CONHEÇA A ENCANTADORA SAN MARTIN DE LOS ANDES

Confira o que fazer nessa charmosa vila da Patagônia Argentina, rodeada de belezas naturais.

  • Adriana
  • -
  • 22 de abril de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e baixe nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

San Martin de Los Andes é um vilarejo bem charmoso no noroeste da Patagônia Argentina. Situada a poucos quilômetros da super badalada Bariloche, essa vila está rodeada de lagos, vulcões e montanhas com picos nevados. Com tantas belezas naturais, há muito o que fazer em San Martin de Los Andes para justificar uma visita. Quer ver só?

[the_ad id=’34956′]

Dicas de San Martin de Los Andes: saiba mais sobre o lugar

San Martin de los Andes fica às margens do Lago Lácar e é conhecida por ser a porta de entrada para o Parque Nacional Lanín, onde fica um vulcão espetacular que pode ser subido com ajuda de um guia.

Além disso, é aqui que começa a Rota dos 7 Lagos, uma jornada pela rodovia 40 que une San Martin de los Andes à cidade de Villa La Angostura, com paisagens de tirar o fôlego.

E não e só a natureza que serve como atração aqui: a arquitetura de San Martin de Los Andes segue uma padronização para manter suas tradições. Caminhar pelo centro da cidade nos deu a sensação de estarmos em um vila alpina, rústica e romântica ao mesmo tempo.

Foto da vista da cidade em um dos mirantes do parque Lanin - San Martin de Los Andes Argentina
Um dos vários mirantes no Parque Lanín

Se você desembarcou em Bariloche ou está se aventurando pela Patagônia Argentina e quer descobrir o que fazer em San Martin de los Andes, nós te damos todas as dicas para montar um roteiro completo. Vem com a gente!

Não se esqueça do seguro viagem antes de embarcar para Santiago. Sugerimos fazer uma busca pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções de seguro. Aproveite para usar nosso código EMALGUMLUGAR5 e ganhar 5% de desconto!

Onde ficar em San Martin de Los Andes

Há uma boa variedade de hotéis em San Martin de los Andes, com diferentes faixas de preço e conforto. Por oferecer turismo de natureza, San Martin concentra a maioria dos hoteis no sul da cidade, região próxima ao Lago Lácar e ao Parque Nacional Lanín, o que torna fácil a locomoção para passeios curtos e até o centro.

Confira algumas opções hospedagem em San Martin de los Andes:

Hotel Antiguos | um hotel bem charmoso, em pedra e madeira. Com uma fachada com ar luxuoso, o Hotel Antiguos tem quartos muito confortáveis, incluindo hidromassagem e até piso aquecido. Fica próximo à Avenida San Martin e tem um dos melhores custo-benefício que encontramos. A partir de R$220 o casal.

Amonite | Considerado o melhor apart hotel de San Martin de los Andes, o Amonite fica bem próximo do centro. Com decoração de bom gosto, piscina aquecida e sauna, além de quartos bem equipados (e banheiros com jacuzzi). Por R$ 340 o quarto duplo.

Rukalhue Hostel | Para quem busca uma opção mais econômica sem querer abrir mão da qualidade. O Rukalhue Hostel fica bem pertinho da rodoviária e oferece opções de quartos compartilhados e privativos. O café está incluso na diária e ainda há serviço de transfer para o Cerro Chapelco. A partir de R$133 o quarto duplo.

Como chegar e circular em San Martin de Los Andes

Para saber onde fica San Martin de Los Andes no mapa, basta buscar a Ruta Nacional 40, que corta a Argentina de norte a sul: San Martin está bem no centro do país.

Como chegar:

Avião

O aeroporto de San Martin de los Andes fica a pouco mais de 20 km do centro da cidade. Para quem sai de Buenos Aires para San Martin de los Andes, pode pegar um voo direto, com 2 horas de duração e que custa normalmente em torno de R$ 700.

A cia Aerolíneas Argentinas tem voos saindo de Bariloche para San Martin, mas estes sempre fazem escala em Buenos Aires. Os valores não compensam, sendo mais vantajoso fazer esse trecho via terrestre.

