Aluguel de carro na Espanha: 12 dicas e informações importantes | Em Algum Lugar do Mundo

ALUGUEL DE CARRO NA ESPANHA: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER + 12 DICAS IMPERDÍVEIS

Informações importantes sobre preços, documentos exigidos, dicas de como economizar e muito mais.

  • Adriana
  • -
  • 27 de março de 2020
  • Nenhum Comentário

Quer receber grátis nosso miniguia da Espanha?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail dicas imperdíveis para planejar sua viagem!

Viajar para a Espanha é sem dúvidas uma experiência inesquecível. E se você pretende incluir no seu roteiro destinos além de Madrid ou Barcelona, está mais do que certo em alugar um carro na Espanha. O país está cheio de paisagens espetaculares, incluindo os arredores dessas grandes cidades – e percorrê-las de carro é uma ótima ideia.

O país está cheio de paisagens espetaculares, incluindo os arredores dessas grandes cidades – e percorrê-las de carro é uma ótima ideia.

Por isso, fizemos esse post com tudo que você precisa saber para fechar seu aluguel de carro na Espanha, incluindo 12 dicas imperdíveis sobre documentos exigidos, como economizar e, principalmente, como garantir a melhor experiência de viagem.

Aluguel de carro na Espanha - Sevilla
Uma volta pela Plaza de Espanha em Sevila

Então aproveite e tire todas as suas dúvidas! E para começar a planejar sua viagem, confira no site da Rentcars os melhores preços de aluguel de carro na Espanha.

Por que alugar carro na Espanha?

Alugar um carro na Espanha te dará mais flexibilidade e liberdade de curtir seu roteiro do jeitinho que você quiser, podendo parar pra curtir as belíssimas paisagens pelo caminho.

Além disso, viajar de carro pode ser consideravelmente mais barato do que outros meios de transporte, principalmente se sua viagem for mais longa, ou se você estiver viajando com mais pessoas para dividir o valor do aluguel.

É verdade que muita gente pensa em viajar de trem pela Europa – o que é uma ótima opção, mas nem sempre a mais barata ou mais conveniente. Se você pretende visitar cidades menores, também ficará restrito quanto aos horários do transporte público. Nesse caso, alugar um carro é uma ótima solução.

Vale a pena alugar um carro na Espanha para viajar por Madrid e Barcelona?

Se seu plano é apenas conhecer as cidades de Madrid ou Barcelona, não vale a pena alugar um carro. O transporte público nessas duas cidades funciona muito bem e é muito mais barato do que o combo gasolina + estacionamento + trânsito.

Nesse caso, o ideal é alugar um carro no no último dia e então viajar para outros lugares que pretende conhecer.

Alugar um carro na Espanha vale muito a pena se você quiser incluir outros destinos no roteiro – ou fazer alguns passeios bate-volta partindo dessas cidades. Você pode programar ir até Segóvia partindo de Madrid, ou conhecer Tarragona partindo de Barcelona, por exemplo.

Aluguel de carro na Espanha - Puerta de Alcalá
Puerta de Alcalá em Madrid

Resumindo, quando for visitar cidades grandes como Madrid e Barcelona, aposte em um hotel muito bem localizado e conheça as cidades com transporte público. Quando for explorar destinos próximos, considere alugar um carro para ter mais flexibilidade no roteiro.

Aproveite para ver nossas dicas de onde ficar em Barcelona. Nós também fizemos uma lista com os melhores bairros para se hospedar em Madrid.

Dicas para alugar um carro na Espanha

Fechar um aluguel de carro na Espanha é super simples: não há nenhum grande mistério, mas é importante se ligar em alguns pontos para evitar surpresas desagradáveis ao fazer sua reserva. Também dá para garantir o menor preço e a melhor experiência se você seguir algumas dicas. Confira:

1. Reserve seu carro com antecedência

Você pode deixar para alugar um carro ao chegar na Espanha, seja no aeroporto ou nas lojas da cidade. Mas nossa recomendação é: chegue na Espanha já com o carro alugado.

