12 Curiosidades da Alemanha que você precisa saber antes de ir | Em Algum Lugar do Mundo

12 CURIOSIDADES DA ALEMANHA

Saiba mais sobre costumes e tradições da Alemanha que vão te dar ainda mais vontade de conhecer o país.

  • Adriana
  • -
  • 27 de março de 2020
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Quando o assunto é Alemanha, a gente tende a achar que conhece pelo menos um pouco a respeito do país. Seja pelas aulas de história ou pelos imigrantes que ocuparam o sul do Brasil, todo mundo sabe algo a respeito. Mas nós iremos mostrar 12 curiosidades da Alemanha que vão te provar que você não sabe tanto assim sobre a terra da cerveja.

Portanto, se você pretende conhecer mais sobre esse destino, confira esse post com alguns fatos curiosos sobre a Alemanha que vão fazer sua viagem ficar ainda mais interessante. Los geht’s!

12 Curiosidades da Alemanha

1. Não há limite de velocidade nas autoestradas da Alemanha

A famosa Autobahn é a autoestrada alemã e, longe das zonas urbanas, não há limite de velocidade. Os motoristas mais apressados atingem facilmente os 200 km/h sem medo de levar multa.

Mas recentemente o Ministério dos Transportes fez uma pesquisa para tentar mudar essa regra e estabelecer um limite de velocidade em toda a Alemanha. 

De acordo com os resultados da pesquisa, 52% dos entrevistados disseram ser à favor de um limite. E entre os que concordaram com a medida, 68% eram mulheres.

No entanto, o estudo mostrou também que a maioria dos alemães não dirigem mais rápido do que 130 km/h, mesmo quando podem pisar no acelerador.

Curiosidades da Alemanha - Autobahn
Autobahn. Foto: Tarboosh / CC0

Quer dirigir na Alemanha? Confira o post com dicas para alugar um carro na Alemanha e aproveite sua viagem para sentir o gostinho de dirigir em uma autobahn.

2. A Alemanha Oriental é o recanto menos religioso do planeta

Se a Alemanha Oriental ainda existisse e fosse um país independente, seria o país menos religioso do planeta.

De acordo com a pesquisa General Social Survey, 46,1% dos alemães do leste não acreditam e nunca acreditaram em um Deus.

O resultado é herança da ocupação soviética, que formou a antiga República Democrática Alemã, separada do lado capitalista pelo famoso muro. O Estado comunista da época oprimia as igrejas cristãs e dificultava a vida dos seus seguidores.

Curiosidades da Alemanha -  Alemanha Oriental
Görlitz, cidade no lado Oriental da Alemanha

É por isso que os números não devem parecer tão assustadores. Os 54% que dizem acreditar hoje em Deus eram apenas 13% durante o período da divisão da Alemanha.

3. Em alemão, você pode juntar substantivos quase infinitamente

A língua alemã tem fama de ser complicada, com uma gramática quase incompreensível e palavras difíceis de pronunciar. Seria talvez o idioma mais difícil do mundo.

Não é para tanto, mas a fama tem lá sua razão de ser.

Uma característica do alemão que deixa todo estudante da língua de cabelo em pé é a possibilidade de juntar substantivos e formar uma só palavra.

Na teoria, é bem simples. Água de coco, por exemplo, vira Kokosnusswasser, que em tradução literal significa “água da castanha do coco”.

No entanto, é possível juntar substantivos dessa maneira ao infinito e além.

Por isso, a palavra Rindfleischetikettirungsüberwachungsaufgabenübertragunsgesetz existe e indica a “lei sobre transmissão da tarefa de supervisionar o etiquetar da carne de boi”. Pois é.

4. Os alemães usam mais dinheiro do que cartão

A gente pode até pensar que na terra da engenharia e da tecnologia de ponta, quase não se usa dinheiro. Ledo engano: faz parte dos costumes da Alemanha pagar quase tudo à vista.

Um estudo de 2017 do Banco Nacional da Alemanha mostrou que os alemães carregam em média 103 euros na carteira, e 74% preferem pagar com dinheiro a passar o cartão.

Curiosidades da Alemanha - Notas de Euros
Euros, euros e mais euros

As razões para isso são o controle de gastos e a anonimidade. Isso porque os alemães não confiam muito em bancos e preferem que estas instituições não saibam tudo o que eles compram.

Em um país com um estado forte que têm acesso a quase todas as informações de seus cidadãos, não deixar tudo registrado no extrato da conta é quase um tipo de proteção.

5. Na Alemanha, os comércios fecham aos domingos

Se você estiver visitando alguma cidade alemã durante o fim de semana, não se esqueça de comprar mantimentos para o domingo. 

