O que fazer em Huaraz: lagunas e trilhas do Parque Nacional Huascarán

HUARAZ, PERU: AS LAGUNAS E TRILHAS DO PARQUE NACIONAL HUASCARÁN

Paisagens deslumbrantes e trekkings de tirar o fôlego: tudo sobre um dos destinos mais lindos do Peru

  • Adriana
  • -
  • 22 de junho de 2019
  • 4 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Um dos lugares mais lindos que conhecemos em nossa viagem pelo Peru: Huaraz, o destino certo para quem é fã de caminhadas e picos nevados. Esse destino, que há pouco tempo atrás estava fora do circuito de turistas, tem atraído cada vez mais visitantes. Preparado para fazer caminhadas de tirar o fôlego (literalmente) e ver lagunas cor turquesa no Parque Nacional Huascarán? Eu te garanto que não vai faltar o que fazer em Huaraz. Confira aqui!

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru
Vista da Laguna Parón, um dos passeios mais buscados em Huaraz

O que fazer em Huaraz: saiba mais sobre esse lindo destino no Peru

Antes de falar o que fazer em Huaraz, vale uma breve explicação sobre o lugar:

A 400 km de distância da capital Lima, Huaraz se localiza entre as Cordilleras Blanca, Negra e Huayhuash. A beleza de Huaraz está nos seus arredores: a cidade em si não tem nada de especial, mas ela é a base para se explorar a Cordillera Blanca e o Parque Nacional Huascarán, que são as maiores atrações da região.

A Cordillera Blanca é a cordilheira tropical mais alta do mundo, sendo considerada um dos melhores destinos do mundo para trekking. Ela fica dentro dos limites do Parque Nacional Huascarán, considerado Patrimônio da UNESCO. No Parque Huascarán se encontram mais de 25 rotas de trekking, entre as lagunas e os mais lindos picos nevados do Peru. Ou seja, os melhores passeios em Huaraz se encontram nessa região.

Ah! E “Huascarán” também é o nome da montanha mais alta do Peru, chegando aos 6.000 metros.

Se você vai para Huaraz, é bom se preparar para o ‘soroche’ – o mal de altitude – que pode ser causado pela diminuição de oxigênio acima dos 3.000 metros. Portanto, faça um seguro viagem antes de embarcar. Recomendamos pesquisar seu seguro pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções. Aproveite para usar nosso código EMALGUMLUGAR5 e ganhar 5% de desconto!

Onde ficar em Huaraz

Para conhecer as atrações do Parque Nacional Huascarán, você deve se hospedar em Huaraz. As opções de hospedagem são um pouco restritas em Huaraz, se você quiser algo muito luxuoso poderá ter dificuldades na sua busca. Ainda assim, achamos boas opções.

A maioria dos hotéis em Huaraz estão no centro, mas se quiser se hospedar mais afastado não tem problema: praticamente todas as agências que oferecem os passeios em Huaraz incluem traslado do hotel.

Nossa escolha foi o Hotel Santa Cruz e nossa estadia por lá foi ótima. Passamos 4 noites por lá, com cama confortável, água bem quentinha no chuveiro e uma vista maravilhosa do nosso quarto para os picos nevados!

A cada dia havia uma opção diferente no café da manhã. E uma coisa boa é que eles servem café mais cedo se você madrugar para algum passeio (como o da Laguna 69 por exemplo). O restaurante também funciona para jantar, comemos uma pizza delícia aqui. Os funcionários são bem simpáticos, procure o Willy que nos deu um monte de dicas sobre o que fazer em Huaraz. A diária no Hotel Santa Cruz custa a partir de R$180.

Como chegar em Huaraz

A maioria das pessoas chegam em Huaraz vindo de Lima, embora alguns viajantes cheguem de Trujillo. O aeroporto em Huaraz recebe voos diários de Lima, mas os preços costumam ser meio salgados. Se sua viagem vai ser muito corrida, talvez essa seja sua opção. Você pode conferir os preços de passagens aqui.

A opção mais comum para o trajeto Lima – Huaraz é ônibus, com duração média de 8h de viagem e com passagens a partir de 25 soles. Há saídas noturnas, para quem quer economizar tempo e acomodação. Uma das empresas mais recomendadas é a Cruz del Sur, embora Oltursa e Movil Tours também tenham uma boa reputação.

Para quem vem de Trujillo, a viagem dura cerca de 9h e custa a partir de 30 soles.

