O Que Fazer em Ko Lanta, Tailândia: dicas e passeios imperdíveis | Em Algum Lugar do Mundo

O QUE FAZER NA ILHA DE KO LANTA, TAILÂNDIA

Saiba mais sobre o clima relaxado e as deliciosas praias dessa ilha tailandesa

  • Caio
  • -
  • 7 de setembro de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Na hora de montar um roteiro para a Tailândia, uma das principais dúvidas é: quais ilhas visitar? Com tantas opções, uma mais linda do que a outra, é bem difícil de escolher. Nós moramos por mais de um ano na Tailândia e visitamos várias praias e ilhas maravilhosas. Mas chegou a hora de falar sobre o que fazer em Ko Lanta e mostrar por que essa foi uma das ilhas da Tailândia que mais curtimos.

Ko Lanta
Ko Lanta

Nós já falamos aqui das melhores praias da Tailândia – e é claro que Ko Lanta está na lista! Definitivamente mais calma do que sua vizinha Ko Phi Phi, Ko Lanta possui praias tranquilas de água cristalina, cavernas e cachoeiras. Tem até um Parque Nacional Marinho, que guarda pequenos paraísos escondidos, em terra e em mar.

Para se convencer de incluir Ko Lanta no seu roteiro, vem conferir esse post: aqui você vai achar muitas dicas sobre o que fazer em Ko Lanta, além de todas as informações necessárias para quem quer visitar essa deliciosa ilha tailandesa.

O que fazer em Ko Lanta: saiba mais sobre a Ilha

Localizada no Mar de Andaman, ao sul do país, Ko Lanta é uma grande ilha do distrito de Krabi. Até certo tempo atrás, Ko Lanta só atraía alguns mochileiros mais aventureiros.

Ko Lanta

No entanto, nos últimos anos, Ko Lanta tem se transformado na fuga perfeita do pacote turístico tradicional, oferecendo um bom equilíbrio entre lazer e praias maravilhosas, com boa estrutura e sem multidão.

Mas, para além de suas belezas naturais, o que mais atrai viajantes à ilha de Ko Lanta é seu clima relaxado.

Diferente da maioria das ilhas tailandesas, em Ko Lanta nos deparamos com pequenos templos, feiras de comida de rua e cenas do cotidiano que nos permitem vivenciar de fato a cultura tailandesa, ainda não tão abalada pelo turismo de massa. É um pacote completo.

Onde ficar em Ko Lanta

O interessante de Ko Lanta é que esta ilha ainda não foi dominada por grandes resorts, existindo ainda muitas opções baratas de hospedagem espalhadas pela ilha, que incluem gostosos bungalows na beira da praia.

O centrinho é a região de Ban Saladan, onde fica o píer, alguns hostels, lojinhas e opções para comer de dia e à noite. Mas a nossa sugestão é ficar em algum hotel que seja bem pertinho da praia, como as opções em Long Beach ou Khlong Dao.

Se quiser sossego total, fique em uma praia ao sul da ilha, como a queridinha Bamboo Bay – que são lindas, porém, distantes 20 km do centro.

Boas opções de hospedagem: o econômico Lanta Bee Garden Bungalow ou o mais requintado Pimalai.

Ko Lanta
Bee Garden Bungalow. Foto: divulgação
Ko Lanta
Pimalai. Foto: divulgação

Para algo meio-termo, fique em um dos charmosos chalés do Soontreya, em Long Beach. Ele fica a um minutinho da praia, todos os quartos têm geladeira e ar condicionado (recomendado, pois Ko Lanta é bem quente). Nós fomos muito bem atendidos, tanto pelo pessoal do hotel quanto do restaurante. Ah, e ainda tem uma piscina deliciosa, caso você “se canse” da praia!

Ko Lanta
Soontreeya. Foto: divulgação

O que fazer em Ko Lanta: principais atrações

1. Ko Lanta Marine National Park

É na região Sul da ilha que fica o Ko Lanta Marine National Park, um parque marinho que protege 15 ilhas, cuja a principal é Ko Lanta. Em terra firme, o Parque se estende pelas últimas duas praias da ilha, de areias e águas bem claras, totalmente desertas.

Não deixe de conferir o farol abandonado e, dependendo da estação do ano, a cachoeira, que se forma pela água das chuvas.

O Parque Nacional pode ser também explorado em passeios de barco, caiaque, snorkeling e mergulho. Inclusive, a poucos metros da costa, estão alguns dos melhores pontos de scuba diving do mundo: o arquipélago de Ko Haa.

ko lanta national park
Ko Lanta marine National Park. Foto: Flickr

2. Principais praias de Ko Lanta

Ko Lanta é uma ilha bem relax e gostosa. Você não irá encontrar aquelas formações rochosas marcantes de Phi Phi e Krabi por exemplo, mas Ko Lanta está cheia de praias bonitas e tranquilas. 

