O que fazer em Valparaiso no Chile | Em Algum Lugar do Mundo

VALPARAISO: RUAS COLORIDAS, ARTE E CULTURA

Dicas e atrações para curtir o melhor da cidade chilena

  • Adriana
  • -
  • 4 de setembro de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Alguma dúvida se Valparaiso deve estar no seu roteiro de viagem pelo Chile? A resposta é sim, claro, com certeza! Com suas ruas pintadas e cheias de grafite, o destino é um prato cheio para quem curte história, arquitetura, design – e uma boa foto colorida. Além de apreciar sua arte de rua, te garanto que há muito o que fazer em Valparaíso para justificar sua visita à cidade. Vem ver só.

Valparaíso - Grafite Vermelho
Arte de rua colorindo as ruas em Valparaíso

Nós aproveitamos nossa viagem para Santiago e passamos um dia explorando as ruas de Valparaiso. Já aviso logo: nos arrependemos de não ter ficado mais tempo! Portanto, se você está de viagem marcada pro Chile, não pense duas vezes em colocar Valparaiso no roteiro. Nesse post damos todas as dicas para você conhecer as melhores atrações de Valparaiso e se encantar pela cidade.

Saiba mais sobre Valparaiso

Valparaiso tem sua fama por diferentes motivos. Conhecida como “joia do Pacífico”, foi em Valparaiso que se estabeleceu o primeiro porto do país. A cidade, que foi fundada em 1544, servia como principal porta de entrada para Santiago, fundada um pouco antes em 1541. Até hoje esse segue sendo o principal porto do Chile.

“Valpo” (outro apelido da cidade) também levou fama por ter sido lar de Pablo Neruda: uma visita à casa do famoso poeta chileno é apenas um exemplo de que Valparaiso oferece arte e cultura por todos os lados.

Como Valparaiso tem muitos cerros (são mais de 40 morros no total), a ocupação da cidade acabou tomando conta das ladeiras. Hoje em dia, seus cerros respiram autenticidade com sua arte de rua – e a cidade se tornou Patrimonio da UNESCO. Portanto, se você está buscando o que fazer em Valparaiso, saiba que caminhar pelas suas ruas é um dos melhores programas por aqui.

Onde fica Valparaiso

Valparaiso é uma cidade que fica no litoral do Pacífico, localizada a 115km ao norte de Santiago. São cerca de 1h30 de distância entre Santiago e Valparaiso. Sua localização geográfica faz com que a cidade seja suscetível a terremotos, mas isso não é desculpa para não conhecê-la, ok?

O que fazer em Valparaiso: principais atrações

Andar nos ascensores em Valparaíso

Eu sei que você vai perceber isso de cara, mas é bom reforçar: a cidade é cheia de morros. E é por isso que os ascensores merecem um destaque na hora de planejar o que fazer em Valparaiso. Eles não só facilitam o deslocamento, como proporcionam vistas maravilhosas.

Valparaíso - Ascensor
Foto: Cristhian Berrios CC BY-SA 3.0 , via Wikimedia Commons

O mais antigo (1883) e um dos mais conhecidos é o ascensor Concepción, que te deixa em um dos lugares mais imperdíveis de Valparaiso – o Cerro Concepción. Outro que você deverá usar é o ascensor Reina Victoria, que chega até outro ponto importante, Cerro Alegre. Se gostar da brincadeira, pode também pegar o ascensor Artilleria até o Paseo 21 de Mayo. Falaremos sobre todos os lugares a seguir.

Cerro Alegre

Ao planejar o que fazer em Valparaiso, coloque o Cerro Alegre no topo da lista: esse cerro é um dos grandes ícones da cidade – e o que mais chama atenção aqui é a arte de rua. Aqui nós vimos uma mistura de gringos e chilenos, gente recitando poesias, fazendo música, expondo sua arte… Imperdível.

Valparaíso - Cerro Alegre
As esquinas boêmias do Cerro Alegre

Se puder, ande por aqui sem pressa. Há ruas só de pedestres, bares e restaurantes muito convidativos, lojas de artesanato e muito mais – tudo num clima boêmio e delicioso.

Como chegar | pegue os ascensores Peral ou Reina Victoria. Para se situar por aqui, use a rua Montealegre e a Plaza Anibal Pinto como referências.

Cerro Concepcion

Eu sei que são muitos cerros em Valparaiso e é impossível conhecer todos. Mas outro que vale muito a visita é o Cerro Concepcion. Além do clima gostoso de arte com os vendedores de rua, paredes coloridas e restaurantes simpáticos, a vista que temos aqui de cima é espetacular. Não perca a chance de ir até o mirante Atkinson e avistar o porto.

