Dicas do Salar de Uyuni: 12 coisas que você precisa saber antes de ir

SALAR DE UYUNI: O QUE SABER ANTES DE IR

Confira 12 dicas essenciais para curtir sua viagem pelo maior deserto de sal do mundo

  • Adriana
  • -
  • 6 de junho de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

O Salar do Uyuni, na Bolívia, é uma região mágica e dona de algumas das paisagens mais incríveis – e fotografadas – da América Latina.  Mas tanta beleza vem com um preço: viajar pelo Uyuni pode não ser das tarefas mais fáceis.

Seja pela altitude, pelo difícil acesso ou pelas restrições dos tours: para garantir boas lembranças de sua viagem pelo Salar de Uyuni, é bom saber algumas coisas de antemão. Por isso, reunimos aqui 12 dicas essenciais do que você precisa saber antes de ir.

12 dicas do Salar de Uyuni: o que você precisa saber antes de ir

1. É possível começar a viagem tanto pelo Chile (Atacama) quanto pela Bolívia (cidade de Uyuni)…

O jeito mais clássico de conhecer o Salar de Uyuni é fazendo um tour que pode durar de 3 a 4 dias. Esse tour pode começar pelo Atacama (no Chile) ou pela cidade de Uyuni (na Bolívia).

Veja as diferenças:

Salar de Uyuni – saindo de Uyuni (Bolívia)

A pequena cidade de Uyuni é a porta de entrada para quem quer começar o tour do Salar de Uyuni pela Bolívia. Se você começar por aqui, poderá escolher entre algumas opções:

  • Day tour pelo Salar de Uyuni, vendo apenas os pontos principais (cemitério de trens, o deserto de sal em si, Ilha Incahuasi e hotel de sal). Nós não recomendamos essa opção, pois muitas das belezas da região só podem ser conhecidas no tour mais longo de 3 ou 4 dias
  • Tour de 3 dias, começando na cidade de Uyuni e terminando no Atacama
  • Tour de 4 dias, começando na cidade de Uyuni e voltando para a cidade de Uyuni no último dia.
Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Fronteira Bolívia
O simples escritório de fronteira da Bolívia

Salar de Uyuni – saindo do Atacama (Chile)

Outra opção bem procurada pelos viajantes é o tour que sai do Atacama, no Chile. Se quiser começar a viagem pelo Atacama e seguir para o Uyuni depois, há duas opções:

  • Tour de 3 dias, começando no Atacama e terminando em Uyuni
  • Tour de 4 dias, começando no Atacama e voltando para o Atacama no último dia.

Para saber mais sobre o Uyuni e se planejar para a viagem, confira nosso guia completo do Salar de Uyuni

Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Imensidão de Sal
Momentos que passamos pela estruturada polícia de fronteira chilena

2. … mas começar pela Bolívia é melhor

É claro que essa escolha dependente de vários fatores (como o seu roteiro, quantos dias você está planejando ficar em cada local, e se você já conhece ou não a região), mas na nossa opinião, é melhor conhecer o Salar a partir de Uyuni.

Para começar, os tours que saem da Bolívia costumam ser mais baratos, o que já é um motivo que pesa na decisão final.

Além disso, para quem não está acostumado com a altitude, começar na Bolívia é uma boa escolha já que a altitude vai subindo gradativamente durante o passeio, o que ajuda e muito no processo de aclimatação.

Saindo do Chile, a primeira noite do tour já começa em altitudes próximas dos 4.000m, o que pode prejudicar um pouco o passeio caso você não esteja acostumado.

Já em termos de atrações visitadas ou qualidade dos tours, não há tanta diferença. Mas vale ressaltar que alguns tours no sentido Atacama – Uyuni não incluem a visita aos Geisers Sol de La Mañana, pois o melhor horário para visita-los é pela manhã – e os tour chegam a esse destino já bem tarde.

3. Escolher uma boa agência pode fazer MUITA diferença na sua experiência de viagem

Existem diversas opções de agências que fazem o passeio até o Salar de Uyuni. Na hora de escolher a sua, é importante ficar atento a alguns pontos e pesquisar bastante a opinião de quem já fez o mesmo passeio.

Isso porque a agência que você escolher vai impactar – e muito – na sua experiência como um todo. Há muitas agências com preços mais em conta, mas a economia pode significar um nível a mais de perrengue.