Você pode fazer isso de uma forma bem prática, através de um site comparador de preços – nós usamos o da Rentcars em todas as nossas viagens. Eles oferecem um buscador completo, comparando os melhores preços entre várias locadoras da Espanha. Nós sempre encontramos o menor valor nesse site.

Aluguel de carro na Espanha - opções de carros
Escolha o modelo de carro que melhor vai te atender

Além do menor preço, o site da Rentcars permite o pagamento em Real, com tarifas sem IOF e com possibilidade de pagamento em até 12x no cartão.

Fechando o seu aluguel com antecedência pela internet, você pode tirar suas dúvidas em português, encontrar as melhores condições de pagamento – e o principal – garantir o seu veículo. Se viajar na alta temporada, é possível não ter mais veículos disponíveis para alugar na hora.

2. Documentos para alugar carro na Espanha

Para fechar seu aluguel de carro na Espanha, você deverá apresentar a seguinte documentação:

  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Na Espanha não é obrigatório apresentar a Permissão Internacional para Dirigir (PID), mas algumas locadoras podem solicitá-la. Verifique quais documentos sua locadora escolhida irá exigir.
  • Passaporte original e válido.
  • Cartão de crédito internacional, que deverá ter seus dados registrados na empresa como forma de caução. O valor ficará bloqueado no seu cartão, e liberado somente após a devolução do veículo e a constatação de que não existem danos no carro.

Se você efetuar a reserva pela internet, não se esqueça de salvar ou imprimir todos os comprovantes para apresentar na hora de pegar o carro.

3. Restrições de idade

Você só pode pensar em aluguel de carro na Espanha se tiver acima de 21 anos.

É preciso também que sua carteira de motorista seja válida por no mínimo mais dois anos após a data da sua viagem.

Além disso, motoristas com menos de 25 anos de idade podem estar sujeitos a uma “taxa de motorista jovem”, a ser cobrada pela locadora no momento da retirada. Nem todas as empresas a cobram, então considere esse fator na hora de fazer seu orçamento.

E se você tiver mais de 65, 70 ou 75 anos, poderá ser obrigado a contratar um seguro completo. Todas as três idades estão listadas nos anúncios das locadoras, uma vez que varia de empresa para empresa. Esse seguro provavelmente será mais caro, mas você estará coberto em todos os casos possíveis.

4. Antes de sair com o veículo, faça uma boa vistoria (com fotos!)

Sim, nós sabemos que você vai chegar cansado da viagem e vai querer entrar no veículo e logo zarpar, mas não faça isso. Antes de pôr o pé na estrada, faça uma vistoria completa das condições em que o veículo foi entregue a você.

Procure por arranhões, defeitos de todos os tipos e documente tudo com fotos e vídeos. Isso é uma precaução caso te culpem pelo ocorrido e peçam que você pague pelo conserto. Se o carro tiver algum problema grave, peça imediatamente que troquem de veículo.

É importante também olhar se há dois triângulos de sinalização e não apenas um, como no Brasil. Esta é uma lei de trânsito espanhola e se você for parado, terá que mostrar tudo certinho – dê uma olhada em outras leis de trânsito do país para já estar preparado.

5. Prefira empresas de renome

Você pode até encontrar uma oferta super barata de uma empresa que nunca ouviu falar, mas cuidado com furadas. Ninguém quer sair dirigindo em estradas desconhecidas (e em um país estrangeiro!) em um carro que não obedeça aos padrões de qualidade ou sem manutenção em dia.

Na hora de alugar um carro na Espanha, opte por empresas conhecidas. Se nunca tiver ouvido falar da locadora em questão, dê uma procurada na internet por avaliações dos serviços.

Mais uma vez, a dica é usar sites que buscam e comparam preços, como o site da Rentcars, pois eles só vão mostrar resultados de empresas certificadas.

