O que fazer em Samaipata, Bolívia: sítio arqueológico e natureza | Em Algum Lugar do Mundo

SAIBA MAIS SOBRE SAMAIPATA, BOLÍVIA: TRANQUILIDADE, HISTÓRIA E NATUREZA

Confira o que há de especial nessa cidade boliviana

  • Adriana
  • -
  • 3 de agosto de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Samaipata é uma pequena cidade da Bolívia, onde se respira ar puro e onde se pode curtir o silêncio gostoso de suas ruas pacatas e simpáticas. São cerca de 3 mil moradores – muitos deles estrangeiros que não resistiram ao clima especial que a cidade oferece. Mas afinal, o que tem de especial por lá? O que fazer em Samaipata pra justificar uns dias visitando a cidade?

A verdade é que Samaipata não parece uma cidade tipicamente boliviana. Claro que você vai encontrar as cholitas com suas tranças e saias típicas, e vai poder comer uma deliciosa salteña (a versão boliviana do nosso pastel). Mas Samaipata tem uma certa mistura de viajantes, hippies e estrangeiros que dão um ar único a esse lugar.

O que fazer em Samaipata
No meio da natureza em Samaipata

Nós chegamos sem saber muito o que fazer em Samaipata. A cidade estava no nosso roteiro, mas a princípio iríamos só fazer um bate-volta de Santa Cruz de La Sierra – erro que muitos viajantes cometem. O bom mesmo é dedicar pelo menos uns dois dias pra desacelerar e se conectar com a natureza e a história do lugar. Vem ver por que.

Sempre bom lembrar que seguro viagem é indispensável para uma viagem tranquila e sem maiores estresses. Sugerimos fazer uma busca pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções de seguro. Pra melhorar, é só usar nosso código EMALGUMLUGAR5 para ganhar 5% de desconto!

O que fazer em Samaipata

El Fuerte de Samaipata

Essa é a principal atração de Samaipata. Trata-se de um sítio arqueológico, que consiste em uma pedra enorme localizada estrategicamente no alto de uma montanha.

Como assim uma pedra? Sim, essa é a maior pedra talhada do mundo (220m de largura), que serviu como um centro religioso e administrativo para diferentes povos.

Há registros desde o período de 400 a 800 DC, quando o lugar foi ocupado pelos Mojocoya. Depois disso, vieram o povo Chané (dos anos 800 a 1450 DC) e os Incas no século XIV. Até os espanhóis colonizadores tiraram proveito daqui, usando o local como rota segura entre Assunción (Paraguai) e Lima (Peru).

O fato é que El Fuerte de Samaipata é uma das construções monolíticas mais importantes do mundo, sendo Patrimônio da UNESCO. Você vai observar diferentes canais, estanques e desenhos talhados nessa grande pedra.

Para chegar lá, você pode fechar com uma agência ou combinar com um taxi, que deve te cobrar um 100B ida e volta. Nós fomos no nosso carro e o caminho é sinalizado e bem tranquilo. A entrada custa 50B e dá direito a visitar o Museu de Samaipata, que fica no centro da cidade.

Las Cuevas

Para quem curte cachoeiras, essa é a melhor dica sobre o que fazer em Samaipata. Las Cuevas são um conjunto de 3 quedas d’água, que formam piscinas naturais bem convidativas para o banho. A gente não encarou a água porque estava muito frio (pegamos o dia mais frio do ano em Samaipata!), mas não esqueça sua roupa de banho!

Las Cuevas ficam a uns 20km do centro de Samaipata. Para chegar lá, combine com um táxi (cerca de 70 – 80B ida e volta). A entrada para as cachoeiras custa 15B.

Amboro National Park

Considerado um dos parques com maior diversidade ecológica do mundo, o Amboro National Park ocupa gigantescos 400 hectares de área protegida, e um dos acessos ao parque fica pertinho de Samaipata.

Em uma visita você poderá observar a fauna do local, que inclui pumas, jaguares e mais de 900 espécies de pássaros. São 3 tipos de vegetação no parque: a floresta amazônica, o chaco (como o Pantanal brasileiro) e as plantas rasteiras da Cordilheira dos Andes. As samambaias gigantes são imperdíveis.

Devido ao tamanho do parque, é necessário fazer o passeio com um guia. É só fechar em uma agência no centrinho de Samaipata.

Amboro National Park. Foto: Ángel M. Felicísimo / CC BY-SA 2.0

Condor Hike e cachoeira La Pajcha

Outra opção interessante pra quem procura o que fazer em Samaipata é reservar um dia para fazer esse passeio. Você começa o dia fazendo uma boa caminhada montanha acima até chegar no local para avistar os condores andinos e encerra o tour com um mergulho na cachoeira La Pajcha.

Nós não tivemos tempo para fazer esse tour, mas acredito que deve ser incrível poder ver essas aves gigantes tão de perto – e ainda terminar o dia com um mergulho nessa cachoeira linda. O mais indicado é fechar um tour com alguma agência, já que esses pontos ficam em lugares mais distantes e não há transporte

Andar pelo centro de Samaipata

Reserve pelo menos uma tarde para andar pelas ruas simpáticas e empoeiradas de Samaipata. Uma parada na pracinha central para observar a vida dos moradores, um passeio pela feira que acontece ali pertinho, as fachadas coloridas…

O que fazer em Samaipata
As chollitas no mercado de Samaipata

Depois é só parar pra um café ou já ficar pro jantar, já que a maioria dos restaurantes ficam por ali. Algumas opções são: tomar um chocolate quente no lindinho Caffe Art, tomar um drink no La Boheme, comer um hamburger no La Cocina. Você pode também se afastar um pouquinho do centro e curtir um almoço/ jantar no El Pueblito, onde funciona um hotel e um restaurante que são uma graça.

