O que fazer em Paraty: as melhores dicas e passeios imperdíveis | Em Algum Lugar do Mundo

O QUE FAZER EM PARATY, NA COSTA VERDE DO RIO DE JANEIRO

Nossas melhores dicas para curtir todos os pontos turísticos de Paraty

  • Adriana
  • -
  • 10 de setembro de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Com construções históricas coloridas, praias lindas e um charme único, Paraty é um dos destinos mais cobiçados da chamada Costa Verde, no litoral sul do Rio de Janeiro e quase divisa de São Paulo. Nós visitamos essa pequena cidade fincada entre o mar e montanhas e juntamos todas nossas dicas de Paraty nesse post. Portanto, confira agora o que fazer em Paraty e comece já a planejar sua viagem!

O que fazer em Paraty - ruas da cidade
Uma das ruas mais bonitas do centro histórico de Paraty

Saiba mais sobre Paraty

Não estranhe se, ao viajar para Paraty, você tiver a sensação de voltar no tempo: o traçado simples das casas e igrejas de construção colonial entregam que a história de Paraty é antiga.

Na verdade, a região foi habitada por indígenas guaianás antes da chegada dos portugueses. Mas seu auge mesmo veio com o ciclo do ouro, quando Paraty se tornou parte da rota obrigatória entre Minas Gerais e Rio de Janeiro. Aliás, a chamada Estrada Real é um dos importantes lugares para conhecer em Paraty durante sua visita.

Posteriormente, com a abertura do chamado Caminho Novo (ligando diretamente o Rio de Janeiro às Minas), Paraty perde sua relevância. Ela volta à cena a partir de 1964, com a reabertura de uma estrada ligando São Paulo a Paraty e Cunha, o que marca o início do ciclo do turismo.

O turismo em Paraty intensificou-se ainda mais com a abertura da Rio-Santos (BR-101) em 1973, fazendo com que os viajantes redescobrissem o conjunto arquitetônico histórico e as belezas naturais da região. Tombada pelo IPHAN em 1958, Paraty soma a seu passado colonial e arquitetura histórica diversas atividades ecológicas, para fazer a alegria de qualquer turista.

Onde ficar em Paraty

Antes de conferir o que fazer em Paraty, vamos às dicas para você acertar na escolha da hospedagem.

Há basicamente 3 áreas em Paraty que concentram a maior oferta de hotéis e pousadas: o Centro Histórico, a Praia do Pontal e a Praia do Jabaquara. Para curtir bem os passeios em Paraty, o mais recomendado é ficar hospedado em uma dessas 3 regiões, que ficam bem próximas uma da outra.

Nossa escolha foi a Pousada Fruto da Terra, um lugar lindo, aconchegante e colorido, que nos remete ao Centro Histórico de Paraty. Ficamos super satisfeitos com o conforto, o atendimento de primeiríssima e a localização, que fica na Praia do Jabaquara (a 10 minutos do centro).

Para mais opções de acomodação, confira nossas dicas de onde ficar em Paraty: mostramos as características de cada área e selecionamos os melhores hotéis e pousadas da região, para todos os gostos.

Como chegar e circular em Paraty

Como chegar em Paraty

Paraty fica na região conhecida como Costa Verde, no extremo-sul do estado do Rio de Janeiro. A cidade de Paraty fica praticamente no meio do caminho entre Rio de Janeiro e São Paulo., fazendo fronteira com Angra dos Reis (RJ), Ubatuba (SP) e Cunha (SP).

Como ir do Rio de Janeiro para Paraty

São cerca de 240km da cidade do Rio de Janeiro até Paraty. A empresa Costa Verde realiza esse trajeto de ônibus, que dura cerca de 5h. Para quem vem de carro, é possível fazer o trajeto em 4h (sem trânsito) pela BR-101.

Como ir de São Paulo para Paraty

Para quem vem de São Paulo, a distância é de aproximadamente 270km. Ônibus saem do Terminal do Tietê em seis horários diferentes ao longo do dia. A empresa Reunidas Paulista faz o trajeto, que leva cerca de 6h.