Ônibus

A distância de Bariloche a San Martin de los Andes é de cerca de 200 km. Duas empresas de ônibus fazem esse trajeto: a Via Bariloche e a Albus. Os ônibus saem do Terminal Rodoviário e do Aeroporto, e a viagem dura em torno de 3 horas e 45 minutos. As passagens custam cerca de R$ 70.

Quem sai de Buenos Aires para San Martin tem três opções de companhias para escolher: Chevallier, Via Bariloche and El Valle. Há quatro ônibus partindo todos os dias à tarde e à noite, em uma viagem que dura entre 20 e 24 horas. As passagens custam em média R$ 400.

Carro

Saindo de Bariloche, pegue a rodovia 40 ou a 237 em direção norte e a próxima cidade será San Martin de los Andes.

A viagem pela Ruta 40 leva cerca de três horas e percorre 190 km, enquanto pela ruta 237, são pouco mais de 230 km percorridos em 3 horas e 25 minutos.

Para quem está em Buenos Aires e deseja seguir de carro para San Martin, as rotas nacionais 5 e 152 atravessam a Argentina em direção à Cordilheira dos Andes. A viagem dura cerca de 18 horas.

Nós percorremos toda essa região de carro e recomendamos. As estradas são boas, mas é bom dirigir com cautela por ser uma área montanhosa. Para alugar um carro e percorrer a região, sugiro fazer uma busca de preços no site da Rentcars, um comparador que sempre nos mostra os melhores valores.

Passeios ou transfers

Há também a opção de translado entre Bariloche e San Martin de los Andes. Você pode buscar em uma agência por ônibus ou vans que fazem esse passeio, parando nos mirantes e nos pontos de interesse na viagem de três horas, com paradas ainda para comer.

Esses são acompanhados por um guia que explica as questões culturais, históricas e fatos sobre a natureza local. É a opção mais interessante para quem tem tempo de fazer uma viagem mais longa, ou ainda para quem não irá ficar tantos dias em San Martin e quer ver o máximo possível em menos tempo.

Como circular em San Martin:

San Martin de los Andes é uma cidade pequena, sendo possível percorrê-la a pé sem problemas. É muito tranquilo caminhar pelo centro, pois quase não há carros nem semáforos, de tão pacato que é o vilarejo.

Para passeios e tours, as agências geralmente oferecem transfers a preços baixos, caso você não tenha alugado um carro.

Há também táxis disponíveis para quem está hospedado longe do centro ou deseja visitar lugares mais distantes. Alternativas aos táxis são os ônibus municipais que percorrem a cidade.

Há também as bicicletas, que podem ser alugadas por menos de R$40 por dia em lojas como a HG Rodados Mountain biking, Andes Bikes, e Mountain Snow Shop.

[the_ad id=’34956′]

O que fazer em San Martin de Los Andes: principais atrações

Esse vilarejo incrustado entre montanhas e o lago é cheio de atrações durante todo o ano, sendo que as atividades de verão são diferentes das de inverno. Confira a seguir a lista do que fazer em San Martin de Los Andes:

1. Lago Lácar

O Lago Lácar é de origem glacial, mas apesar da água ser fria, você pode desfrutar de algumas de suas praias de pedras finas.

No verão, algumas pessoas corajosas pulam na água para se refrescar. Na época mais fria, as margens do lago se tornam um lugar ideal para fazer uma curta caminhada ou tomar um mate argentino.

Foto do lago Lácar com estátua de cervos - San Martin de Los Andes Argentina
No fim da rua principal você encontrará o lago.
Casal sentado à margem do Lago Lácar - San Martin de Los Andes Argentina
Casal aproveitando um lindo dia de verão no Lago Lácar

Não deixe de aproveitar o pôr-do-sol, que deixa as belas cores da paisagem ainda mais fortes, uma cena perfeita para guardar em fotos e na memória. Nós fomos assistir duas vezes de tanto que gostamos!

