Como Escolher o Melhor Seguro Viagem | Em Algum Lugar do Mundo

COMO ESCOLHER O MELHOR SEGURO VIAGEM

Como escolher o melhor seguro viagem: o que considerar na hora de contratar, quais as melhores opções e como conseguir um seguro viagem de graça.

  • Adriana
  • -
  • 6 de abril de 2020
  • 21 Comentários
ENCONTRE O MELHOR SEGURO VIAGEM AQUI!

Faça uma cotação sem compromissos e conheça todas as opções disponíveis e preços de seguro para a sua viagem. Garantimos o melhor preço aos nossos leitores.

Pensando em fazer as malas pro próximo destino? Certamente você vai se deparar com um momento crítico do planejamento: escolher o melhor seguro viagem. São tantas companhias, com tantas coberturas diferentes, que é impossível não ficar perdido. É difícil saber até por onde começar.

Nós gastamos um looongo tempo pesquisando TODAS as opções de seguro que poderíamos contratar antes de começarmos nossa viagem. A preocupação era grande, pois ficaríamos um bom tempo pela África, onde ser mordido por uma cobra (ou um leão em um safari?) ou contrair malária eram situações bem possíveis de acontecer. A gente precisava estar bem protegido.

Depois de muita pesquisa e de já ter testado diferentes opções, damos aqui todas as dicas pra você saber como escolher o melhor seguro viagem. Se você entende que um seguro é INDISPENSÁVEL (afinal, nunca se sabe o que pode acontecer) e quer mais informações pra garantir a melhor proteção pra sua viagem, é só conferir aqui.

Como escolher o melhor seguro viagem - pessoas na vila
Fique tranquilo para curtir sua viagem

(Mas se você é daqueles que falam “eu tô bem de saúde, não vou gastar dinheiro com isso”, ou que não se importam de pagar bem mais caro pra fechar por uma agência – esse post não é pra você.)

Pra que serve um seguro viagem?

Pra começo de conversa, um seguro viagem é muito mais do que um seguro saúde.

Além da cobertura médica, um bom seguro pode garantir cobertura em caso de acidentes com sua câmera fotográfica, se seu laptop for roubado, se a mala for extraviada, o voo cancelado, etc.

Pode até mesmo cobrir as despesas se você tiver que abortar a viagem em caso de morte de alguém da família.

Por isso, nós sempre achamos que não vale o risco de viajar sem seguro viagem. Recomendo que você já inclua esse gasto no seu orçamento de viagem e curta sua trip sem se preocupar com imprevistos!

Como escolher o melhor seguro viagem - Equipe médica
Já imaginou uma emergência médica?

Qual é o melhor seguro viagem?

Vamos ao ponto. Seguem aqui as 3 opções que já usamos e recomendamos:

Segurospromo

O melhor da Segurospromo é que esse não é um seguro em si, mas um site comparador de preços de diversas companhias de seguro. Isso obviamente poupa seu tempo de ficar pedindo cotação pra um monte de empresas diferentes.

Nós gostamos bastante desse site e conseguimos fechar uma ótima parceria: basta você fazer sua cotação e usar nosso código EMALGUMLUGAR5 para ganhar até 5% de desconto (5% com o cupom + 5% com pagamento via boleto bancário).

Para viagens curtas, como férias, recomendamos sempre fazer uma cotação pela Segurospromo. Não se esqueça de acessar nossa página de seguros para tirar todas suas dúvidas e comparar as diferentes coberturas. Aproveite nossas dicas para economizar e não acabar gastando a mais sem necessidade.

 World Nomads

O World Nomads é um seguro viagem que faz muito sucesso ente viajantes de longo prazo. Nós mesmos usamos durante um bom tempo e somos só elogios. Mas por que nós colocamos ele na lista dos melhores seguros viagem?

Primeiro, a reputação deles é super positiva. Nós não pensamos duas vezes na hora de fechar esse seguro porque só lemos relatos favoráveis.

Segundo, você pode contratá-lo tanto para viagens curtas ou longas, e isso acaba favorecendo na escolha daqueles que querem fazer um mochilão, tirar um ano sabático ou viver viajando que nem a gente.