Procure saber as condições do carro, peça para ver em que hotel você irá passar a noite. Depois de pegar todas as informações, vá para internet e busque referências.

Um relato bem comum de viajantes é quanto aos motoristas. Muitos deles são grosseiros, às vezes dirigindo em péssimas condições (de sono, de cansaço, de embriaguez do dia anterior).

Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - ônibus Antigo
Já imaginou fazer o tour nesse ônibus?

Por isso, na hora de fechar seu tour, pense no que vai fazer mais diferença para você. E pesquise mais um pouco!

4. Vai ter perrengue, mas é só alinhar as expectativas que dá tudo certo

Para vivenciar o Salar de Uyuni, é preciso sim ter espírito aventureiro e estar disposto a encarar perrengues, principalmente se você escolher um tour mais econômico.

Afinal, a aventura pode vir acompanhada de um dia sem banho, longas horas em um carro apertado com outras cinco pessoas, noites frias em acomodações sem calefação…no mínimo, bastante desconfortável.

Há ainda fatores como a alimentação, que pode não ser lá grande coisa, e os próprios motoristas dos tours, que costumam ser um pouco mal-educados.

Nada que deva fazer você desistir de conhecer o Salar de Uyuni. O importante é saber de antemão – assim, você controla suas expectativas e aproveita o passeio já sabendo o que esperar.

Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Nós felizes no deserto
Mesmo com os perrengues, mantínhamos o sorriso!

Aliás, mesmo nos tours mais exclusivos e privados, há sempre um certo nível de desconforto. Afinal, estamos falando de um deserto, sem estrutura turística e com altitudes que passam dos 4 mil metros.

É possível sim ter uma experiência mais personalizada, com pernoite em hotéis de luxo da região, carros privados e refeições melhores. Mas você vai precisar desembolsar uma bela quantia para isso.

5. Prepare-se para o frio

Na hora de montar sua mala para o Salar de Uyuni, leve em consideração que o trajeto envolve dias no meio do deserto e em locais com pouca – ou quase nenhuma – estrutura. Dê preferência a roupas confortáveis e feitas para encarar o clima local. Uma jaqueta corta-vento é essencial em qualquer época do ano, inclusive durante o verão.

Aliás, verão não é sinônimo de calor o dia inteiro.

Apesar de fazer sim bastante sol durante o dia, as temperaturas costumam cair no começo da noite, e o calor extremo vira frio extremo em questão de minutos.

Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Riacho congelado
Tudo congelou nessa manhã, incluindo fluidos do carro

Ou seja, na sua mala, além da já mencionada jaqueta corta vento, não podem faltar roupas térmicas, um tênis de trilha (não é obrigatório, um tênis esportivo também serve), gorro para usar a noite e um boné ou chapéu para usar durante o dia.

Aqui, entra aquela boa e velha dica de se vestir em camadas. Uma boa ideia tanto para homens quanto mulheres é combinar uma camiseta dry-fit (ótima para absorver o suor), camiseta térmica, fleece e jaqueta.

Além das roupas…

Para tentar barrar o frio, vale a pena investir em um saco de dormir de qualidade, que vai te manter mais aquecido e confortável durante a noite (algumas empresas alugam sacos de dormir por um valor extra, mas se você tiver o seu, vale levar).

Além dos itens de vestuário, é importante lembrar de levar bastante protetor solar, óculos escuros, um bom protetor labial, colírio e hidratante nasal. O Salar de Uyuni é um dos desertos mais secos do mundo, e sua pele vai sentir o efeito.

6. Carregue seu kit higiene

Leve também um kit básico com alguns itens de higiene para sobreviver por alguns dias no deserto. Lembre-se que você ficará muitas vezes sem acesso a banheiro durante a travessia – sem contar com o dia que você pode ficar sem banho!

Para seu próprio bem (e o dos seus companheiros de viagem), coloque na mala itens como lenços de papel, lenços umedecidos e álcool gel.

7. Leve seu lanchinho e muita água

No Salar de Uyuni não há praticamente nenhum comércio. Se você não levar nenhum lanche, terá que se contentar com a comida fornecida pela agência, que não é lá tão saborosa ou abundante, especialmente quando bate aquela fome durante o passeio.

Boas opções de lanches para levar com você: barras de proteína/ cereal, castanhas, achocolatados, pão, latas de atum e frutas (mas fique atento que alimentos de origem animal e vegetal não permitidos dentro do Chile, caso esse seja seu destino final).