2. Cerro Chapelco

O Cerro Chapelco é a principal estação de esqui de San Martin de los Andes e oferece pistas em diferentes níveis de dificuldade, tornando-o ideal para quem viaja com crianças ou está começando a esquiar. Há também pistas em níveis intermediário e avançado.

Foto da Dri na estação de esqui sem neve - San Martin de Los Andes Argentina
Acho que chegamos fora da temporada

Para chegar ao topo, há um teleférico com capacidade para seis pessoas, que pode acabar sendo meio lento quando cheio. Tente evitar o período de altíssima temporada (férias), pois as pistas podem ficar cheias e há espera nas filas para alugar equipamento de esqui.

- San Martin de Los Andes Argentina
Foto: Eduardo Sloper / CC BY-NC 2.0
Foto da estação com neve - San Martin de Los Andes Argentina
Foto da estação com neve

Caso você tenha que esperar um pouco, relaxe e aproveite a linda vista do Lago Lácar e de suas águas límpidas, que refletem o vulcão Lanín ao fundo.

Os preços variam entre as temporadas e há diversos tipos de passes disponíveis. Crianças até 5 anos não pagam e menores de 11 anos e idosos têm descontos.

3. Parque Nacional Lanín

O Parque Nacional Lanín é uma área protegida de 413 mil hectares localizada no sudoeste da província de Neuquén, sendo o terceiro maior parque nacional da Argentina.

Cheio de lagos glaciais (são mais de 20), montanhas e rios, o parque oferece paisagens maravilhosas, com exemplos de três diferentes ecorregiões: a estepe dos Andes, a estepe Patagônica e a floresta Andino-Patagônica.

Foto da Dri em um dos mirantes observando o Lago Lácar - San Martin de Los Andes Argentina
O parque é repleto de mirantes para apreciar o visual

Faça a trilha pelo Parque Nacional ao longo Rota Provincial 61 e você chegará na Capela Maria Auxiliadora del Paimún, uma linda igreja branca construída por vontade do Capelão Raúl Sibbers em 2000. A capela está localizada à beira do Lago Paimún.

Vá também ao Puerto Canoa, um porto localizado na margem Norte do Lago Huechulafquen, de onde parte o Catamarã José Julián. O barco navega em direção ao Sul, onde se tem uma das melhores vistas do gigante dos Andes Patagônicos, o vulcão Lanín, com seus 3.776 metros de altura.

4. Mirante Bandurrias

Sem dúvida, uma das atividades indispensáveis da lista com o que fazer em San Martin de los Andes é esta subida ao mirante das Bandurrias. Nele você pode ver como o Lago Lácar se estende em direção oeste até se perder perto da fronteira com o Chile.

Há alguns lugares durante a subida de onde você pode observar a cidade. Respire fundo e relaxe com essa vista maravilhosa.

Este mirante está localizado em uma área da Comunidade de Curruhuinca e, antes de entrar no povoado, existe uma barreira de acesso onde se cobra uma taxa de entrada.

A caminhada é simples e bem sinalizada, mas não há barreiras segurança, por isso é bom tomar cuidado ao subir.

5. Mirante Arrayan

A trilha de subida a este mirante é mais fácil que a de Bandurrias, embora mainão tão bonita porque é feita pela estrada de cascalho, por onde passam carros ao lado levantando poeira.

Esse ponto turístico não está em nenhuma área privada e não há custo para subir.

Foto do por do sol no mirante - San Martin de Los Andes Argentina
Um ótimo lugar para assistir o pôr do sol

A partir do Mirador Arrayan conseguimos ver toda a cidade, a colina oposta onde se encontra o mirante das Bandurrias e o lago. Curtir a paisagem deste mirante é uma das melhores dicas de San Martin de Los Andes!

6. Playa Catritre

No verão, não deixe de visitar essa praia, um dos balneários mais conhecidos da região devido a sua localização privilegiada no Lago Lácar.

O acesso é fácil e rápido a partir do centro da cidade, seja de carro, caminhando, bicicleta ou transporte público que diariamente (no verão) faz o serviço entre a cidade e a praia.

