O que fazer em Ouro Preto MG: 9 principais atrações + dicas | Em Algum Lugar do Mundo

O QUE FAZER EM OURO PRETO: NOSSAS MELHORES DICAS

Igrejas, ladeiras e arquitetura em estilo colonial : confira tudo que te espera em Ouro Preto

  • Adriana
  • -
  • 11 de setembro de 2019
  • 12 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Não sei por que levei tanto tempo para visitar Minas Gerais. Cada lugar que conheci foi maravilhoso, e com a histórica (e linda!) Ouro Preto não seria diferente. Estivemos por lá, subimos muita ladeira e descobrimos tudo o que fazer em Ouro Preto, o lugar que foi palco de um dos momentos mais marcantes da nossa história.

Depois de curtirmos as paisagens lindas de Ibitipoca e de Capitólio, fomos até Ouro Preto para ter uma verdadeira aula de história ao ar livre.

A beleza arquitetônica de Ouro Preto é incrível por si só. Passear por aqui parece uma viagem no tempo, principalmente se considerarmos que seu centro histórico foi cenário de grandes revoluções. Pode acreditar que você vai se encantar por cada cantinho da cidade de Ouro Preto, assim como nós. Confira nossas dicas!

Onde fica Ouro Preto

Ouro Preto está localizado a 100km de Belo Horizonte e faz parte do circuito turístico da Estrada Real, no estado de Minas Gerais.

Como chegar em ouro Preto e como circular por lá

Como chegar em Ouro Preto MG:

Para chegar a Ouro Preto vindo de qualquer parte do Brasil, o ideal é descer no Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, e de lá seguir de carro ou ônibus para a cidade, já que são apenas 100 km de distância em uma estrada super tranquila.

Prefere dirigir? Se não for no seu próprio veículo, dá pra alugar um carro (recomendamos a Rentcars, melhor preço) e retirá-lo no aeroporto ou já em Ouro Preto mesmo. Viajando dessa forma, você terá mais liberdade para conhecer as cidades próximas, como Mariana (que está a 14 km de distância) e Lavras Novas (a 19 km).

Se optar por viajar de ônibus, a empresa Viação Pássaro Verde é que faz o trajeto Belo Horizonte – Ouro Preto. A viagem leva em torno de 2 horas o trecho. Há opções de transporte em diversos horários ao longo do dia.

Como circular:

A maioria dos visitantes (incluindo a gente) prefere caminhar pelo centro histórico, visitando os principais pontos turísticos de Ouro Preto. Com certeza, é a melhor forma de observar cada detalhe da arquitetura colonial da região. Somente esteja preparado para subir e descer muita ladeira!

Para acessar lugares mais distantes de Ouro Preto, é fundamental usar um carro. Aliás, é vale muito conhecer Ouro Preto e aproveitar para dar um pulo na cidade de Mariana ou Lavras Novas. Para não ficar dependendo de transporte público, sugerimos o carro mesmo.

Onde se hospedar: hotéis e pousadas em Ouro Preto

Por ser uma região turística e sempre receber visitantes, Ouro Preto oferece muitas opções de hospedagens. Para quem prefere ficar próximo aos pontos turísticos, o lugar ideal para ficar é mesmo ali pelo centro histórico.

Como a região é repleta de ladeiras, é importante verificar se o hotel escolhido fica no topo de uma delas, pois será bastante cansativo subir e descer todos os dias. Outro detalhe a ser observado é a estrutura física do estabelecimento, uma vez que os imóveis da cidade são muito antigos e carentes de reforma.

Escrevemos um post com as melhores sugestões de hotéis e pousadas em Ouro Preto, para todos os gostos e bolsos.

Alguns que recomendamos são:

O mais econômico Pousada Ouro Preto;

O descontraído Trilhas de Minas Hostel;

E a aconchegante Pousada dos Meninos.

