O QUE FAZER EM CHIANG MAI: GUIA COMPLETO

Confira as dicas para nossa cidade favorita na Tailândia. Aproveite esse guia completo com as principais atrações da cidade: templos, culinária, mercados e muito mais.

  • Adriana
  • -
  • 11 de junho de 2016
  • 49 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e baixe nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Atualizado em 13 de abril de 2017.

Um destino na Tailândia que tem sido cada vez mais procurado pelos viajantes é Chiang Mai. Essa cidade que fica localizada ao norte do país (700 km de Bangkok) é um dos melhores exemplos de que não é só de praias paradisíacas que vive a Tailândia. Mas você sabe o que fazer em Chiang Mai? O que tem lá de tão especial? Vale à pena incluí-la no roteiro?

Somos suspeitos pra falar, porque nós simplesmente amamos Chiang Mai! Conhecida como “Rosa do Norte”, Chiang Mai é um dos melhores destinos para você ver uma Tailândia autêntica. Culinária, mercados de rua, templos, elefantes, florestas, montanhas, massagem tailandesa… tem de tudo nessa cidade (menos praia, o que não faz a menor falta).

Não sabe por onde começar? Vem com a gente e veja aqui o que fazer em Chiang Mai: um guia completo com as principais atrações da cidade.

O que fazer em Chiang Mai: 12 atrações para incluir no seu roteiro

1. Visitar os templos 

Chiang Mai tem mais de 300 templos. É quase a mesma quantidade de templos da capital Bangkok, só que concentrados em uma cidade bem menor. Você pode não ser religioso, não entender nada de budismo. Mas não dá pra simplesmente ignorar os templos lindos dessa cidade. Já que é impossível conhecer todos, veja aqui os templos mais conhecidos e visitados de Chiang Mai.

Ah, e já pra avisar: nós fomos em todos esses e mais alguns, e não conseguimos decidir qual o nosso templo preferido!

Wat Chedi Luang

Um belíssimo templo localizado no centro da Cidade Antiga. O que mais chama atenção nesse templo é a pagoda, que foi parcialmente destruída por um terremoto em 1545 (e restaurada em 1990).

Em 1468, era aqui que ficava o famoso Buda de Esmeralda, que é a imagem mais importante de Buda na Tailândia – e que atualmente está no Wat Phra Kaew em Bangkok (veja mais sobre os templos de Bangkok).

o que fazer em chiang mai
Wat Chedi Luang

Como chegar: O Wat Chedi Luang está localizado no centro da Cidade Antiga. A entrada principal fica do lado oposto da Phra Pok Klao Road, ao sul da Ratchadamnoen Road. Dá pra ir à pé.

Wat Phratat Doi Suthep

Esse é o principal templo de Chiang Mai. Ele fica no alto de uma montanha, que oferece uma vista incrível da cidade.  O templo é do século 14 e é considerado um dos lugares mais sagrados de toda a região.

o que fazer em chiang mai
Wat Phratat Doi Suthep, visto de cima

Como chegar:  pegue um tuk tuk ou songthaew (uma caminhonete vermelha que funciona como um taxi coletivo). Agências de viagem também oferecem um tour até lá.

Wat Phra Singh

É um dos mais reverenciados templos de Chiang Mai. Localizado bem perto do centro na Cidade Antiga, esse templo do século 14 é um belíssimo exemplo da arquitetura Lanna, característica do norte do país.

Cono chegar: O templo está localizado na Cidade Antiga, ao final da Ratchadamnoen Road. Dependendo da sua localização, é bem fácil chegar nele à pé.

Wat Sri Suphan

Também conhecido como “Templo Prata”, ele fica a menos de 1km da Cidade Antiga e, como o nome sugere, é todo feito de prata. Bem diferente de todos que já tínhamos visto.

O que fazer em Chiang Mai_Silver Temple
Wat Sri Suphan, também conhecido como Silver Temple

Como chegar: o templo fica ao sul do muro da cidade antiga, em uma pesquena rua ao lado da Wualai Road (onde rola o Saturday Market). É fácil chegar até lá à pé. 

2. Conversar com um monge ou assistir ao ritual de Oferecimento das Almas

Se você gostou dos templos e se interessou pelo assunto, que tal ter uma experiência bem diferente e chegar mais perto dos monges? Você pode assistir ao lindo ritual de Oferecimento das Almas ou ainda bater um papo com eles.

O ritual de Oferecimento das Almas acontece diariamente, quando os monges saem dos templos e percorrem ruas próximas em busca de doações de alimentos. Nós colocamos o despertador pra tocar de madrugada um dia e conseguimos acompanhar o ritual no portão norte da Cidade Antiga.

Mas aqui vai uma dica: o melhor local pra participar da cerimônia é próximo ao templo Wat Phratat Doi Suthep. Se você fechar esse tour com agência, é pra lá vão te levar. Mas dá pra ir por conta própria, é só ter disposição pra acordar cedo e estar no local às 6 da manhã.

O que fazer em Chiang Mai_buddhism2
Ritual de Oferecimento das Almas próximo à Cidade Antiga
O que fazer em Chiang Mai_monk chat

Outra opção bem diferente é conversar com os monges. Em muitos dos templos freqüentados por turistas, existem áreas reservadas para essa conversa. Monges que falam um pouco de inglês (e estão interessados em se aprimorar na língua) se dispõem a bater um papo informal com os visitantes.