As praias que você não pode deixar de ir são:

2.1. Praias ao sul de Ko Lanta: Kantiang Bay, Waterfall Bay, Ao Nui Bay e Bamboo Bay

As praias mais desertas e belas ficam no sul da ilha, preservando sua fauna e flora nativas. Dá pra conhecê-las em um único dia ou em vários, dependendo da sua disponibilidade. A maior delas é a Kantiang Bay. Rodeada por muita natureza e um ou outro restaurante, é uma ótima opção se você quiser curtir um dia de praia sossegado.

Ao sul de Kantiang Bay fica a Ao Klong Jark, mais conhecida como Waterfall Bay, uma pequena e aconchegante praia que tem uma cachoeira em seu interior, acessível por trilha. Mas atenção: dependendo da época do ano pode ser que não tenha tanta água.

Do outro lado do cliff fica a Ao Nui Bay, a praia mais preservada fora do Parque Nacional, cuja vegetação original encontra-se praticamente intacta. Aqui você pode realmente curtir um momento de fuga, aproveitando o clima de privacidade: o acesso é restrito, por uma trilha curta de cerca de 200 metros.

Ainda mais ao sul fica a última praia antes do Parque Nacional Marinho – a Ao Mai Pai. Famosa pelo nome de Bamboo Bay, trata-se de uma pequenina e charmosa praia de águas bem azuis, que as tornaram a favorita de muitos turistas, que se bronzeiam e relaxam em sua faixa de areia.

Ko Lanta
Ko Lanta

2.2. Praias próximas ao centro de Ko Lanta: Long Beach, Khlong Dao e Khlong Khong,

Phra Ae Beach ou Long Beach, como o nome diz, é uma praia longa, a maior da ilha, com sua extensa baía de 4km. Além disso, é uma ótima região para hospedagem, com estrutura turística completa: possui várias opções de pequenos hotéis com pé na areia, alguns hostels e bons restaurantes de comida tailandesa especializados no churrasco de frutos do mar.

Ko Lanta
Long Beach

Ao norte de Long Beach, Khlong Dao é a praia mais próxima do centrinho de Ban Saladam. Com águas claras e quase nenhuma pedra, é uma das melhores praias para banho de Ko Lanta e por isso pode ficar bem cheia na alta temporada.

Ao sul de Long Beach, por sua vez, fica a Khlong Khong, praia bem relax e livre de resorts. Apesar de ter 3km de extensão, a área de banho, que fica no meio da faixa de areia, é bem pequena, mas continua sendo uma ótima pedida se você procura uma praia tranquila que não fique tão afastada da região central da ilha.

ko lanta_klong khong
Khlong Kong. Foto: Marcin Konsek

3. Conhecer Old Town

Um passeio interessante é a visita a Ban Ko Lanta, a parte antiga da ilha. Com mais de 100 anos, a Old Town originalmente foi um porto e centro comercial da ilha, preservando muitas de suas construções originais em madeira, além do antigo píer.

Em seus arredores moram a maior parte dos moradores da ilha, o que nos permite vivenciar um pouquinho da realidade e rotina do lugar.

A vila é adorável e um ótimo lugar para almoçar, arriscando-se na culinária tailandesa. Se quer saber dicas do que comer por lá veja o nosso post sobre os sabores da comida tailandesa.

Ko Lanta_Old Town
Old Town em Ko Lanta. Foto: Josef Knecht /CC BY

4. Passeio nas cavernas de Ko Lanta

Ko Lanta possui três cavernas, sendo a principal a Khlong Chak Cave. Também conhecida como Caverna dos Morcegos, trata-se de uma pequena caverna no interior do Parque Nacional, que fica muito bela na época de chuvas, quando se forma uma queda d’água no local.

O acesso se dá através de uma trilha agradável de cerca de 40 minutos por entre a floresta nativa.

Outras opções são a singela Tham Seua Cave, ao sul de Khlong Nin, acessível por uma trilha rápida de 30 minutos e a Tham Mai Caew Cave, cuja trilha é de maior dificuldade, exigindo guia, sapatos apropriados, muita água e uma lanterna para explorar o seu interior.

5. Passeio 4 Islands

O passeio 4 islands de Ko Lanta é provavelmente um dos melhores do gênero na Tailândia.

Muito menos turístico do que os tours oferecidos em Krabi e Ko Phi Phi e igualmente deslumbrante, o passeio que dura cerca de 5 horas vai nas mais belas ilhas do Ko Lanta Marine National Park.