Airbnb em Ouro Preto

Vimos que em Ouro Preto há diversas opções bacanas de aluguel de casas e quartos pelo Airbnb, com ótima localização e preços atraentes. Nós também nos hospedamos pelo Airbnb em Ouro Preto nossa experiência foi ótima! Se você ainda não se cadastrou no Airbnb, aproveite e cadastre-se agora – e ganhe R$180 de desconto na sua primeira reserva!

O que fazer em ouro Preto: 9 atrações imperdíveis + dicas

Antes de falar propriamente sobre o que fazer em Ouro Preto e mostrar suas atrações, vale passar um resumão do que você vai encontrar por lá: uma arquitetura maravilhosa no estilo colonial, que desenha as ruas do centro histórico em um sobe e desce de ladeiras.

Ouro Preto
Pausa para ver as fotos enquanto descansamos nas ladeiras de Ouro Preto

Pode ter certeza que você vai se impressionar com as construções e fachadas das casas, todas coloridas e bem preservadas. Força nas pernas para o sobe-desce e câmera nas mãos para fazer as mais belas fotos de Ouro Preto.

E lembrando, faça tudo a pé se possível. Ao caminhar pelas ruas dá até pra se sentir um pouco no século XVIII, quando a região foi uma das mais importantes do país.

E não cometa o erro de pensar que Ouro Preto se resume a igrejas. A cidade está cheia de lugares especiais, riquíssimos em história e informação. Além disso, há parques lindos e ótimas opções de passeios de um dia para cidades vizinhas.

Fizemos uma lista com os principais pontos turísticos de Ouro Preto, incluindo os tours bate-volta da cidade. Confira os 9 melhores passeios para se fazer em sua viagem para Ouro Preto:

  1. Praça Tiradentes
  2. Igrejas: Nossa Senhora do Pilar, Nossa Senhora do Carmo, São Francisco de Assis, São Francisco de Paula, Nossa Senhora da Conceição
  3. Museu da Inconfidência Mineira
  4. Museu Casa dos Contos
  5. Minas de Ouro: Minas do Palácio Velho, Mina Jeje e Chico Rei
  6. Mirante do Morro São Sebastião
  7. Feira de Artesanato
  8. Aventura e natureza: Parque das Andorinhas e Parque do Itacolomi
  9. Passeios bate-volta: Mariana, Congonhas e Lavras Novas

1. Praça Tiradentes

A Praça Tiradentes é o melhor ponto de localização para qualquer visitante em Ouro Preto. O lugar já foi palco de um dos momentos mais marcantes da Inconfidência Mineira: a exposição da cabeça de Tiradentes, o grande mártir da Independência.

Ouro Preto
Monumento a Tiradentes

Hoje em dia a Praça Tiradentes é um dos lugares mais movimentados da cidade. Ao redor da praça você encontrará as principais atrações da cidade, como o Museu da Inconfidência Mineira, o Museu de Ciência e Tecnologia e monumentos como a estátua de Tiradentes. Os belos casarões de arquitetura colonial deixam a Praça ainda mais bonita.

2. Igrejas, igrejas e mais igrejas!

Igreja de Nossa Senhora do Pilar

A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar é uma grande representante do estilo barroco brasileiro. Seus altares são todos trabalhados em ouro e prata e é considerada a segunda igreja mais rica em ouro no Brasil, uma vez que foram gastos mais de 400 kg de ouro nessa obra.

Ouro Preto
Fachada da Igreja Nossa Senhora do Pilar

Em seu subsolo você encontrará o Museu de Arte Sacra do Pilar. O horário de funcionamento é de 9h às 10h45 e de 12h às 16h45, de terça a domingo. Há taxa de visitação.

Igreja de Nossa Senhora do Carmo

A Igreja de Nossa Senhora do Carmo pode ser considerada um dos mais importantes templos da arte colonial mineira. Ela foi decorada pelo pai de Aleijadinho, que sofria influência do estilo barroco-rococó. Porém, as portas, o lavabo, os púlpitos e alguns de seus altares são obras do próprio Aleijadinho.

