O que fazer em Trindade: cachoeiras, praias, trilhas e dicas imperdíveis | Em Algum Lugar do Mundo

O QUE FAZER EM TRINDADE: DICAS DE PRAIAS, CACHOEIRAS E TRILHAS

Confira os passeios imperdíveis para se fazer nesse destino paradisíaco do Rio de Janeiro

  • Adriana
  • -
  • 10 de setembro de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

T rindade é uma vila de pescadores que faz parte do município de Paraty, no estado do Rio de Janeiro. Em seus arredores há praias, cachoeiras, uma piscina natural deliciosa e trilhas que levam a lugares paradisíacos. Depois de ter visitado várias vezes esse lugar incrível, chegou a hora de mostrar o que fazer em Trindade para você aproveitar o melhor desse destino.

Nossa primeira viagem para Trindade foi há mais de 20 anos. Naquela época, ainda era uma vila de caiçaras, com surfistas e uma vibe hippie muito forte. Hoje, Trindade mudou bastante: tem sinal 4G em quase todas as praias, todos os lugares aceitam cartão de crédito e a vila tem mais de 40 pousadas.

Realmente, tem muita coisa diferente nesse lugar. Mas a natureza, teimosa, cisma em se manter como há anos atrás: linda! Se você não conhece Trindade, sugiro colocar esse destino nos seus planos. Você vai se apaixonar!

O que fazer em Trindade - Do alto o cachadaço
As águas da Praia do Cachadaço do alto

Onde fica Trindade

Trindade fica no litoral sul do Rio de Janeiro, a 30 km do trevo de Paraty. A Vila de Trindade o último povoado antes da fronteira entre os estados do Rio e São Paulo.

Veja também: o que fazer em Paraty

Onde se hospedar em Trindade

Nada de grandes hotéis ou algo mais luxuoso: Trindade é originalmente um destino de hippies ou pessoas em busca de aventura e natureza.

A vibe é mais roots mesmo, então o que mais tem por lá são campings. As pousadas estão concentradas na Praia de Fora e na Praia do Meio – e as melhores áreas de camping também.

Nós ficamos hospedados na Pousada Cabeça do Índio que fica na altura da Praia dos Ranchos e recomendamos bastante. Os quartos são bem novinhos, têm frigobar, ar condicionado. A pousada também oferece estacionamento e café-da-manhã, e o wi-fi funcionou perfeitamente. Fomos muito bem recebidos por lá e ficamos super satisfeitos, então vale conferir.

Vai para Paraty? Veja nossas dicas de hospedagem na cidade.

O que fazer em Trindade

Trindade tem no total 6 praias, todas bem preservadas e lindas. Como se não bastasse, sua viagem para Trindade pode ficar ainda melhor com as cachoeiras e piscinas naturais da região, capazes de agradar a qualquer um.

Há também opções de trilhas para praias mais remotas, como a Praia do Sono por exemplo.

Confira nossa lista com tudo o que fazer em Trindade e planeje sua viagem:

  1. Praia do Cepilho
  2. Praia de Fora
  3. Praia dos Ranchos
  4. Praia do Meio
  5. Praia e Piscina Natural do Cachadaço
  6. Praia Brava (e cachoeira da Praia Brava)
  7. Cachoeira Pedra que Engole
  8. Mirante Cabeça do Índio
  9. Vila de Trindade
  10. Arredores: Praia do Sono, Antigos e Antiguinhos, Ponta Negra e Cachoeira do Saco Bravo.

1. Praia do Cepilho

Quem chega à Trindade pela estrada dá de cara com a Praia do Cepilho, que tem um barzinho e é mais indicada para os surfistas, pois tem muitas ondas e correnteza forte. Por isso, apesar de muito bonita, não é das mais indicadas para banho. 

O que fazer em Trindade - Praia do Cepilho
Praia do Cepilho, famosa por suas ondas

2. Praia de Fora

Após a Praia do Cepilho, a Praia de Fora é a primeira praia de quem chega na vila, pegando boa parte da extensão de areia que margeia Trindade. Bem extensa e tranquila, é onde fica grande parte das pousadas de Trindade e os melhores campings.

O que fazer em Trindade - Praia de Fora
Praia de Fora, separada da Praia do Cepilho pos estas pedras

3. Praia dos Ranchos

A Praia dos Ranchos é a continuação da Praia de Fora, pegando bem a pontinha lá no final, de encontro às montanhas.

Essa parte da praia conta com quiosques que vendem porções e bebidas, sendo uma boa pedida para relaxar e apreciar a comida caiçara ou uma cervejinha à beira mar.