Quem sai de carro de São Paulo pode pegar a BR-116 até Guaratinguetá e seguir pela BR-459 até Paraty, contando cerca de 5h de viagem. No entanto, há outras alternativas mais demoradas, mas com vistas mais bonitas, como a Rio-Santos.

Como circular em Paraty

A melhor maneira de conhecer os pontos turísticos de Paraty no Centro Histórico é a pé, pois carros não circulam pela região. Além disso, o centro é pequeno e caminhar pelas ruas é uma delícia – só é preciso ficar atento aos desníveis das pedras no chão.

Para visitar praias, cachoeiras e demais atrações nos arredores da cidade, caso não esteja de carro, você pode contar com mototáxis, vans, ônibus ou bicicletas. É só pegar informação na sua acomodação.

E para conhecer algumas das principais praias de Paraty, você precisará fechar um passeio de escuna/ barco/ lancha, pois elas são acessíveis apenas pelo mar.

O que fazer em Paraty

Existem diversos pontos turísticos em Paraty que merecem a visita.

O Centro Histórico é sem dúvidas a atração principal de qualquer viagem para Paraty, mas a natureza por aqui é generosa: são diversas praias e cachoeiras que fazem o turismo em Paraty ser inesquecível.

Para te ajudar a organizar sua viagem, juntamos todas as opções de passeios em Paraty, com informações e dicas sobre cada atração. Confira:

  1. Centro Histórico de Paraty
  2. Passeio de escuna
  3. Praias de Paraty
  4. Estrada Real – Caminho do Ouro
  5. Cachoeiras de Paraty
  6. Alambiques

1. Centro Histórico de Paraty

Se você chegar meio perdido sem saber o que fazer em Paraty, não se preocupe: é só se jogar pelas ruas do Centro Histórico e se encantar com o charme e as cores dessas construções antigas, que são o grande símbolo da cidade.

Como a UNESCO reconhece, o Centro Histórico de Paraty é “o conjunto arquitetônico colonial mais harmonioso” por causa de suas características.

Além de apreciar as fachadas e monumentos, você também poderá visitar algumas obras interessantes. O Museu de Arte Sacra fica dentro da Igreja Santa Rita, enquanto a Casa da Cultura funciona em um casarão histórico com apresentações e exposições sobre a cidade. Já o Teatro Espaço oferece peças de teatro, espetáculos e música ao vivo em uma casa colonial restaurada.

A região está cheia de comércios, restaurantes, pousadas e lojinhas para os turistas, e os pontos de interesse mais importantes da cidade estão ali, como as Igrejas e Capelas. As mais famosas são a Igreja da Matriz e a Igreja Nossa Senhora das Dores, também conhecida como Capelinha.

O que fazer em Paraty - efeito espelho nas ruas
Ruas inundadas pela maré cheia
O que fazer em Paraty - Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito
Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito

Dica | Use sapatos confortáveis para andar pelo centro, pois as ruas de pedra – chamadas “pé de moleque” – podem fazer você virar o tornozelo e se machucar. Além disso, atente-se para o fato de que carros não circulam no miolo do centro histórico. Se estiver de carro, estacione em algum lugar e siga caminhando.

City tour em Paraty: vale a pena?

Você pode sempre visitar o Centro Histórico de Paraty sem guia, e se perder entre ruelas e casarões antigos.

Mas para aprender melhor sobre a história do lugar, o ideal é fechar um city tour: os guias irão te mostrar detalhes da cidade, da arquitetura e da história que você não descobriria por conta própria.

Você saberá sobre a importância de Paraty para a história do país, verá resquícios do ciclo do ouro nas ruas do Centro Histórico e ainda aprenderá várias curiosidades, como a influência da maçonaria no estilo das construções através dos desenhos geométricos em alto relevo.

2. Passeio de escuna em Paraty

Paraty vai muito além do Centro Histórico – e um dos passeios em Paraty que mais faz sucesso é pelo mar. Com saídas regulares, o passeio de escuna em Paraty é a melhor forma de explorar algumas das ilhas e praias mais bonitas da região.