A conversa pode ser sobre budismo, sobre a Tailândia ou sobre o que você quiser. Ao final, não se esqueça de contribuir com uma doação – que deve ser depositada em uma caixa ali no local.

Onde ir: Para o ritual de Oferecimento das Almas, programe-se para chegar bem cedo nas proximidades do Wat Phratat Doi Suthep. Para o bate papo com os monges, o templo mais conhecido é o Wat Chedi Luang, mas você pode escolher qualquer um já que a maioria tem um espaço reservado pra isso.

3. Explorar os mercados de rua

Chiang Mai tem mercados de rua muito populares e pra todos os gostos! Escolha um desses (ou todos) e boas compras!

Saturday Market

Ótimo lugar para comprar lembrancinhas da Tailândia, esse mercado é um pouquinho menos turístico e menos lotado que os demais (apesar que da última vez que fomos estava lotado!). A quantidade de barraquinhas de comida também vai te deixar sem saber o que escolher.

Como chegar: Localizado na Wualai Road, atrás do Chiang Mai Gate (na parte sul da Cidade Antiga). Também dá pra ir a pé.

Sunday Market

Bem parecido com o que rola aos sábados, esse mercado é um dos melhores lugares para compras em Chiang Mai. O único problema é que fica muito cheio, então chegue cedo se quiser evitar a multidão. Na verdade, você irá encontrar praticamente as mesmas coisas tanto no Saturday Market como no Sunday Market, então escolha o que for mais conveniente pra você.

Como chegar: O Sunday Market rola na Rachadamnoen Road, na Cidade Antiga, bem atrás do Thapae Gate. Vá à pé.

O que fazer em Chiang Mai_market
Noite agitada no Sunday Market

Night Bazaar

Se você não estiver por Chiang Mai num fim de semana, ou se achar que não viu o suficiente de mercados, vá para o Night Bazaar. Esse mercado é extenso e também muito frequentado por turistas. Prepare-se para passar horas perdido entre tantas barracas – no final você já acha tudo meio repetitivo.

Como chegar: O Night Bazaar fica ao lado leste da cidade antiga, entre as ruas Tha Pae e Chang Klang. É possível ir caminhando da Cidade Antiga até lá, ou então pegue um tuk tuk.

4. Assistir a uma luta de Muay Thai

Outro programa que você pode incluir no roteiro de Chiang Mai é assistir a uma luta de Muay Thai, um dos esportes mais populares da Tailândia. Procure saber no seu hotel ou com alguém local quando será a próxima luta, que costuma rolar com frequência.

Existem alguns estádios em Chiang Mai para assistir a uma luta de Muay Thai. Uma opção bem conhecida e muito frequentada por turistas é o Thapae Boxing Stadium, que fica na Moonmuang Road, na parte histórica de Chiang Mai e bem próximo do Thapae Gate. Lá rola luta praticamente todos os dias, a partir das 21h.

Nós escolhemos um sábado qualquer pra fazer esse programa. A princípio achamos que seria apenas um programa “turistão”, mas acabamos nos surpreendendo com essa experiência: vimos que os atletas iniciam bem cedo no esporte, com crianças de aproximadamente 9 anos já lutando pra valer. Vimos também o desafio de adolescentes que buscam se profissionalizar no Muay Thai, e a mobilização de toda a família dos lutadores, que veem na luta uma chance de melhorar de vida.

O que fazer em Chiang Mai_muay thai
Luta de Muay Thai no Thapae Boxing Stadium

Como chegar: Para o Thapae Boxing Stadium, é possível ir à pé se você estiver pela Cidade Antiga, pois ele fica muito perto do Thapae Gate.

5. Comer bem e barato 

O que fazer em Chiang Mai_street food
Barracas de comida estão por todos os lados!

A culinária tailandesa não tem sua fama à toa: ela é mesmo maravilhosa. E o melhor, muito barata! Prepare-se para uma comida autêntica, deliciosa e (na maioria das vezes) saudável.

E se você tem algum preconceito ou restrição para comer em barraquinhas de rua, deixe isso de lado e se jogue nas milhares de opções que você irá encontrar em Chiang Mai. Nós encaramos essa comida praticamente todos os dias e saímos ilesos, sem nenhuma dor de barriga!

Você irá achar barraquinhas em todos os lugares. Mas pra começar, vá para o Chiang Mai Gate (ao sul da cidade antiga), onde as barracas começam a se instalar por volta das 17 horas e seguem até tarde da noite.

Você vai ficar perdido entre tanta opção de curry, espetinho, pad thai, sucos e sobremesas (experimente o famoso mango stick rice). Muitas barracas têm cardápio em inglês, pra facilitar sua vida. Saiba mais sobre comida tailandesa aqui.

6. Fazer uma aula de culinária

Se você for mesmo um apaixonado pela comida tailandesa, a melhor oportunidade pra aprender a preparar seus pratos favoritos é fazer uma aula de culinária em Chiang Mai. Em um curso básico que dura ½ ou 1 dia, você já aprende a preparar pratos deliciosos e a fazer a mistura perfeita entre doce, salgado, picante e azedo – bem característica da culinária local.