O que fazer em Trindade - Praia dos Ranchos
A Praia dos Ranchos e seus quiosques

Na altura da praia dos Ranchos também ficam diversas opções de hospedagem, além de bares e restaurantes.

4. Praia do Meio

A próxima é a Praia do Meio, que recebe este nome por ter uma formação rochosa dentro do mar que a divide no meio. Muitos a consideram a melhor praia de Trindade, sendo uma das mais bonitas e mais movimentadas.

Por aqui há barracas com petiscos e bebidas, além de vendedores ambulantes. 

A dica é subir numa montanha de pedras que fica na areia, conhecida como Ilhota, de onde a vista é bem bonita.

O que fazer em Trindade - Praia do meio
A linda Praia do Meio

Também é da Praia do Meio que saem os barquinhos que levam à piscina natural do Cachadaço, para quem não quer ir por trilha.

5. Praia e Piscina Natural do Cachadaço

A Praia do Cachadaço é a última e a maior das praias de Trindade, com uma larga faixa branca de areia branca e mar cristalino. O mar é bom para surfistas, mas os banhistas menos experientes precisam se ligar se as condições do mar estão boas para banho.

Para chegar nela é preciso pegar uma pequena trilha (400 m), cruzando o morro que a separa da Praia do Meio.

Em seu canto direito está o início da trilha para a famosa piscina natural do Cachadaço (ou Caixa d’Aço). A trilha até a piscina (650 m) é bem tranquila, mas tende também a ficar escorregadia quando chove, então é preciso atenção em alguns trechos.

O que fazer em Trindade - Piscina Natural
A tranquilidade da Piscina Natural do Cachadaço

Protegida do mar aberto por grandes pedras, essa piscina de água salgada fica cheia de peixes coloridos, ótima para quem pretende praticar o snorkeling.

Na volta você pode pegar um barco ao invés de voltar pela trilha. Os barqueiros te deixam na Praia do Meio e a travessia leva uns cinco minutos.

6. Praia Brava (e cachoeira da Praia Brava)

Muito menos visitada que as demais praias em Trindade: o acesso à Praia Brava se dá antes mesmo de chegar à praia do Cepilho. Ainda na estrada a caminho da Vila de Trindade (já quase chegando), há uma trilha de 30 minutos que leva até a Praia Brava.

O que fazer em Trindade - Praia Brava
A deserta Praia Brava e seu lado naturista

Com um clima totalmente selvagem, ela é excelente para quem busca por descanso e tranquilidade. E como o acesso é mais complicado, está sempre mais vazia que as demais praias em Trindade. E como geralmente tem correnteza e não há guarda-vidas, é preciso bastante cuidado no mergulho.

Já no final da trilha, pouco antes de chegar à Praia Brava, há um desvio que nos leva à Cachoeira da Praia Brava. São menos de 10 minutos de caminhada. E é uma ótima pedida para curtir um momento relaxante: nada como uma água doce geladinha pra dar aquela revigorada!

O que fazer em Trindade - cachoeira
No meio da trilha há uma cachoeira

Há também o encontro entre as águas da cachoeira com o mar, criando um verdadeiro espetáculo da natureza.

E no canto esquerdo da praia, você vai ver uma pedra com o escrito bem grande: nudismo. Embora a sinalização esteja mais para o final da praia, não é incomum ver um ou outro pelado caminhando pela orla.

7. Cachoeira Pedra que Engole

Essa pequena que d’água é formada por um buraco entre 3 pedras apoiadas entre si. Você pode deslizar e passa por um túnel subterrâneo bem estreito, por debaixo da maior das pedras, saindo do outro lado. Não recomendada apenas para quem é claustrofóbico, a cachoeira da Pedra que Engole é uma das mais procuradas pelos visitantes.

O que fazer em Trindade - Pedra que engole
A famosa Pedra que Engole

Para chegar até lá é só pegar uma trilha que começa na Praia do Meio e caminhar por 10 minutos em uma trilha bem sinalizadas. Por este caminho você vai passar por outras quedas d’água, como o Escorregador, uma rocha que funciona como um tobogã e o Poço Fundo, que apesar de ter uma queda pequena, dá pra relaxar bastante.

8. Mirante Cabeça do Índio

Essa formação rochosa fica exatamente na divisa entre os estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Para chegar até lá, você precisa pegar a trilha passando pelas  praias do Meio e Cachadaço, seguindo até o mirante com vista para as praias. 

Cada trecho de trilha dura duas horas, então separe ao menos umas 7 horas para todo deslocamento. É possível também contratar guias nas agências da cidade. A caminhada termina com uma linda vista do oceanos e da mata atlântica nativa ao redor das praias.