Todas as paredes inferiores da principal capela são decoradas com azulejos portugueses, o que dá um ar de elegância ao lugar. Ela fica ao lado da Praça Tiradentes e, ao lado da igreja, tem um cemitério de catacumbas que foi construído entre os anos 1824 e 1868. O horário de visita é de 8h30 às 11h45 e de 13h30 às 17h, de terça a domingo. Cobra-se uma taxa.

Ouro Preto
Igreja São Francisco de Assim vista de cima

Igreja de São Francisco de Assis

Construída em estilo barroco-rococó, a Igreja de São Francisco de Assis é uma das mais conhecidas do Brasil. Sua fachada foi projetada por Aleijadinho e seu interior (o teto) foi pintado pelo Mestre Ataíde, o famoso pintor brasileiro da era colonial.

Ouro Preto
abv

Mesmo com uma decoração mais leve, simples e suave (se comparada a outras igrejas da região), essa igreja foi classificada como uma das setes maravilhas de origem portuguesa no mundo. Ou seja, a Igreja de São Francisco de Assis precisa estar no topo da sua lista com o que fazer em Ouro Preto.

Aproveite também para visitar o Museu do Aleijadinho, que funciona bem nos fundos da igreja. Ela está aberta de 8h30 às 12h e de 13h30 às 17h e é preciso pagar uma taxa de visitação.

Igreja de São Francisco de Paula

Essa foi a última igreja construída no período colonial, entre os anos de 1804 e 1898. A Igreja de São Francisco de Paula é a mais alta de Ouro Preto, localizada no alto de um morro. Por causa disso, é possível avistá-la de diversos pontos da cidade. Foi a primeira igreja que visitamos quando chegamos na cidade.

Ouro Preto
Igreja São Francisco de Assis

Seu interior é simples se comparado a outras igrejas de Ouro Preto, mas sua fachada é bem bonita. Sua construção foi um projeto de Francisco Machado da Cruz. Com entrada gratuita, está aberta das 9h30 às 13h, de terça a domingo.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Belíssimo exemplar do período Barroco, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição foi projetada por Manoel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho. O túmulo dele e de seu filho se encontram na igreja.

Ouro Preto
Igreja

Uma pena não termos conseguido visita-la, pois ela está fechada para reformas. Mas seu exterior já vale a visita! É aqui o lugar original do Museu do Aleijadinho que, por conta do fechamento, foi transferido para a Igreja de São Francisco de Assis.

3. Museu da Inconfidência Mineira

Para homenagear a Inconfidência Mineira e todos aqueles que foram seus protagonistas, foi criado o Museu da Inconfidência Mineira, que abriga objetos e documentos da época, obras de arte que foram importantes para a formação do estado de Minas Gerais e os restos mortais dos inconfidentes, incluindo de Tiradentes.

Ouro Preto
Museu da Inconfidência

O museu está localizado bem no centro histórico de Ouro Preto, ali na Praça Tiradentes. Portanto, não tem erro para chegar até lá. O horário para visitação é de 12h às 18h de terça a domingo e o valor do ingresso é de R$10,00. Fotos lá dentro só com celular, câmeras não são permitidas.

4. Museu Casa dos Contos

O Museu Casa dos Contos foi construído entre 1782 e 1784 e, desde então, já serviu como esconderijo para os membros da Inconfidência Mineira, já foi Casa de Fundição, Casa da Moeda, Secretaria da Fazenda, Prefeitura… até se tornar um Museu atualmente.

Ouro Preto
Foto: Luis Rizo, de Wikimedia Commons

O lugar guarda um belo acervo de documentos e objetos da era colonial e uma grande coleção de moedas e cédulas que fizeram parte da história econômica do Brasil. O horário de visitação é de 10h às 17h de terça a sábado, e até às 15h aos domingos. Entrada gratuita.