Existem várias escolas pela cidade, é só agendar com uma agência local ou antecipadamente pela internet. Na maioria delas, a aula começa com uma ida ao mercado, para aprender mais sobre os ingredientes e comprá-los frescos. O professor irá fazer as demonstrações e os alunos irão preparando os pratos com o auxílio dele.

Em um dia de curso você irá preparar (e provar) uns seis pratos diferentes, que já são escolhidos previamente. Nós acabamos enrolando e não fizemos uma aula de culinária, mas já está anotado pra próxima vez em que formos à cidade!

Como chegar: a maioria das escolas oferece serviço de traslado, é só agendar com antecedência.

7. Relaxar com uma massagem tailandesa

Não saia da Tailândia sem ter feito NO MÍNIMO uma sessão de massagem – por dia hehe. Você vai encontrar uma infinidade de lugares pra fazer uma “thai massage”, e os preços são incrivelmente baratos em todas elas.

Dependendo da região em que você estiver em Chiang Mai, vai encontrar mais de 5 estabelecimentos no mesmo quarteirão. Você pode fazer uma pesquisa antes pra pegar uma boa indicação, ou simplesmente entrar na primeira que aparecer, que é o que eu sempre fazia.

Sua escolha poderá ir do local mais simples até os mais sofisticados, que incluem um dia inteiro de spa, além da massagem. A massagem tailandesa tradicional é bem forte, mas existem diversas opções que incluem massagem nos pés, massagem com óleo, massagem com pedras e por aí vai.

Recomendo ser uma das primeiras coisas a se fazer quando chegar em Chiang Mai, pois se deixar pro final da viagem vai se arrepender de não ter feito mais vezes!

O que fazer em Chiang Mai_massagem
Muitas opções pra uma massagem tailandesa: faça quantas vezes puder!

Atrações próximas a Chiang Mai: passeios de 1 dia

Se as opções acima não foram suficientes, ou se ainda está indeciso(a) sobre o que fazer em Chiang Mai, saiba que existem mais um monte de atividades imperdíveis bem pertinho da cidade. Confira algumas delas:

8. Passear com elefantes

Essa é uma das atrações que faz mais sucesso com os turistas, que chegam loucos de vontade de subir em um elefante e tirar fotos com os grandões.

Atenção se você ainda é um desavisado: a pior coisa que você pode fazer ao ir pra Tailândia (ou qualquer outro lugar que tenha essa atração) é subir em um elefante e incentivar esse tipo de turismo.

Não é da natureza dos elefantes esse comportamento e, pra eles servirem ao turismo, passam por um processo extremamente cruel conhecido como “The Crush” (esmagamento). Recomendo fortemente que você leia sobre a realidade por trás de um passeio com elefantes na Tailândia. Mas resumindo em poucas palavras: os bichos são domesticados através de castigo, tortura e muita violência.

Então já sabe: nada de ir em lugares onde é permitido subir em elefantes, ou onde eles fazem performances, pintam quadros, nada disso!

Maaaaas… calma que dá pra se divertir!

O que fazer em Chiang Mai_elephant
Trabalho voluntário no Elephant Nature Park

Existem poucos lugares onde os elefantes são bem tratados e o turismo é muito bem-vindo. Um deles é o Elephant Nature Park, um santuário onde vivem cerca de 37 elefantes, sendo a maioria deles resgatados de maus tratos. Lá eles vivem livres e o turista pode chegar mais próximo dos bichos, sem montar neles.

Eu tive a oportunidade de participar de um trabalho voluntário nesse lugar, onde passei algumas semanas vendo de perto o trabalho lindo que é feito por lá. Em um dia de passeio como turista, você terá a oportunidade de aprender mais sobre os animais, além de alimentá-los e dar banho neles. Incrível!

Como chegar: Um tour ao Elephant Nature Park já inclui o transporte, então não se preocupe com isso e informe o endereço da sua acomodação ao agendar o passeio.

9. Aventurar-se em uma tirolesa

Chiang Mai está cercado de florestas tropicais e montanhas lindas, que oferecem uma boa variedade de atividades ao ar livre. Uma das mais populares é fazer uma tirolesa, acrescentando um pouco de adrenalina ao seu passeio pelas belezas naturais de Chiang Mai.

Existem diferentes tirolesas e uma das mais conhecidas (e mais caras) é essa aqui, que tem a maior tirolesa de toda a Ásia (com 800 metros no total!).

Como chegar: geralmente as empresas oferecem o serviço de transporte até o local, então não se preocupe com transporte. Só confirme na hora da reserva.

10. Fazer um rafting de bambu

O que fazer em Chiang Mai_bamboo rafting
Rafting de bambu. Foto: Peace May Come To You/ CC BY

Um programa divertido pra se fazer em Chiang Mai é “bamboo rafting” no Mae Wang (rio Wang), que fica a cerca de uma hora do centro de Chiang Mai. Esse programa pode ser feito em meio dia, ou em um tour de dia inteiro se combinado com outras atividades.