A primeira parada é na Ko Chuek, uma ilha de formação rochosa pitoresca em que fazemos snorkeling, tentando ver alguns peixinhos.

Continuamos navegando rumo à Ko Muk, onde fica a Emerald Cave, uma caverna de entrada pequena banhada por águas verdes esmeralda, além de uma pequena faixa de areia.

Já a terceira parada é em Ko Kradan, onde normalmente a maioria dos barcos serve o almoço, em uma praia calma. Depois de descansar, seguimos para o outro lado da ilha, onde há um pequeno recife de corais, em que é possível fazer snorkel.

Por fim, a última parada é a Ko Ngai, onde é possível ver muitos morcegos por entre suas fendas.

Ko Lanta
Ko Kradan

Dá pra fechar esse passeio em pequenas agências ou com antecedência pela internet. Há duas opções: o tour pode ser feito em um longtail boat, o tradicional barco tailandês, ou em barcos maiores.

Primeira vez no país? Confira nosso Guia Prático da Tailândia: aqui você encontra todas as informações que precisa para planejar sua viagem

Como chegar e se locomover por Ko Lanta

Ko Lanta é acessível por Krabi e por Phuket – locais de amplas conexões aéreas e terrestres com Bangkok – ou por algumas outras ilhas, como Phi Phi.

Vindo de Krabi é possível chegar em Ko Lanta de 3 maneiras: utilizando ferryspeed boat, ou van, sendo que na última alternativa é necessário uma barca no trecho final. Afinal de contas, estamos em uma ilha 🙂

O mais comum é colecionar milhas marítimas optando pelo ferry, em uma viagem de 1h40; ou pelo speed boat, opção mais rápida (e mais cara), levando 1h na travessia.

Já a mini van é a alternativa mais barata, porém mais demorada, são ao todo 2h30 de viagem.

Dica | Pra facilitar seus deslocamentos pela Tailândia, dê uma olhada o site 12GoAsia: ele mostra todas as opções de deslocamento disponíveis entre os destinos que você selecionar. Esse site nos ajudou muito na nossa viagem pela Tailândia, fechamos praticamente todas as passagens com ele.

Powered by 12Go Asia system

Chegando por lá você vai perceber de cara que Ko Lanta é uma ilha grande, o que torna as distâncias maiores, ou seja, não dá pra fazer tudo a pé.

Mas a boa notícia é que ela é relativamente plana comparada com outras ilhas da região, o que a torna facilmente explorável por moto.

Se você não se aventura na motoca, é só fechar o transporte com um tuktuk. Para visitar algumas praias ao redor da ilha será necessário um taxi boat, ou contratar passeios de barco.

Andando de scooter por Ko Lanta
Andando de scooter por Ko Lanta

Confira: Guia completo de Bangkok: dicas e atrações imperdíveis

Melhor época para visitar Ko Lanta

Podendo escolher, o ideal é visitar a ilha durante a época seca da região: entre os meses de dezembro e abril. Lembrando que a alta temporada – quando os preços são maiores e o destino não é tão exclusivo – é em dezembro e janeiro.

A época das chuvas, em que ocorrem as famosas monções, ocorre entre maio e novembro. Se puder evite, mas se não tiver escolha, vá assim mesmo e aproveite, a chuva não será um impeditivo para uma boa viagem e por aqui faz calor o ano todo. Nós pegamos bastante chuva por lá no final do ano, claro que atrapalha mas curtimos muito mesmo assim.

Se quer mais detalhes, confira o post sobre a melhor época para visitar a Tailândia, onde explicamos as estações secas e chuvosas de cada região do país.

Veja também: As 10 melhores praias da Tailândia

Quantos dias ficar em Ko Lanta

Diríamos que no mínimo 3 dias, já que a ilha de Ko Lanta não é tão pequena e possui muitas praias e opções de passeios, para todos os gostos. Querendo conhecer o lugar com calma e curtir uma praia sem pressa, fique mais tempo!

Não esqueça o seguro viagem

Vamos lembrá-lo de aproveitar o planejamento da sua viagem incrível pra Tailândia e incluir um seguro de viagem, pra evitar maiores dores de cabeça sem necessidade. Se sua viagem for de férias, recomendamos sempre comparar preços e escolher a opção que melhor se encaixa às suas necessidades.

Um bom lugar pra fazer essa pesquisa é a Segurospromo, que já deixa você pesquisar e comprar online. E usando o nosso código EMALGUMLUGAR5 você ainda ganha 5% de desconto.

Seguros Promo

Mais dicas para sua viagem à Tailândia

Mala | Ainda não sabe como fazer sua mala para essa viagem? Dúvidas quanto a mochilão ou mala de rodinhas? Vai pegar algum voo com cia low cost e não sabe o limite de bagagem? Aproveita para dar uma olhada no nosso post sobre o que levar para Tailândia e tirar todas as suas dúvidas.