5. Minas de Ouro

Para entender melhor a história do que se passou nesse lugar, visitar uma antiga mina de ouro tem que estar no topo da sua lista com o que fazer em Ouro Preto. Chega a ser assustador ver a quantidade de ouro que foi extraída de Ouro Preto em tão pouco tempo. Pior que isso é saber das condições deploráveis em que os escravos trabalhavam. Conhecimento mais que necessário!

Nós visitamos as Minas do Palácio Velho, que foi aberta ao público somente em 2016. Esse local foi um dos primeiros e mais produtivos núcleos de mineração de Minas Gerais no século XVIII. A sensação é de que lá tudo permaneceu intacto!

Na visita aprendemos muita coisa: as técnicas e materiais que os escravos usavam para a extração, a procedência dos escravos que trabalhavam no local, qual o valor de mercado dos escravos na época… uma aula de história imperdível. Essa mina fica pertinho da Igreja de Nossa Senhora da Conceição. Procure pelo guia Gustavo, seja no local ou por tel (31)98666-0240, ele sabe tudo do lugar!

Outras minas bastante visitadas são a Mina Jeje e a Mina Chico Rei. Para a Mina Jeje você pode comprar o ingresso na hora ou antecipado com a Pamela pelo tel (31) 98510-8617. Para a Mina Chico Rei, basta ir até o local.

6. Mirante do Morro São Sebastião

Se quiser ver Ouro Preto do alto, indicamos para você ir até o Mirante do Morro São Sebastião. A vista lá de cima é deslumbrante e dá para ver quase a cidade inteira! Se o tempo estiver bom, uma boa pedida é deixar pra assistir o pôr do sol por lá. E se for a pé, prepare-se para ladeira, é íngrime de verdade!

Ouro Preto MG - mirante São Sebastião
Mirante do Morro São Sebastião

7. Feira de Artesanato

Mais conhecida como a “A Feirinha de Pedra Sabão”, já que a maioria dos produtos vendidos por lá são feitos desse tipo de pedra que era uma das principais matérias-primas usadas por Aleijadinho em suas obras.

São mais de 50 bancas que vendem desde joias até artesanatos e esculturas que representam a cultura de Ouro Preto. Se você quiser levar uma lembrança da cidade, este é o melhor lugar para comprar.

8. Parques: aventura e natureza em Ouro Preto

E não se engane achando que Ouro Preto é apenas uma cidade histórica. Aqui os amantes de natureza estão muito bem servidos com passeios que envolvem caminhadas, trilhas e lindas paisagens.

O Parque das Andorinhas é o destino perfeito para quem quer se refrescar em piscinas naturais e cachoeiras, e de quebra curtir um belo visual no mirante. São várias trilhas pra escolher (do nível fácil ao mais puxado), tudo bem sinalizado. Basta passar no centro de informações e planejar seu dia de caminhada.

Vale também uma visita ao Parque do Itacolomi, que oferece diferentes passeios a apenas 5km de Ouro Preto. Você pode escolher algo mais tranquilo, como visitar o Museu do Chá e a Casa Bandeirista, incluindo um mergulho na lagoa. Ou pode encarar o trekking de 14km que leva até a base do Pico do Itacolomi.

9. Passeios bate-volta de Ouro Preto

Passeio de trem até Mariana

Como a cidade de Mariana está a 15 km de Ouro Preto, vale a pena dar um pulo até lá. E a melhor forma de fazer esse passeio é a bordo do famoso trem que liga as duas cidades.

A ferrovia tem 18km de extensão e foi construída em 1883. Hoje em dia é administrada pela Vale do Rio Doce, que revitalizou a ferrovia e manteve os vagões dos trens com suas características originais.

Você pode escolher viajar no vagão comum ou no panorâmico, que oferece uma vista mais ampla devido às janelas estendidas. Os preços variam de acordo com o vagão e com o trajeto (só ida ou idida x volta). Preços atualizados aqui. Você também pode conferir um relato desse passeio no blog Próxima Trip.