Como chegar: Algumas agências oferecem essa atividade. Se você optar em ir por conta própria, poderá alugar uma moto ou combinar um preço antecipado com um songthaew, se tiver mais gente pra ir com você.  

11. Subir por uma cachoeira

Isso mesmo. Próximo de Chiang Mai fica Bua Thong, onde existe uma cachoeira em que você pode suibir pelas pedras, bem na queda d’água, graças à sua formação de calcário que se torna um antiderrapante. Tente ir durante a semana, já que fica cheia nos fins de semana.

O que fazer em Chiang Mai_cachoeira
É possível subir pelas pedras dessa cachoeira. Foto: BorchertMartin/ CC BY-SA

Como chegar: moto, tuk tuk ou songthaew. Negocie o preço antes, sempre!

12. Aproveitar que nem os locais

Um dos melhores lugares pra relaxar, dar um mergulho no lago e curtir a natureza é em Huay Tung Tao, um lugar ainda pouco conhecido pelos turistas que fica a uns 10km de Chiang Mai. Alugue uma cabana no lago e não se preocupe em levar comida, pois tem bastante opção por lá.

O que fazer em Chiang Mai_lago
Aproveitando a tarde no lago Huay Tung Tao

Como chegar: moto, tuk tuk ou songthaew. Combine com o motorista um horário para ele ir buscá-lo.

Gostou do post? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de várias dicas de viagem pra Tailândia!

em algum lugar do mundo no facebook

O que NÃO fazer em Chiang Mai

A gente busca sempre pesquisar o que tem por trás de uma atividade antes de se empolgar e sair fazendo (principalmente quando envolve animais). Como você já percebeu, o que não falta é o que fazer em Chiang Mai. Porém, nem tudo que é conhecido e faz sucesso como atração turística deve ser incluído em seu roteiro.

Por isso, vamos reforçar aqui duas atividades que você não deve fazer em Chiang Mai:

Não subir em elefantes

o que fazer em chiang mai_nao subir em elefantes
Não suba em elefantes. Foto: Kyuyoung Do / CC BY-SA / modified

Já falado acima, mas não custa repetir. Aliás, quanto mais repetirmos melhor. A maioria das pessoas incentiva esse tipo de turismo por puro desconhecimento. Se você conhece alguém que vai pra Tailândia, ajude a espalhar essa informação!

 Não tirar fotos com tigres

Assim como os elefantes, os tigres servem como atraçao turística em Chiang Mai. Um dos lugares mais conhecidos e que tem a melhor reputação é o Tiger Kingdom, onde você pode entrar na jaula com os bichos e tirar fotos, pagando mais caro dependendo do tamanho do bicho.

o que fazer em chiang mai_nao visitar tigres
tiger kingdom: Foto: Maxim B. / CC BY-SA / modified

A boa reputação é por afirmarem que os bichos são bem tratados e não são dopados, o que minimiza mas não exclui o problema.

Pra começar, o bicho está dentro de uma jaula pra servir de entretenimento pra turista, enquanto deveria estar solto na natureza (também sou contra zoológicos). Depois, o coitado do tigre tem que aturar gente em volta dele o dia todo, segurando rabo, passando mão, levando uma cutucada pra levantar a cabeça e sair acordado na foto. Acho que isso é tortura até pra um cachorrinho de estimação mais calmo. E, pra completar, os filhotinhos ainda são separados das mães, ficando isolados em outra jaula, pra que os turistas paguem ainda mais caro pra tirar uma foto com eles.

A pior parte vem agora, pelo menos pra mim: eu já estive nesse lugar há alguns anos atrás em uma outra viagem, e carrego o arrependimento até hoje. A única coisa boa dessa triste experiência é que foi a partir dela que comecei a abrir meus olhos pra exploração animal pela indústria do turismo, e desde então nunca mais pisei em um zoológico.

Onde se hospedar em Chiang Mai

Para quem vai para Chiang Mai a passeio e ficar poucos dias, o ideal é se hospedar no centro antigo ou em alguma área próxima, como Riverside ou o Night Bazaar. A maioria das atrações está concentrada nessa região, assim como o comércio e ótimas opções de restaurantes. Essas são as 3 principais regiões que recomendamos:

Old City

A área mais procurada para hospedagem. É o quadrado formado pelo antigo forte, bem no coração da cidade. As opções aqui vão de albergues e pousadas até hoteis boutique e de luxo. Muitos templos, restaurantes, casas de massagem – toda a região pode ser facilmente percorrida a pé. A parte mais popular fica próxima ao Thae Pae Gate, mas você ficará bem posicionado em qualquer hotel dessa região.

Para uma opção sem muito luxo mas bem confortável, dê uma olhada no Golden Bell. A diária custa uns 140 reais, e a localização dele não poderia ser melhor. Bem ali no meio de tudo. Tem uma piscina que, embora não seja muito espaçosa, é bem relaxante. O staff todo é bem simpático, ainda rola aquele mimo de bebidinha de boas vindas.

chiang mai: hotel golden bell
chiang mai: hotel golden bell
Golden Bell Chiang Mai. Foto: Divulgação

Pra ver outras opções, dá uma olhada nessa lista de acomodações na Old City de Chiang Mai.

