LUCERNA NA SUÍÇA: PRINCIPAIS ATRAÇÕES E DICAS DE VIAGEM

Conheça os encantos de Lucerna e confira nossas dicas para curtir todas as belezas da cidade

  • Adriana
  • -
  • 20 de março de 2018
  • 29 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e baixe nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Com cara de pequena vila medieval, Lucerna na Suíça tem uma paisagem estonteante de linda! A cidade tem também ares de cosmopolita, com vida cultural vibrante, cheia de museus e teatros, ótimos restaurantes e um clima maravilhoso. Se você está planejando sua viagem, vem comigo nesse post descobrir tudo o que fazer em Lucerna!

A verdade é que já estive 3 vezes em Lucerna e não me canso de tanta beleza: seja no inverno ou no verão, é impossível não se apaixonar por esse lugar. Construções históricas, um centro antigo super charmoso, montanhas emoldurando a paisagem, lojas de chocolate por todos os cantos… e um lago encantador, bem no meio da cidade!

Pois chegou a hora de mostrar os encantos de Lucerna: este post vai te ajudar com ideias de roteiros, passeios, como se locomover na cidade e muito mais. Veja o que fazer em Lucerna e confira todas as dicas pra você curtir ao máximo essa maravilha da Suíça.

O que fazer em Lucerna - Panorâmica
Vista panorâmica da cidade

Onde fica Lucerna

Localizada na região central da Suíça, Lucerna está na parte alemã do país e fica entre as cidades de Berna e Zurique. Sua localização estratégica faz com que muitos viajantes escolham Lucerna como base para fazer day trips para outros destinos na região.

Banhada pelo lago Vierwaldstättersee, conhecido também como Lago Lucerna, a cidade possui uma vista super privilegiada para os Alpes Suíços, sendo o Monte Titlis o mais alto da região, com mais de 3.200 metros.

O que fazer em Lucerna - Passear de bicicleta
Passeando de bike pelo lago

Primeira vez no país? Confira nosso Guia Prático da Suíça: aqui você encontra todas as informações que precisa para planejar sua viagem

Saiba mais sobre Lucerna

Uma das joias do turismo na Suíça, Lucerna tem tudo de típico que um viajante procura em uma viagem ao país, com destaque para suas belezas naturais e históricas. A culinária local é um capítulo à parte, recheada de queijos e chocolates com a marca registrada suíça. A gulosa aqui pira!

Cortada pelo rio Reuss, Lucerna se divide entre cidade antiga e cidade nova, sendo muito fácil se localizar e se deslocar entre um lado e outro. Pra quem gosta de viajar por conta própria como a gente, vai achar muito fácil explorar a cidade.

As paisagens exuberantes dos Alpes banhados pelo Lago Lucerna fazem um belíssimo contraste com a arquitetura local, que mistura tradição e modernidade de forma muito harmoniosa. Só posso concluir que essa deve ser a receita de sucesso que transformou Lucerna em um dos destinos preferidos dos turistas na Suíça, incluindo eu!

O que fazer em Lucerna - Vista aérea da Kapellbrück
Vista aérea da Kapellbrücke

Onde ficar em Lucerna

Antes de mostrarmos as principais atrações, vamos às dicas de onde se hospedar em Lucerna.

Em geral, os viajantes escolhem acomodações mais centrais ou nos arredores do lago de Lucerna, já que assim fica fácil se locomover a pé pela cidade. Os hotéis próximos ao lago normalmente têm diárias mais caras, já que vão proporcionar uma bela vista para seus hóspedes – e isso tem um preço né?

O Hotel des Alpes tem a localização imbatível: no coração de Lucerna. Os quartos são relativamente simples, mas a vista é garantida: de frente para Kapellbrücke. Não é recomendado para os que estão de carro, pois não há estacionamento no local.

Outra ótima recomendação de onde ficar em Lucerna é o Ho>Altstadt Hotel Krone Luzern. Ele oferece uma ótima estrutura, com apartamentos novinhos e um excelente café da manhã. É um hotel pequeno, com ambiente muito aconchegante.

Já o Ibis Budget Luzern City fica perto da estação de trem da cidade, também na região central. De lá é possível pegar um ônibus para os principais pontos turísticos da cidade, com direito a um bilhete grátis (fornecido pelo hotel). No melhor estilo Ibis, os quartos são pequenos, com camas confortáveis. O café da manhã é bem variado, o wi-fi funciona perfeitamente e a relação custo-benefício está aprovada.