Vale destacar que não há uma rodoviária em Huaraz: cada empresa tem seu próprio ponto de parada, sendo que a maioria fica ali na rua Jiron Simón Bolívar.

Para ir de Huaraz aos pontos de interesse no Parque Nacional Huascarán é indicado fechar os tours com uma agência, conforme falaremos mais adiante.

O que fazer em Huaraz: trilhas leves e medianas (passeios de um dia)

Laguna Paron

A Laguna Paron foi o primeiro passeio da nossa lista com o que fazer em Huaraz. A Laguna Paron fica a 4.200 metros de altitude e é considerada um dos maiores lagos da Cordillera Blanca. Pela sua beleza e fácil acesso, essa é uma das lagunas de Huaraz mais visitadas.

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru
Aquele momento onde você para e tenta entender se a cor é real

A cor dessa água é inacreditável, mesmo vendo ao vivo a gente se questiona como é possível ser tão azul. E o cenário é ainda mais perfeito com a vista da Montanha Artesonraju ao fundo (aquela montanha do estúdio hollywoodiano Paramount, reconhece?).

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru
Laguna Parón e ao fundo a Montanha Artesonraju ou Paramount

O caminho de Huaraz até a Laguna Paron é longo: são 3 horas de estrada, mas sem dúvidas vale a pena. Chegando na Laguna Paron, você terá 3 opções: ficar ali mesmo contemplando, fazer uma trilha pela esquerda da Laguna, ou subir até o mirante que fica do lado direito.

Como a gente não sabe recusar um mirante, encaramos a subida de 40 minutos e a vista recompensou toda a falta de ar que sentimos pelo caminho. Como esse é um dos passeios em Huaraz que não exige muito esforço, a Laguna Paron é uma ótima pedida para se visitar logo no seu primeiro dia de viagem, para ir se aclimatando.

Confira nosso relato completo sobre o passeio à Laguna Paron.

Glaciar Pastoruri

Entre os mais buscados passeios em Huaraz está o Glaciar Pastoruri, e não é difícil entender porque: ver um glaciar de perto é simplesmente fantástico! Ao mesmo tempo que é encantador, é triste: a geleira está “morrendo”, a previsão é de que até 2030 já não exista mais glaciar por ali.

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru
O pouco que ainda resta do Glaciar Pastoruri no Parque Nacional de Huarascan

O Glaciar Pastoruri também é um dos picos de neve mais fáceis de se chegar a partir de Huaraz, levando cerca de 1h30 de deslocamento até o local. Do estacionamento, seguimos em uma caminhada pouco íngreme até o glaciar. Levamos cerca de 40 minutos no trajeto, que seria bem fácil se não fosse a altitude: o Glaciar Pastoruri está a 5.240m de altitude.

Ainda assim, é um tour considerado relativamente tranquilo em termos de esforço. Dentre tudo o que fazer em Huaraz, recomendo deixar o glaciar para o segundo dia.

Lagunas Llanganuco

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru
Vista aérea das Lagunas Llanganuco

Mais duas lagunas de Huaraz bem bonitas, que ficam juntinhas. Elas são conhecidas na língua quéchua como Chinancocha (laguna fêmea) e Orconcocha (laguna macho). E a laguna Chinancocha é mais bonita, por ter uma coloração de azul mais intensa.

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru 4
Laguna Chinancocha (laguna fêmea)

As Lagunas Llanganuco ficam a 80km de Huaraz e leva-se cerca de 2h30 para chegar até lá. Para visitar as lagunas não é exigido nenhum esforço físico, pois os carros param bem na frente dos lagos.

Há duas opções de passeio para as Lagunas Llanganuco: a primeira opção é fazer um tour para as lagunas, que dura o dia todo. Esse tour inclui uma parada em Yungay (falamos mais pra frente do post).

A segunda opção é visitar as Lagunas Llanganuco no mesmo tour que a Laguna 69, já que elas ficam no caminho. Foi isso que fizemos. Nesse caso, o passeio se torna mais cansativo por causa do acesso à Laguna 69

Laguna 69

Se você está procurando o que fazer em Huaraz, já deve ter percebido que a Laguna 69 é o passeio número 1 do lugar. Esse é certamente uma das lagunas de Huaraz que faz mais sucesso entre os visitantes.

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru 2
Aquela foto que todo mundo quer tirar

Não é para menos: a Laguna 69 é um dos lagos glaciais mais lindos da região norte da Cordillera Blanca. Além disso, vale ressaltar que aqui o caminho é quase tão encantador quanto o destino final. Ou seja, você terá um passeio cênico do começo ao fim.

