Monte Pilatus na Suíça: passeio imperdível partindo de Lucerna | Em Algum Lugar do Mundo

MONTE PILATUS NA SUÍÇA: PASSEIO IMPERDÍVEL PARTINDO DE LUCERNA

Um visual incrível e uma montanha cheia de histórias: confira os encantos de Monte Pilatus

  • Adriana
  • -
  • 11 de setembro de 2019
  • 12 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

O Monte Pilatus na Suíça é um dos passeios mais incríveis para quem está visitando Lucerna. Com mais de 2.000 metros de altura, um passeio pelo Monte Pilatus é garantia de vistas magníficas e atividades para todos os gostos – tanto no inverno, quanto no verão.

É no Monte Pilatus que encontramos o trem de cremalheira mais inclinado do mundo e um teleférico bem moderno, que já são atrações por si só. Mas o visual lá de cima é o ponto alto do passeio, suficiente pra gente jurar de pés juntos que você TEM que colocar Pilatus no seu roteiro de viagem por Lucerna.

A boa notícia é que visitar essa atração é bem simples: é possível conhecer o Monte Pilatus em um passeio bate-volta de Lucerna mesmo.

Monte Pilatus, Lucerna, Suíça - Hinking
Hiking no topo do Monte Pilatus

Nós já mostramos por aqui todas as atrações de Lucerna. Então aproveite, pois nesse post vamos mostrar tudo sobre o Monte Pilatus: como chegar, o que fazer por lá, curiosidades sobre o lugar e muito mais. Confere aqui!

Saiba mais sobre o Monte Pilatus

Cartão postal de Lucerna, o Monte Pilatus é um dos passeios imperdíveis de quem visita a Suíça. Apesar de sua beleza indiscutível, grande parte do seu atrativo se deve às inúmeras lendas e mitos que permeiam sua história ao longo dos séculos.

Monte Pilatus, Lucerne, Suíça - Lua
O nascer do Sol e pôr da Lua

A mais famosa dessas lendas diz que, durante a Idade Média, enormes dragões com poderes de cura viviam dentro das cavernas no alto da montanha. Não é à toa que o símbolo de Pilatus é um enorme dragão vermelho – e toda a temática do Monte Pilatus gira em torno dessas criaturas míticas.

Já o nome do Monte tem a ver com Pôncio Pilatus, o juiz romano responsável pela crucificação de Jesus. Até hoje não se sabe exatamente como ele morreu, mas dizem que por séculos seu fantasma assombrou a região de Lucerna, causando enormes tempestades – supostamente para “lavar” o sangue de Cristo de suas mãos.

Por conta disso, por um longo tempo, foi proibido subir até o topo da montanha, o que só mudou quando um padre, juntamente de sua procissão, subiu até o lago Oberalp – onde seu corpo foi afundado – e conseguiu controlar seu fantasma. Mito ou realidade, o fato é que o Monte carrega seu nome até hoje.

Primeira vez no país? Confira nosso Guia Prático da Suíça: aqui você encontra todas as informações que precisa para planejar sua viagem

Onde ficar no Monte Pilatus

A maior parte das pessoas que visita o Monte Pilatus usa Lucerna como base para o passeio bate-volta, já que essa é a opção mais barata e prática.

Mas para os viajantes em busca de uma hospedagem diferente – e dispostos a gastar mais – uma outra opção é se hospedar no alto do próprio Monte Pilatus, que é uma experiência única. Basicamente, você terá duas opções de hotéis, o Pilatus Kulm e o Bellevue.

O Pilatus Kulm é um hotel super tradicional e histórico, construído em 1890, com uma vista panorâmica para as montanhas. É lar do também incrível Restaurante Pilatus Kulm, que oferece ótimas refeições tanto para hóspedes, quando para visitantes. As diárias para casal no Pilatus Kulm custam a partir de CHF 180,00 na suíte Junior, dependendo da época do ano.

Monte Pilatus, Lucerne, Suíça - Cume
Pilatus Kulm: Foto: divulgação

Já no Bellevue, além da vista para os alpes, você também consegue aproveitar as paisagens do belo Lago Lucerna. O diferencial desse hotel é que são apenas 20 quartos, todos na mesma categoria de valor, a partir de CHF 140,00.