Caminhe também pelo Paseo Gervasoni, mais uma rua cheia de cores e grafites – e com direito à decoração com material reciclado, entre eles copos plásticos pendurados.

Valparaíso - Cerro Concepción
A arte urbana espalhada em cada cantinho
Valparaíso - Cerro Concepción 1
Uma das famosas escadaria de Valparaíso

Como chegar | pegue o ascensor Concepcion ou Reina Victoria. Se estiver no ritmo da caminhada, poderá subir pelas ruas Prat ou Almirante Montt.

Museo Cielo Abierto

Programa imperdível para quem busca o que fazer em Valparaiso: andar pelo Museo Cielo Abierto, uma coleção de 20 paredões cobertos de pintura, grafite, murais e mosaicos.

Valparaíso - Museo 1
Mais arte nas ruas
Valparaíso - Museo 2
Uma das paredes mais famosas do luagr

A arte por aqui começou em 1969, quando o professor universitário Francisco Mendez e seus alunos começaram a pintar as paredes. O período de governo militar deu fim à arte, mas ela foi retomada no começo dos anos 90 por dezenas de artistas chilenos.

Como chegar | os paredões ficam no Cerro Bellavista. Para chegar aqui, pegue o ascensor Espiritu Santo, que fica atrás da Plaza Victoria.

Museus

Valparaiso conta com sete museus de diferentes temas. Sem dúvidas, o mais famoso deles é a Casa Museo La Sebastiana, a excêntrica casa em que Pablo Neruda escolheu morar quando saiu de Santiago. A casa foi saqueada em 1973 durante o regime militar, sendo restaurada em 1991. Atualmente ali funcionam também um centro cultural e uma biblioteca. Aproveite para curtir a vista do porto lá de cima.

Valparaíso - La Sebastiana
Sala de Leitura no espaço onde fica a casa La Sebastiana

A Casa La Sebastiana fica no alto do Cerro Florida. A entrada é paga.

Se tiver tempo, outro museu que vale a visita é o Museo Naval: aqui você aprende bastante sobre a história marítima e a importância naval do Chile. Também nos recomendaram o Belas Artes, mas tivemos que deixar pra próxima.

O Museo Naval fica no Paseo 21 de Mayo e a entrada é gratuita.

Paseo 21 de Mayo

É no Paseo 21 de Mayo que tivemos uma das melhores vistas para o porto e para a cidade de Valparaiso. O local ainda rola conta com uma feira de artesanatos bem grande, bom pra comprar aquela lembrancinha. Para subir até aqui, você deve pegar o ascensor Artilleria.

Plaza Sotomayor

Bem próxima do porto de Valparaiso fica a Plaza Sotomayor, com diversos prédios antigos e estátuas em homenagem a alguns homens vítimas da Guerra do Pacífico. Faça uma breve pausa por aqui e siga para um passeio até o porto.

Passeio de barco

Outra forma de conhecer Valparaiso é fazer um passeio de barco partindo do porto, mais precisamente do Muelle Prat. O tour leva uns 30 minutos e é uma outra opção interessante sobre o que fazer em Valparaíso, já que o guia vai mostrando alguns pontos de interesse e contando mais sobre a história do local.

Praias de Valparaiso

Sendo sincera, não pensamos muito em aproveitar a praia quando fomos visitar Valparaiso. Afinal, a água gelada do Pacífico nos parecia menos interessante do que suas ladeiras coloridas. Além disso, a cidade vizinha Viña del Mar leva mais fama nesse quesito. Mas a verdade é que Valparaiso tem algumas praias sim, então por que não visitá-las se você tiver tempo?

Valparaíso - Mirante
Não fomos às praias mas vimos o mar de vários pontos da cidade

Há diferentes praias, sendo que as mais visitadas são Caleta Portales e Las Torpederas. Caleta Portales é o destino certo para apreciar uma bela refeição e observar os barcos de pescadores chegando carregados pela manhã. Las Torpederas também já foi uma vila de pescadores no passado, mas o turismo mudou um pouco sua cara. Ela fica bem movimentada principalmente no verão.

Viña del Mar

Um passeio clássico é combinar Valparaiso com uma visita a sua vizinha Viña del Mar. Apesar de próximas, elas são totalmente diferentes. Viña del Mar é a “prima rica”, com um climinha bem mais arrumadinho, mais limpa, mais organizada e, consequentemente, mais cara.

A grande atração de Viña del Mar são suas praias, com destaque para a Playa Reñaca. Mas se a água gelada te espantar, ainda há o que aproveitar por aqui. Faça uma visita ao casino, ao Museu Francisco Fonck e ao icônico Relógio de Flores.