9. Vila de Trindade

A Vida de Trindade é basicamente uma rua principal, com pequenas entradas. Tudo por aqui e é bem sossegado. É na rua principal que você encontra muitas das opções para comer e comprar algo (artesanato, mercadinho, etc).

O que fazer em Trindade - Centro
A simpática vila, ou centrinho de Trindade

À noite, há um movimento de bares e às vezes rola shows de reggae, samba e forró, especialmente durante a alta temporada.

10. Passeios em Trindade: arredores

Nos arredores de Trindade estão diversas trilhas famosas. A mais famosa é a que leva à Praia do Sono, um recanto isolado da região. A trilha de 3 horas normalmente é feita de Paraty, mas é possível chegar de barco a partir de Trindade.

O que fazer em Trindade - Sono
Praia do Sono vista do alto

E partindo da Praia do Sono, você também pode conhecer as Praias de Antigos e Antiguinhos, a Praia de Ponta Negra e a lindíssima Cachoeira do Saco Bravo. Você pode conferir tudo sobre esses destinos no post em que damos todas as dicas da Praia do Sono.

Onde comer em Trindade

Na Vila de Trindade, o que você mais vai encontrar são restaurantes vendendo o clássico PF: o prato feito aqui pode variar entre carne, frango ou peixe – e os preços não variam muito. Nosso restaurante preferido foi o Siri & Cia, onde comemos o peixe mais saboroso de toda a viagem.

Há também alguns lugares vendendo sanduíches e pizzas, além de uma sorveteria, padaria e mercadinhos, caso você queira fazer algumas compras.

Como chegar e circular em Trindade

Como chegar:

Saindo do Rio de Janeiro ou de São Paulo até Paraty

Quem vem do Rio de Janeiro precisa percorrer cerca de 250km até Paraty, (aproximadamente 4h de viagem). O melhor caminho é pegar a Rodovia Gov. Mário Covas e a Rio-Santos (BR-101). Pelo caminho você passará por Angra dos Reis, outro destino importante no Rio de Janeiro. 

De São Paulo até Paraty são cerca de 280km (de 4h30 a 5h de viagem). De carro você pode pegar a BR-116 até Guaratinguetá e ali virar a direita para pegar a BR-465 até Paraty.

Uma alternativa é pegar a SP-070 até São José dos Campos e ali pegar a SP-099 até Caraguatatuba, onde você pode seguir pela BR-101 e explorar o litoral norte paulista, passando por Ubatuba.

Para quem vem de outros estados, a melhor opção é alugar um carro já no Rio de Janeiro ou em SP, e seguir viagem para Paraty e Trindade. Nós sempre recomendamos a Rentcars para alugar carros, pois sempre achamos os melhores preços nesse site.


De Paraty a Trindade 

Saindo de Paraty, é só seguir pela pela rodovia Rio-Santos (BR-101) por 18km depois do trevo de Paraty. A estrada é bem sinalizada e logo você verá a sede da Associação Cairuçu, que marca entrada da estrada de Trindade. Logo após a primeira curva você vai ver uma bifurcação, siga à direita. 

Pra quem vem de São Paulo pelo litoral (também pela BR-101, mas no sentido contrário), é só seguir no sentido oposto e prestar atenção à sinalização. Nessa caso, Trindade fica antes de Paraty. Quem não vem pelo litoral precisa passar obrigatoriamente por Paraty, fazendo o mesmo caminho de quem vem do Rio.

Quem quiser vir de ônibus, poderá pegar um ônibus municipal na rodoviária de Paraty. A empresa que opera o trecho é a Colitur e há várias saídas diárias para Trindade, saindo de hora em hora entre 5:20 da manhã e meia noite. O percurso dura cerca de uma hora.

Existe ainda outra opção para quem tem pouco tempo e quer conhecer várias praias de uma vez: contratar um passeio com agência, saindo de Trindade. O passeio leva o dia todo e é feito em van ou micro-ônibus. Há um guia acompanhando e você visitará as principais praias de Trindade.

Como circular em Trindade

Quem se hospeda em Trindade não precisa se preocupar em pegar carro para sair à noite, nem pra curtir as praias e cachoeiras. Dá para fazer tudo a pé, já que a vila é bem pequena e as praias de Trindade podem se alcançadas por trilha (ou barco, se preferir).

O que fazer em Trindade - Barco
Barco-táxi em Trindade

Quanto tempo ficar em Trindade

Algumas pessoas conhecem Trindade em um bate-volta de Paraty, indo passar o dia na praia e voltar no fim de tarde.