O que fazer em Mariana

Chegando a Mariana, não deixe de visitar as Igrejas Gêmeas que estão localizadas na Praça de Minas Gerais. A história da construção das igrejas é muito interessante, visto que elas foram o motivo de disputa entre duas famílias ricas que queriam mostrar quem tinha mais poder na cidade.

o que fazer em Ouro Preto_igrejas gemeas de Mariana
Igrejas gêmeas de Mariana. Foto: Sérgio Mourão /CC BY-SA 4.0

Uma delas é chamada de Igreja de São Francisco de Assis que foi toda projetada por Aleijadinho. A outra é a Igreja de Nossa Senhora do Carmo que possui uma requintada capela e foi construída no estilo barroco. Todas as duas funcionam no horário de 9h às 17h.

Quer passar mais tempo aqui? O blog D&D Mundo Afora tem um post com roteiro para 1 dia em Mariana.

Visita a Congonhas

Se você quer conhecer mais a fundo alguns trabalhos de Aleijadinho, precisa visitar a cidade de Congonhas a 56 km de Ouro Preto. É lá que se encontram as maiores obras dele, sendo o Santuário Bom Jesus de Matosinhos, um projeto de importância histórica nacional e mundial, reconhecida como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Os Doze Profetas de Aleijadinho estão no interior da igreja e segundo informações de estudiosos, essa obra foi feita para representar alguns dos principais personagens da Inconfidência Mineira. O horário de funcionamento da Igreja é de 07h às 18h e a visitação é gratuita.

Visita a Lavras Novas

A 15 km de Ouro Preto você vai encontrar o município de Lavras Novas, conhecido por suas riquezas naturais. A região é propícia para a prática do ecoturismo, uma vez que ela é repleta de cachoeiras, montanhas e serras que facilitam a prática de esportes como rapel, tirolesa, caiaque, escalada e trekking. Para quem gosta de aventura, vale a pena dá um pulo lá.

Repúblicas estudantis, feriados e carnaval em Ouro Preto

O Carnaval de Ouro Preto é um dos mais conhecidos do Brasil e reúne turistas do mundo todo que vão curtir as animadas festas da cidade e aproveitam para conhecer mais da história do lugar.

Ouro Preto
Ladeiras, casas coloniais e repúblicas

Por ser uma cidade universitária, Ouro Preto é cheia de repúblicas estudantis. É um contraste bem interessante ver uma galera mais jovem morando em uma cidade com cara de velha. São as repúblicas que se dividem em blocos de carnavais, organizam a festa e se apresentam na Praça da UFOP, fazendo o carnaval em Ouro Preto ser bem animado.

ouro preto
Mais ladeiras, casas coloniais e repúblicas

Por outro lado, como Ouro Preto é uma cidade bastante religiosa, na semana santa acontecem várias programações, como encenações e procissões. Nas principais ruas são colocados tapetes personalizados com flores para demarcar o roteiro de igrejas que devem ser visitadas durante esse período.

Se você for visitar Ouro Preto em algum feriado, é recomendado fechar sua hospedagem com antecedência.

Quando ir para Ouro Preto

Como é uma cidade totalmente turística, Ouro Preto tem estrutura para ser visitada em qualquer época do ano. O mês de julho é quando acontece o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, deixando a região bastante movimentada. Mas é entre abril a setembro o período com o melhor clima para caminhar pelas famosas ladeiras de Ouro Preto.

Se você não se importar com as chuvas, pode deixar pra conhecer a cidade entre novembro e fevereiro, que é bem tranquilo. Porém, como o carnaval de Ouro Preto deixa a cidade cheia, esse é um dos períodos mais difíceis para aproveitar o lugar. A não ser que a sua intenção seja realmente pular o carnaval, é bom evitar.