Valparaíso - Vina Del Mar
O famoso Relógio de Flores

Como chegar | para chegar a Viña del Mar saindo de Valparaiso, basta usar o metrô ou pegar um taxi/Uber. Se você for com uma agência, pode escolher um passeio que combine Valparaiso e Viña del Mar no mesmo dia.  

Onde ficar em Valparaiso

Muita gente acaba fazendo um bate-volta de Santiago para Valparaiso. Esse foi no nosso caso, e posso dizer que da próxima vez faremos diferente. Dá para conhecer o principal de Valparaiso em um dia, mas nós ficamos com aquele gostinho de quero mais. Definitivamente voltaremos para ficar no mínimo uma noite. De preferência, duas.

Nós já pegamos ótimas recomendações de hotel em Valparaiso para nossa próxima visita. Anota aí:

Hostels:

Mas, se você prefere um pouco mais de luxo e conforto:

Nós também já demos uma olhada no Airbnb e vimos coisa boa por aqui. Se você for novo no Airbnb e quiser dar uma olhada, aproveita e entra agora no Airbnb para garantir R$130 de desconto na sua primeira estadia!

Se você busca opção de hotéis em Santiago, recomendo o Hotel Casa Zañartu e o Yogi Hostel. Aproveite e confira nossas dicas de onde se hospedar em Santiago.

Como ir de Santiago a Valparaiso

Para visitar Valparaiso partindo de Santiago, você deverá escolher entre ir com uma agência ou fazer o passeio por conta própria.

Com agência

Como nós já tínhamos feito alguns tours em Santiago com a SnowTours, optamos pela comodidade e fechamos Valparaiso com eles também. A decisão foi ótima! Nós tínhamos pouco tempo pra planejar e fazer tudo com calma, como normalmente preferimos. Se esse é seu caso, fechar um tour é a solução do problema.

E nós ainda tivemos um plus: pegamos um guia maravilhoso da SnowTours, que nos deu uma aula não só sobre a região como também sobre a história do país. Ele ainda nos levou nos melhores cantinhos de Valparaiso para registramos nossa visita e nos deu indicação de outros passeios. Enfim, foi ótimo e recomendamos!

De ônibus

Para você que quer saber como ir de Santiago para Valparaiso por conta própria, é bem simples. Há duas empresas que fazem o trajeto, Turbus e Condor. Os ônibus partem de dois lugares diferentes, é só escolher o melhor pra você:

  • Terminal Alameda de Santiago (também chamado de Terminal Sur) próximo à estação de metrô Universidad de Santiago (linha 1 – vermelha) – não confundir com a estação Universidad de Chile
  • Terminal Pajaritos, que fica na estação de metrô Pajaritos (linha 1 – vermelha)

As passagens variam de preço de acordo com a companhia e o horário, chegando a no máximo 3500 pesos. As saídas de ônibus são regulares, a cada 15 – 30 minutos.

Alugando um carro

Para quem quer total liberdade no roteiro ou está viajando em grupo, alugar um carro pode ser uma ótima opção. A estrada é tranquila e bem sinalizada, então não vai ter perrengue. Recomendamos o site do Rentcars para fechar o aluguel, sempre conseguimos os melhores preços aqui.

Como se locomover em Valparaiso

Se você fechar um passeio guiado, não terá muito que se preocupar com isso: o guia irá te acompanhar o tempo todo e te levar aos pontos mais interessantes da cidade.

Para fazer o passeio por conta, é bom reforçar que a beleza de Valparaiso está em suas ruas. Portanto, caminhar por aqui faz parte do passeio.

Valparaíso - Caminhando
Caminhando pelos becos de Valparaíso

Por outro lado, são mais de 40 morros que compõem a cidade. É aqui que vale o lembrete que os ascensores não são apenas uma atração turística: eles funcionam como um ótimo meio de transporte. Alguns estão parados, mas os mais importantes estão em funcionamento, com destaque para os ascensores Concepcion e Reina Victoria.

E para cruzar a cidade, nada melhor e mais característico que os “troles”, os ônibus bem antigos que circulam pelo centro histórico.

Onde comer em Valparaiso

Como se não bastasse essa enorme lista com o que fazer em Valparaiso, o quesito “comida” aqui também merece destaque no roteiro. E como era de se esperar, os frutos do mar são a grande pedida por aqui, embora haja muitas opções de outras especialidades.

Para começar, faça uma visita ao Mercado Cardonal siga para o segundo andar, onde fica o La Granja, um restaurante que serve peixes frescos do próprio mercado. O bar Cinzano fica na Plaza Anibal Pinto e é o destino certo para curtir uma música ao vivo e provar uma boa comida típica.

O La Concepción é outro bem indicado, e fica numa mansão reformada no cerro do mesmo nome. Ainda no Cerro Concepción estão o Cafe Turri, com uma vista maravilhosa; e o temático El Bar del Chavo del Ocho. No Cerro Alegre, o Fauna é uma boa pedida para fazer uma pausa durante o dia e curtir a vista do terraço.