Essa é mais uma das tradições da Alemanha: a imensa maioria das lojas, supermercados, farmácias e comércios em geral fecham aos domingos. Nem as lojas de shoppings centers abrem.

A exceção são domingos que caem em datas especiais ou junto a eventos de grande porte, os chamados Verkaufsöffenensonntag, mais um palavrão que significa “domingo de comprar abertas”. Estes só acontecem algumas vezes ao ano e estão indicados nos sites das prefeituras.

No entanto, se você esquecer de comprar algo importante e calhar de ser um domingo normal na Alemanha, não se desespere. As grandes estações de trem mantém seus mercados abertos por um breve período, geralmente entre 10h e 18h.

6. Ao visitar um alemão, não entre de sapato em casa

Na Alemanha e em muitos outros países do norte europeu, entrar de sapato em casa é considerado anti-higiênico. 

Por isso, quando você for visitar seu novo amigo alemão, saiba que o educado é tirar os sapatos logo ao entrar na casa. A intenção é não levar a sujeira de fora para dentro.

Curiosidades da Alemanha -Sapatos
Deixe seu sapato do lado de fora

Se estiver frio, peça ao seu anfitrião um par de Hausschuhe, “sapatos de casa”, que são simplesmente pantufas ou meias grossas com solado antiderrapante. 

Ou seja, nada de usar meia furada por aqui. Você nunca prestará tanta atenção nas meias que está calçando quanto na Alemanha!

7. Você já comeu ração de estudante?

Quem é mais fit conhece o mix de castanhas e frutas secas, uma opção super saudável de lanche, cheio de proteína e gorduras saudáveis. Além de delicioso, o mix contém nutrientes que são ótimos para a saúde do cérebro, sendo bons para a concentração e memória.

Os alemães também sabem disso. Por isso, chamam o mix de nozes de Studentenfutter, que em tradução literal significa “ração de estudante”. 

Curiosidades da Alemanha -Ração de estudante
Foto: Buchling / CC BY-SA 3.0

O nome surgiu no século 17, mas na época o mix era composto só por uvas passas e amêndoas, e era consumido apenas por jovens abastados, pois as amêndoas eram caras. Logo estas nozes ganharam a fama de ser um bom remédio contra a ressaca e o nome pegou.

Com o tempo, foram adicionados ao mix outras frutas secas e tipos de castanhas e nozes, como castanha de caju, amendoim, castanha do Brasil, noz e avelã.

8. Não há limite para o mandato de Chanceler da Alemanha

Todo mundo conhece a Angela Merkel, chanceler da Alemanha e importante líder mundial. Mas poucos sabem que ela está no cargo desde 2005!

Isso porque apesar do mandato de chanceler ser de 4 anos, os mandatários podem se reeleger quantas vezes quiserem. O que é diferente do Brasil e dos Estados Unidos, por exemplo, onde só é possível a reeleição uma vez – um mandato seguido de no máximo 8 anos.

A pessoa que mais durou no cargo foi Helmut Köhl, que foi chanceler por 16 anos – Merkel está quase lá, há 14 anos no poder.

Curiosidades da Alemanha - Merkel
Angela Merkel e Macri. Foto: Casa Rosada (Argentina Presidency of the Nation) / CC BY 2.5

Além disso, você sabia sabe que a Alemanha tem um presidente? Sim, o presidente do país tem mais poderes que a chanceler, mas são majoritariamente representativos. Ele não pode aprovar decretos de urgência, por exemplo.

9. Os alemães ficam em média apenas 7 minutos na fila do mercado

Fazer compras nos supermercados da Alemanha é como no Brasil, mas a gente sente a diferença na hora de pagar.

Os alemães têm horror a esperar nas longas filas dos caixas de supermercados, por isso tudo é feito extremamente rápido. O resultado é uma média de espera de apenas 7 minutos nas filas do país.

Curiosidades da Alemanha - Fila
Foto: David Shankbone / CC BY-SA 3.0

Passe suas compras e já tenha o dinheiro em mãos quando chegar ao outro lado. Coloque tudo nas sacolas como um flash e não perca tempo com nada.

Se você demorar um pouquinho mais, espere ouvir reclamações de quem está atrás de você e ver caras feias por toda parte.

Se você tiver muitas compras, coloque tudo de volta no carrinho e se dirija à uma bancada onde você pode embalar tudo com calma. Ela foi pensada especialmente para os mais lerdinhos e vai te salvar de levar um esporro em alemão.

10. A segunda montanha mais alta de Berlim é feita de escombros da guerra

Chamada de Teufelsberg (“montanha do diabo”), essa montanha nos arredores de Berlim é muito visitada por turistas e alemães que querem fazer trilhas e ter uma vista panorâmica da cidade.

Do topo, não dá nem para imaginar que a montanha é resultado do que sobrou dos prédios da cidade após o fim da Segunda Guerra Mundial.