Quer mais dicas de viagem? Curta nossa página no Facebook!

em algum lugar do mundo no facebook

Onde ficar em Samaipata

Embora a cidade seja pequena, você vai encontrar algumas opções bacanas de acomodação em Samaipata. Mas sem dúvidas, a melhor e mais legal é no El Pueblito Resort, onde passamos 2 noites.

O hotel remete a um pequeno vilarejo e sua construção é toda temática: cada quarto tem sua própria identidade. Tem o banco, a padaria, a floricultura, a livraria… e por aí vai. Nós ficamos no quarto chamado “La Miel”, com uma decoração fofíssima de abelhas e favos de mel.

O que fazer em Samaipata
Nosso quarto lindo e todo decorado no El Pueblito Resort

Além disso, o El Pueblito Resort ainda tem uma praça central, uma igrejinha e uma área de lazer muito legal. A piscina é convidativa, mas o frio nos manteve bem afastado dela. A área onde tem o balanço é incrível, com uma vista espetacular.

O restaurante do hotel é aberto ao público – e o hotel é tão legal que até quem não se hospeda nele vai lá para passar o dia. Minha sugestão é ficar hospedado aqui e ainda aproveitar o café da manhã, que é delicioso. A diária no El Pueblito Resort custa a partir de R$300.

Como chegar em Samaipata

Para quem vem de Santa Cruz de La Sierra, é possível pegar um ônibus ou uma van com destino a Samaipata. Procure no Google Maps por “Salida a Samaipata Estrellita”, que fica na Avenida Omar Chavez Ortiz – é desse ponto que partem os coletivos. A viagem dura em torno de 3 horas e deve custar por volta dos 30B.

Para quem vem de Sucre, há um ônibus noturno que faz o trajeto em cerca de 10 horas. Quem sai de Cochabamba, pode escolher entre pegar um ônibus direto para Samaipata (media de 13 horas de viagem) ou dividir a viagem em dois trechos, com uma parada em Santa Cruz.

O que fazer em Samaipata
Pelas ruas coloridas e empoeiradas de Samaipata

Tem mais alguma dica sobre o que fazer em Samaipata? Conta pra gente!

Você também poderá gostar de:

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Bolívia: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Porque um dia de semana qualquer em Arraial do Cabo com o pessoal da @lagostrilhas sempre rende foto boa!#emalgumlugardomundo #arraialdocabo #destinosimperdiveis #topdestinos #turismobrasil

Essa foto tá pra sair do forno tem tempo, mas a correria do dia a dia tem nós mantido meio distantes daqui.
Daí hoje fizemos uma pausa pra refletir sobre a rotina que “rouba” nosso tempo.
É muito bom estarmos tão envolvidos com o blog e com os projetos que tocamos. E sim, viver do nosso blog de viagem dá muito mais trabalho do que muitos imaginam! Mas é muito bom e só temos a agradecer.Afinal, graças a ele conhecemos tantos lugares maravilhosos. Alguns do outro lado do mundo, outros pertinho do nosso – até então – lar oficial.Um dos últimos destinos que conhecemos foi a Cachoeira do Saco Bravo, em Paraty. Pra chegar nela, encaramos uma trilha de 9km saindo de Ponta Negra, uma vila Caiçara próxima a Trindade e Praia do Sono. Bem cansativa, mas não poderia ter melhor recompensa do que esse visual: uma piscina natural, formada por uma cachoeira na beira do mar!
Por mais viagens assim. E por mais momentos de reflexão e felicidade por nossas escolhas de destinos e de vida!
.
.
.
.
.
#emalgumlugardomundo #paraty #costaverde #destinosimperdiveis #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #embarquenaviagem #errejota #turismobrasil #proximaviagem #achadosdasemana #gostariadeiroficial

😃 Uma praia dessas é mais felicidade que um parque de diversões sem fila!!! É não é que é essa a sensação mesmo? Parando aqui pra pensar e agradecer pelo quanto a gente é sortudo na vida por ter momentos maravilhosos em lugares paradisíacos assim – e vazios na baixa temporada 🙏❤️ A belezura de Trindade nos diazinhos de sossego que passamos na @pousada_cabeca_do_indio e fomos diversas vezes à Praia do Cachadaço. 🏝
Conta pra gente: qual seu destino preferido pra curtir um momento relax?#emalgumlugardomundo #trindade #paraty #mtur #destinosbrasileiros #missaovt #revistaqualviagem #embarquenaviagem #praiasbrasileiras #achadosdasemana #errejota #proximaviagem #viajarfazbem

Ainda sobre Trindade: essa é a piscina natural do Cachadaço (ou Caixa D’Aço). Pude muitas vezes contemplar esse lugar lá de baixo, mas a vista de cima dela é incrível!
O legal daqui é que, mesmo com o mar  bem agitado, as pedras dão a proteção ideal para um mergulho bem tranquilo!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #destinosimperdiveis

Tem horas que tudo que a gente quer é brincar. Como é bom voltar a ser criança, mesmo que seja por alguns poucos minutos!#emalgumlugardomundo #paraty #trindade #embarquenaviagem #destinosbrasileiros #mtur #viagemeturismo

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!