Para chegar à Playa Catritre você deve pegar a Rota Nacional 234 “De los Siete Lagos” que leva a Villa La Angostura. O balneário fica a apenas cinco quilômetros de distância da cidade por estrada pavimentada.

Praia na margem do Lago Lácar - San Martin de Los Andes Argentina
No verão é comum ver pessoas em busca das praias nos lagos da região

O Lago Lácar acompanha todo o percurso, com belas vistas da serra e do monte Bandurrias. É só seguir as placas e você chega lá!

7. Centro de San Martin de Los Andes

Entre tudo o que fazer em San Martin de Los Andes, certamente você deverá separar um tempo para curtir seu centrinho.

Do lago, a cidade cresce ao longo de três das avenidas importantes: General Villegas, San Martin e General Roca. Parece que todo o comércio se reúne por aqui.

Por aqui também tem praças, como a Plaza San Martin (com o monumento de Don José de San Martin no centro); e igrejas, como a Paróquia San José (sendo esse o padroeiro da cidade e dos carpinteiros e madeireiros).

Do outro lado da rua está outra praça, com o Centro de Informações Turísticas e o Museu do Parque Nacional Lanín. Lá você pode encontrar informações sobre o parque e sua visita, a história dos primeiros colonos na área e fatos sobre a flora e fauna do parque.

Na parte de trás deste edifício, há uma pequena Feira de Artesanato onde você pode comprar lembranças e presentes.

8. Esportes de aventura

Se você curte aventura, não vai faltar o que fazer em San Martin de los Andes – principalmente durante o verão.

Há desde rafting no rio Caleufú – uma descida de oito quilômetros que alterna entre corredeiras e piscinas naturais – até mergulho recreativo no Lago Lácar, onde é possível ver muros submersos, ilhas, rochas, naufrágios e uma grande diversidade de flora e fauna.

Pessoas fazendo rafting - San Martin de los Andes Argentina
Além do esqui que acontece no inverno, no verão há outras atividades em San Martin de los Andes

Dá também para curtir passeios de bicicleta e trilhas de mountain bike no Parque Nacional Lanín.

Passeios de kayak pelo Lago Lácar são outra opção para quem gosta de adrenalina e quer explorar as águas da patagônia mais de perto. A novidade para crianças e adultos é a prática de tirolesa entre os carvalhos das florestas ao redor.

9. Cascada Chachin

A Cascada Chachín é uma cachoeira sobre o Rio Chachín, a 60 km da cidade de San Martin de los Andes. A cachoeira tem aproximadamente 30 metros e é cercada pela floresta, formando um recanto silencioso de onde se pode apreciar a natureza.

O mirante de onde se pode ver a paisagem se tornou uma  das principais atrações do Parque Nacional Lanín.

O acesso a ele faz parte da rota turística que começa na foz do rio Hua-Hum e avança até o Lago Nonthué, o Rio Chachín e termina no Lago Queñi.

Cascata - San Martin de Los Andes Argentina
Foto: Mayra García [CC BY-SA 4.0

Há um caminho curto e bem sinalizado que vai até o alto da cachoeira. Outra maneira de chegar é pelo lago, através de um pequeno píer localizado no Lago Nonthué, a cerca de 2km da cachoeira.

10. Termas de Lahuen-Co

Esse é com certeza o passeio mais autêntico de San Martin de los Andes, pois a estrutura turística ainda está em fase inicial.

Apesar disso, as Termas de Lahuen-Co valem a pena para quem acredita no poder de cura na natureza.  O nome Lahuen-Co significa “águas milagrosas” na língua indígena mapuche, o idioma dos nativos da região.

As piscinas naturais têm temperaturas que variam de 30 a 60 graus e o local esta cercado de uma natureza impressionante. Ao longo da viagem de 77 km entre San Martin e as águas termais, você verá o coração da floresta cheio de aves de rapina, belos lagos e os ventos gelados da Patagônia.

Perto da estrada, você ainda pode apreciar uma rara beleza geológica chamada El Escorial: uma língua de rocha de lava vulcânica que atravessa 15 km do vulcão para morrer nas margens do Lago Epulaufquen, onde vira lava petrificada.