Riverside

Uma área mais tranquila e menos agito, mas ainda bem próxima de Old City. Aqui há menos opções econômicas de acomodação, então se quiser se hospedar em Chiang Mai com mais estilo, aqui é o lugar ideal. Vale lembrar que na Tailândia os preços são bem mais acessíveis comparado a outros destinos, então o “luxo” aqui pesa menos no bolso. Dá uma olhada no Rimping Village (diária a uns 170 reais), que tem um buffet de café da manhã bem gostoso, além do restaurante servindo almoço e jantar com preços bem justos. Ainda tem uma piscina pra curtir se sobrar um tempo livre no fim do dia.

chiang mai rimping village
Rimping Village Chiang Mai. Foto: Divulgação

Night Bazaar

Um pouco fora de Old City, mas ainda perto. Essa é a região ideal pra quem quer ficar próximo do agito da noite e quer fazer compras. O Night Bazaar rola diariamente, o que garante movimento constante na região. Também encontramos tanto opções econômicas como mais caras por aqui. Pra conferir, dá uma olhada nessas opções de hotéis nos arredores do Night Bazaar em Chiang Mai.

Quantos dias ficar em Chiang Mai

Nós moramos em Chiang Mai por 2 meses e não tínhamos vontade nenhuma de ir embora. O astral de lá é maravilhoso, sendo a cidade mais agradável que conhecemos na Tailândia. Ela não é grande e em 3 ou 4 dias você é capaz de conhecer as principais atrações de Chiang Mai. Mas garantimos que não irá se arrepender se quiser estender sua estadia por lá.

Como chegar em Chiang Mai

Há um aeroporto em Chiang Mai que recebe voos domésticos e internacionais. Voar é a forma mais prática e conveniente de se chegar em Chiang Mai partindo de Bangkok. Várias cias aéreas low cost fazem esse trajeto, e se você comprar com antecedência consegue pagar até mais barato do que em uma passagem de trem. O voo leva 1 hora de Bangkok até Chiang Mai. O aeroporto em Chiang Mai fica a uns 15 minutos de carro do centro, é fácil pegar um táxi na chegada.

Trem é uma das opções mais populares. Apesar da viagem ser bem longa (de 12 a 15 horas), muitos escolhem fazer o percurso de trem, pra poder curtir a paisagem e ter um gostinho melhor de como é a Tailândia fora dos grandes centros. A estação de trem em Chiang Mai fica próxima do centro, basta pegar um taxi ou um tuk tuk que em menos de 10 minutos você chegará no seu hotel.

A outra opção é pegar um ônibus. Assim como a viagem de trem, o caminho será longo, podendo durar de 9 a 12 horas. Existem diferentes categorias de ônibus que variam entre segunda classe e VIP, e o preço varia de acordo com a escolha. Há dois terminais de ônibus em Chiang Mai. Os ônibus que chegam de Bangkok em Chiang Mai param na Estação Arcade, de onde você poderá pegar um tuk tuk ou um táxi para o centro.

Pela praticidade e pelos preços ótimos que encontramos, preferimos ir para Chiang Mai de avião.

Veja aqui um dos vídeos que fizemos em Chiang Mai

Viaje com segurança

Recomendamos muito também que você faça um seguro viagem antes de ir pra Tailândia. Nós utilizamos algumas vezes enquanto estivemos no país e todas elas foram super tranquilas e sem dores de cabeça. Recomendamos que você pesquise bem e feche um que se adeque às suas necessidades e estilo de viagem. Nós usamos a Segurospromo pra fazer uma comparação de preços e ver diferentes opções. E usando o nosso código EMALGUMLUGAR5 você ainda ganha 5% de desconto.

Faça as escolhas certas e conheça o melhor de Chiang Mai!

Chiang Mai tem tantas atrações que fica difícil fechar um roteiro. Mas meu conselho é: dê um jeito e se vire pra encaixá-las nos seus dias! Planeje com antecedência e escolha suas atrações preferidas, você não vai se arrepender.

E se você vai viajar pra Tailândia, aproveite nossas dicas e confira esses posts:

O que você não deixaria de fora do seu roteiro de Chiang Mai?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Baixe agora nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Tailândia: explore

49 comentários em “O QUE FAZER EM CHIANG MAI: GUIA COMPLETO”

  1. A Tailândia é um dos meus países preferidos no mundo. Deu muita saudade de Chiang Mai agora lendo esse post. Ótimas dicas e concordo em não ir nos lugares de exploração de animais. Cometi esse erro alguns anos atrás e até hoje me arrependo.

    1. Adriana Mendonça disse:

      Oi Fernanda! Temos um ponto em comum: a Tailândia também é um dos meus países preferidos! E Chiang Mai é apaixonante né? O objetivo aqui é também dar o máximo de informação possível para que as pessoas não cometam os mesmos erros indo a essas atrações que exploram animais. Um abraço!

  2. Martinha disse:

    Oi Adriana. Parabéns! Post completíssimo. Ainda não conheço Chiang Mai, mas já coloquei nos meus favoritos para quando precisar. As dicas estão ótimas. Beijos =)

    1. Adriana Mendonça disse:

      Oi Martinha! Obrigada, que bom que salvou o post. Vindo pra Tailândia, não deixe de conhecer Chiang Mai, a cidade é mesmo maravilhosa! Beijão!