Alguns exemplos de empresas de confiança na Espanha são:

  • Avis
  • Hertz
  • Sixt
  • Europcar
  • Cabrera Medina (que atua nas Ilhas Canárias)
Aluguel de carro na Espanha - Locadoras mais conhecidas
Balcão das mais conhecidas locadoras

6. Atenção ao caução e cartão de crédito

Na hora de buscar o carro, a locadora vai pedir que você forneça o número de um cartão de crédito internacional onde o valor do caução será bloqueado. Na hora de chegar o contrato, veja bem qual o valor necessário e confira se o seu cartão de crédito tem limite para isso.

Sem esse valor (que pode variar de €300 a €1500) você não poderá fazer a locação. É uma quantia alta, mas se nada acontecer com o carro e você devolvê-lo direitinho, o valor será desbloqueado.

O caução varia bastante de locadora para locadora e depende do tipo de carro, quantos dias de aluguel e outros fatores. Se isso for um problema para você, lembre-se de olhar esse detalhe na hora de fazer o orçamento.

7. Devolver com o tanque cheio ou vazio?

Bom, depende. As grandes locadoras de veículos costumam deixar que você escolha a modalidade já na hora de fechar o contrato, ou ainda especificam o que exigem do cliente.

Você pode ter um contrato do tipo “Full to Full”, que significa receber o carro com o tanque cheio e devolver da mesma forma – ou com um pouco de combustível e devolver com a mesma quantia. Por isso, lembre-se de abastecer o carro antes de devolvê-lo.

Caso você entregue o carro sem o combustível, a locadora vai te cobrar muito mais do que custaria encher o tanque em um posto de gasolina (valores tabelados por eles que chegam a ser 50% mais caros), então fique atento.

Há também o “Full to Empty”, onde você pega o carro com tanque cheio e devolve vazio. Se essa for a opção oferecida a você, devolva o tanque o mais vazio possível, porque eles não vão te devolver dinheiro pela gasolina que sobra – a não ser em casos de locações por curtos períodos de tempo, até 2 ou 3 dias, mas sempre verifique esta regra com cada locadora.

8. Estenda o tempo de locação se possível

Quanto maior for o tempo de locação, mais barato fica o valor por dia. Tente estender o tempo de viagem ao máximo, porque a partir de 7 dias ou mais os preços ficam mais atrativos.

O limite, no entanto, é de 28 dias – se for viajar por mais tempo você terá que devolver o carro com 28 dias e buscar um novo.

9. Preciso alugar um carro na Espanha com GPS?

As locadoras não irão te oferecer um mapa do país. Por isso, é importante considerar ter um GPS em mãos na hora de fechar seu aluguel de carro na Espanha.

A opção que muitas locadoras dão é a de incluir um aluguel de GPS no contrato por um valor adicional, o que não recomendo. Há uma opção muito mais vantajosa que é comprar um chip internacional.

Você já pode incluir o valor do chip no orçamento da sua viagem e ter internet durante toda sua viagem para a Espanha. Assim dá pra usar não somente o GPS (Google Maps, Waze ou o seu preferido) enquanto dirige, como postar suas fotos, buscar informações do destino, etc.

Nós compramos nossos chips pelo Viaje Conectado ainda no Brasil – e foi tudo bem simples. Vale dar uma conferida, se você é daqueles que não fica sem internet. Usando o código EMALGUMLUGAR10 você consegue 10% de desconto na sua compra!

10. Devolvendo o carro em outra cidade ou país

É possível retirar o carro em uma cidade e devolver na outra, ou ainda, se a locadora for internacional, devolvê-lo em outro país! É uma ótima ideia para quem vai incluir diversos destinos no roteiro, mas lembre-se que você terá que pagar uma taxa extra por isso – maior ainda se for entregar o veículo em outro país. Calcule direitinho para ver se compensa.

Aluguel de carro na Espanha - taxa de retorno
Valor da Taxa de Retorno

11. Pedágios

Não se esqueça dos pedágios! Uma forma de evitá-los é configurar o seu Waze para evitar estradas com pedágio, mas se você não puder evitá-los, use o site Via Michelin para calcular quando você vai gastar de pedágio e gasolina em sua viagem.

O site é mantido sempre atualizado e tem quase todas as estradas da Europa, então salve ele nos seus favoritos para não esquecer.

