.
.
.
#emalgumlugardomundo #paraty #costaverde #destinosimperdiveis #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #embarquenaviagem #errejota #turismobrasil #proximaviagem #achadosdasemana #gostariadeiroficial

😃 Uma praia dessas é mais felicidade que um parque de diversões sem fila!!! É não é que é essa a sensação mesmo? Parando aqui pra pensar e agradecer pelo quanto a gente é sortudo na vida por ter momentos maravilhosos em lugares paradisíacos assim – e vazios na baixa temporada 🙏❤️ A belezura de Trindade nos diazinhos de sossego que passamos na @pousada_cabeca_do_indio e fomos diversas vezes à Praia do Cachadaço. 🏝
Conta pra gente: qual seu destino preferido pra curtir um momento relax?#emalgumlugardomundo #trindade #paraty #mtur #destinosbrasileiros #missaovt #revistaqualviagem #embarquenaviagem #praiasbrasileiras #achadosdasemana #errejota #proximaviagem #viajarfazbem

Ainda sobre Trindade: essa é a piscina natural do Cachadaço (ou Caixa D’Aço). Pude muitas vezes contemplar esse lugar lá de baixo, mas a vista de cima dela é incrível!
O legal daqui é que, mesmo com o mar  bem agitado, as pedras dão a proteção ideal para um mergulho bem tranquilo!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #destinosimperdiveis

Tem horas que tudo que a gente quer é brincar. Como é bom voltar a ser criança, mesmo que seja por alguns poucos minutos!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #embarquenaviagem #destinosbrasileiros #mtur #viagemeturismo

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!