Nós já precisamos acionar esse seguro e o tempo de resposta deles é muito rápido: em menos de 24 horas já tinham respondido minha solicitação. Pra quem quiser estender a viagem, o processo de renovação é super simples.

Outra coisa boa é que a cobertura do World Nomads é bem ampla, com opção de incluir esportes de aventura e equipamentos. Pra gente que carrega um monte de eletrônicos, é ótimo!

O único ponto negativo é que você precisa pagar uma franquia (no nosso caso, de US$100). Ou seja, o seguro só irá cobrir as despesas que excederem os 100 dólares.

Seguro viagem do cartão de crédito

Alguns cartões de crédito oferecem seguro viagem gratuitamente, sem você ter que pagar nada por isso: basta comprar sua passagem usando esse mesmo cartão pra ter direito ao seguro.

Como escolher o melhor seguro viagem - Cartão de crédito
Em algumas situações o seguro viagem oferecido pelo seu cartão pode funcionar

O seguro é oferecido apenas por alguns tipos de cartões (da categoria Platinum pra cima) e o seguro cobre até 30 dias de viagem.

Ou seja, pra quem não tem esse tipo de cartão de crédito ou pra quem vai viajar por muito tempo, nada feito.

De qualquer forma, para usar esse tipo de seguro viagem, é preciso estar atento a diversas regrinhas que podem ser aplicadas. É importante conferir sempre qual é a cobertura oferecida e ver se ela atende às suas necessidades.

Nós escrevemos um post sobre como funciona o seguro viagem do cartão de crédito, só conferir!

Como funciona um seguro viagem

Entendendo as coberturas

Gaste um tempinho para entender o que cada uma das coberturas oferecidas significa.

Você deve se atentar a duas questões principais: qual o limite de cobertura para despesas médicas e quais as coberturas extras oferecidas.

Veja em mais detalhes a seguir:

Limite de cobertura para despesas médicas

Esse é um dos itens mais importantes. Confira sempre de quanto será a cobertura em caso de despesas médicas.

Um bom plano deve oferecer uma cobertura de pelo menos R$100 mil, com alguns chegando até a US$ 1 milhão (acho meio exagerado esse valor todo!).

Não adianta muito contratar uma cobertura baixa e, no caso de acidente, ter que acabar pagando extra porque atingiu o limite do seguro.

Coberturas extras

Além da cobertura médica, você deve identificar quais outras coberturas são importantes e fazem sentido pra sua viagem, pra você não ter que contratar um serviço à toa e pagar a mais por isso.

Você pode estabelecer qual a cobertura mínima necessária pra você e, a partir daí, comparar alguns planos usando um site comparador de preços.

Algumas coberturas que você deve levar em consideração são:

  • Cobertura médica (mencionada anteriormente)
  • Cobertura para doenças pré-existentes
  • Traslado médico
  • Despesas odontológicas
  • Despesas farmacêuticas
  • Cancelamento de viagem
  • Interrupção de viagem por falecimento/ morte/ doença
  • Seguro bagagem (danos, roubo, extravio, atraso na entrega)
  • Seguro de eletrônicos (câmeras, laptops)
  • Atraso e cancelamento de voos
  • Morte acidental
  • Invalidez
  • Traslado de corpo
  • Assistência jurídica
  • Esportes

É super importante se ligar nas coberturas extras. Quer um exemplo do por quê?

Conheço gente que teve problemas com bagagem e acabou pagando do próprio bolso porque não se ligou que o plano cobriria as despesas.

Outro ponto: muitos planos diferenciam categorias de esporte, e é claro que os esportes de aventura implicam em um valor mais alto, ou até mesmo são excluídos da cobertura.

Portanto, se na sua viagem você pretende fazer atividades como mergulhar, esquiar ou andar a cavalo, verifique antes o plano a ser contratado.

Existem diversas outras coberturas como aluguel de carros, cancelamento de viagem por terrorismo, por motivos de trabalho, e por aí vai. Analise bem quais são suas necessidades para não gastar mais sem precisar.

