CONHECENDO SAN JOSÉ DE CHIQUITOS NA BOLÍVIA EM UM DIA

Conhecemos essa pequena cidade histórica da Bolívia em um dia. Confira as atrações.

  • Adriana
  • -
  • 9 de julho de 2018
  • 6 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e baixe nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Se você vai fazer o trajeto Brasil – Bolívia de carro ou de trem, certamente você vai passar por San José de Chiquitos. A cidade tem uma localização estratégica e é uma ótima pedida para fazer uma pausa no longo caminho até Santa Cruz de La Sierra.

E já que íamos passar por lá, por que não aproveitar para conhecer um pouco da cidade? Com belos mirantes, uma linda igreja e muita riqueza histórica, San José de Chiquitos é um lugar pequeno, empoeirado e charmoso: perfeito para se conhecer em um dia. Quer ver?

Onde ficar em San José de Chiquitos

Quando planejamos nossa parada em San José de Chiquitos, sabíamos que estaríamos exaustos da viagem, então queríamos um lugar gostoso pra descansar. Nossa escolha foi perfeita: Hotel Missiones de Chiquitos, bem na praça central da cidade.

san josé de chiquitos - hotel misiones de chiquitos
Foto: Divulgação

Além da localização perfeita (você toma café olhando pra igreja, principal atração da cidade), o hotel é uma delícia. Ele é todo lindo com uma decoração bem moderna e uma piscina muito convidativa! Perfeito para se refrescar (faz calor por lá!) e relaxar depois de um dia de passeio.

O quarto é super confortável, a roupa de cama é macia e a ducha do banheiro é bem gostosa – tudo que a gente precisava. O café da manhã está incluso na diária e o restaurante do hotel também serve almoço e jantar, o que é ótimo já que não existem muitas opções de restaurante na cidade. A diária no Hotel Missiones de Chiquitos sai por R$237.

O que fazer em San José de Chiquitos em um dia

Complexo Missionário de San José de Chiquitos

É o símbolo e o marco mais importante da cidade, sendo considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. Fundado pelos missionários jesuítas espanhóis no final do século 17. Começando a aprender sobre a história da igreja você já ai entender tudo sobre a história de San José de Chiquitos.

Igreja símbolo da cidade que fica na praça principal

A igreja é uma verdadeira joia da época dos jesuítas: toda em pedra e madeira, foi construída por cerca de 5 mil indígenas. A arquitetura é uma mescla do barroco com traços indígenas, onde se destaca a frente triangular, com a parte central e duas laterais.  el frontis triangular, la capilla mortuoria, el campanario y la bóveda.

Descobrimos que a igreja é uma relíquia, pois é uma das poucas que restaram sem ser destruídas depois que os jesuítas foram expulsos pelos colonizadores espanhóis. Na verdade, dos povoados fundados pelas missões jesuítas nessa região da Chiquitania, San José de Chiquitos é a terceira mais antiga, de 1696 – e apenas quatro delas se mantiveram em seus locais originais.

Interior da igreja de San José de Chiquitos
Relógio do Sol no pátio da igreja

Outra curiosidade é a origem do nome da cidade: os primeiros conquistadores que chegaram na região chamavam os habitantes locais de “chiquitos”, devido a sua estatura menor.

Quer mais dicas de viagem? Curta nossa página no Facebook!

em algum lugar do mundo no facebook

Outras atrações de San José de Chiquitos

Para  os outros pontos de interesse em San José de Chiquitos, basta seguir a placa que fica na praça principal: todos ficam na mesma direção e próximos ao centro.

Indicação das atividades em San José de Chiquitos

Parque Nacional Santa Cruz de la Vieja

O parque é um sítio arqueológico onde encontramos ruínas da antiga Santa Cruz de La Sierra. Foi nesse local que o espanhol Ñuflo Cháves fundou Santa Cruz, em 26 de fevereiro de 1561. Por ali vimos resquícios da antiga população, incluindo uma igreja e uma praça central. O local também é cercado por bastante verde, tornando mais agradável a caminhada.

Valle de La Luna

O Valle de La Luna tem esse nome devido à formação geológica do lugar, com formações rochosas bem irregulares e que ~lembram~ a superfície da lua.

Formações rochosas no Valle de la Luna

Entendemos o porquê do nome quando chegamos, mas não vimos tanta semelhança assim. Também não achamos um lugar imperdível, mas já que passamos por lá… por que não aproveitar pra fazer uma caminhada?