Você vai encontrar diversas agências pelo centro oferecendo o passeio de escuna em Paraty. Os preços não variam muito, o que pode fazer diferença é o atendimento e o percurso. Como curtimos o city tour, fechamos também os outros passeios com a Paraty Tours e ficamos bem satisfeitos.

Opções de passeio de escuna em Paraty

Um dos passeios de escuna em Paraty mais buscados é o que inclui uma visita à Praia da Lula, seguido da Lagoa Azul, Ilha Comprida e Praia Vermelha. O passeio dura em torno de 5 horas, com paradas de uns 40 minutos em cada ponto.

O que fazer em Paraty - Foto aérea Ilha Comprida
Ilha Comprida

Tem também um outro passeio menos buscado, mas tão interessante quanto a primeira opção: a escuna faz paradas na Ilha do Algodão, na Ilha da Cotia, no Saco da Velha e na Praia da Conceição. Ele também costuma levar 5 horas de duração e tem saídas menos regulares, então confira com antecedência.

Outra opção incrível para quem procura o que fazer em Paraty é visitar o Saco do Mamanguá: o único fiorde no Brasil, com dezenas de praias e uma beleza espetacular. O passeio por aqui dura de 4 a 5 horas e é normalmente feito de lancha ou barco, incluindo paradas na Praia do Engenho, Praia do Costa e Ilhote de Mamanguá.

O que fazer em Paraty -
Ilhote do Saco do Mamanguá, no centro e o Pão de Açúcar do Saco do Mamanguá à direita

3. Praias de Paraty

Sem dúvidas as praias de Paraty são a grande atração do destino. E não é pra menos, pois não faltam praias maravilhosas por aqui.

São tantas opções que nós fizemos um artigo exclusivo sobre as melhores praias de Paraty, com dicas sobre cada uma delas. Não deixe de conferir o post antes de montar seu roteiro de viagem.

De uma forma geral, podemos dividir as praias de Paraty em 3 grandes grupos:

Praias em Paraty – próximas ao Centro Histórico

Há duas praias principais que ficam bem próximas do Centro Histórico de Paraty:

  • Praia do Pontal e Praia do Jabaquara

A Praia do Pontal é pequena e não é muito própria para banho (ela é barrenta e escura por causa do mangue) , mas é uma ótima pedida sentar em um dos quiosques e tomar uma cerveja, enquanto se assiste o por do sol ou se curte uma música ao vivo durante a alta temporada.

O que fazer em Paraty - Praia do Pontal
Quiosques na praia do Pontal

Já a Praia de Jabaquara fica no bairro de mesmo nome e é maior que a anterior. Uma das regiões preferidas dos locais, por aqui também encontramos quiosques (menos movimentados) e muitas opções de hotéis (inclusive a Pousada Fruto da Terra, onde nos hospedamos). Também não é das melhores para banho, mas é super buscada para esportes aquáticos.

Fim de tarde na praia do Jabaquara

Praias de Paraty – acessíveis com passeio de escuna/ barco

Ao planejar o que fazer em Paraty, você já deve saber que algumas das melhores praias são acessíveis apenas por mar – então não pode faltar um passeio de escuna em seu roteiro.

As principais praias visitadas em um passeio de escuna/ barco/ lancha são:

  • Praia da Lula, Lagoa Azul, Ilha Comprida e Praia Vermelha
  • Ilha do Algodão, Ilha da Cotia, Saco da Velha e Praia da Conceição
  • Praia do Engenho, Praia do Costa e Ilhote do Mamanguá
O que fazer em Paraty - Praia da Lula
Praia da Lula

Algumas praias contam com estrutura de quiosques, enquanto outras têm apenas uma ou duas casas e outras são completamente desertas. Algumas das ilhas também não contam com faixa de areia – nesses casos a parada do passeio de escuna é mais para o mergulho e snorkel.

