O que fazer em Trujillo, norte do Peru: dicas e atrações imperdíveis | Em Algum Lugar do Mundo

AS ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS DE TRUJILLO, NO NORTE DO PERU

Atrações e dicas dessa cidade cheia de história no norte do país

  • Adriana
  • -
  • 21 de março de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Mais uma figurinha para nossa coleção de destinos interessantes do Peru: Trujillo, uma cidade cheia de história e simpatia, que fica no norte do país. Encontramos em Trujillo uma região cheia de sítios arqueológicos, com atrativos históricos para deixar qualquer um curioso e intrigado. Ah, e ainda dá para curtir uma praia por lá! Se interessou? Então vem conferir tudo o que fazer em Trujillo no Peru.

Se você acompanha o blog, já viu que o Peru vai muito além de Cusco e Machu Picchu. Foram 2 meses conhecendo destinos incríveis pelo país até chegarmos em Trujillo. Por aqui encontramos um lugar que ainda preserva ares de cidade colonial espanhola, mas que guarda relíquias de povos muito mais antigos (e interessantes), tanto da época pré-colombiana e pré-inca como pré-colombiana.

O que fazer em Trujillo
Complexo de ruínas de Chan Chan

Em um primeiro momento, tivemos até a impressão de que não havia muito o que fazer em Trujillo. Mas não se deixe enganar pelas primeiras aparências: permita-se explorar esse destino e descobrir mais sobre essas terras, que já eram habitadas quando o Peru nem sonhava em ser um país ainda!

Onde ficar em Trujillo

Antes de mostrar o que fazer em Trujillo, vamos às dicas de onde se hospedar para curtir a cidade. A localização mais indicada é próximo à Plaza de Armas, onde estão concentradas as principais atrações da cidade, assim como os melhores restaurantes e hotéis. Temos duas sugestões de hotel aqui:

O Hostal El Pillkay tem quartos limpos, bem confortáveis e espaçosos. A localização é ótima, já que fica bem próximo ao centro histórico de Trujillo. O valor da diária é de R$ 125.

Tem também o Victoria’s Suite Hotel, uma hospedagem muito bem localizada: a apenas um minuto da praça central. A diária de R$ 217,50 é para um quarto duplo, super confortável, limpo e organizado.

O que fazer em Trujillo - Hotel Victória
Foto Divulgação

Agora se a intenção é ficar longe do agito do centro de Trujillo, o mais recomendado é se hospedar na vizinha Huanchaco, uma cidade praiana que fica a uns 20 minutinhos de distância de Trujillo. Se você gosta de surfar, saiba que o lugar faz parte da rota do surfe no Peru, além de ter a oportunidade de se hospedar de frente para o mar.

Em Huanchacho recomendamos o Hostal Naylamp, que é muito bem decorado e organizado, ainda está localizado de frente para o mar. Os quartos são limpos e confortáveis e a diária custa em torno de R$ 104.

O que fazer em Trujillo
Foto Divulgação

O Hotel Bracamonte é outra acomodação muito recomendada nessa região. Ele também está de frente para a praia e o ambiente do hotel é bem alto astral. Depois de curtir a cidade, ainda dá pra relaxar na piscina. Diárias por R$217.

O que fazer em Trujillo: principais atrações

Plaza de Armas

Um bom ponto de partida para se ambientar com a história mais recente de Trujillo é na Plaza de Armas, que fica no centro histórico. Por aqui você vai encontrar algumas atrações importantes da cidade. Na parte central da praça está o Monumento da Liberdade, que é uma escultura de mármore em estilo barroco feita pelo alemão Edmund Muller.

O que fazer em Trujillo
Plaza de Armas bem no centro da cidade de Trujillo

Caminhando pela região, a gente dá de cara com a Catedral de Trujillo, também conhecida como Catedral Basílica de Santa Maria. Ela foi construída na segunda metade do século XVII e é considerada a principal igreja da cidade.

Em seu interior estão importantes obras de arte do vice-reinado, sendo as telas “A Transverberação de Santa Teresa” e “Santo Toribio de Mogrovejo” as mais conhecidas. Se quiser conhecer um pouco mais sobre a história da Catedral, faça uma visita ao Museu da Catedral, que apresenta objetos, esculturas, documentos e pinturas relacionados à liturgia do período do vice-reinado.