Por último, não esqueça de levar pelo menos 2 litros de água para cada dia de passeio. Manter-se hidratado é essencial no Salar de Uyuni.

8. A melhor época para conhecer o Salar de Uyuni vai depender do seu objetivo

Se você quer ver o Salar de Uyuni alagado para tirar aquelas fotos com efeito de espelho, você deve visitar a região durante o verão, que vai de dezembro até março: é quando ocorre a época de chuvas.

Nesse período, os meses mais recomendados são fevereiro e março, pois a quantidade de chuva é menos intensa (mas ainda assim ocorre numa quantidade perfeita para criar efeito espelhado tão fotografado).

Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Efeito espelho
Efeito Espelho – Foto: Christopher Crouzet / CC BY-SA 4.0

Nos outros meses de verão, é possível que o nível das chuvas te impeça de visitar outras atrações, como a Isla Incahuasi.

Já na estação seca, que vai de maio a outubro, o Salar fica com aquele aspecto craquelado, com formas geométricas. É possível visitar todas as atrações da região nessa época, pois não há chuva para atrapalhar o acesso.

Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Época Seca
Época seca
Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Ilha Incahuasi
Na época seca é possível ir até Incahuasi, a ilha no desero de sal

Porém, no período de junho a agosto as temperaturas estão muito baixas principalmente durante a madrugada, é bom estar preparado.

De forma geral, o Salar de Uyuni pode ser visitado o ano inteiro, basta definir sua prioridade.

9. Não subestime os efeitos da altitude

Não é raro ver muita gente passando mal por conta do soroche, o mal de altitude. Isso acontece bastante com nós brasileiros, que não estamos acostumados com as altitudes elevadas da Bolívia e de outros países sul americanos.

Para tentar barrar o soroche, a melhor coisa a ser feita é aclimatar seu corpo antes de partir para o tour do Salar. Monte seu roteiro de forma a ter pelo menos uma noite em Uyuni antes de partir para a expedição, assim seu corpo tem pelo menos 24h para se acostumar.

Há outras formas de driblar o mal estar, como mastigar folhas de coca. Informe-se antes de viajar sobre como se prevenir contra o soroche.

Outro ponto importante é não deixar de fazer um seguro viagem, pois em caso de emergência ou algum acidente, você garante atendimento médico sem gastar uma fortuna. Sugerimos fazer uma busca pela Segurospromo, o melhor site comparador de preços. Aproveite e use nosso código EMALGUMLUGAR5 pra garantir 5% de desconto.

10. Viaje com dinheiro, mas não é preciso muito para a travessia

A moeda utilizada na Bolívia é o Peso Boliviano e é muito importante que você troque seu dinheiro antes de fazer o tour, já que não há caixas eletrônicos e muito menos bancos no Salar de Uyuni.

Se você estiver começando o tour do Atacama, há diversas casas de câmbio na cidade de San Pedro que realizam a conversão. Também é possível fazer câmbio na fronteira, em um estabelecimento comercial que funciona no local.

Não é preciso muito dinheiro para esse passeio. Durante o tour, é essencial que você tenha pelo menos 250 pesos bolivianos em espécie para poder pagar a entrada de alguns parques e uso de banheiros. Fora isso, não há muito mais o que comprar.

Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Boliviano Nota
A nota de vinte bolivianos

11.  Quanto custam os principais tours pelo Uyuni

Os valores podem variar muito dependendo da agência. Também é possível conseguir um bom desconto se você negociar pessoalmente, seja em uma agência no Atacama ou no Uyuni. O mais importante é pesquisar sobre a agência ou buscar uma boa recomendação.

Em média, a travessia de 3 dias e 2 noites saindo do Uyuni sai por USD 150,00. De San Pedro do Atacama, o valor costuma subir um pouco mais, ficando na média de USD 200,00 por pessoa.  Acrescente mais uns 50 dólares se optar pelo tour de 4 dias.

Independente do tour que você escolher, há ainda alguns gastos adicionais durante o trajeto, como a entrada para a Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa (150 pesos bolivianos), a entrada para a Isla Incahuasi (30 pesos bolivianos).

12. Dá para visitar o Uyuni por conta própria, mas NÃO é para qualquer um

E sabe por que não é para qualquer um? Porque nós fizemos e nos arrependemos!