Praias próximas a Paraty

Nos arredores da cidade há diversas praias com águas limpas e visual incrível. As principais são:

  • São Gonçalo e São Gonçalinho
  • Praia Grande e Prainha
  • Praias de Trindade
  • Praia do Sono

As Praias de São Gonçalo e São Gonçalinho ficam a 25km do Centro Histórico, no caminho entre Paraty e Angra dos Reis. Essas duas praias mais parecem piscinas, de tão calminhas que são. O cenário fica completo com um rio que deságua no mar. E daqui você também pode visitar a Ilha do Pelado, é só pegar um barquinho e fazer a travessia de 10 minutos.

O que fazer em Paraty - São Gonçalinho
São Gonçalinho

Na mesma Rodovia Rio-Santos (que liga Paraty a Angra) está a Praia Grande. Essa é uma praia de pescadores imprópria para banho, mas é daqui que se pega a pequena trilha (menos de 10 minutos) de acesso à Prainha, que definitivamente vale a visita.

Prainha

Trindade é daqueles lugares para conhecer em Paraty – e não querer mais ir embora. Essa vila fica a 25km do Centro Histórico, sentido Rodovia Rio-Sul (em direção a São Paulo).

Em um bate-volta é possível conhecer pelo menos 4 praias de Trindade: Praia do Cepilho, Praia dos Ranchos, Praia do Meio e Praia do Cachadaço. Quem quiser, pode estender a estadia e aproveitar melhor o lugar, como mostramos no post sobre o que fazer em Trindade.

Praia do Meio

E para sua viagem para Paraty ficar completa, inclua uma visita à Praia do Sono. Só é possível acessá-la por barco ou por uma trilha de 4km partindo de Laranjeiras (próximo à Trindade), mas o esforço vale à pena. Essa praia é uma das mais preservadas e o visual é paradisíaco.

4. Estrada Real – Caminho do Ouro

Mais um dos pontos turísticos de Paraty que unem história e beleza: a Estrada Real foi construída por negros escravos entre os séculos XVII e XIX, seguindo as trilhas dos índios guaianazes que viviam na região. Também conhecido como Caminho do Ouro, a Estrada Real em Paraty está bem preservada e é cercada pelo Parque Nacional da Serra da Bocaina.

O Caminho do Ouro fica ao longo da Rodovia Paraty – Cunha, sendo que o marco inicial é o trevo de Paraty na Rio-Santos, em direção à serra. Você pode explorar a região por conta própria, indo de carro ou bike, ou ainda fechar um jeep tour, oferecido pelas agências de turismo em Paraty.

Placa indicativa da estrada Real

Ao longo da Estrada Real há diversos restaurantes, ateliês e opções de hospedagem. É também nesse percurso que ficam diversas cachoeiras e alambiques – daqueles lugares para conhecer em Paraty que você não pode perder de jeito nenhum.

5. Cachoeiras de Paraty

Como se não bastassem as belas praias, a Costa Verde é coberta pela Mata Atlântica que, somada aos rios que passam por ali, são a fórmula perfeita para a composição de lindas cachoeiras. E muitas delas estão na região de Paraty.

Todas as cachoeiras podem ser visitadas, e a maioria delas têm fácil acesso. Confira as principais cachoeiras de Paraty:

Cachoeira do Tobogã e Poço do Tarzan

Uma das cachoeiras mais visitadas de Paraty, a Cachoeira do Tobogã tem esse nome por um motivo: uma grande pedra lisa por onde corre o fluxo de água, formando um grande escorrega, por onde você pode deslizar até cair em uma piscina natural.

Pouco acima da cachoeira do Tobogã fica o Poço do Tarzan, uma piscina natural formada entre as pedras – e local perfeito para tomar um banho refrescante.

O que fazer em Paraty - Poço do tarzan
Poço do Tarzan

Por ser um ponto de parada dos jeep tours, esse local costuma ter um grande fluxo de turistas. Em frente ao acesso para cachoeira fica o alambique Engenho D’Ouro.

Como chegar | siga em direção à Cunha por aproximadamente 7km. Do lado direito da estrada você verá um marco da Estrada Real e, ao lado, uma grande pedra com a Igreja da Penha em cima. Siga por uma pequena trilha que começa atrás do Centro de Informações Turísticas você chegará à Cachoeira do Tobogã.