Huanchaco

Huanchaco é uma região de praia em Trujillo, com um clima gostoso para se passar uma tarde. O mais legal aqui é poder ver de perto um caballito de totora, o típico barco que lembra um caiaque, e que era usado como transporte fluvial por civilizações muito antigas. Existe inclusive uma lenda de que aqui foi inventado o surf, já que os povos originários da região deslizavam nas ondas com seus caballitos.

O que fazer em Trujillo
Praia de Huanchaco com seus tradicionais Caballitos de Totora
O que fazer em Trujillo
A praia também é um excelente locar para a prática do surf, da forma que nós conhecemos

A totora é uma planta muito útil e resistente, que já foi usada por diferentes civilizações e com finalidades diversas. (Outro exemplo que tivemos do uso da totora aqui no Peru foi em Uros, onde se construíam casas e ilhas flutuantes com as plantas).

Complexo Chan Chan

Considero que o Complexo Chan Chan deve ser o primeiro item da sua lista com o que fazer em Trujillo. Chan Chan é considerada a maior cidade de barro do mundo, tendo sido habitada inicialmente pelo povo Chimú, ainda na era pré-colombiana. Estima-se que lá viveram em torno de 250 mil pessoas divididas em 9 imponentes palácios de barro.

O que fazer em Trujillo
O complexo de Chan Chan visto do alto

O lugar é enorme mesmo, nossos olhos chegam a perder de vista os vestígios de construções de barro. Mas atualmente só é possível visitar 1 dos 9 palácios. Esse que está aberto se chama Nik-An (Templo Tschudi), e possui em sua estrutura praças, ruas, escritórios, armazéns, templos e muralhas.

O que fazer em Trujillo
Passeando pelos corredores das construções milenares de Chan Chan
O que fazer em Trujillo
Ruínas de Chan Chan

O local recebeu o título de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, mas ainda tem muita coisa para ser escavada.

A entrada custa 10 soles.

Dica: se você quiser entender melhor o Complexo Chan Chan e conhecer mais a fundo sobre a história do local, sugiro fortemente que você faça uma visita ao Museu antes de ir para o Complexo. É no museu que você terá maiores explicações sobre o lugar, já que no próprio complexo não há placas de sinalização. O Museu Chan Chan fica próximo, entre a cidade de Trujillo e o Complexo Chan Chan. O ingresso do Complexo dá direito à visita ao museu.

Huaca de Sol y de La Luna

Seguimos aprendendo mais sobre civilizações antigas: a Huaca del Sol y de La Luna são as ruínas da antiga civilização Moche localizadas no litoral do Peru, bem pertinho de Trujillo.

Em uma visita à Huaca de La Luna, você vai poder observar que o povo Moche desenvolveu muito bem a arte da pintura, visível nas peças de cerâmica e nas paredes dos templos, com representações policromáticas.

O que fazer em Trujillo
Paredes da Huaca de La Luna
O que fazer em Trujillo
Mais pinturas e simbologias na Huaca de La Luna

Infelizmente a ação do tempo – e principalmente do homem – não deixou muita coisa inteira por ali. Porém, algumas paredes e obras sobreviveram e seguiram muito bem conservados, onde podemos observar a arte com riqueza de detalhes.

A visita à Huaca de La Luna é sempre acompanhada de um guia, que vai explicando muita coisa sobre a cultura da civilização Moche. Bem interessante!

Bem próximo à Huaca de La Luna fica a Huaca del Sol. Ela não é aberta a visitação, mas é possível observá-la e aprender mais sobre sua história com a ajuda do guia no passeio pela Huaca de La Luana.

O que fazer em Trujillo
A Huaca del Sol vista de longe

A entrada para a Huaca de La Luna custa 15 soles.

El Brujo

Para quem gosta de aprender sobre civilizações antigas, não falta o que fazer em Trujillo. Mais um exemplo é o Complexo El Brujo, local de uma importante descoberta arqueológica: a Senhora do Cao, uma mulher que viveu nos anos 350 d.C, mas que morreu aos 25 anos.