Nós gostamos muito de explorar novos lugares por conta própria, e até nos consideramos com espírito aventureiro. Mas essa viagem para o Uyuni foi uma das mais exaustivas da nossa história.

Já sabíamos das condições da estrada, que eram muito ruins e sem sinalização. Mas vivenciar isso na prática foi elevar o perrengue a um nível que nós quase não demos conta!

Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Condição da estrada
Muitas pedras e buracos. Aqui não furamos pneus
Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Trilha
No anoitecer a trilha parecia mais visível. Que bom pois o GPS não traça rota

Mas caso você ainda considere fazer o Salar de Uyuni por conta própria, seguem algumas observações:

  • Por se tratar de um deserto, não há postos de gasolina ou oficinas mecânicas. Na verdade, não há absolutamente nada (além de belas paisagens). Ou seja, se acontecer alguma coisa, não vai ter pra onde correr. É preciso viajar preparado, com bastante combustível extra, step em dia, mantimentos, água, agasalho… e contar um pouquinho com a sorte.
  • Da mesma forma, não é fácil encontrar um hotel em qualquer lugar. Você precisa planejar muito bem sua rota, definir pontos de parada e colocar margem para imprevistos.
  • Não conte com GPS. É mais fácil se guiar pelas marcas no chão deixadas por outros carros do que pelo próprio mapa
  • E por último, é preciso um carro 4×4 para fazer esse tour. Nós estávamos no nosso 4×4 e mesmo assim foi bem sofrido.

Dica Bônus e mais importante de todas! APROVEITE E DIVIRTA-SE!

Salar de Uyuni Dicas Precisa Saber - Brincando com fotos
No final o que vale é curtir a viagem!

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Bolívia: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

E tem forma melhor de terminar o dia?Um por do sol mais lindo que o outro na Costa Rica ❤️☀️ Se por aqui tem vida noturna, a gente desconhece. Estamos despencando da cama cedo todos os dias pra aproveitar cada raio de sol, cada grão de areia, cada gota de chuva (sim, continua chovendo todo dia! Mas passa rápido) e cada segundo pura vida que estamos tendo nesse país incrível!
E eu (Dri) que não curto acordar muito cedo, tenho levantado com sorrisão na cara todo dia. Delícia de lugar!!

Costa Rica é daqueles destinos que faz você se sentir uma grãozinho no universo – e essa sensação é gigante de boa!!!
⠀
As raízes dessas árvores parecem medir uns 2 metros, e parece que elas formam um labirinto no solo. É difícil descrever, mas é muito fácil se conectar com a natureza nesse lugar. Que paz! 🍃 🙏

Ahh Costa Rica! Essa é uma formação natural que parece a cauda de uma baleia –  e o local de chama Parque Nacional Marino Ballena.
Tudo bem, já sabemos que o nome do parque veio desse formato. Mas quem explica a “coincidência” desse local ser o melhor ponto do país para  para o avistamento de baleias? 🤔#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica #baleiajubarte

Pura Vida!Mal desembarcamos na Costa Rica e já começamos a ouvir a expressão por todos os cantos. Embora não tenha uma tradução exata, essa é uma forma de cumprimentar, de dizer olá, tchau – ou qualquer coisa que tenha uma intenção positiva – dá pra usar de diversas formas!A nossa conclusão é que “Pura Vida” é essa coisa boa que você sente ao chegar por aqui e que te faz ficar sorrindo o tempo todo. É como encostar o carro em uma praia deserta, assistir o por do sol e dormir por ali mesmo, ao som dos macacos, com o barulho das ondas. Bem do jeitinho que a gente fez nesse dia!#emalgumlugardomundo #costarica #puravida #visitcostarica #destinosimperdiveis

O Parque Nacional Corcovado é um dos lugares menos explorados da Costa Rica – e até agora um de nossos destinos preferidos no país!A natureza aqui ainda é selvagem e é possível avistar araras, tucanos, macacos, bichos preguiça, quatis, antas… a lista é extensa!
E como se não bastasse a diversidade animal, tem essa praia de areia escura bem intocada. A constante névoa na praia dá um ar de paraíso perdido nesse lugar.Essa viagem pra Costa Rica tá tendo um cenário mais lindo que o outro! Estamos amando!!! #emalgumlugardomundo #costarica #corcovadonationalpark #visitcostarica

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!