  3. MUITO legal esse post, e que bom que vocês também pensam assim!! Turismo com 'abuso' de animais é uma coisa que muita gente ainda não se tocou de como é ruim! Adorei as dicas, e com certeza vou usá-las na minha próxima ida à Tailândia, que vai ter que incluir Chiang Mai!

  4. Já estive por 2 vezes em Chiang Mai, e adorei cada momento lá passado. É uma cidade com muito para ver e fazer, com um ambiente muito descontraído. Fiquei feliz por ver a sua chamada de atenção no artigo para que as pessoas não participem nas actividades com tigres e elefantes. Já está maia que na hora de terminar de vez com esse maltrato para com os animais. Excelente post, parabéns! 🙂

    1. Caio Farias disse:

      Obrigado, Maria. Ficamos 2 meses lá e não vemos a hora de voltar. Com certeza já está mais do que na hora das pessoas terem um pouco mais de cuidado com turismo / animais. E nós somos temos um papel fundamental nisso.

  5. Nossa deve ter sido uma experiência incrível ser voluntária no Elephant Nature Park e ver de perto o trabalho que é feito com elefantes! Adorei as dicas!

    1. Adriana Mendonça disse:

      Oi Ana! Que bom que gostou das dicas! A experiência no ENP foi simplesmente inesquecível. Muita vontade de ir novamente, só aguardo a próxima oportunidade! Um abraço!

  6. Fora tudo de coisa LINDA que tem no post, o mais lindo é ajudar a acabar com essa exploração de turismo exploratório de animais!

    Parabéns pelo post e pela postura! 🙂

    1. Caio Farias disse:

      Obrigado Camila. Que bom que gostou!

  7. Naiara disse:

    Tailândia é meu sonho de viagem. E num lugar desses as praias nem são necessárias 😊 adorei saber que no parque dos elefantes tem voluntariado. Fale mais sobre isso, pf!

    1. Caio Farias disse:

      Naiara, passamos 2 meses em Chiang Mai e não sentimos falta das ilhas. Esse lugar tem uma capacidade incrível de fazer você se sentir em casa. Fizemos um post sobre os elefantes https://emalgumlugardomundo.com.br/passeio-de-elefante-na-tailandia/ . A Dri trabalhou lá por 10 dias, se quiser saber algo mas específico manda um email pra gente.

  8. Post super completo e informativo, tanto do que fazer quanto o que não fazer!
    Eu sempre vejo blogs listando o Tiger Kingdom como atração indicada em Chiang Mai e confesso que isso sempre me deixou triste. Que bom saber que você tem a mesma opinião e não incentiva esse tipo de turismo.
    É sempre bom pesquisar bem antes de ir né? Quanto aos elefantes, sei que tem algumas fazendas bem corretas para você ver elefantes em seu habitat natural (não pode interagir, e nem subir). Vale sempre uma boa pesquisa e consciência!
    Parabéns pelo post!!!

    1. Caio Farias disse:

      Obrigado Marcella. Ficamos bastante chateados com os artigos que incentivam o turismo com exploração animal. Sim exitem alguns centros de recuperação em Chiang Mai que entregam uma grande experiência sem exploração. Fizemos um post falando sobre o assunto https://emalgumlugardomundo.com.br/passeio-de-elefante-na-tailandia/ . Que bom que curtiu! Obrigado!

  9. Itamar Japa disse:

    Que sonho de lugar… A Tailândia é um lugar que quero conhecer desde que fiz Muay Thai, quando tinha uns 16 anos de idade! De lá pra cá, a cada dia tenho mais vontade, mas ainda não deu certo! Não vejo a hora, e com certeza vou tentar incluir Chiang Mai no roteiro, adorei as dicas!!!

    1. Caio Farias disse:

      Que bom que curtiu Itamar! Não deixe de conhecer Chiang Mai, assim como as ilhas, esse lugar encanta! Estão rolando várias promoções pra Tailândia! Fique de olho!

  10. Tailândia espetacular! Eu já conheço alguns lugares mas acredito que Chiang Mai é um tanto "countryside" e acaba sendo bem diferente de Phuket e Bangkok por ex. Ainda ei de voltar pra conhecer! Abração e ótimas dicas!

    1. Caio Farias disse:

      Com certeza! Chiang Mai é bem diferente da vibe das ilhas. O lugar é incrível.

  11. Que lugar para se visitar! Nós estamos nos programando para ir para a Ásia dentro de 2 ou 3 anos e esse post já esta marcado para nos ajudar no roteiro. Muito bom.

    1. Caio Farias disse:

      Que bom que gostaram! Chiang Mai é um lugar que está guardado com muito carinho por nós! Indo a Tailândia não deixe de conhecer.

  12. Rodolfo disse:

    Olá!

    Quanto tempo vc recomenda ficar para conhecer com calma a cidade? Uns 5 dias?

    1. Adriana Mendonça disse:

      Oi Rodolfo!
      Em 4 ou 5 dias você conseguirá conhecer as principais atrações da cidade. Se tiver mais tempo, melhor ainda!