Agora se você quiser um momento de puro luxo e ostentação, vá direto para o Hotel Villa Honegg, um dos mais disputados da região (leia-se: reservar com muita antecedência!). Na verdade ele não fica exatamente em Lucerna, mas a vista do Lago Lucerna que o hotel proporciona é apenas um dos seus atrativos irresistíveis. Qualquer foto da piscina desse hotel é sucesso absoluto no Instagram, e não é difícil entender o porquê.

O que fazer em Lucerna, Suíça: dicas e principais atrações

Para quem vai ter pouco tempo na cidade, a melhor dica de Lucerna é concentrar o passeio no centro antigo e nas redondezas do Vierwaldstätersee e do rio Reuss. As paisagens são lindas e há muitos lugares para visitar por ali.

Se você tiver apenas um dia de passeio, o ideal é fechar um tour pela cidade antiga: assim você poderá conhecer o essencial de Lucerna em cerca de 2 horas.

Independente do tempo que você estiver por lá, aqui vão algumas indicações dos principais pontos turísticos de Lucerna:

  1. Aldstadt (cidade antiga)
  2. Hauptbahnhof (estação de trem)
  3. Kapellbrücke (ponte da Capela)
  4. Spreuerbrücke (Ponte Spreuer)
  5. Jesuitenkirche (Igreja Jesuíta)
  6. Hofkirche (Igreja Hof)
  7. Muralha e Torres Musegg
  8. Afrescos e fachadas do centro antigo
  9. Antiga Prefeitura
  10. Antiga Farmácia
  11. KKL – Kultur-und Kongresszentrum Luzern (centro cultural)
  12. Löwendenkmal (Monumento do Leão de Lucerna)
  13. Château Gütsch
  14. Museu do Transporte Suíço
  15. Gletschergarten (museu)
  16. Passeio pelo lago

1. Altstadt (cidade antiga)

Durante sua viagem, você vai identificar o centro antigo de Lucerna como Altstadt e com certeza vai adorar conhecer cada pedacinho desse simpático canto do mundo. Os edifícios históricos e seus detalhes em madeira harmonizam perfeitamente com as ruas estreitas de pedras da cidade.

O que fazer em Lucerna - ruas da cidade
Estreitas ruas da Cidade Antiga

Todo o centro antigo pode – e deve – ser explorado a pé, já que diversas ruas são fechadas para carros. Na caminhada, você vai ver diversas lojas do comércio local, casarões com afrescos, monumentos, a antiga prefeitura da cidade e outros pontos de interesse de Lucerna, que vamos te apresentar a seguir:

2. Hauptbahnhof

Acostume-se com os nomes em alemão desde já para não se perder por ali. A Hauptbahnhof é a estação de trem de Lucerna, que recebe milhares de passageiros todos os anos.

O que fazer em Lucerna - estação central
Estação Central

Localizada no centro da cidade, a Hauptbahnhof está muito próxima a diversos pontos turísticos de Lucerna. Dali também é possível pegar ônibus para outras regiões e até mesmo transporte aquático para o Lago de Lucerna: é só atravessar a rua.

3. Kapellbrücke (Ponte da Capela e Torre Octogonal)

Construída em meados do século XIV, a Kapellbrücke, ou Ponte da Capela, mantém o status de ponte coberta mais antiga da Europa.

O que fazer em Lucerna - Ponte coberta
Ponte da Capela e Torre Octogonal, principal cartão postal de Lucerna

Durante a Idade Média, a ponte funcionou como porta de entrada na cidade e através dos séculos se transformou em um dos maiores atrativos turísticos da Suíça. Logo, será um item obrigatório na sua lista sobre o que fazer em Lucerna.

A ponte, que atravessa o rio Reuss, vai te levar em uma viagem no tempo, com sua estrutura de madeira e pinturas do século XVII exibidas em seu interior. Além disso, a ponte oferece vista privilegiada da bela torre octogonal que fazia parte da proteção da cidade durante a idade média e é hoje, junto com a ponte, seu maior cartão postal.

O que fazer em Lucerna - Restaurante
Charmoso restaurante de frente pra Kapellbrücke

Eu sinceramente perdi as contas de quantas vezes atravessei ou fotografei a ponte! Durante um mês que fiquei em Lucerna, quase todo dia era pretexto pra rodar por ali e descobrir um novo ângulo ou detalhe. Lindo mesmo!