Dinheiro | Ainda sem ideia sobre o quanto uma viagem para Tailândia vai sair? Confira nosso post sobre quanto custa viajar para Tailândia e faça uma estimativa de seus gastos durante a viagem. Você pode conferir custos detalhados de passagens, hospedagem, passeios e mais.

Chip de internet | Nós já usamos chip internacional (daqueles que você compra ainda no Brasil), mas ele não funcionou bem na Tailândia. Por isso, o ideal é usar um chip local. Existem várias empresas, nós usamos o da AIS e funcionou em todos os destinos. É possível comprar em qualquer loja de conveniência (boa sorte no tailandês e na mímica!) ou comprar com antecedência e retirar seu chip em um stand assim que chegar no aeroporto Suvarnabumi em Bangkok.

Roteiro | Se você pretende combinar Tailândia e outros destinos na mesma viagem, veja nossas sugestões de roteiro para o sudeste asiático: tem várias opções de destinos que cabem em uma viagem de 20 a 30 dias pela região.

Para resumir Ko Lanta em uma palavra: tranquilidade

Ko Lanta é o lugar certo se você quer fugir (ou se recuperar) do agito. É um verdadeiro convite para mergulhar não só em suas belas praias, mas também ir um pouco mais à fundo na rica cultura tailandesa.

Nós garantimos que Ko Lanta vai te ganhar pela simpatia e singularidade, assim como nos ganhou!  

Quer mais dicas de destinos na Tailândia? Confira:

Bangkok | Ayutthaya | Chiang Mai | Chiang Rai | Hua Hin | Krabi | Koh Phi Phi | Koh Lanta | Koh Phangan | Koh Tao

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Tailândia: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Porque um dia de semana qualquer em Arraial do Cabo com o pessoal da @lagostrilhas sempre rende foto boa!#emalgumlugardomundo #arraialdocabo #destinosimperdiveis #topdestinos #turismobrasil

Essa foto tá pra sair do forno tem tempo, mas a correria do dia a dia tem nós mantido meio distantes daqui.
Daí hoje fizemos uma pausa pra refletir sobre a rotina que “rouba” nosso tempo.
É muito bom estarmos tão envolvidos com o blog e com os projetos que tocamos. E sim, viver do nosso blog de viagem dá muito mais trabalho do que muitos imaginam! Mas é muito bom e só temos a agradecer.Afinal, graças a ele conhecemos tantos lugares maravilhosos. Alguns do outro lado do mundo, outros pertinho do nosso – até então – lar oficial.Um dos últimos destinos que conhecemos foi a Cachoeira do Saco Bravo, em Paraty. Pra chegar nela, encaramos uma trilha de 9km saindo de Ponta Negra, uma vila Caiçara próxima a Trindade e Praia do Sono. Bem cansativa, mas não poderia ter melhor recompensa do que esse visual: uma piscina natural, formada por uma cachoeira na beira do mar!
Por mais viagens assim. E por mais momentos de reflexão e felicidade por nossas escolhas de destinos e de vida!
.
.
.
.
.
#emalgumlugardomundo #paraty #costaverde #destinosimperdiveis #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #embarquenaviagem #errejota #turismobrasil #proximaviagem #achadosdasemana #gostariadeiroficial

😃 Uma praia dessas é mais felicidade que um parque de diversões sem fila!!! É não é que é essa a sensação mesmo? Parando aqui pra pensar e agradecer pelo quanto a gente é sortudo na vida por ter momentos maravilhosos em lugares paradisíacos assim – e vazios na baixa temporada 🙏❤️ A belezura de Trindade nos diazinhos de sossego que passamos na @pousada_cabeca_do_indio e fomos diversas vezes à Praia do Cachadaço. 🏝
Conta pra gente: qual seu destino preferido pra curtir um momento relax?#emalgumlugardomundo #trindade #paraty #mtur #destinosbrasileiros #missaovt #revistaqualviagem #embarquenaviagem #praiasbrasileiras #achadosdasemana #errejota #proximaviagem #viajarfazbem

Ainda sobre Trindade: essa é a piscina natural do Cachadaço (ou Caixa D’Aço). Pude muitas vezes contemplar esse lugar lá de baixo, mas a vista de cima dela é incrível!
O legal daqui é que, mesmo com o mar  bem agitado, as pedras dão a proteção ideal para um mergulho bem tranquilo!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #destinosimperdiveis

Tem horas que tudo que a gente quer é brincar. Como é bom voltar a ser criança, mesmo que seja por alguns poucos minutos!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #embarquenaviagem #destinosbrasileiros #mtur #viagemeturismo

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!