Monte Pilatus, Lucerne, Suíça - Cume
Bellevue. Foto: divulgação

No nosso caso, ficamos hospedados em Lucerna mesmo. Por lá, nossa recomendação de hospedagem são: Ibis Budget Luzern City pra quem quer algo mais econômico e Hotel des Alpes, com localização imbatível bem no centro antigo da cidade.

Como chegar no Monte Pilatus

A cidade mais próxima do Monte Pilatus é Lucerna, onde você deve montar sua base caso não se hospede em um dos hotéis no alto do monte.

Partindo de Lucerna, você tem três opções.

A primeira é pegar um trem ou um barco até Alpnachstad – de onde você pega o trem cremalheira para subir até o topo do Monte Pilatus.

A segunda opção é ir de ônibus até Kriens, do lado norte do Monte Pilatus, de onde você tem acesso ao Teleférico Dragon Ride.

E a terceira, para os mais aventureiros, é fazer um trekking partindo de Kriens até diversos pontos da montanha.

Monte Pilatus, Lucerna, Suíça - Teleférico
Chegada da gôndula
Monte Pilatus, Lucerne, Suíça - Tem
Chegada do bonde pelo trilhos

O ideal é fazer a subida de um jeito a descida de outro, para aproveitar o melhor das duas opções. Você pode fechar um pacote para o Monte Pilatus que inclui o trem de cremalheira e o teleférico, podendo decidir qual deles usar na ida e na volta.

Nós escolhemos subir de teleférico e descer de trem cremalheira. Mas vale ressaltar que o trem só funciona entre os meses de maio e novembro (as datas exatas variam a cada ano). Ou seja, fora desse período, sua única opção vai ser mesmo o teleférico, que funciona o ano inteiro.

Então, resumindo:

  • Rota a partir de Alpnachstad (maio-novembro): De Lucerna, você consegue chegar na estação Alpnachstad de trem (15 minutos) ou barco (50 minutos). De lá, você precisa pegar o trem cremalheira para chegar ao topo do Monte – não se esqueça de checar os horários de subida e descida quando chegar para poder programar sua visita.
  • Rota a partir de Kriens (o ano todo): De Lucerna, você deve pegar o ônibus nº1 até a estação de Kriens. De lá, você tem acesso ao teleférico Dragon Ride, que te leva ao topo.
  • Trekking partindo de Kriens (o ano todo sujeito a mudanças devido ao tempo): Assim como a opção anterior saindo de Lucerna, pegue o ônibus nº1 até a estação de Kriens. Da base da montanha você terá acesso às trilhas que se iniciam lá. Só até Fräkmüntegg, a caminhada pode levar de 3h30 ou mais, dependendo do seu ritmo e da trilha escolhida. Existem trilhas até o topo que levam muito mais tempo, então a dica que damos é: planeje a sua rota antes, consulte as trilhas abertas no período da sua visita e leve en consideração o seu preparo físico e as condições climáticas. Para mais informações sobre as trilhas no Monte Pilatus, clique aqui.
Monte Pilatus, Lucerne, Suíça - Trilha
Uma das trilhas do Pilatus

O que fazer no Monte Pilatus: as melhores atrações

A maior atração do Monte Pilatus é a Dragon Ride, nome dado ao conjunto de modernos teleféricos e gôndolas responsáveis por levar visitantes ao topo do Monte Pilatus ao longo do ano. Ao todo, são três paradas, cada uma delas com diferentes atrações:

Primeira parada – Krienseregg | Primeira parada da Dragon Ride, fica a 1.026m de altitude. É a melhor parada para quem está visitando o Monte Pilatus com crianças, pois existem muitos brinquedos e um pequeno parque de diversão, com gangorras e balanços. Se estiver com pressa e sem crianças, não tem problema pular essa parte.