Mirafor de Ñuflo

O Mirafor de Ñuflo fica bem no meio da estrada, a 4,5 km partindo da praça central. Dali conseguimos ter uma visão bem ampla da região, incluindo o Valle de La Luna e a cidade de San José de Chiquitos ao fundo.

Primeira visão que os espanhóis tiveram da cidade

Laguna Leteí e Mirador de Irala

Esses são os pontos mais distantes, que ficam no final da estrada. Primeiro passamos pela Laguna Leteí, que não uma laguna na época de deca: a vegetação toma conta e o que vimos mais parece um campo verde bem extenso.

Seguimos até a entrada do Mirador de Irala, onde deixamos o carro e seguimos por 240 metros em uma trilha super tranquila. A vista daquela imensidão verde e do paredão de pedra valeu a vinda até aqui.

Do alto dos Cliffs do Mirador Irala

Balneário Sutó

O balneário é um complexo de piscinas com bastante verde ao redor. As águas são cristalinas e no local também tem um restaurante, sendo uma ótima opção pra um descanso depois dos passeios. Nós acabamos não indo e fomos curtir a piscina do nosso hotel, mas disseram que o lugar é bem bonito, então vale conferir!

Entrada do Balneário El Suto, estava fechado quando fomos

Datas comemorativas em San José de Chiquitos

Se calhar de você passar em San José de Chiquitos quando estiver rolando algum dos eventos importantes da cidade, melhor ainda! É só lembrar de fechar o hotel com antecedência.

Muita gente vai pra lá em abril curtir o Festival Internacional de Música Barroca e Renascentista, que reúne intérpretes da música barroca de todo o mundo. San José de Chiquitos conta com sua própria orquestra de música barroca missional.

E o carnaval por lá também é bem animado: a cidade vai para a rua festejar com danças típicas, e a máscara do “abuelo chiquitano” está por todos os lados. Descobrimos que essa é a máscara que os indígenas usavam para confrontarem e espantarem os invasores espanhóis.


Foto: leogomezr (Steffen Reichle) / CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Outras regiões que valem a pena conhecer

Para quem está vindo do Brasil (Corumbá) e tem um pouco mais de tempo, uma ótima sugestão é dedicar alguns dias para explorar alguns lugares pelo caminho até San José de Chiquitos. Alguns nomes: Santiago de Chiquitos, Roboré, Chochis e Águas Calientes.

Essa região ainda é muito pouco explorada pelo turismo e não há muita informação por aí sobre elas, mas quem já visitou recomenda demais! Infelizmente nossa passagem foi corrida e só conseguimos conhecer Águas Calientes, que já valeu demais a visita!

Lago formado pelas águas termais acima dos 35 graus

Fizemos uma parada de 2 horinhas por lá, onde tomamos um banho delicioso em um enorme lago de águas termais, em que a temperatura atinge facilmente os 35 – 40 graus. Nunca tinha visto uma área tão extensa com águas termais!

O lugar é lindo e super relaxante, claro. Bateu uma moleza boa e foi difícil seguir na estrada, mas posso dizer que Águas Calientes é uma parada obrigatória nesse trajeto entre Corumbá e San José de Chiquitos!

Você também poderá gostar de:

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Baixe agora nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Bolívia: explore

6 comentários em “CONHECENDO SAN JOSÉ DE CHIQUITOS NA BOLÍVIA EM UM DIA”

  1. Uau, que linda cidade! Quando fomos para a Bolívia nao paramos em San Jose de Chiquitos, mas vendo seu post fiquei arrependida. Ótimas dicas 🙂

  2. NiKi Verdot disse:

    Ownnn.. Ainda não conheço a Bolivia, mas fiquei encantada com suas dicas. Essa cidade parece um charme e o hotel realmente perfeito. Com tudo que é necessário.

  3. “Pequeno, empoeirado e charmoso”… fica difícil resistir a estes adjetivos, ainda por cima com essa igreja tão interessante e património da Humanidade. Foi uma linda paragem estratégica. Continuação de boa viagem

  4. Carol Miranda disse:

    Que cidadezinha mas charmosa! Essa igreja pareceu uma graça. E os mirantes? Quanta dica legal!

    1. Caio Farias disse:

      Gostamos muito também, principalmente por ter sido a nossa primeira cidade na Bolívia!

  5. Que cidade tão fofa, eu não me lembro de ter passado por aí, mas ficamos um dia em Santa Cruz de lá pegamos um ônibus a La Paz, que viagem difícil!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!