4. Spreuerbrücke (Ponte Spreuer)

Existe uma segunda ponte de madeira em Lucerna e ela é conhecida como Spreuerbrücke. Também coberta, a ponte Spreuer abriga em seu interior uma pequena capela e algumas pinturas com o tema de “dança da morte”.

O que fazer em Lucerna - Ponte vista das torres
Segunda ponte vista das Torres

As obras de arte estão bem conservadas e são de autoria do pintor suíço Kaspar Meglinger, que trabalhou nestes quadros no século XVII, dois séculos depois que a ponte foi construída.

Eu já tinha visto essa ponte nas minhas outras visitas a Lucerna, mas só nessa última que resolvi atravessá-la também. Nem sabia o que estava perdendo, porque olhando de fora eu nem fazia idéia dessas obras no seu interior.

5. Jesuitenkirche (Igreja Jesuíta)

Do lado esquerdo do rio Reuss está a Jesuitenkirche, primeira igreja em estilo barroco construída na Suíça. Sua construção foi iniciada em 1666 para os jesuítas que chegavam em Lucerna fugindo da reforma religiosa no resto da Suíça. Enquanto a maioria do país aderiu ao protestantismo, Lucerna se manteve católica enquanto pôde.

O que fazer em Lucerna - Observando a Jesuitenkirche
O amanhecer observando a Jesuitenkirche

Essa igreja possui uma decoração impecável, com interior todo feito de mármore. Quando entrar, vale prestar atenção aos mínimos detalhes. O local também abriga concertos de órgão com frequência, é só dar uma olhadinha no site da igreja para ver sua programação.

6. Hofkirche (Igreja Hof)

Em alemão, Hofkirche, a Igreja Hof é considerada por muitos a igreja renascentista mais importante em solo suíço. Suas torres datam de 1525, mas o restante teve de ser reconstruído durante a Guerra dos Trinta Anos, no século XVII.

O que fazer em Lucerna -
A Igreja Hof

Esta é uma das igrejas mais visitadas em Lucerna, com uma construção impactante do lado de fora e muito rica em seu interior, cheia de obras de arte sacra e com um lindo órgão. Durante o verão, também é possível ver recitais na igreja.

7. Muralha e Torres Musegg

Construídas entre os anos de 1350 e 1408, as muralhas de Lucerna faziam parte importante no trabalho de fortificação da cidade durante a Idade Média. O centro antigo é quase todo contornado por essas muralhas, que chegam a ter um metro e meio de espessura e estão muito bem conservadas.

O que fazer em Lucerna - Primeira torre
Primeira torre

Entre os meses de abril e novembro algumas das torres são abertas para visitação entre as 8 da manhã e as 7 da noite. A subida pode ser um pouquinho cansativa, mas conhecer por dentro as torres e ter uma vista panorâmica da cidade ao final vai fazer valer a pena o esforço. Esse é mais um lugar indispensável na sua lista com o que fazer em Lucerna, prepare-se pra muitas fotos!

O que fazer em Lucerna - Patrulhando a cidade
Nós dois lá de cima patrulhando a cidade 🙂
O que fazer em Lucerna - Muralha
Muralha e uma de suas torres de observação

8. Andar pelo centro apreciando afrescos e fachadas dos prédios

O centro antigo de Lucerna é um museu a céu aberto que exibe belos afrescos nas fachadas de prédios. Em uma caminhada por ali, você vai poder ver pinturas das mais diversas, que colorem e enriquecem essa paisagem urbana.

O que fazer em Lucerna
Fachadas coloridas da cidade antiga
O que fazer em Lucerna - Fachadas
Uma das lindas fachadas da cidade

A melhor dica de Lucerna é passear pelo centro sem pressa pra observar seus detalhes. Sem dúvidas você vai passar um bom tempo por ali descobrindo essas pinturas. Depois me fala qual foi sua favorita!

9. Antiga Prefeitura

A antiga prefeitura de Lucerna foi construída no início do século XVII com toques de renascentismo italiano. Ao lado está a grandiosa torre do relógio, que pode ser vista de diversos pontos da cidade.

O que fazer em Lucerna - Prefeitura
Imagem aérea do prédio da Prefeitura e seu relógio

10. Antiga Farmácia

Também no centro antigo você poderá ver de perto como eram vendidos os medicamentos há alguns séculos. A antiga farmácia da cidade ainda funciona como farmácia atualmente, mas deixou algumas relíquias expostas em uma vitrine para deleite dos curiosos turistas que passam por ali.