Seguro viagem ≠ Seguro saúde

O seguro viagem serve pra cobrir despesas com acidentes e emergências que podem ocorrer durante sua viagem. Ele NÃO funciona como um seguro saúde. Ou seja, se você sentir um mal-estar durante a viagem, seu problema vai ser tratado de forma específica. Você pode escolher o melhor seguro viagem disponível, mas ele não irá cobrir um mega checkup e exames de rotina.

Como acionar seu seguro viagem

Se você tiver problemas na viagem e tiver que acionar o seguro, há duas formas de proceder:

A primeira é ligar direto para sua seguradora. Caso você tenha alguma emergência médica, entre em contato com a seguradora e eles indicarão um hospital próximo para você ser atendido.

Em alguns casos, o atendimento médico pode ser inclusive domiciliar/ no seu hotel, sem você ter que se deslocar ao hospital.

Nesse caso, a seguradora entra em contato com o hospital e você será atendido mediante a entrega dos seus documentos. Você será atendido sem ter que pagar nada: não é preciso pagar nada do seu bolso.

A segunda opção é você ir por conta própria a um hospital, pagar pelo atendimento e, posteriormente, solicitar reembolso à seguradora.

Portanto, tenha o telefone da seguradora salvo na sua agenda e entre em contato com eles para saber qual das duas opções deverá seguir.

Como fazer uma solicitação de reembolso à seguradora

Caso você tenha precisado de atendimento médico e tenha realizado o pagamento do próprio bolso, você deverá pedir o reembolso à seguradora assim que voltar de viagem.

Para isso, você vai precisar de TODOS os documentos que você pode imaginar pra solicitar o reembolso das suas despesas. Solicite junto ao hospital as notas fiscais e um laudo médico com a descrição do seu quadro clínico. Caso tenha realizado exames, inclua-os também na documentação.

De forma resumida: guarde todas as notas e comprovantes.

Lembre-se que o objetivo da seguradora é ganhar dinheiro: se a documentação não estiver completa, não tem porque eles te reembolsarem.

É obrigatório contratar o seguro viagem?

O seguro viagem não é obrigatório para todos os países do mundo, mas isso não significa que ele não seja recomendável – e indispensável – para todas as viagens que você irá realizar, até mesmo pelo Brasil.

Por ser uma dúvida entre os viajantes, principalmente para os de primeira viagem, separamos esse tópico sobre o seguro viagem para os países mais procurados:

Europa

O seguro viagem internacional é obrigatório para 26 países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen, que é um acordo entre os países europeus para facilitar a circulação de pessoas/turistas.

Além disso, a cobertura mínima exigida para o seguro viagem é de 30 mil euros.

Essa é a lista dos países europeus que exigem o seguro viagem internacional:

Alemanha; Áustria; Bélgica; Dinamarca; Eslováquia; Eslovênia; Espanha; Estônia; Finlândia; França; Grécia; Holanda; Hungria; Islândia; Itália; Liechtenstein; Letônia; Lituânia; Luxemburgo; Malta; Noruega; Polônia; Portugal; República Tcheca; Suécia; e Suíça.

Estados Unidos

Apesar do seguro viagem não é obrigatório para os Estados Unidos, há alguns fatores que devem ser levados em consideração sobre esse assunto.

De uma forma bem direta: a contratação de um seguro viagem internacional para o país é essencial.

Primeiramente, não há um sistema público de saúde nos Estados Unidos, como o SUS aqui no Brasil. E se vier a acontecer algum imprevisto com você relacionado à saúde, como uma doença ou acidente, você terá que pagar por um atendimento médico no país.

E deve ser levado em consideração que os serviços de saúde nos Estados Unidos são um dos mais caros do mundo. Uma consulta médica por lá custa, pelo menos, 300 dólares, e isso pode pesar – e muito – em seu orçamento, principalmente com a alta do dólar.

Portanto, o seguro viagem pode até não ser obrigatório para os Estados Unidos, mas ele é uma proteção indispensável para possíveis imprevistos – alem de ser a garantia de uma viagem mais tranquila.