Até 1972, o local recebeu um terço dos escombros de Berlim, o que representa cerca de 15.000 construções.

Curiosidades da Alemanha - Teufelsberg
Teufelsberg. Foto: get Your Guide

Lá em cima há ainda a antiga torre de vigilância dos norte-americanos (ela fica no antigo lado Ocidental), hoje um prédio abandonado muito interessante, que também pode ser visitado.

Apesar do nome, não há nada de assombrado na montanha do diabo. Ela foi batizada em homenagem ao Teufelssee, um lago próximo.

Veja também: o que fazer em Berlim

11. A Alemanha tem nomes diferentes em diversas línguas

A gente chama de Alemanha, os ingleses, de Germany, mas os alemães chamam de Deutschland. Estes são apenas alguns dos diversos nomes do país em diferentes idiomas pelo mundo.

Há ainda Tyskland, Niemcy e muitos outros. A Alemanha é o único país onde isso acontece. Mas por quê?

Desde o Império Romano, a terra dos Teutões recebe nomes diferentes. Isso porque quando os soldados romanos chegaram à região que hoje é a Renânia (naturalmente, na época ainda não existia Alemanha), perguntaram onde estavam, e de cada tribo ouviram um nome diferente. 

Curiosidades da Alemanha - Grupo conversando
Foto: © Jorge Royan / http://www.royan.com.ar

Entre eles estavam nomes como “mudos”, “vizinhos” ou “pessoas da floresta”, nas respectivas línguas da época.

Séculos mais tarde, a maioria dos países ainda adere a estes diferentes termos.

12. A Alemanha não é o país que consome mais cerveja

Cerveja, cerveja e mais cerveja. Esta é a bebida mais associada à Alemanha em todo o mundo e aqui muitas vezes uma garrafa de cerveja é mais barata que uma de água.

Há infinitos tipos de cerveja para provar no país e a imensa maioria segue a lei da pureza da cerveja alemã, uma lei de 1516 que determina que os ingredientes para uma autêntica cerveja são apenas água, malte, lúpulo e levedura.

Curiosidades da Alemanha - Cerveja
Cerveja em Munique!

Apesar da tradição, os alemães não são o povo que mais bebe cerveja no mundo. Eles perdem para a República Tcheca, onde cada pessoa consome por ano cerca de 157 litros de cerveja!

Os alemães estão apenas em terceiro lugar, com “míseros” 115.8 litros por pessoa por ano.

Apesar da fama, os alemães não bebem tanto assim, exceto na Oktoberfest, quando eles viram cerca de 6 milhões de litros de cerveja em duas semanas.

Primeira vez no país? Confira nosso Guia Prático da Alemanha: aqui você encontra todas as informações que precisa para planejar sua viagem

Vai pra Alemanha? Não se esqueça de um detalhe importante

Nós sempre recomendamos fazer um seguro viagem – não importa o destino – mas para Alemanha o seguro viagem é requisito obrigatório para entrar no país.

O país faz parte do Tratado de Schengen, que estabelece que os países signatários devem exigir dos viajantes a comprovação de um seguro viagem com cobertura mínima de € 30.000, para garantir despesas por doença ou acidente durante a viagem.

Para isso, recomendamos que você faça uma boa pesquisa antes de fechar sua compra. Acesse a nossa página de seguros para tirar todas suas dúvidas e encontrar a melhor cotação. E tem mais: você pode garantir até 10% de desconto usando o nosso código EMALGUMLUGAR5 (5% com o cupom + 5% com pagamento via boleto bancário).

Mais dicas de viagem para Alemanha

Economia nos passeios | Se seu roteiro para Alemanha inclui Berlim, aproveite essa dica: Berlin City Pass. Ele inclui a entrada para alguns dos principais pontos turísticos dessas cidades, além de transfer do aeroporto pro hotel e ônibus hop on hop off pela cidade. Ele também oferece 20% de desconto nos principais museus e atividades da cidade.

Chip internacional | Nós preferimos já chegar na Alemanha com um chip de viagem – e foi uma ótima decisão. Nós pudemos pedir Uber (quando bateu o cansaço do metrô), e usamos internet o tempo inteiro – para achar um bom restaurante, para consultar o GPS, para confirmar nossas reservas de passeios e pra postar nossas fotos. Nós compramos o chip do Viaje Conectado e super recomendamos, porque ele funcionou perfeitamente. Não se esqueça de usar o código EMALGUMLUGAR10 e garantir 10% de desconto!

Dinheiro | A moeda da Alemanha é o Euro. Você não terá problemas em usar cartões de crédito, que são bem aceitos em todos os lugares. É possível sacar dinheiro em caixas automáticos, mas atente-se para a cobrança de taxa no saque. Para comprar euros para levar na viagem, use uma agência de câmbio online com boa reputação. Nós usamos o Cotação, que tem ótimos valores e fazem entrega à domicílio.