  13. Eduardo Bilek disse:

    Muito bom. Obrigado

    1. Caio Farias disse:

      Vale Eduardo! Se precisar de Algo é só falar!

  14. Enaira Lessa disse:

    Olá!
    Parabéns pelo blog!
    Irei bem rápido para Chiang Mai, o principal motivo é o Elephant Nature Park. Eu vi no site diversos single day com variações de preço: 2,500 bath a 6,000 bath. Vocês sabem a diferença?
    Abraços,

    1. Caio Farias disse:

      Enaira, não sei responder exatamente a diferença entre os passeios. Mas pelo que vi no site existem vídeos explicando cada um deles. Dá uma olhada aqui: https://www.elephantnaturepark.org/video-gallery/
      Espero que goste! A Dri trabalhou com voluntária lá por 1 semana e amou!
      Boa viagem!

  15. Ana Elisa disse:

    Adorei o post. Estou indo pra tailandia em abril/maio e vou ficar dois dias e meio em chiang mai, está difícil escolher o que fazer pelo curto tempo, mas um dos passeios que eu decidi é ir em um espaço reservado a resgate de elefantes que eu encontrei, porém é um lugar pequeno e meio desconhecido que possui penas uns 5 ou 8 animais. Enfim, esse post me ajudou bastante a fechar a programação. Obrigada!

    1. Caio Farias disse:

      Ana, que bom que ajudamos. Moramos dois meses em Chiang Mai e não conhecemos tudo! Esperamos que esse local seja responsável com os elefantes. Muitos lugares dizem ser santuários mas não são, inclusive escrevemos um <a href="https://emalgumlugardomundo.com.br/passeio-de-elefante-na-tailandia/&quot; target="_blank">post sobre os passeios com elefantes</a>.
      Boa viagem!

  16. Cris Nagano disse:

    Olá Adriana e Caio!
    Adorei o post, principalmente a parte de conscientização da exploração do turismo animal. Sou totalmente contra e por isso antes mesmo de ler o post de vcs já tinha escolhido visitar o Elephant Nature Park. Inclusive, vcs viram que a Didi do Lugar Incomum andou em um elefante qdo esteve na Tailândia? Eu até mandei um e-mail para o programa, reputindo essa attitude, um programa como esse, deveria ser mais bem informado.
    O post está super completo e me ajudou mto… vou para Chiang Mai em maio e já sei o que quero fazer 🙂
    Obrigada!

    1. Caio Farias disse:

      Cris, ficamos muito feliz em ajudar no planejamento da sua viagem! Batemos muito de frente em relação a esse assunto de exploração animal, centenas de blog de viagem influenciam pessoas a realizar esse tipo de atividade talvez por falta de informação, então quanto mais pessoas tiverem acesso a isso melhor. Legal sua atitude em relação ao programa de TV. Espero que faça boa viagem e se pintar por Bangkok dá um "alô!" estaremos por aqui!

  17. Thais Mira disse:

    Ola, estou muito feliz com seu post a respeito do que não fazer, estou voltando pra Asia porque tenho um sonho em fiar mais próximo dos elefantes e quando estava ai no ano passado, cancelei quando descobri, que não era um santuário de verdade. E vamos ser sincero como podem ir visitar os tigres. Obrigado por isso.

    1. Adriana Mendonça disse:

      Oi Thais,
      ficamos tão felizes quando recebemos uma mensagem como a sua! É muito bom ver que existem pessoas conscientes quanto ao turismo de exploração animal. Se vc ainda não conferiu, dá uma lida nesse post que escrevi justamente sobre a situação dos elefantes na Tailândia: https://emalgumlugardomundo.com.br/passeio-de-elefante-na-tailandia/

  18. Ana Clara Bulcão disse:

    Parabéns pelos posts de vocês! Estou montando minha viagem para novembro e estava em dúvida quanto as opções com animais e confirmei lendo o texto. Excluídos os locais de exploração!
    No mais, os textos de vocês são APAIXONANTES! Mal posso esperar para ver ao vivo cada coisa q vocês relataram!!! 🙂
    Espero que continuem viajando muito mais e nos proporcionando essas leituras incríveis!

    1. Caio Farias disse:

      Ana, nossa desculpe a demora, você talvez já tenha voltado da sua viagem! Muito obrigado pela mensagem, ganhamos o nosso dia, rs! Esperamos continuar produzindo conteúdo relevante para todos que lêem os nossos relatos e dicas. Esperamos que tenha visitado cada pontinho que amamos nessa cidade! Conta pra gente como foi sua viagem! Manda um relato bem legal para publicarmos no nosso facebook! Vamos aguardar aqui, ein! Abs

  19. Julia disse:

    Olá, adorei seu post. Estou organizando uma viagem e planejo ficar 10 dias em Chiang May. Pois durante 5 dias vou fazer uma curso de massagem, porém a pessoa que vai comigo não ira fazer o curso. Voce tem alguma sugestão de roteiro para quem for ficar todos esses dias por lá

    1. Caio Farias disse:

      Julia, desculpe a demora na resposta. Moramos em Chiang Mai 2 meses, somos suspeitos porque amamos o lugar. Existem diversas coisas pra fazer por lá, visitar o Elephant Nature Park, cachoeiras, ir até Chiang Rai, ir a Pai. Isso tudo fora ficar curtindo cada canto da cidade. Tudo depende da vontade da pessoa e do estilo de viagem dela. Nós gostamos de viajar mais devagar, então eu curtiria a cidade, visitaria todos os templos com calma, pesquisaria sobre a história etc. Mas se a vibe é aproveitar e curtir ao máximo as opções acima podem atender. Abs e boa viagem!