12. Tipos de seguro para aluguel de carro na Espanha

Na hora de reservar seu aluguel de carro na Espanha, nós recomendamos que você leia atentamente o contrato e preste atenção especial ao seguro. Isso vai garantir que você sabe bem o que está contratando, especialmente valores a serem pagos e extras escondidos que podem estragar o orçamento da sua viagem.

Alguns adicionais e variáveis que você precisa considerar ao alugar um carro na Espanha são:

  • Motorista adicional
  • Assistência em caso de acidente ou pane no veículo
  • Combustível
  • Proteção contra roubo
  • Cancelamento gratuito
  • Modificações na reserva
  • Seguro
Aluguel de carro na Espanha - Adicionais
Escolha os adicionais se necessário

Você deve estar atento a todos, especialmente ao seguro. Isso porque o seguro total oferecido pelas locadoras pode sair tão caro quanto o aluguel do carro. Esta é a opção que te deixará livre de preocupações, onde tudo o que acontecer com o carro estará coberto. Verifique para ver se há franquia ou, o termo que eles usam em espanhol, “franquicia”.

Primeira vez no país? Confira nosso Guia Prático da Espanha: aqui você encontra todas as informações que precisa para planejar sua viagem

Não se esqueça do seguro viagem!

A Espanha é um dos países que faz parte do Tratado de Schengen, que estabelece que os países signatários devem exigir dos viajantes a comprovação de um seguro viagem com cobertura mínima de € 30.000, para garantir despesas por doença ou acidente durante a viagem.

Em outras palavras: é obrigatório fazer um seguro viagem para viajar para a Espanha. Por isso, recomendamos que você faça uma boa pesquisa antes de fechar sua compra. Acesse a nossa página de seguros para tirar todas suas dúvidas e encontrar a melhor cotação. E você ainda pode garantir até 10% de desconto usando o nosso código EMALGUMLUGAR5 (5% com o cupom + 5% com pagamento via boleto bancário).

Mais dicas de viagem para Espanha

Economia nos passeios | Se você vai viajar para Madrid e para Barcelona, essa dica vale ouro: confira o Madrid City Pass e seu similar, o Barcelona City Pass. Eles incluem a entrada para alguns dos principais pontos turísticos dessas cidades, além de transfer do aeroporto pro hotel e ônibus hop on hop off pela cidade. Eles ainda garantem 20% de desconto nos principais museus e atividades dessas cidades. Foi um verdadeiro achado!

Chip internacional | Nós preferimos já chegar na Espanha com um chip de viagem – e foi uma ótima decisão. Nós pudemos pedir Uber (quando bateu o cansaço do metrô), e usamos internet o tempo inteiro – para achar um bom restaurante, para consultar o GPS, para confirmar nossas reservas de passeios e pra postar nossas fotos. Nós compramos o chip do Viaje Conectado e super recomendamos, porque ele funcionou perfeitamente.

Dinheiro | Como você deve saber, a moeda da Espanha é o Euro. Cartões de crédito são bem aceitos e há diversos caixas automáticos espalhados pelas principais cidades na Espanha. Atente-se para a cobrança de taxa no saque. Para comprar euros, nós sempre fechamos com uma agência de câmbio online com boa reputação. Temos usado o Cotação, que é super seguro, tem um ótimo valor e ainda entrega em casa.

Hospedagem |Se você está viajando de férias e tem os dias contados para curtir sua viagem, é importante escolher um hotel bem localizado. Não precisa ser necessariamente no ponto mais badalado da cidade, mas se tiver acesso fácil ao transporte público, sua vida ficará muito mais fácil. Nós escrevemos um post sobre as melhores regiões para se hospedar em Barcelona e também mostramos os melhores bairros de Madrid para se hospedar. Aproveite nossas dicas!

Agora que você já sabe tudo sobre como alugar um carro na Espanha, já definiu seu roteiro?

Esperamos que você não tenha achado que alugar um carro na Espanha seja muito complicado ou cheio de pegadinhas. O processo é na verdade bem simples, mas não quisemos deixar todos os detalhes bem claro para que você não entre em nenhum barco furado.