Em um dia é possível conhecer as melhores praias de Trindade, mas vai ficar meio corrido e cansativo. Lembre-se que alguns lugares só são acessados por trilhas, como a Pedra que Engole e a Piscina Natural do Cachadaço por exemplo.

Se sua intenção é se desligar do mundo e aproveitar todos os passeios em Trindade, sugiro passar no mínimo uma noite na vila. Se quiser fazer a trilha até a Praia do Sono, acrescente um ou dois dias. Assim você consegue curtir sua viagem para Trindade da melhor forma possível.

Confira: tudo que você precisa saber para visitar a Praia do Sono.

Quando ir

Em termos de clima, chuvas e mar revolto, os melhores meses para visitar Trindade são de setembro a novembro, quando o tempo fica firme mas a alta temporada ainda não começou.

Outra boa época é entre fevereiro – depois do Carnaval – e março, quando as chuvas de verão já acabaram, mas o tempo ainda está ensolarado.

Curtiu nossas dicas do que fazer em Trindade? Quais desses passeios em Trindade não podem ficar de fora do seu roteiro?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Brasil: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

🇨🇷 Dois ícones da Costa Rica: surf e por do sol ☀️ 🏄‍♀️ Como o país é estreito e comprido , quase todas as praias do lado do Pacífico têm espetáculo do pôr do sol garantido (isso quando as chuvas tropicais não atrapalham). Fora a água naquela temperatura gostosa e um tanto de ondas tranquilas, ótimo pra quem quer aprender a surfar. A gente até se animou fazendo umas aulinhas, mas precisava de mais uma temporada por lá pra se manter na prancha por mais tempo. Alguém aqui pensando em voltar? 😬😛

Saindo da rota: todo destino tem aqueles cantinhos escondidos, que não estão em nenhum guia de viagem ou que você nunca ouviu falar antes, por mais que tenha pesquisado tudo sobre o lugar. ⠀
“E se a gente virar aqui, onde que vai dar?”
⠀
Eu não sei vocês, mas pra gente uma das melhores partes da viagem é poder andar pelo desconhecido. É esticar a caminhada ou virar à esquerda no atalho, e chegar ali só pra ver o que que tem.
⠀
É verdade que você pode chegar numa rua sem saída (e obviamente não é em todo destino que dá pra fazer isso). Mas é numa dessas que você descobre um lugar especial, que já faz valer a viagem todinha – que até vale cortar atração do roteiro só pra aproveitar mais aquela descoberta. ⠀
O desconhecido definitivamente faz nossos olhos brilharem! E para você, qual o grande momento em uma viagem?⠀ ⠀
____________________________
⠀

🇨🇷 Na Costa Rica você passa o dia inteiro babando pelo azul, pra chegar no fim de tarde e ficar embasbacado com esse rosa. 😍😱 É um pôr do sol mais lindo que o outro por aqui! ☀️

🇨🇷 A viagem pela Costa Rica ainda nem acabou e a gente já está com saudades – principalmente de quando estávamos com um 4×4.
⠀
Ele não só nos permitia dormir em qualquer lugar (uma delícia de casinha ambulante da @nomad_america ⛺️), como fazia da nossa road trip uma experiência bem mais confortável.
⠀
No começo achamos que não era tão necessário assim um carro desses pra rodar  pelo país… até trocarmos ele por um mini kart e começar a sentir cada buraquinho da estrada! 🚗 ⠀
O que importa é que, seja no carrão ou no carrinho, estamos curtindo demais o país! 😎 ⠀
👉 E ficam as dicas: viajar de carro é SIM a melhor forma de explorar a Costa Rica. E um carro alto não é necessariamente obrigatório dependendo do destino, mas definitivamente vale pagar um pouco a mais pelo conforto – assim você não perde a paciência pelos buracos do caminho 😊 🕳

🇨🇷 Do que mais gostamos na Costa Rica?
⠀
Estamos há um tempão aqui tentando responder essa pergunta, sem sucesso obviamente. 🤷‍♀️
⠀
Mas se tem uma coisa que ganhou nosso coração aqui são as praias: a grande maioria das que visitamos estavam praticamente desertas.🏝
⠀
Não paramos pra contar quantas visitamos, mas certamente passaram de 50. Todas – eu disse TODAS – têm aquele ar de natureza intocada. Nada de bagunça, nada de comércio lotando a areia, nada de prédios em volta… Nada de nada, somente mar quentinho + areia cheia de siris, hermitões – e alguns cachorros simpáticos. 🐚🦀🐶
⠀
🏊‍♀️ E enquanto vamos ali dar um mergulho, fica o conselho aqui de colocar Costa Rica nos seus planos de viagem, tá? Juro que vc não vai se arrepender 😊👍

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!