Quantos dias ficar

Considere, pelo menos, de dois a três dias cheios para conhecer os principais pontos turísticos de Ouro Preto e aproveitar tudo o que a cidade tem para oferecer. Se quiser curtir os passeios em Ouro Preto que envolvem natureza/ aventura, é bom reservar um dia extra. E se quiser esticar para alguma cidade vizinha, acrescente mais um ou dois dias em seu roteiro.

Quer estender viagem por Minas? O blog Viajando na Janela tem um guia super completo sobre Tiradentes.

História de Ouro Preto

Se suas aulas de história foram há muuuito tempo atrás e você não se recorda da importância de Ouro Preto na história do Brasil, dá uma lida aqui antes de visitar a cidade:

O começo: Vila Rica

Foi lá no século XVII que nasceu a cidade de Vila Rica, que conhecemos hoje como Ouro Preto. Foi com a exploração do ouro que o município cresceu economicamente, ao mesmo tempo em que surgia a arte colonial em Minas Gerais – ainda presente nos dias de hoje na arquitetura dos casarões do centro histórico.

Mas foi com a Inconfidência Mineira que a região ganhou fama, tendo Tiradentes como seu maior representante: ele foi enforcado e teve sua cabeça exposta na principal praça da cidade, hoje chamada de Praça Tiradentes.

Ouro Preto
Foto: Scan de Museu da Inconfidência, série Museus Brasileiros, edição Banco Safra

Tornando-se Ouro Preto

Com a Independência, a então chamada Vila Rica recebeu o nome de Ouro Preto, em referência ao grande teor de óxido de ferro e paládio presentes na cidade. Isso alterava a cor do ouro, que apresentava uma coloração mais escurecida. Foi então que Ouro Preto se tornou a primeira capital das Minas Gerais.

Foi nesse período que nasceu ali Antônio Francisco Lisboa, o famoso artista Aleijadinho -assim apelidado devido a uma enfermidade que lhe deformou o corpo e os membros. Influenciado pelo estilo barroco, Aleijadinho criou grandes obras como a Igreja de São Francisco de Assis e o conjunto de esculturas Os Doze Profetas, usando a pedra-sabão como matéria-prima de seus trabalhos.

E é com essa mistura de história e cultura que Ouro Preto se tornou uma das cidades mais emblemáticas do país. Procurada por turistas do mundo inteiro que se perdem em suas íngremes ladeiras, a cidade nos presenteia com a sua alegria, seu colorido e sua vivacidade.

Curtiu nossas dicas sobre tudo o que fazer em Ouro Preto? Agora é só preparar as pernas e fazer as malas!

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Brasil: explore

12 comentários em “O QUE FAZER EM OURO PRETO: NOSSAS MELHORES DICAS”

  1. Luisa Galiza disse:

    Nossa, parabéns pelo post!! Tão rico e quanta infromação detalhada…. Eu preciso muito explorar mais Minas Gerais. Pra uma primeira ida à Ouro Preto, você indicaria quantos dias recomendaria?

    1. Caio Farias disse:

      Oi, Luisa. Nossa visita por MG foi ótima e Ouro Preto é uma aula de história a céu aberto. Para uma primeira visita entre 3 e 4 dias funciona super bem. Principalmente se quiser conhecer a parte de natureza. Se seu interesse for apenas a parte histórica entre 2 e 3 você está bem!

  2. Andrea disse:

    Tanta riqueza em nosso país, fala verdade?! Eu ainda não conheço Ouro Preto mas está na minha lista e esse seu post vai me ajudar bastante quando estiver por lá. Parabéns

  3. Olá Adriana! Já visitei Ouro Preto uma vez e gostei muito. Fiquei hospedado na república em que meu primo morava em época de faculdade de engenharia. Um ângulo diferente de visitação rsrs. Me pergunto porque não voltei mais vezes lá. Um lugar lindo e totalmente diferente. Ótimo post, parabéns! 😉

    1. Caio Farias disse:

      Fala Fábio, eu, Caio, já tinha ido também nesse esquema há 17 anos atrás para a Festa do 12, realmente uma outra visão. Agora pude ver toda a história do lugar. Valeu pela msg!