Outros países

O seguro viagem é sempre recomendado, independente de ser obrigatório ou não para o país em que você irá viajar, principalmente para questões que envolvem a saúde.

Muitos países não possuem um sistema de saúde gratuito e, naqueles que disponibilizam, o atendimento pode não ser bom.

Além do mais, os custos para atendimento particular também podem ser bem altos.

E fora os imprevistos relacionados à saúde, o seguro viagem também te assegura para atrasos e cancelamentos de voos, extravio de bagagem e também em caso de furto, perda ou roubo de documentos, e outras coisas que já citamos.

Brasil

Você sabia que além do seguro viagem internacional, você também pode (e deve!) contratar um seguro viagem nacional?

Se engana quem pensa que um seguro viagem nacional não faz a diferença em viagens realizadas pelo Brasil. Afinal, imprevistos acontecem em todo e qualquer lugar, certo?

É possível contratar um seguro viagem nacional para um destino a partir de 100 km de distância da sua residência. E mesmo que não seja obrigatório, ele te protege de possíveis custos e perdas assim como um seguro viagem internacional. 

Para saber mais, confira o nosso post sobre seguro viagem nacional, lá a gente explica tudo sobre como funciona e o porquê contratar!

5 pontos a considerar na hora de escolher um seguro viagem

1. Perfil e estilo de viagem

É importante entender que cada viajante tem uma necessidade diferente.

Um mochilão pelo sudeste asiático apresenta riscos bem diferentes de um cruzeiro pelo Caribe ou um safari pela África, por exemplo.

Tem também questões como sua idade, o que você vai levar na bagagem, duração da viagem, etc.

Estará viajando com mais pessoas? Qual sua idade? Tem crianças junto? Idosos? Grávida?

É por isso que, com tantas variáveis, fica impossível recomendar apenas um melhor seguro viagem. É importante analisar exatamente qual seu perfil para que você faça a melhor escolha de acordo com suas necessidades.

2. Tipos de cobertura

Como nós já mostramos, existe uma grande variedade de coberturas extras, que vão além da cobertura médica.

Nesse caso, mais uma vez, é importante entender qual seu perfil e que tipo de viagem pretende fazer.

Você tem alguma doença pré-existente? Pretende fazer esportes de aventura? Considera importante contar com cobertura odontológica durante a viagem?

Tudo isso pode variar de acordo com o plano contratado. Cada seguradora oferece diferentes opções de seguro, então você deve prestar bastante atenção nesses detalhes – e não se guiar apenas pelo menor preço.

3. Duração da viagem

Nào é apenas o tipo de cobertura que define o valor do seguro viagem: a duração da viagem influenciará diretamente no valor do seguro contratado.

Por isso, nós seguimos a recomendação básica:

  • Para viagens mais curtas ou de férias, vale fazer um orçamento na página de seguros e conferir pela SegurosPromo as diversas opções de planos e seguradoras.
  • Para viagens com duração de 6 meses ou mais, preferimos a World Nomads que oferece planos semestrais e tem uma cobertura super extensa.

Dica | Para quem viaja várias vezes ao semestre/ ano, pode ser mais vantajoso contratar apenas um seguro para todo o ano do que contratar vários seguros por trecho de viagem.

Como escolher o melhor seguro viagem - Bagagem

4. Quantidade de pessoas

Se sua viagem é em casal ou em família, pesquise e compare os preços entre os planos individuais e coletivos.

Muitas vezes fechar um único seguro para todos sai mais em conta do que contratar separadamente. Embora isso não seja uma regra, vale conferir sempre os dois cenários.

5. Gravidez ou doenças pré-existentes

É importante ter atenção especial se você se enquadra nesse perfil de gravidez ou de doenças pré-existentes.

Para esses casos, é preciso que você selecione uma opção de seguro que garanta cobertura extra para esses perfis.

Caso você tenha algum imprevisto com sua gravidez ou com alguma doença pré-existente, você terá direito ao uso do seguro apenas se tiver contratado essas coberturas adicionais.