Cachoeira Pedra Branca e Poço da Usina

A Cachoeira Pedra Branca é uma das mais lindas de Paraty, pois a queda d’água é alta e forma um véu bem bonito. O acesso a ela é fácil, que se dá por uma caminhada de menos de minutos a partir do estacionamento.

O que fazer em Paraty - Pedra Branca
Cachoeira Pedra Branca

A caminho da Pedra Branca encontram-se as ruínas da primeira usina de força da cidade. É ali que passamos pelo Poço da Usina, uma piscina natural localizada onde havia uma usina. O acesso também é bem fácil.

Como chegar | Pegue a Rodovia Paraty – Cunha e após a Ponte Branca, siga à direita até o fim. A partir deste ponto há uma trilha que leva até a cachoeira, que se encontra em área particular.

Cachoeira do Iriri

Essa bela queda d’água é outra delícia de Paraty, com uma piscina ampla e não muito funda. Além disso, as pedras formam escadas por onde passa o fluxo de água, sendo possível sentar abaixo da cachoeira e curtir uma massagem.

O que fazer em Paraty - Cachoeira do Iriri
Cachoeira do Iriri

Como chegar | Ao contrário das demais cachoeiras, a Cachoeira do Iriri fica em outra direção, na altura do km 158 da Rodovia Rio-Santos, sentido Paraty-Angra dos Reis, com entrada à esquerda. Ela está próxima à Praia de São Gonçalo e em frente há um estacionamento para carros.

Poço dos Ingleses

Mais uma piscina natural deliciosa que nos convida para um mergulho refrescante. A mata aqui é fechada, deixando passar apenas alguns raios de sol. Ainda dá para se divertir com uma corda que fica pendurada, onde você pode se balançar e cair na água, aproveitando que o Poço é fundo.

Como chegar | pegue a Rodovia Paraty – Cunha e entre à direita após a Ponte Branca. A entrada não é muito bem sinalizada (mas há placas), por isso preste atenção no caminho.

6. Alambiques de cachaça em Paraty

Quem busca os melhores lugares para visitar em Paraty não pode deixar de fora uma ida a um alambique: a cachaça é tradição por aqui. Historiadores acreditam que a bebida tenha começado a ser alambicada em Paraty por volta do ano 1600. Em seu auge, era a mais cara de todas as cachaças produzidas no país, mesmo não tendo sido a primeira região produtora no Brasil.

Dos mais de 100 alambiques de cachaça que já funcionaram em Paraty hoje restam poucos. Felizmente, eles são abertos à visitação: aproveite para aprender sobre a história da cachaça paratiense, com direito a uma bela degustação no final.

O que fazer em Paraty - Alambique Engenho D'ouro
Alambique Engenho D’Ouro

Nós estivemos na Cachaça Engenho D’Ouro e na Cachaça Paratiana, ambas já receberam prêmios pela melhor cachaça. Outros alambiques em funcionamento são: Cachaça Coqueiro, Cachaça Corisco, Cachaça Maria Izabel, Cachaça Pedra Branca e Cachaça Maré Cheia.

Não importa sua escolha: ao planejar o que fazer em Paraty, lembre-se de degustar a “Gabriela“. A mistura de cachaça, cravo, canela e melado de cana é uma das bebidas mais tradicionais de Paraty.

O que fazer em Paraty à noite

Paraty tem um circuito gastronômico incrível, especialmente ao redor do Centro Histórico. Caminhar pelas ruas coloridas ao anoitecer é tão incrível quanto à luz do dia: aproveite o passeio e escolha um bom restaurante para jantar.

Há ainda bares e restaurantes com música ao vivo espalhados por todo o Centro Histórico, tocando gêneros como samba, forró e mpb. Descobrimos também que rola um samba bem gostoso na praça principal, todas as segundas-feiras.

O que fazer em Paraty - A noite
Paraty tem vida à noite

Onde comer em Paraty

Paraty oferece inúmeras opções de restaurantes e casas de lanche para todos os gostos, bolsos e preferências. Confira as melhores abaixo:

Experimentamos diversas opções e não nos desapontamos com nenhuma. Porém, a mais inesquecível foi no Margarida Café, um restaurante grande e cheio de estilo, que serve a comida mais deliciosa que provamos durante a viagem.