11. KKL – Kultur-und Kongresszentrum Luzern

Quem quer dar um tempo no passeio pelos monumentos mais antigos da cidade não pode deixar de conhecer o enorme e moderníssimo centro cultural KKL, Kultur-und Kongresszentrum Luzern.

O que fazer em Lucerna - KKL
KKL. Foto: Shepard4711 / CC BY-SA 2.0

O KKL é a prova de que em Lucerna o tradicional e o moderno andam lado a lado. Inaugurado em 1998, este famoso centro cultural é palco de diversos concertos de músicas, teatro, conferências e é também casa do Kunstmuseum, o museu de arte de Lucerna.

Localizado bem em frente ao lago, o KKL exibe um espelho d’água em sua fachada durante o verão e uma pista de patinação no inverno. Ou seja, é bonito em qualquer estação!

12. Löwendenkmal (Monumento do Leão de Lucerna)

Um ponto turístico muito visitado em Lucerna é o Löwendenkmal, obra concebida pelo escultor dinamarquês Bertel Thorvaldsen em 1820. O Leão de Lucerna ferido e agonizante é uma homenagem aos soldados suíços mortos durante a Revolução Francesa, em 1792.

o que fazer em Lucerna - Leão
Monumento em homenagem aos soldados Suíços

Com dimensões grandiosas, o famoso Leão de Lucerna foi esculpido em pedra e o realismo de seus detalhes impressiona a qualquer um. O monumento está localizado em um bosque próximo à Löwenplatz, perto do centro antigo da cidade.

13. Château Gütsch

Se você quiser viver o seu próprio conto de fadas em Lucerna, uma ótima dica é se hospedar Château Gütsch, uma construção inspirada no famoso castelo de Neuschwanstein, na Alemanha.

Mas não se preocupe: para conhecer tudo isso não é preciso ser hóspede. Você pode apenas conhecer o local, apreciar a vista e talvez também o bar ou o restaurante do hotel.

O que fazer em Lucernna - Château Gutsch.
Château Gutsch. Foto: divulgação

Em estilo vitoriano, o hotel tem uma decoração impecável, com móveis e obras de arte de época. Mas o melhor de tudo é a vista: localizado em uma colina a pouco mais de um quilômetro do centro da cidade, o Château Gütsch tem vista privilegiada de Lucerna, seu lago e as montanhas ao seu redor.

Chegando na base da montanha, seja de táxi ou até mesmo a pé, você pode pegar um bondinho para acessar o hotel. Ou fazer como eu fiz: enfrentar uma escadaria e subir a pé mesmo. Aproveite para andar pela floresta ao redor do hotel, curtindo a beleza e a calmaria desse lugar. Garanto que é uma opção bem interessante sobre o que fazer em Lucerna.

14. Museu do Transporte Suíço

Lucerna está cheia de museus interessantes para se conhecer e um deles é o Museu do Transporte. A história do transporte e da mobilidade é contada através de um acervo enorme, com mais de 3 mil peças em exibição.

Com modelos e até mesmo peças reais de antigos trens, navios, aviões, carros e até de foguetes, a exibição é muito interessante. Além disso, o museu possui uma enorme sala de cinema 3D, um planetário e algumas exposições temporárias.

O que fazer em Lucerna - museu do transporte
Museu do Transporte. Foto: Andrew Bossi / CC BY-SA 2.5, via Wikimedia Commons

Aberto de diariamente das 10h às 17h, o museu estende seu horário em uma hora durante o verão. Você pode comprar os ingressos com antecedência.

15. Gletschergarten

Entre 1872 e 1875, pesquisadores escavaram o local onde hoje é o Gletschergarten e encontraram as relíquias que fazem parte do acervo deste fascinante museu da era do gelo.

O que fazer em Lucerna - Gletschergarten
Gletschergarten. Foto: Leiju / CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Os objetos de mais de 20 milhões de anos que foram encontrados ali indicam que antes de Lucerna ser coberta de gelo, aquela área era uma praia subtropical. As exibições do museu também abordam o tema do aquecimento global e das mudanças que nosso planeta está vivendo.

O museu funciona diariamente, das 9h às 18h durante o verão e das 10h às 17h no inverno. A entrada é paga.

16. Passeio pelo lago

Outra ótima dica sobre o que fazer em Lucerna é se aventurar em um passeio pelo lago. Ta bem, não é uma grande aventura… mas é uma delícia! Há diversos barcos que cruzam para todos os lados do Lago Lucerna, por isso as possibilidades são muitas.