Sem dúvidas, isso encarece o valor final do seguro – mas não resta dúvidas de que é um investimento necessário para garantir a tranquilidade da sua viagem, né?

Pesquise bastante e escolha o melhor seguro pra sua viagem!

Não importa qual será sua escolha, lembre-se que cada plano é diferente do outro. Pesquise bastante e feche com aquele que mais se adequa à sua realidade. A gente sempre torce pra nada acontecer e não ter que acionar o seguro durante a viagem. Mas nunca se sabe né?

E se você quiser mais dicas de viagem, confira esses posts:

E você? Já teve que usar seguro viagem? Como foi sua experiência?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Adriana

36 anos. Carioca. Colecionava carimbos no passaporte durante as férias, mas resolveu levar esse hobbie a sério. Jornalista, trabalhou com marketing por um bom tempo, mas deixou o mundo corporativo para viver uma vida com mais significado. Convenceu o Caio a se jogar no mundo e hoje se dá por satisfeita carregando um caderninho, uma câmera e um tapete de yoga.

Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Você também pode gostar de ler:

21 comentários em “COMO ESCOLHER O MELHOR SEGURO VIAGEM”

  1. Ruthia disse:

    Lá diz o ditado “o seguro morreu de velho”. E todos nós queremos vida longa para desfrutar deste mundo de Deus.
    Como disse, alguns destinos apresentam um risco maior, então vale a pena esse tempo para comparar todos os detalhes. Parabéns pelo post completo.

  2. Eu já usei muito seguro de viagem (meu filho tinha bronquite quando pequeno), mas hoje em dia, só uso o do cartão de crédito mesmo. Muito bom o post

  3. Viviane Carneiro disse:

    Dicas valiosas! O seguro viagem é indispensável em qualquer viagem. Viajar tranquilo é a melhor coisa.

  4. Excelente post! Muito completo e explicativo. Muitas vezes é difícil escolher o que contratar e como contratar, já que são muitas opções e variantes envolvendo o assunto.

  5. Aninha Lima disse:

    Que guia completo e explicativo!! Eu confesso que só contratei seguro de viagens para os meus intercâmbios e nas viagens curtas, sempre conto com a sorte. Mas, diante de tudo que você falou, vou considerar contratar um seguro na próxima viagem! Obrigada por essa postagem tão esclarecedora

  6. Eu também acho o World Nomads o melhor seguro de viagens disponível por ai. Viajar sem seguro viagem é loucura.. Meu irmão uma vez teve que operar uma apendicite numa viagem pela europa e a conta do hospital não foi nada barata. Felizmente o seguro viagem pagou tudo…

  7. Sempre uso seguro viagem e é essencial para qualquer tipo de viagem, não podemos esquecer jamais! Viajar super tranquilo é a melhor coisa .

    1. Caio Farias disse:

      Sem dúvida!

  8. Diego Arena disse:

    Sempre fico em duvida na hora de contratar um seguro e sempre optei por contratar o do próprio cartão de crédito.
    Muito boa as dicas

  9. realmente é uma decisão que deve ser tomada com muita cautela, escolher um bom seguro é imprescindível! Temos que nos prevenir!

  10. Thais disse:

    OLa
    Excelentes dicas. Não viajo sem seguro viagem.
    Melhor prevenir do que remediar não é!!!
    abraços
    Thais

  11. Anna Luiza disse:

    Seguro viagem é um item importantíssimo e essencial numa viagem. Pode nos salvar bonito em certos momentos! Parabéns pelo post superdetalhado!

  12. Legal Adriana.
    Eu não viajo sem seguro, apesar de nunca ter precisado acionar a seguradora… nunca se sabe o que pode acontecer, e é melhor estar prevenido…
    Eu uso sempre o World Nomads ou o Seguros Promo também 😉

  13. Adorei o post! Super bem explicadinho e fácil de compreender.
    Não me arrisco a viajar sem seguro nunca!

  14. Ótimo post! Sempre temos muitas dúvidas sobre o que escolher e qual o melhor seguro para cada tipo de viagem.

  15. Ótimas dicas! O seguro viagem é essencial. A gente acha que nunca vai acontecer um imprevisto assim com a gente, mas temos que estar preparadas.