E se você está planejando sua viagem, confira as 10 atrações imperdíveis de Madrid. Nós também fizemos uma ótima sugestão de roteiro para 3 dias em Barcelona. Não perca!


Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Escrito por Adriana

36 anos. Carioca. Colecionava carimbos no passaporte durante as férias, mas resolveu levar esse hobbie a sério. Jornalista, trabalhou com marketing por um bom tempo, mas deixou o mundo corporativo para viver uma vida com mais significado. Convenceu o Caio a se jogar no mundo e hoje se dá por satisfeita carregando um caderninho, uma câmera e um tapete de yoga.

Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Espanha: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Pra nós, um lembrete: eu me considerar antirracista não me exclui de uma estrutura racista enraizada há tanto tempo. Tampouco acaba com meus privilégios.
Enquanto nosso exercício diário é um lembrete, o desafio diário do negro é sobreviver.
Atitudes precisam mudar.

VC GOSTA DE EXPOSIÇÃO? 📸 🤳 ⠀Desde que começamos o Em Algum Lugar do Mundo, lá em 2015, entendemos que o assunto seria viagem. O negócio nunca foi muito sobre “Caio e Adriana”, embora nossa cara apareça no instagram e nossas dicas de viagem no blog sejam baseadas em nossa experiência. ⠀Mas sei lá, sabe? Acho q a gente é da época que ainda se vivia offline. Quando eu (Dri) era mais nova, o que nem faz tanto tempo assim 🤥😂 , achava ruim dar satisfação pra minha mãe. Agora é só apertar o dedão e toma-lhe de dar satisfação pra todo mundo! ⠀Só que não tem jeito. Se eu vejo um mar, meu instinto é sair correndo pra dar um mergulho. Se eu peço um prato de comida, 99% das vezes eu só vou pensar em “vou fazer um stories” quando to acabando a sobremesa 🤷♀️. Se o dog tá pulando e brincando, o Caio já tá rolando no chão junto, e o celular tá longe. ⠀Fato é que, volta e meia, a gente se pega num impasse… se devemos continuar na nossa, buscando viver o momento presente, mantendo o foco no blog e em nossos outros projetos, ou se devemos “forçar nossa própria barra” e dar mais as caras por aqui, mostrando as coisas mais banais do dia a dia. ⠀Mesmo porque, vamos combinar: nossa rotina super ~agitada~ de blogueiros muitas vezes se resume a ficar boa parte do dia com a bunda sentada na cadeira de frente pro computador. E isso mesmo antes da quarentena! ⠀De qualquer forma, esse período de isolamento tá servindo pra gente ajustar e revisitar várias questões nossas. Quem sabe a gente não compartilha e aparece mais por aqui? ⠀Seguimos aqui na reflexão pro nosso dia, depois de participarmos da nossa primeira live com @ines.lafosse e @vazaonde (se vc não viu, tem link no stories e tá salvo no IGTV do Vaz!). Nem doeu, viu? 😄 ⠀E pra vc, como é sua relação com a exposição da sua vida nas redes sociais?Foto📷: @gaiavani

Beleza e caos. É assim que a gente define o Pesqueiro na Praia Grande em Arraial do Cabo.Esse lugarzinho fica no canto esquerdo da Praia Grande e, apesar dessa confusão visual, é o nosso cantinho favorito dessa praia!

Depois de uma hora observando esse catioro nadando, resolvemos voar com o drone para tentar entender o que estava acontecendo… E aí é que descobrimos o segredo dele: ele tem amigos embaixo d’água! 🐢🐢

CANSEI DE SER CACHORRO!🐕 AGORA SOU UMA FOCA!
Vocês acham que só gente que gosta do mar de Arraial do Cabo??🌊🌅 Quando parei de olhar o relógio, já fazia mais de uma hora que esse catioro nadava… Entendo, pq se eu pudesse tava até agora nadando com ele ali!
Esperando tudo isso passar pra correr pra essa água…

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!