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru
Tudo bem que o passeio para a Laguna 69 é bonito desde o início, mas o fim… é impressionante!

Porém, a caminhada não é apenas bonita: ela é exaustiva. O Lago fica a 4.600m de altitude e, para chegar até ele, é necessário seguir por 7km (que no total serão 14km ida e volta), com subidas de tirar o fôlego.

Portanto, para fazer a Laguna 69 é necessário já estar aclimatado, lembrando sempre de ir no seu ritmo e respeitando seus limites. Lembre-se que é importante encontrar uma boa agência (fizemos com a Inkaland Treks), que acompanhe os seus passos (sem ficar te apressando) e que ofereça cuidados (como um balão de oxigênio por exemplo).

Laguna Churup

Embora não seja uma das mais visitadas lagunas de Huaraz, a Laguna Churup é bem linda. Se você estiver disposto a encarar o esforço e ter um visual deslumbrante como recompensa, a Laguna Churup é outro passeio que merece entrar na sua lista sobre o que fazer em Huaraz.

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru
Foto Madeleine Deaton / CC BY 2.0

Sua altitude bate os 4.450m e o azul da água é impressionante. A caminhada é puxada, mas as vistas panorâmicas compensam. Após 1h30 de trilha, vem uma subida íngreme, à esquerda da queda d’água. Depois virá mais uma subida que deve durar uns 45 minutos, mas para essa há um caminho alternativo à esquerda, onde uma corda de metal pode te ajudar na subida.

Chegando na Laguna, é só descansar, apreciando o lago e a vista para o pico da montanha Churup, coberto de neve. Lembre-se que para fazer a Laguna Churup é recomendado já estar aclimatado, então deixe para seus últimos dias, depois de ter feito os outros passeios em Huaraz.

O que fazer em Huaraz: trekkings avançados (passeios de 3 a 21 dias)

Se você é pura disposição e fã de trekkings, não vai te faltar o que fazer em Huaraz. Aliás, esse poderá ser um dos seus destinos preferidos da vida, já que não faltam opções por aqui. O Parque Nacional Huascarán tem trilhas e paisagens para deixar qualquer aventureiro bem satisfeito.

Nossa falta de preparo físico tempo não nos permitiu ir mais além nos trekkings de Huaraz, mas ficamos com aquela vontade de voltar para conhecer melhor as belezas desse lugar.

Existem diversas rotas de trekking em Huaraz, que podem variar entre 3 até 21 dias de duração. Uma das mais conhecidas é o Trekking Santa Cruz: são 4 dias e 3 noites de caminhada entre vales alpinos e picos glaciares, com muitas das lindas lagunas de Huaraz pelo caminho. O Circuito atravessa a Cordillera Blanca, chegando aos 4.750m de altitude.

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru
Foto: Vagner Amstalden

Outros trekkings bem recomendados: Nevado Pisco, com duração de 3 dias e que pode ser combinado com o Trekking Santa Cruz; e o Huayhuash que pode durar entre 4 a 12 dias.

O que fazer em Huaraz: ruínas e outras atrações

Quer dar uma descansada de caminhadas? Pois saiba que ainda tem mais o que fazer em Huaraz além de visitar as lindas lagunas do Parque Nacional Huascarán:

Ruínas de Chavín

Mais um Patrimônio da UNESCO para nossa lista. O lugar era o centro cerimonial da antiga civilização Chavín, que teve um grande conhecimento astronômico e exerceu um domínio religioso na região que hoje conhecemos como Peru (pegando uma parte da Bolívia e do Equador também). Ali conseguimos ver resquícios da antiga civilização, como um templo de 12 metros de altura, além de uma cabeça clava.

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru
Foto: Dtarazona / CC BY-SA 3.0

Yungay

A história de Yungay é bem triste: essa já foi uma das cidades mais movimentadas da região, até que em 1970 um forte terremoto seguido de uma avalanche destruíram tudo, deixando a cidade literalmente embaixo da lama. Foram mais de 20 mil vítimas, com pouquíssimas centenas de sobreviventes. Passando pela entrada da cidade existe uma placa que diz: “Yungay, cidade sepultada.”. Triste, não?

Nós não fomos até lá ver o que sobrou da tragédia mas, dependendo da sua escolha de tour para as Lagunas Llanganuco, você poderá fazer uma parada aqui.