Quando ir a Valparaiso

Nós torcemos para que você dê a sorte de visitar Valparaiso em um dia ensolarado, independente da estação. Tudo fica ainda mais colorido e a cidade parece ainda mais vibrante.

A alta temporada é no verão, de dezembro a março. Normalmente os dias são bem quentes e as noites são mais fresquinhas, com o vento do Pacífico. As meias estações também são agradáveis, mas o vento bate mais gelado e mais forte, então leve um bom casaco. Se você estiver visitando pelo inverno (que é bastante frio), fique de olho na previsão e tente escolher um dia com tempo aberto.

Valparaiso é seguro?

Ouvimos falar bastante sobre a questão da segurança em Valparaiso. Nós não passeamos por lá à noite e tomamos os cuidados básicos durante nosso passeio. Foi tudo tranquilo. De qualquer forma, é bom não ficar “desfilando” com a câmera em ruas mais desertas e evite os becos e escadas mais escuras durante a noite. É sempre melhor prevenir.

Não se esqueça do seguro viagem!

Agora que você já conferiu tudo o que fazer em Valparaiso, lembre-se que um seguro viagem é indispensável para uma viagem tranquila e sem maiores estresses. Já precisamos de atendimento médico durante nossa viagem pela América do Sul e felizmente tínhamos o seguro para cobrir as despesas.

Por isso, recomendamos fazer uma pesquisa pela Segurospromo, que funciona como um bom comparador de preços, e escolher o seguro que melhor se adequa ao seu estilo de viagem. E usando o nosso código EMALGUMLUGAR5 você ainda ganha 5% de desconto.

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Chile: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Porque um dia de semana qualquer em Arraial do Cabo com o pessoal da @lagostrilhas sempre rende foto boa!#emalgumlugardomundo #arraialdocabo #destinosimperdiveis #topdestinos #turismobrasil

Essa foto tá pra sair do forno tem tempo, mas a correria do dia a dia tem nós mantido meio distantes daqui.
Daí hoje fizemos uma pausa pra refletir sobre a rotina que “rouba” nosso tempo.
É muito bom estarmos tão envolvidos com o blog e com os projetos que tocamos. E sim, viver do nosso blog de viagem dá muito mais trabalho do que muitos imaginam! Mas é muito bom e só temos a agradecer.Afinal, graças a ele conhecemos tantos lugares maravilhosos. Alguns do outro lado do mundo, outros pertinho do nosso – até então – lar oficial.Um dos últimos destinos que conhecemos foi a Cachoeira do Saco Bravo, em Paraty. Pra chegar nela, encaramos uma trilha de 9km saindo de Ponta Negra, uma vila Caiçara próxima a Trindade e Praia do Sono. Bem cansativa, mas não poderia ter melhor recompensa do que esse visual: uma piscina natural, formada por uma cachoeira na beira do mar!
Por mais viagens assim. E por mais momentos de reflexão e felicidade por nossas escolhas de destinos e de vida!
.
.
.
.
.
#emalgumlugardomundo #paraty #costaverde #destinosimperdiveis #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #embarquenaviagem #errejota #turismobrasil #proximaviagem #achadosdasemana #gostariadeiroficial

😃 Uma praia dessas é mais felicidade que um parque de diversões sem fila!!! É não é que é essa a sensação mesmo? Parando aqui pra pensar e agradecer pelo quanto a gente é sortudo na vida por ter momentos maravilhosos em lugares paradisíacos assim – e vazios na baixa temporada 🙏❤️ A belezura de Trindade nos diazinhos de sossego que passamos na @pousada_cabeca_do_indio e fomos diversas vezes à Praia do Cachadaço. 🏝
Conta pra gente: qual seu destino preferido pra curtir um momento relax?#emalgumlugardomundo #trindade #paraty #mtur #destinosbrasileiros #missaovt #revistaqualviagem #embarquenaviagem #praiasbrasileiras #achadosdasemana #errejota #proximaviagem #viajarfazbem

Ainda sobre Trindade: essa é a piscina natural do Cachadaço (ou Caixa D’Aço). Pude muitas vezes contemplar esse lugar lá de baixo, mas a vista de cima dela é incrível!
O legal daqui é que, mesmo com o mar  bem agitado, as pedras dão a proteção ideal para um mergulho bem tranquilo!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #destinosimperdiveis

Tem horas que tudo que a gente quer é brincar. Como é bom voltar a ser criança, mesmo que seja por alguns poucos minutos!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #embarquenaviagem #destinosbrasileiros #mtur #viagemeturismo

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!