O que fazer em Lucerna - Passeio de barco
Passeio de barco no lago Lucerna

O passeio costuma durar em torno de uma hora, e você também pode reservar seu boat tour com antecedência.

Na volta para Lucerna, você pode parar em Weggis, o simpático vilarejo que funciona como porta de entrada para o Monte Rigi, que mostrarei a seguir.

17. Passeios bate-volta para os Alpes Suíços

Você está aqui procurando o que fazer em Lucerna e tá sentindo falta das montanhas? Calma que eu não vou deixar de fora os passeios para os Alpes Suíços!

Você pode conhecer algumas das montanhas que compõem essa paisagem maravilhosa de Lucerna em um tour de um dia, super simples. Confira algumas opções:

Monte Pilatus

Pertinho de Lucerna você pode conhecer o Monte Pilatus, a 2.132 metros de altitude. Para chegar lá, tem algumas opções. A primeira é tomar um barco até Alpnachstad, a 20 minutos de Lucerna. De lá existe um trenzinho (trem de cremalheira) que sobe no Monte Pilatus através da trilha de trem mais íngreme do mundo.

Outra forma de chegar à montanha é indo de ônibus para Kriens. É só pegar a linha 1 na estação que fica em frente à Estação Central (Hauptbahnhof). Chegando no centro de Kriens você deve procurar a estação de bondinho, que fica na base da montanha.

O que fazer em Lucerna - Bondinho
Teleférico ao topo do Monte Pilatus

Como há duas opções, você pode escolher um caminho para a subida e outro para a descida, o que indico bastante.

Há também quem faça algum desses trajetos a pé, alô aventureiros de plantão! De Kriens até o topo são cerca de 5 horas, mas há estações intermediárias onde você pode pegar o bondinho quando cansar.

Para facilitar a vida, o ideal é fechar um pacote para o Monte Pilatus que inclui o trem de cremalheira e o teleférico. Você pode decidir qual deles usar na ida e na volta.

Se você comprou o Swisspass pode pegar o barco para Alpnachstad ou o ônibus para Kriens de graça.

Aprveite e confira o post que escrevemos com dicas e informações detalhadas sobre o Monte Pilatus.

Monte Rigi

Apesar de ser a montanha mais baixa entre as opções listadas aqui (1.798 metros), o passeio para o Monte Rigi é muito divertido e as paisagens são lindas. Além disso, existem diversas atividades extras para fazer chegando ao topo da montanha.

Para chegar lá, você pode fechar um tour para o Monta Rigi que já inclua o passeio de barco, o teleférico e o tem de cremalheira.

Caso você tenha adquirido o Swisspass, é só pegar um barco para Vitznau ou Weggis e de lá tomar o teleférico para o topo da montanha.

O que fazer em Lucerna - Monte Rigi
Vista do Monte Rigi

Monte Titlis

Para fechar com chave de ouro, que tal subir na montanha mais alta da região? O Monte Titlis fica a 3.238 metros e ali é possível encontrar neve o ano inteiro.

Muita gente visita a montanha durante o inverno para curtir um dos melhores resorts de esqui da Suíça, mas no verão também há muito a fazer. Só a subida no Titlis Rotair já vale a pena: um teleférico que gira 360 graus até chegar no pico da montanha.

A vista panorâmica é sem igual e, chegando no alto da montanha, diversas atividades estarão à sua espera, como a Caverna de Gelo e a ponte suspensa.

O que fazer em Lucerna - Monte Titlis
Subida ao Monte Titlis

Para chegar lá, você pode fechar um tour para o Monte Titlis, já com transporte saindo de Lucerna e diversas atrações incluídas.

Para ir por conta própria, pegue um trem na Hauptbahnhof e desça na cidade de Engelberg. Dali, pegue o teleférico até a primeira parada, Trübsee. De lá você vai ter que pegar um bondinho antes o Titlis Rotair.

Lucerna, Suíça: como chegar e circular na cidade

Como chegar em Lucerna

Uma das formas mais fáceis de chegar em Lucerna é por trem, já que por sua estação central passam trens vindos de quase todas as partes da Suíça e de outros países também. Outra maneira, dependendo do seu destino anterior, é chegar por barco.