  16. Vitor disse:

    Óptimas dicas…muitos parabéns pelo artigo,obrigada

  17. Gisele Ramos disse:

    Viajar sem seguro é brincar com o perigo. Eu sempre faço, mas só tive que usar uma vez, em Los Angeles. O atendimento foi rápido e eficiente, só demorei um pouco para receber o reembolso dos medicamentos, mas no final deu tudo certo!

  18. Post esclarecedor, ajuda muito, porque as pessoas acabam contratando seguro baseadas no custo sem levar em conta as coberturas e contando que nada vai acontecer. Sempre bom estar preparado.

  19. Leo Vidal disse:

    Excelentes dicas. Eu sempre faço o seguro e recomendo a todos fazer, afinal nunca se sabe quando vamos precisar.

  20. Aninha Lima disse:

    Olha, eu confesso que só contratei seguro quando fiz viagens longas, os meus intercâmbios.
    Sempre achei que nada aconteceria nas curtas, mas tô ficando velha e tendo mais noção do quanto isso eh irresponsável. Tá
    Adorei todas as dicas

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

O carnaval acabou! E agora? Onde você queria estar nesse momento? A gente: Playa Hermosa na Costa Rica!#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica

Uma nova amizade! Conheçam Zuleide, uma tartaruguinha verde que conheci hoje no mar de Arraial do Cabo! Ficamos ali um tempinho batendo um papo sobre como está o mundo hoje… a maré tá boa por aí?A propósito: o mar de Arraial do Cabo continua assim, lindo!
#dive #emalgumlugardomundo #seasheperd #mergulho

Imagina acampar em um lugar assim? ?️ Pois nós dormimos 3 noites em uma dessas cabanas e foi in-crí-vel!Na verdade não se trata de um camping em si. Essa é um tipo de acomodação mais básica, que encontramos no @selina em La Fortuna, na Costa Rica.
Mas apesar de parecer uma “simples” barraca, ela tinha uma cama super confortável e era tão estilosa por dentro como por fora.
O melhor: o preço era mais baixo do que o de um quarto comum, sem deixar nada a desejar no quesito conforto. E a gente podia usar toda a dependência do hotel, incluindo piscina, cozinha… E vc, passaria uma noite numa cabana dessas?

COSTA RICA NÃO É SÓ PRAIA!
Se vc acha que o país (que por sinal é um dos lugares mais biodiversos do mundo) tem só belas praias a oferecer, dá uma espiada nessa beleza.
Uma das cachoeiras mais bonitas que visitamos na Costa Rica foi a Catarata Rio Fortuna, com nada menos que 75 metros de queda d’água.E para se banhar nessa maravilha, é preciso encarar uns 500 degraus de escadaria. Dica: desça na maior empolgação pra dar um mergulho nessa belezura e deixa pra sofrer na volta ?
Nós fomos não época de chuvas e mesmo assim a água estava linda!
O que pode acontecer nessa época é que, devido ao grande volume de água, o mergulho na piscina principal seja proibido por questões de segurança. Mas dá pra se banhar logo adiante, no rio formado pela cachoeira. Então tá valendo o “esforço” de qualquer jeito!E vc, tb curte uma cachoeira ou prefere mesmo uma praia?#costarica #lafortuna #emalgumlugardomundo #nature #waterfall

? ??Viajar pela Costa Rica de carro foi uma das melhores aventuras que vivemos!
A gente ama a liberdade de dirigir pelo desconhecido, fazer as coisas do nosso jeito, no nosso tempo.
Sabiamos que não iríamos muito longe alugando um carro comum, porque algumas estradas por lá são impraticáveis – então já fechamos num 4×4 da @nomad_america pra não ter erro. E gente, não é em qualquer lugar que a gente pode alugar um carro com barraca de camping e dormir em uma praia deserta, né? ?️?️ E foi assim que cruzamos rios e acampamos em lugares incríveis – tudo isso vivenciando uma conexão incrível com a natureza selvagem desse país que tanto nós surpreendeu ?

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!