  4. Este nosso Brasil é mesmo um espetáculo!! Lugares maravilhosos para conhecer! Ainda não conheço Ouro Preto, mas já me encanta!

    1. Caio Farias disse:

      Ouro Preto é linda, Gisele. Eu já tinha ido há muitos anos atrás para uma tradicional festa lá, mas agora pude conhecer melhor a cidade! É incrível a história que temos lá!

  5. adorei essas fotos tiradas de angulos diferentes, tanto com o drone como com a camera no chao..adoro novas perspectivas!

    1. Caio Farias disse:

      Obrigado Angela, mas lá é mais fácil, a cidade é muito fotogênica!

  6. Faz um tempao que fui pra Ouro Preto e AMEI DEMAIS! Está na hora de voltar. Adorei suas fotos e dicas… eita cidade linda!

  7. Barbara Vieira disse:

    Parabens pela postagem, vou viajar para Ouro Preto semana que vem e me ajudou muito 😀

    1. Caio disse:

      Olá Barbara! Que bom que ajudamos! Se precisar de algo mais é só falar! Boa viagem!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

E tem forma melhor de terminar o dia?Um por do sol mais lindo que o outro na Costa Rica ❤️☀️ Se por aqui tem vida noturna, a gente desconhece. Estamos despencando da cama cedo todos os dias pra aproveitar cada raio de sol, cada grão de areia, cada gota de chuva (sim, continua chovendo todo dia! Mas passa rápido) e cada segundo pura vida que estamos tendo nesse país incrível!
E eu (Dri) que não curto acordar muito cedo, tenho levantado com sorrisão na cara todo dia. Delícia de lugar!!

Costa Rica é daqueles destinos que faz você se sentir uma grãozinho no universo – e essa sensação é gigante de boa!!!
⠀
As raízes dessas árvores parecem medir uns 2 metros, e parece que elas formam um labirinto no solo. É difícil descrever, mas é muito fácil se conectar com a natureza nesse lugar. Que paz! 🍃 🙏

Ahh Costa Rica! Essa é uma formação natural que parece a cauda de uma baleia –  e o local de chama Parque Nacional Marino Ballena.
Tudo bem, já sabemos que o nome do parque veio desse formato. Mas quem explica a “coincidência” desse local ser o melhor ponto do país para  para o avistamento de baleias? 🤔#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica #baleiajubarte

Pura Vida!Mal desembarcamos na Costa Rica e já começamos a ouvir a expressão por todos os cantos. Embora não tenha uma tradução exata, essa é uma forma de cumprimentar, de dizer olá, tchau – ou qualquer coisa que tenha uma intenção positiva – dá pra usar de diversas formas!A nossa conclusão é que “Pura Vida” é essa coisa boa que você sente ao chegar por aqui e que te faz ficar sorrindo o tempo todo. É como encostar o carro em uma praia deserta, assistir o por do sol e dormir por ali mesmo, ao som dos macacos, com o barulho das ondas. Bem do jeitinho que a gente fez nesse dia!#emalgumlugardomundo #costarica #puravida #visitcostarica #destinosimperdiveis

O Parque Nacional Corcovado é um dos lugares menos explorados da Costa Rica – e até agora um de nossos destinos preferidos no país!A natureza aqui ainda é selvagem e é possível avistar araras, tucanos, macacos, bichos preguiça, quatis, antas… a lista é extensa!
E como se não bastasse a diversidade animal, tem essa praia de areia escura bem intocada. A constante névoa na praia dá um ar de paraíso perdido nesse lugar.Essa viagem pra Costa Rica tá tendo um cenário mais lindo que o outro! Estamos amando!!! #emalgumlugardomundo #costarica #corcovadonationalpark #visitcostarica

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!