Na dúvida de qual a melhor forma de se chegar em Lucerna? Nós sempre pesquisamos e fazemos reserva pelo Goeuro, vale conferir pois é um dos melhores sites de transporte pra Europa.

O que fazer em Lucerna - Tem
Viajar de trem pela Europa é quase sempre a melhor opção

A distância entre Lucerna e Zurique é de menos de 1 hora de trem, quase o mesmo tempo que se leva entre Lucerna e a capital Berna. Se você chega na cidade de carro, é bom saber que há diversas ruas acessíveis apenas para pedestres, principalmente no centro.

Como circular

O transporte público em Lucerna é muito bem estruturado, com ônibus locais e barcos para as cidades próximas. Por ser uma cidade pequena, é muito fácil se locomover a pé, principalmente se você se hospedar na zona central. Já falei que não tem nada melhor que caminhar pelas ruas de Lucerna, né?

O que fazer em Lucerna - Caminhar
Caminhando pelas muralhas da cidade

Mas se você quiser explorar os arredores de Lucerna, uma boa pedida é alugar um carro. Foi o que fizemos para conhecer Interlaken, Berna e Zurique. Usamos Lucerna como base e saímos em day trips para esses lugares. Recomendo pesquisar preços pelo site Rentcars, que faz uma comparação entre as melhores locadoras e te dá a melhor oferta.

Swisspass

Uma dica para quem pretende passar alguns dias desbravando a Suíça é fazer o uso do Swisspass. Este serviço é uma forma de bilhete único que serve para trens de viagem, ônibus, tram, barcos e até mesmo alguns passeios pelos Alpes e é válido em todo o país.

Além de ser uma mão na roda para se transportar, o Swisspass também tem a vantagem de dar descontos ou até mesmo a gratuidade em alguns passeios e em mais de 400 museus ao redor da Suíça.

Você deve comprar o Swisspass com antecedência e escolher o passe com duração de 3, 4, 8 ou 15 dias. É só fazer as contas e ver se fica vantajoso pra você. Para saber mais, confira o post explicadinho da Apure Guria sobre o Swiss Travel Pass.

Quando ir: temperatura em Lucerna

Lucerna é uma cidade que pode agradar tanto no inverno, quanto no verão, tudo vai depender do tipo de atividade que você prefere fazer.

Durante o verão, a cidade recebe muitos turistas em busca das melhores paisagens das montanhas e isso pode encarecer um pouco a visita, já que a alta temporada é justamente entre os meses mais quentes do ano, julho e agosto.

Quente pode soar exagero para nós brasileiros, já que a média de temperatura entre junho e agosto fica entre 12°C a 24°C, sempre com possibilidade de uma esfriada ao cair do sol. A temperatura amena é ótima para fazer caminhadas, tours de bicicleta e cruzeiros pelo lago ou rio. Eu até dei um mergulho no rio! A água tava muuuuito gelada, mas foi uma delícia!

Já Lucerna no inverno muda completamente de cara: espere ver muita neve enfeitando os pontos turísticos mas, por outro lado, haverá pouca visibilidade dos alpes.

O que fazer em Lucerna - tempo
Média da quantidade de neve e dias que neva em Lucerna

Os entusiastas do ski não podem perder Lucerna no inverno, já que as montanhas ao redor da cidade ganham vida com os aficionados pelos esportes na neve.

O começo do outono tende a ser de baixa temporada, principalmente em outubro. O friozinho é amigável, entre 6°C e 14°C, e perfeito para você aproveitar tanto o ar livre, quanto um jantar intimista com vinho, queijos e de quebra um chocolate suíço.

O que fazer em Lucerna - Esquiar
Esquiador no Monte Titlis

Quanto tempo ficar

Por ser uma cidade pequena, é possível conhecer o básico de Lucerna em um dia de andanças, passando pelo centro antigo e os principais atrativos turísticos. Há quem passe só o dia por ali, mas o ideal é dormir pelo menos uma ou duas noites em Lucerna para poder curtir as belas imagens noturnas e os bons restaurantes locais.

Por conta de sua localização central, Lucerna também pode ser escolhida como base para alguns day trips para os alpes suíços. Algumas ótimas pedidas de destinos são Interlaken, Grindelwald, Kandersteg e Lauterbrunnen.

Se você se deu conta que há muito o que fazer em Lucerna, fique por pelo menos quatro noites: assim você aproveita os pontos turísticos de Lucerna, visita as montanhas ao redor da cidade, faz o passeio de barco pelo lago e conhece alguma das cidades próximas.