A tumba encontrada identificava uma mulher nobre, provavelmente uma sacerdotisa da civilização Moche. Em uma visita a El Brujo você poderá entender a figura da mulher na liderança dos povos pré-incas, algo bem incomum na maioria das antigas civilizações.

Além da Senhora do Cao, em El Brujo você terá a oportunidade de ver em detalhes todas as escavações que foram feitas para encontrá-la.

O ingresso custa 10 soles e abre de segunda a domingo das 09h às 17h.

Como chegar em Trujillo

Para chegar a Trujillo você tem duas opções: avião ou ônibus. O mais indicado é sair de Lima para chegar até lá porque são apenas 557 km de distância entre as cidades. Há também a opção de ônibus saindo de Huaraz.

As companhias Taca Peru (Avianca) e Latam Peru operam com voos diários. Portanto, caso queira, dá pra fazer um bate e volta de Lima para Trujillo, pegando um voo bem e cedo e voltar no último horário. Mas a gente nunca recomenda uma viagem tão corrida assim.

Para quem escolher chegar de ônibus a Trujillo, algumas das empresas de ônibus que atendem o destino são: Cruz del Sur, Flores Hermanos e Emtrafesa.

O tempo de viagem de Lima a Trujillo é de aproximadamente 8 horas e a passagem custa em torno de R$ 120,00 ida e volta. Em algumas companhias é possível comprar a passagem online, em outras somente adquirindo diretamente no guichê.

Não se esqueça do seguro viagem!

A gente precisou de atendimento médico durante nossa viagem pela América do Sul, então é sempre bom lembrar: seguro viagem é indispensável para uma viagem tranquila e sem maiores estresses. Se não fosse o seguro, a gente teria gasto uma grana absurda com consultas e exames cardiológicos (nós dois tivemos problema com pressão arterial).

Por isso, sugerimos fazer uma busca pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções de seguro. Pra melhorar, é só usar nosso código EMALGUMLUGAR5 para ganhar 5% de desconto!

E você, tem mais alguma sugestão sobre o que fazer em Tujillo?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Peru: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Ahh Costa Rica! Essa é uma formação natural que parece a cauda de uma baleia –  e o local de chama Parque Nacional Marino Ballena.
Tudo bem, já sabemos que o nome do parque veio desse formato. Mas quem explica a “coincidência” desse local ser o melhor ponto do país para  para o avistamento de baleias? 🤔#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica #baleiajubarte

Pura Vida!Mal desembarcamos na Costa Rica e já começamos a ouvir a expressão por todos os cantos. Embora não tenha uma tradução exata, essa é uma forma de cumprimentar, de dizer olá, tchau – ou qualquer coisa que tenha uma intenção positiva – dá pra usar de diversas formas!A nossa conclusão é que “Pura Vida” é essa coisa boa que você sente ao chegar por aqui e que te faz ficar sorrindo o tempo todo. É como encostar o carro em uma praia deserta, assistir o por do sol e dormir por ali mesmo, ao som dos macacos, com o barulho das ondas. Bem do jeitinho que a gente fez nesse dia!#emalgumlugardomundo #costarica #puravida #visitcostarica #destinosimperdiveis

O Parque Nacional Corcovado é um dos lugares menos explorados da Costa Rica – e até agora um de nossos destinos preferidos no país!A natureza aqui ainda é selvagem e é possível avistar araras, tucanos, macacos, bichos preguiça, quatis, antas… a lista é extensa!
E como se não bastasse a diversidade animal, tem essa praia de areia escura bem intocada. A constante névoa na praia dá um ar de paraíso perdido nesse lugar.Essa viagem pra Costa Rica tá tendo um cenário mais lindo que o outro! Estamos amando!!! #emalgumlugardomundo #costarica #corcovadonationalpark #visitcostarica

Ainda encantados com o lado do Caribe da Costa Rica!
Sem dúvidas, Punta Uva foi uma das praias mais bonitas das bandas de lá – pelo menos foi a nossa preferida!Agora estamos no lado do Pacífico. Estamos mostrando tudo no stories e já já vamos postar as fotos daqui!

A felicidade de quem estacionou o quarto do hotel e vai dormir em frente a praia no Caribe costa riquenho! Valeu @nomad_america !#emalgumlugardomundo #costarica #puntauva #destinosimperdiveis #visitcostarica

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!