Conhecer a cidade

É verdade que a cidade de Huaraz em si é pouco atrativa, mas aproveite seu primeiro dia de aclimatação à altitude e saia para explorar as ruas do centro. Passe na Plaza de Armas para ver o movimento de pessoas, visite o Mercado Central e aproveite para comprar uns souvenirs (geralmente mais barato que em Lima e Cusco), experimente os diversos restaurantes que ficam ali pelo centro – e divirta-se!

Onde comer em Huaraz

Depois de ter conferido tudo o que fazer em Huaraz, é hora da comida! Apesar da cidade não ser tão grande, há bastante opção de restaurante com comida boa por aqui.

Um destaque para o Sala de Estar, onde tivemos um jantar delicioso. O restaurante é todo intimista, com uma área linda de sofás e poltronas (daí o nome). A pedida certeira são os tapas de entrada. Pedimos o de truta defumada, e estava divino. Depois seguimos com um lomo com massa huancaína e uma massa com camarões e pesto picante, igualmente bons. Fomos de cerveja artesanal, mas há drinks (com pisco!) no menu.

Outra dica é o Luigi’s Pizza, uma pizzaria que cumpre muito mais do que promete! A fachada simples e o ambiente despojado com paredes rabiscadas é o endereço da melhor pizza que comemos nos últimos tempos. O cardápio é o panfleto do delivery, com dezenas de opções entre clássicos e invenções. Não satisfeitos, nós resolvemos montar nossa própria pizza com alguns ingredientes do cardápio.

O que fazer em Huaraz Parque Nacional Huascaran Peru 5
Nossas criações no Luigi’s Pizza

Quando ir para Huaraz: melhor época para visitar

A alta temporada em Huaraz começa em maio e se estende até setembro/ outubro. Apesar do tempo nas cordilheiras poder mudar a todo instante, nessa época o clima está mais estável e as temperaturas são mais amenas (menos congelante).

A baixa temporada vai de outubro a abril. Em Huaraz o verão é chuvoso e ainda mais frio. Nesse período, não há saídas para os trekkings mais longos do Parque Nacional Huascarán, porém os passeios mais curtos estão liberados. De qualquer forma, se puder evite.

Como escolher uma agência em Huaraz

Apesar de gostarmos de conhecer tudo por conta própria ( e estarmos viajando de carro), resolvemos contar com uma agência para cumprirmos com êxito nossa lista de o que fazer em Huaraz. Alguns passeios até podem ser feitos por conta própria, mas é preciso ter experiência e conhecimento (não sei dizer se um bom gps resolveria) para seguir solo por essas trilhas.

Depois de muita pesquisa, escolhemos a Inkaland Treks e felizmente podemos recomendá-la sem medo. O atendimento que recebemos foi excelente do começo ao fim, a Deisy sempre nos respondeu prontamente tirando todas as nossas dúvidas. O preço dessa agência pode ser um pouco mais alto que as demais, mas o serviço diferenciado justifica o investimento.

Os passeios são feitos de forma privada ou em grupos muito pequenos. Os guias seguem o nosso ritmo, temos tempo suficiente para curtir os lugares sem correria. Chegamos nas lagunas antes dos grandes grupos de turistas, nossas fotos agradecem. Tem lanchinho e tem almoço, que por sinal é delicioso (melhor comida de um tour até hoje!). Pra fechar, eles ainda levam um oxigênio caso falte aquele ar durante a caminhada, e isso pode fazer toda a diferença entre você seguir ou desistir do passeio.

Mais uma dica importante: como lidar com o mal de altitude

Não tem muito jeito: é preciso estar preparado para encarar a altitude de Huaraz. A cidade fica aos 3.000 metros de altitude, sendo que alguns passeios chegam até os 5.000m. Portanto, o ideal é seguir as 3 dicas abaixo:

– Faça aclimatação. Há muito o que fazer em Huaraz e o ideal é planejar seu roteiro: comece com os passeios “fáceis”, que exigem menos esforço. Assim seu corpo tem tempo para se adaptar, e você vai sofrer menos quando for encarar as trilhas mais puxadas como a da Laguna 69 por exemplo.

– Mesmo com a aclimatação, o mal estar pode bater. Para isso, entenda como se prevenir: beber bastante água e tomar chá de coca são apenas algumas medidas. Escrevemos um post explicando tudo sobre como combater os efeitos do soroche, recomendo a leitura.

– O mais importante de tudo: faça um seguro viagem. Nós dois precisamos de atendimento médico durante nossa viagem por causa do mal de altitude, então somos o melhor exemplo de que seguro é essencial. Recomendamos fechar pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções. Aproveite para usar nosso código EMALGUMLUGAR5 e ganhar 5% de desconto!