Sobre isso sou suspeita pra falar… afinal já fui 3 vezes pra Lucerna, já passei um mês direto na cidade e ainda achei que foi pouco! 🙂

Lembre-se: seguro viagem é obrigatório para Suíça

O seguro viagem é obrigatório para entrar em alguns países da Europa, sendo a Suíça um deles. Devido ao Tratado de Schengen, todos os países signatários exigem que os viajantes comprovem possuir seguro viagens, com cobertura mínima de € 30.000, para garantir despesas por doença ou acidente durante a viagem.

Por isso, recomendamos fazer uma pesquisa pela Segurospromo, que funciona como um bom comparador de preços, e escolher o seguro que melhor se adequa ao seu estilo de viagem. E usando o nosso código EMALGUMLUGAR5 você ainda ganha 5% de desconto.

Seguros Promo

Tem mais dicas sobre o que fazer em Lucerna? Conta pra gente!

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Baixe agora nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Categorias:

Suíça: explore

29 comentários em “LUCERNA NA SUÍÇA: PRINCIPAIS ATRAÇÕES E DICAS DE VIAGEM”

  1. Que post completo, adorei as dicas! Ano que vem queremos ir para a França e espero muito visitar a Suíça também, que cidade linda Lucerna, me apaixonei! Abraços!

  2. Ruthia disse:

    Faz agora um ano que estive na Suíça e Lucerna foi dos mais lugares mais encantadores que visitei no país do chocolate. Aliás, até hoje o meu filho fala da chocolataria que visitamos aí e que tinha uma parede a escorrer chocolate. Não conseguimos subir a uma das montanhas por causa do mau tempo, então já temos motivo de sobra para voltar.

  3. Que lugar maravilhoso! Não conhecia. Obrigada por me apresentar! Suas fotos tão lindas. babei super aqui rs. Vou guardar esse post pra ler depois esse guia de Lucerna.

  4. Quanta coisa pra fazer! Logo entendi porque você já voltou a esse lugar tão lindo. É ótimo visitar um destino que preserva tão bem a sua história. O roteiro está completíssimo pra gente se organizar. Mas de cara eu queria fazer o passeio de barco no lago Lucerna, deve muito gostoso.

  5. Bruna disse:

    Menina, fiquei apaixonada! Cada foto maravilhosa! Agora preciso conhecer. E conhecer todas as lojas de chocolate. Não tem como ficar melhor!!!

  6. Adorei o post!! Tenho sonhado com a Suíça ultimamente. Qual dos 3 montes você sugere visitar? Tem a vista mais interessante? Pelo que percebi cada um dele é um dia de passeio, correto?

  7. As fotos são lindíssimas, mas os nomes dos lugares são impossíveis! hahaha não sei como vou fazer quando visitar!

  8. Analuiza disse:

    Que linda! Mais uma cidade maravilhosa da Suíça. Estive perto, já que passei alguns dias em Berna e outros tantos em Zurique, mas Lucerna terminou por ficar de fora porque como não tenho talento para visitar muitas cidades em 15 dias, tive que fazer duríssimas escolhas. Percebo ao ler textos assim, que ainda tenho muito para conhecer por lá! Fiz uma viagem linda lendo este post! bj

  9. Diego Arena disse:

    Caraca que cidade incrívellllll. Acho que gostaria de ficar um mês neste lugar.
    Sempre via as fotos do Monumento em homenagem aos soldados Suíços e não sabia que era ai. Lindo .
    Obrigado por compartilhar esse post

  10. Giulia disse:

    Cada foto uma mais linda que a outra. Eu cheguei a planejar de conhecer Lucerna mas acabei ficando mais na Bélgica. Depois dessas fotos preciso ir urgente. Amei o post.

  11. Uaaaaaaaaaaaaal, pra vocês terem ido TRÊS vezes para lá eu realmente acredito que deve ser incrível. Vamos colocar no nosso roteiro que tem, como próximos passos, esse país maravilhoso <3 Obrigada pelas dicas!

  12. rui batista disse:

    Estou neste momento na Suíça, mas, infelizmente, não vou ter a oportunidade de ir visitar. É dos poucos destinos no país que ainda me falta conhecer. E, a avaliar pelo texto e fotos, acredito que deve ser o quanto antes! Bela partilha.