Tenho a impressão de que qualquer coisa ali é uma delícia, mas aí vai nossa sugestão: ceviche de entrada, camarão empanado com purê, brie e espinafre e, para finalizar, um creme brulée.

Outras opções que vale conferir: Alquimia dos Sabores, um pequeno e romântico restaurante longe do centro; BalacoBacco, para curtir um drink e uma boa refeição com o pé na areia; e o Bom Apetite, para garantir um prato feito bem barato e gostoso.

Quanto tempo ficar em Paraty

Uma das melhores dicas de Paraty: tente não fazer nada correndo. Um final de semana pode ser o suficiente para explorar o centro histórico, fazer um passeio de escuna e fazer o Caminho do Ouro. Mas se tiver mais tempo, estenda sua viagem.

Com você viu, há muito o que fazer em Paraty. Portanto, visite as cachoeiras, conheça as praias nos arredores e aproveite com calma o melhor que Paraty tem a oferecer. Nós ficamos 4 dias cheios e acho que essa é a estadia mínima ideal.

Quando ir para Paraty

O inverno costuma ser a melhor época para fazer passeios de barco, pois é o período mais seco. Porém, é possível que haja frentes frias que chegam a 15ºC ou menos, por isso leve um bom casaco.

O verão é bem quente, e normalmente chuvoso. A recomendação é viajar na primavera ou no outono, períodos de baixa temporada e com temperaturas mais amenas.

Não importa a estação: se você deseja viajar para Paraty com calma e sem ter que enfrentar multidões, fuja dos períodos de férias escolares e feriadões. Por ser muito próxima do Rio e São Paulo, a pequena vila fica lotada nessas épocas.

E aí, curtiu nossas dicas do que fazer em Paraty?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Brasil: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Ahh Costa Rica! Essa é uma formação natural que parece a cauda de uma baleia –  e o local de chama Parque Nacional Marino Ballena.
Tudo bem, já sabemos que o nome do parque veio desse formato. Mas quem explica a “coincidência” desse local ser o melhor ponto do país para  para o avistamento de baleias? 🤔#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica #baleiajubarte

Pura Vida!Mal desembarcamos na Costa Rica e já começamos a ouvir a expressão por todos os cantos. Embora não tenha uma tradução exata, essa é uma forma de cumprimentar, de dizer olá, tchau – ou qualquer coisa que tenha uma intenção positiva – dá pra usar de diversas formas!A nossa conclusão é que “Pura Vida” é essa coisa boa que você sente ao chegar por aqui e que te faz ficar sorrindo o tempo todo. É como encostar o carro em uma praia deserta, assistir o por do sol e dormir por ali mesmo, ao som dos macacos, com o barulho das ondas. Bem do jeitinho que a gente fez nesse dia!#emalgumlugardomundo #costarica #puravida #visitcostarica #destinosimperdiveis

O Parque Nacional Corcovado é um dos lugares menos explorados da Costa Rica – e até agora um de nossos destinos preferidos no país!A natureza aqui ainda é selvagem e é possível avistar araras, tucanos, macacos, bichos preguiça, quatis, antas… a lista é extensa!
E como se não bastasse a diversidade animal, tem essa praia de areia escura bem intocada. A constante névoa na praia dá um ar de paraíso perdido nesse lugar.Essa viagem pra Costa Rica tá tendo um cenário mais lindo que o outro! Estamos amando!!! #emalgumlugardomundo #costarica #corcovadonationalpark #visitcostarica

Ainda encantados com o lado do Caribe da Costa Rica!
Sem dúvidas, Punta Uva foi uma das praias mais bonitas das bandas de lá – pelo menos foi a nossa preferida!Agora estamos no lado do Pacífico. Estamos mostrando tudo no stories e já já vamos postar as fotos daqui!

A felicidade de quem estacionou o quarto do hotel e vai dormir em frente a praia no Caribe costa riquenho! Valeu @nomad_america !#emalgumlugardomundo #costarica #puntauva #destinosimperdiveis #visitcostarica

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!