Agora que você conferiu tudo o que fazer em Huaraz, tá preparado para encontrar os cenários mais lindos do Peru?

Você também poderá gostar de:

*Em Huaraz nós contamos com o apoio da Inkaland Treks e do Hotel Santa Cruz. Como sempre, os relatos desse post foram baseados na experiência que tivemos durante nossa viagem. Só recomendamos aquilo que aprovamos. 

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Peru: explore

4 comentários em “HUARAZ, PERU: AS LAGUNAS E TRILHAS DO PARQUE NACIONAL HUASCARÁN”

  1. Andreia disse:

    Ola. Muito legal o relato. Vocês foram de carro via Lima? É tranquilo dirigir de Lima até huaraz?

    1. Caio disse:

      Olá Andreia, muito obrigado pela mensagem! Fomos sim! Foi tranquilo. Trânsito em Lima é meio louco, muita buzina, pessoas agressivas, é bem estressante, mas a estrada foi tranquila, tanto na ida quando na volta você pode fazer um caminho pela cordilheira Negra, uma das estradas mas doidas que pegamos, são mais de 30 túneis abertos nas rochas, sem nenhuma iluminação, com uma única pista, mas mão dupla! Ao lado direito um desfiladeiro! Infelizmente não temos foto, mas olha esse post aqui! https://www.viajandoencarro.com/tag/huascaran/

  2. Celso disse:

    Olá muito bom o seu relato. Pretendo ir em breve. Pretendo fazer a laguna paro a laguna 69 e trêkking santa cruz.se hospedar em yungai não seria melhor pra fazer esses passeio economizando tempo de estrada? Muito obrigado. Desde já agradeço

    1. Caio disse:

      Celso, boa noite. Não conhecemos a cidade de Yungai e por isso não sei dizer sobre a estrutura e agências de viagem. O trekking da 69 dá pra fazer sem guia sem problemas, e se hospedar em Yungai pode ser uma boa saída. Mas pro Trekking de SC, talvez seja melhor com guia. As agências ficam localizadas em Huaraz. A cidade se tornou ponto de partida talvez por oferecer uma melhor estrutura pro turismo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Ainda impressionados com a natureza na Costa Rica. Essa é a Punta Catedral no Parque Nacional Manuel Antônio na costa do Pacífico. Incrível não acham?#costarica #manuelantonio #visitcostarica

E tem forma melhor de terminar o dia?Um por do sol mais lindo que o outro na Costa Rica ❤️☀️ Se por aqui tem vida noturna, a gente desconhece. Estamos despencando da cama cedo todos os dias pra aproveitar cada raio de sol, cada grão de areia, cada gota de chuva (sim, continua chovendo todo dia! Mas passa rápido) e cada segundo pura vida que estamos tendo nesse país incrível!
E eu (Dri) que não curto acordar muito cedo, tenho levantado com sorrisão na cara todo dia. Delícia de lugar!!

Costa Rica é daqueles destinos que faz você se sentir uma grãozinho no universo – e essa sensação é gigante de boa!!!
⠀
As raízes dessas árvores parecem medir uns 2 metros, e parece que elas formam um labirinto no solo. É difícil descrever, mas é muito fácil se conectar com a natureza nesse lugar. Que paz! 🍃 🙏

Ahh Costa Rica! Essa é uma formação natural que parece a cauda de uma baleia –  e o local de chama Parque Nacional Marino Ballena.
Tudo bem, já sabemos que o nome do parque veio desse formato. Mas quem explica a “coincidência” desse local ser o melhor ponto do país para  para o avistamento de baleias? 🤔#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica #baleiajubarte

Pura Vida!Mal desembarcamos na Costa Rica e já começamos a ouvir a expressão por todos os cantos. Embora não tenha uma tradução exata, essa é uma forma de cumprimentar, de dizer olá, tchau – ou qualquer coisa que tenha uma intenção positiva – dá pra usar de diversas formas!A nossa conclusão é que “Pura Vida” é essa coisa boa que você sente ao chegar por aqui e que te faz ficar sorrindo o tempo todo. É como encostar o carro em uma praia deserta, assistir o por do sol e dormir por ali mesmo, ao som dos macacos, com o barulho das ondas. Bem do jeitinho que a gente fez nesse dia!#emalgumlugardomundo #costarica #puravida #visitcostarica #destinosimperdiveis

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!