Segunda parada – Fräkmüntegg | A segunda estação é a Fräkmüntegg, a 1.416m de altitude – aqui, o trajeto é feito por meio de gôndolas panorâmicas, que fazem com que você tenha uma vista única dos arredores. No inverno, essa estação é bem procurada, pois é um ótimo lugar para andar de trenó e praticar snowboarding. Já no verão, uma boa opção é visitar o incrível parque de cordas e fazer as diversas trilhas disponíveis.

É nessa parada que você pode curtir duas atrações bem legais do Monte Pilatus:

  • Fräkigaudi: o mais longo tobogã da Suíça, com 1.350 metros de extensão.
  • Parque de Cordas: o maior parque de cordas de toda a Suíça fica aqui. São 10 trajetos diferentes, entre cordas e árvores. O ingresso, que dá direito a 3 horas de permanência, custa CHF 28 para adultos e CHF 21 para crianças entre 6 e 16 anos. Existem valores diferenciados para famílias.
Monte Pilatus, Lucerne, Suíça - Trenó
Nós descendo o Fräkigaudi! É muito divertido!
Monte Pilatus, Lucerne, Suíça - Vista
Vista do alto do Fräkigaudi

Terceira parada – Pilatus Kulm | a última parada e cereja no bolo de quem visita o Monte Pilatus. Além de vários mirantes com vista das montanhas, dos lagos e da própria Lucerna, é aqui que ficam os hotéis e o principal restaurante do Monte Pilatus, além de lojas para comprar souvenires.

Monte Pilatus, Lucerne, Suíça - Topo
Complexo do Monte Pilatus

Na última parada Pilatus Kulm, não deixe de visitar a Caverna do Dragão (Drachenweg ou Dragon Tail), que é sem dúvidas uma das principais atrações do Monte Pilatus.

Ela recebeu esse nome graças às lendas mitológicas que cercam a história do Monte Pilatus. Apesar de não ser muito extensa, a caverna tem várias fendas com vista para a belíssima paisagem ao redor.

Quando visitar o Monte Pilatus?

Em qualquer época do ano existem diversas opções de atividades no Monte Pilatus – são tantas, que dificilmente você vai conseguir conhecer tudo em um dia só. Dito isso, a escolha do melhor momento para sua visita vai depender principalmente dos seus interesses.

No inverno, as grandes atrações do Monte Pilatus são as atividades de neve, como passeios de trenó, tobogãs e snowboarding. Já no verão, a boa é aproveitar as belas paisagens para fazer trilhas, praticar escalada na pedra ou, para os mais corajosos, voar de parapente.

Eu já estive lá no outono e no inverno. A paisagem muda completamente, mas é difícil dizer de qual época eu gostei mais. Portanto, não se apegue a isso para definir quando ir ao Monte Pilatus, você vai curtir de qualquer jeito!

Lembre-se do seguro viagem!

Sempre bom lembrar que seguro viagem é indispensável para uma viagem tranquila e sem maiores estresses. Inclusive, é obrigatório ter um seguro para viajar para Suíca e outros países europeus. 

Dito isso, sugerimos sempre fazer uma boa busca pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções de seguro. Pra melhorar, é só usar nosso código EMALGUMLUGAR5 para ganhar 5% de desconto!

Seguros Promo

E agora, se convenceu de visitar o Monte Pilatus em sua viagem pela Suíça?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Suíça: explore

12 comentários em “MONTE PILATUS NA SUÍÇA: PASSEIO IMPERDÍVEL PARTINDO DE LUCERNA”

  1. Jair Prandi disse:

    Simplesmente fantástico esse lugar! Este tipo de paisagem é o que mais amo, ainda mais com toda esta estrutura!
    E o Fräkigaudi então, deve ser incrível!

  2. Excelente artigo!!Em Novembro estarei por aqui e já sei o que fazer.Obrigado

    1. Caio Farias disse:

      Boa Vitor! Boa viagem e curta a Suíça por nós!

  3. Adorei o Fräkigaudi!!!! Fiquei apenas 1 dia em Lucerna e nem cogitei ir até Monte Pilatus! Mas vi que perdi essa paisagem incrivel!
    😉

  4. Vitoria disse:

    Eu tô apaixonada por esse lugar, parabéns pelo post e pelas fotos, principalmente aquela do nascer do sol e o pôr da lua, está incrível

    1. Caio Farias disse:

      Obrigado Vitória!