11. Ruta de los Siete Lagos

A Rota dos 7 Lagos foi um dos trajetos mais lindos que percorremos nessa região. Apesar de ter o número “sete” no nome, o roteiro contorna até 11 lagos glaciares, que encantam qualquer um com suas paisagens naturais incríveis.

A rota faz parte da mítica Ruta Nacional 40 e, dentro dela, são 108km que podem ser percorridos em uma excursão em apenas um dia, de carro particular ou ainda de bicicleta.

Onde comer em San Martin de Los  Andes

Nós comemos muito bem em San Martin de los Andes. A cidade conta com vários restaurantes de qualidade servindo especialidades da região. Segue a lista dos nossos favoritos:

O Domingo Restaurante é uma casa típica, que foi convertida em restaurante e hoje oferece exelentes pratos da cozinha patagônica e argentina. Tem um ambiente bem tradicional, rústico e aconchegante. Peça o “ojo de bife” acompanhado de batatas assadas com pesto, delícia!

Para quem deseja provar um doce de leite argentino ou comprar alfajores visite a loja La Vieja Aldea. Com bons preços e ambiente aconchegante, é o lugar perfeito para um lanche da tarde.

Já o Corazón Contento é um pequeno restaurante bem na Avenida General San Martin, que serve do café da manha ao jantar. Experimente os quiches, empanadas e tortas, todos bem fresquinhos.

Quantos dias ficar em San Martin  de Los Andes

Com tantas dicas de San Martin de Los Andes, resta saber quanto tempo dedicar a esse destino delicioso, certo? Eu diria que três dias são o suficiente para ver as atrações principais, como a rota dos 7 lagos e os museus da cidade.

No entanto, tente tirar mais uns dias para conhecer a fundo as trilhas ao redor da cidade e experimentar o estilo de vida local.

E se for para San Martin de Los Andes no inverno, vale deixar uns dias extras para curtir a neve e aproveitar a estação de ski.

Quando ir a San Martin de Los  Andes

O clima em San Martin de los Andes tem estações bem marcadas, sendo que no verão (de dezembro a fevereiro), você pode desfrutar do lago e de muitas atividades ao ar livre. O verão é também a estação seca, por isso você pode até pegar uma praia de lago e se bronzear.

Por outro lado, San Martin de los Andes no inverno oferece a neve e as montanhas, com possibilidade de esquiar e praticar outros esportes do gênero, tomar mate, curtir uma lareira e ficar no aconchego do hotel.

No resto dos meses, a paisagem permanece igualmente bonita. A verdade é que o clima em San Martin de Los Andes é delicioso e qualquer época do ano é boa para viajar a essa região.

Uma viagem para San Martin de Los Andes combina com:

Bariloche | Entre os destinos mais buscados por brasileiros que querem curtir neve, está essa cidade que tem muito mais a oferecer que suas disputadas pistas de ski. Cercada de lagoas e montanhas, Bariolche é destino perfeito para quem quer curtir a natureza – em qualquer época do ano. Lojas de chocolate, cervejarias artesanais e ótima gastronomia completam o passeio.

Villa La Angostura | Mais uma pequena e bela cidade da Patagônia Argentina, capaz de agradar a todos os gostos. Estação de ski, esportes ao ar livre, natureza exuberante e um centrinho pra lá de simpático, com uma ótima gastronomia.

Rota dos 7 Lagos | Um dos trechos mais belos da famosa Ruta 40 Argentina é o trecho que liga a cidade de San Martin de Los Andes à Villa La Angostura. A Rota dos 7 Lagos é o melhor exemplo de que o caminho deve ser tão bem aproveitado como o próprio destino: uma coleção lindíssima de lagos glaciares vai fazer você diminuir a velocidade e aproveitar várias paradas para contemplar a natureza.

Agora que você já conferiu o que fazer em San Martin de Los Andes, vai colocar esse lindo destino no seu roteiro?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Baixe agora nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Argentina: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!