Hospedagem |Escolher um hotel bem localizado é essencial para quem viaja de férias e tem poucos dias para curtir o destino. Vale conferir opções com acesso fácil ao transporte público, para facilitar seus deslocamentos. Nesses posts a seguir, demos diversas dicas para aproveitar o melhor de cada cidade, incluindo recomendações de hospedagem. Confira:

Curtiu saber sobre essas 12 curiosidades da Alemanha?

Agora você já pode impressionar seus amigos com seus conhecimentos sobre a cultura da Alemanha e estar mais preparado para enfrentar o choque cultural ao visitar o país. 

Só não esqueça de trazer meias sem furos, ser rápido no mercado e fazer suas compras de emergência no sábado. E ao beber uma cerveja, brinde sempre olhando nos olhos e diga Prost!

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Escrito por Adriana

36 anos. Carioca. Colecionava carimbos no passaporte durante as férias, mas resolveu levar esse hobbie a sério. Jornalista, trabalhou com marketing por um bom tempo, mas deixou o mundo corporativo para viver uma vida com mais significado. Convenceu o Caio a se jogar no mundo e hoje se dá por satisfeita carregando um caderninho, uma câmera e um tapete de yoga.

Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Alemanha: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Pra nós, um lembrete: eu me considerar antirracista não me exclui de uma estrutura racista enraizada há tanto tempo. Tampouco acaba com meus privilégios.
Enquanto nosso exercício diário é um lembrete, o desafio diário do negro é sobreviver.
Atitudes precisam mudar.

VC GOSTA DE EXPOSIÇÃO? 📸 🤳 ⠀Desde que começamos o Em Algum Lugar do Mundo, lá em 2015, entendemos que o assunto seria viagem. O negócio nunca foi muito sobre “Caio e Adriana”, embora nossa cara apareça no instagram e nossas dicas de viagem no blog sejam baseadas em nossa experiência. ⠀Mas sei lá, sabe? Acho q a gente é da época que ainda se vivia offline. Quando eu (Dri) era mais nova, o que nem faz tanto tempo assim 🤥😂 , achava ruim dar satisfação pra minha mãe. Agora é só apertar o dedão e toma-lhe de dar satisfação pra todo mundo! ⠀Só que não tem jeito. Se eu vejo um mar, meu instinto é sair correndo pra dar um mergulho. Se eu peço um prato de comida, 99% das vezes eu só vou pensar em “vou fazer um stories” quando to acabando a sobremesa 🤷♀️. Se o dog tá pulando e brincando, o Caio já tá rolando no chão junto, e o celular tá longe. ⠀Fato é que, volta e meia, a gente se pega num impasse… se devemos continuar na nossa, buscando viver o momento presente, mantendo o foco no blog e em nossos outros projetos, ou se devemos “forçar nossa própria barra” e dar mais as caras por aqui, mostrando as coisas mais banais do dia a dia. ⠀Mesmo porque, vamos combinar: nossa rotina super ~agitada~ de blogueiros muitas vezes se resume a ficar boa parte do dia com a bunda sentada na cadeira de frente pro computador. E isso mesmo antes da quarentena! ⠀De qualquer forma, esse período de isolamento tá servindo pra gente ajustar e revisitar várias questões nossas. Quem sabe a gente não compartilha e aparece mais por aqui? ⠀Seguimos aqui na reflexão pro nosso dia, depois de participarmos da nossa primeira live com @ines.lafosse e @vazaonde (se vc não viu, tem link no stories e tá salvo no IGTV do Vaz!). Nem doeu, viu? 😄 ⠀E pra vc, como é sua relação com a exposição da sua vida nas redes sociais?Foto📷: @gaiavani

Beleza e caos. É assim que a gente define o Pesqueiro na Praia Grande em Arraial do Cabo.Esse lugarzinho fica no canto esquerdo da Praia Grande e, apesar dessa confusão visual, é o nosso cantinho favorito dessa praia!

Depois de uma hora observando esse catioro nadando, resolvemos voar com o drone para tentar entender o que estava acontecendo… E aí é que descobrimos o segredo dele: ele tem amigos embaixo d’água! 🐢🐢

CANSEI DE SER CACHORRO!🐕 AGORA SOU UMA FOCA!
Vocês acham que só gente que gosta do mar de Arraial do Cabo??🌊🌅 Quando parei de olhar o relógio, já fazia mais de uma hora que esse catioro nadava… Entendo, pq se eu pudesse tava até agora nadando com ele ali!
Esperando tudo isso passar pra correr pra essa água…

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!