  20. Carol Aleixo disse:

    Olá Adriana e Caio! Parabéns pelo texto super completo! No ano que vem, eu, meu marido e meu filho que estará com 4 anos sairemos para um sabático. Uma das cidades que está no roteiro é Chiang Mai. Estivemos lá em dezembro de 2013 e adoramos! A ideia é ficar uns 15 dias e queremos ir em novembro para pegar a festa das luzes e lanternas. Quando vcs moraram por lá, onde ficaram hospedados? Airbnb é uma boa opção? Tb queremos uma experiência com os elefantes, sabem se crianças são aceitas no ENP? Adorei as dicas do passeio ao lago, será uma boa saída para passar o tempo com o baixinho.

    1. Caio Farias disse:

      Obrigado Carol, que legal essa viagem de vocês! Airbnb pode ser uma excelente idéia. Como ficamos 2 meses por lá alugamos um apto direto com o proprietário. Ficamos na região próxima ao Wat Jed Yod. A 15 minutos andando da Ninman. A Dri trabalhou como voluntária no ENP mas ela não lembra de ter uma idade limite para a visita de crianças. Procurei rápido no site e também não localizei. Manda um email pra eles! Com certeza te responderão, mas acho que vocês não terão problemas. Abs e boa viagem

  21. Pablo Galil disse:

    Boa tarde!
    Muito legal suas dicas sobre Chiang Mai. Estava super na dúvida se iria passar por la e vc me convenceu…
    Vou chegar em Bangkok no dia 07/02/2018 e voltamos pro Brasil no dia 22/02/2018.
    Estou pensando em chegar em Bangkok e já ir direto para Krabi.
    Fazer o roteiro assim:
    08 a 11/02 em Railay Beach e Ao Nang
    11 a 14/02 em ko Phi Phi
    14 a 17/02 em Chiang Mai
    17 a 22/02 em Bangkok.
    Vamos de Lua de Mel e pensamos em fazer esse trajeto, pq pelo que temos lido, se formos comprar algo será em Bangkok. Por isso nossa ideia é deixa-la pro final.
    O que acha??

    1. Caio Farias disse:

      Olá Pablo, achei ótimo o roteiro. Dessa forma você verá as várias faces da Tailândia. Praias, cultura e Bankgok (megalópole). Sem dúvida se pensa em compras é melhor deixar para o final. Espero que curtam a viagem! E não se preocupe, vocês vão adorar Chiang Mai. Abs e boa viagem!

  22. leonardo disse:

    Chiang Mai é demais! Eu só não consigo explicar pros outros o pq haha fui duas vezes e daqui duas semanas estou de mudança pra lá! Irei passar alguns meses por lá 😀

    1. Caio Farias disse:

      Que maravilha… esperamos ir pra lá no próximo ano morar mais uma temporada!!

  23. Ana Paula disse:

    Olá Caio. Não vi descrição sua sobre o Parque Nacional Doi Inthanon e sobre fazer trilha Doi Suthep. Tem alguma informação ? Vale a pena ? Obrigada.

    1. Caio Farias disse:

      Olá Ana Paula, não fomos ao Parque Nacional Doi Inthanon, pelas fotos é um lugar incrível, mas não o visitamos. Para o Doi Suthep pegamos o Red Truck (Songthaew) próximo ao Maya Shopping e fomos. Subimos duas vezes dessa maneira. Para o Doi Suthep, vale a pena sim! Já o outro não podemos opinar! Desculpe.

      Espero ter ajudado, Boa viagem!

  24. Joze Peres disse:

    Olá! Estarei no sudeste asiático na virada do ano mas ainda não decidi o local. Esse festival das lanternas foi no reveillon? Você recomenda passar o reveillón ocidental lá? Valeu!

    1. Caio Farias disse:

      Não, o festival das lanternas costuma ocorrer no início de novembro. Passamos o Reveillon em Koh Lanta, e como a ilha é um pouco grande as praias não estavam tão cheias pois os visitantes se espalhavam. Foi uma grata surpresa!

  25. Breno disse:

    Estou pensando em passar em Chiang May aprox. no dia 15 de março. Lí que por causa das queimadas, pode ficar poluído. É muito ruim do tipo que atrapalhe a viagem? Devo retirar do roteiro ou pensar em ir pra Tailândia em outra época? Obrigado.

    1. Caio Farias disse:

      Breno, devido às queimadas, a cidade fica cinza, não se vê o céu! Passamos 2 meses lá na época das queimadas, é muito quente e cinza, mas dependendo de quanto tempo vc vai passar lá não acho um problema. Só lembrando que dificilmente verá você verá céu azul, mas tudo depende de quando começarão as queimadas. Abs e boa viagem!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!