  5. Adriana, estive na Suíça no ano passado e adorei Lucerna mas, infelizmente, estava um nevoeiro tremendo e não se via um palmo em frente do nariz, pelo que não subimos ao Pilatus. O posto de turismo tem câmaras que mostram, em tempo real, como está no cimo da montanha, então nem tentamos. Agora ao ler o seu post fiquei novamente com pena. Tenho que voltar lá

  6. Imperdível realmente, maravilhada com a beleza dessas paisagens e vocês pegaram um dia tão lindo que as fotos ficaram sensacionais. Parabéns pelo post.

  7. nana disse:

    A suíça é um país lindo!! Ler sobre o monte pilates me deu muita vontade de conhecer ! Fui a Lucerna ano passado e nao tive tempo de conhecer e agora já quero voltar logo!!!

    1. Caio Farias disse:

      Uma pena, Nana. O Monte Pilatus é incrível! A vista de lá é algo inesquecível! Não deixe de ir na volta!

  8. Felipe Matias disse:

    Gostaria de saber se quem tem o Swiss Travel Pass a entrada é gratuita ou tem apenas os 50% como informado acima? Observei em outro site que era gratuito e agora estou com esta dúvida. Obrigado

    1. Caio Farias disse:

      Olá Felipe, confirmamos a informação de 50% do valor total conforme o site oficial do Monte Pilatus: https://www.pilatus.ch/en/booking/prices/ . Qualquer coisa é só chamar aqui! Abs e boa viagem!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Costa Rica é daqueles destinos que faz você se sentir uma grãozinho no universo – e essa sensação é gigante de boa!!!
⠀
As raízes dessas árvores parecem medir uns 2 metros, e parece que elas formam um labirinto no solo. É difícil descrever, mas é muito fácil se conectar com a natureza nesse lugar. Que paz! 🍃 🙏

Ahh Costa Rica! Essa é uma formação natural que parece a cauda de uma baleia –  e o local de chama Parque Nacional Marino Ballena.
Tudo bem, já sabemos que o nome do parque veio desse formato. Mas quem explica a “coincidência” desse local ser o melhor ponto do país para  para o avistamento de baleias? 🤔#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica #baleiajubarte

Pura Vida!Mal desembarcamos na Costa Rica e já começamos a ouvir a expressão por todos os cantos. Embora não tenha uma tradução exata, essa é uma forma de cumprimentar, de dizer olá, tchau – ou qualquer coisa que tenha uma intenção positiva – dá pra usar de diversas formas!A nossa conclusão é que “Pura Vida” é essa coisa boa que você sente ao chegar por aqui e que te faz ficar sorrindo o tempo todo. É como encostar o carro em uma praia deserta, assistir o por do sol e dormir por ali mesmo, ao som dos macacos, com o barulho das ondas. Bem do jeitinho que a gente fez nesse dia!#emalgumlugardomundo #costarica #puravida #visitcostarica #destinosimperdiveis

O Parque Nacional Corcovado é um dos lugares menos explorados da Costa Rica – e até agora um de nossos destinos preferidos no país!A natureza aqui ainda é selvagem e é possível avistar araras, tucanos, macacos, bichos preguiça, quatis, antas… a lista é extensa!
E como se não bastasse a diversidade animal, tem essa praia de areia escura bem intocada. A constante névoa na praia dá um ar de paraíso perdido nesse lugar.Essa viagem pra Costa Rica tá tendo um cenário mais lindo que o outro! Estamos amando!!! #emalgumlugardomundo #costarica #corcovadonationalpark #visitcostarica

Ainda encantados com o lado do Caribe da Costa Rica!
Sem dúvidas, Punta Uva foi uma das praias mais bonitas das bandas de lá – pelo menos foi a nossa preferida!Agora estamos no lado do Pacífico. Estamos mostrando tudo no stories e já já vamos postar as fotos daqui!

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!