  13. Totalmente compreensível você ter visitado Lucerna 3 vezes, a cidade e maravilhosa, a combinação de montanha, bela arquitetura e paisagens incríveis é impressionante, além disso têm tantas atrações para conhecer que o difícil é ter de deixar alguma de fora, como sempre as fotos estão lindas.

  14. Passei somente uma noite em Lucerna e me arrependi de não ter ficado mais. Que cidade linda!!! Não conseguimos ver metade das coisas que você mencionou no post, mas amamos subir o Monte Pilatus e ver tudo coberto de neve (fomos no auge do inverno) 🙂 Definitivamente um lugar que preciso voltar!

  15. Cris disse:

    Acho que depois da minha primeira visita, o bichinho do retorno vai me picar também. Que cidade mais charmosa! Tanto a se conhecer, ver e fazer! Esse guia me deixou super animada! Amei! E as fotos são um show à parte!

  16. Janete disse:

    Na Suiça só conheço Basileia mas fiquei com vontade de regressar e conhecer o resto do país! Lendo o seu post ajudou a por Lucerna no roteiro. Com certeza vou usar as suas dicas!

  17. Post super completo!
    Para favoritar!
    😉
    Estive em Lucerna apenas uma vez e meio que na correria…. A viagem não foi nada programada e, como não haviam blogs de viagem na época, apenas circulei pelos pontos turìsticos indicados pelo pessoa do hostel.
    Curioso que hoje estou mais acostumada com o alemão, mas me lembro até hoje. Estava em um canto pròximo do hostel aguardando o ônibus e aguardando algo com palavras pròximas do inglês… Percebi que todos os ônibus desciam com um nome gigantesco (Hauptbahnhof) e resolvi arriscas! Quando vi que aquele nome significava estação de trem, dei muita risada!

  18. Katarina disse:

    Que lugar mais lindooo! Esses dias eu estava vendo promoções de passagem e estava bem barato de onde estou morando (Polônia) pra Suíça, foi uma tentação! Hahaha. Os montes sem dúvida foram o que mais me chamaram atenção. <3 Obrigada pelas dicas!

  19. Viviane Carneiro disse:

    Ah… Lucerna! Que lugar mais lindo! Adorei ler esse relato e matar um pouco da saudade de Lucerna. Quero muito voltar.

  20. Adorei ver vocês nas fotos, deu pra matar UM POUCO das saudades 🙂 Dicas super úteis que vão ser usadas em breve !! Beijos

  21. Luli disse:

    Que lugar liiiiiindo, parece de conto de fadas!
    Adorei o post, não tinha ideai que tinha tanto para ver e fazer por lá!

  22. Anna Luiza disse:

    Vou pra lá em agosto e este post me deixou ainda mais ansiosa. As fotos estão incríveis e o texto, super, hiper, mega completo. Adoro!

  23. Gisele Rocha disse:

    Uau!!!! Esse foi o guia mais completo que já vi sobre Lucerna. Vai ser o meu guia Lonely Planet da próxima viagem pra Suíça.
    Sobre a a Kapellbrücke, ela me lembra os desenhos que eu fazia de castelos quando criança, sempre com um rio em volta da construção e uma ponte que só era aberta aos convidados do rei. Hehehe

  24. Que lindo post!! Ando sonhando com a Suiça. Quantas pontes e uma mais incrível que a outra! Dá para fazer um roteiro só de pontes de Lucerna. Achei a ponte da Torre sensacional, em especial na foto aérea. Tudo o que precisamos saber para conhecer a cidade está aqui. Excelente.

  25. Aninha Lima disse:

    Gente! Que escândalo de cidade que eu não fazia nem ideia! A ponte eh realmente maravilhosa!!!
    Fiquei em dúvida de qual mês eu iria não sou uma grande fã de esqui e acho que qualquer paisagem linda fica ainda mais incrível sob o sol!

  26. Katarina disse:

    Que lugar mais lindo! Quero demais conhecer a Suíça. Esses dias a passagem estava super barata aqui da Polônia, mas como é um país muito caro, tive que segurar um pouco mais, haha. Espero poder em breve! 😀

  27. Estive apenas um dia em Lucerna. Do que mais me lembro é a ponte com as flores, que adorei e o leão que surge aqui no post também. Gostava de lá ir outra vez.

  28. woow q post completo e fotos lindas com sol! quando fui tava nublado, so peguei sol no dia que tava indo embora aeuahe gostei muito de ir no pilatus, valeu totalmente a pena, um passeio incrivel de barco, trem, teleferico e bus’ao aheuaaueah

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!