Você sabia que a Indonésia tem mais de 400 vulcões, sendo que centenas deles são ativos? Então por que não acrescentar alguns deles no seu roteiro e viver uma das experiências mais incríveis que você pode ter pelo país? Nesse post vamos mostrar em detalhes dois deles: Monte Bromo e Ijen, que seguramente valem toda a aventura para se chegar até eles.

Talvez estes não sejam os primeiros destinos que você pensa ao planejar uma viagem para a Indonésia. Afinal, boa parte da fama do país ficam por conta das praias maravilhosas de Bali e os campos de arroz verdinhos e fotogênicos de Ubud. Mas a verdade é que o turismo no país vai muuuito além disso.

Já mostramos aqui no blog destinos fantásticos da Indonésia, como a ilha de Lombok e a ilha de Komodo. Agora chegou a vez de falarmos dos vulcões Monte Bromo e Ijen, duas lindezas fazem a paisagem do país ser ainda mais impressionante.

Passamos alguns dias explorando os vulcões Bromo e Ijen e podemos garantir que você vai se encantar com essas paisagens surreais. Então agora vem com a gente descobrir esse lado mais aventureiro da Indonésia e prepare-se para incluir esses gigantes no seu roteiro.

Saiba mais sobre Monte Bromo

Onde fica o Monte Bromo

Do outro lado do estreito de Bali está a ilha de Java, onde fica a capital Jacarta. É do lado leste desta ilha que estão os vulcões ativos de Bromo e Ijen e algumas das paisagens mais bonitas da região.

Nós chegamos na Indonésia por Jacarta, onde passamos apenas uma noite e seguimos direto para a incrível cidade de Yogyakarta por uns dias. De lá, partimos em direção ao Monte Bromo, seguido do vulcão Ijen.

O Monte Bromo faz parte do maciço de Tengger, uma reserva natural localizada em uma área conhecida como Mar de Areia, por suas vastas dunas de areia vulcânica. A região é protegida por ser uma reserva natural e abriga outros quatro vulcões: Watangan (2.661 m), Widodaren (2.650 m), Kursi (2.581 m) e Batok (2.470 m).

Com 2.239 metros de altitude, o Monte Bromo é o menor entre os vulcões da reserva, mas é sem dúvida o mais conhecido. Isso porque o acesso ao topo do vulcão é relativamente fácil e permite uma belíssima vista panorâmica da reserva natural.

🇮🇩 Gunung Bromo, Indonésia Cenas fortes do nosso dia: Mount Bromo é um vulcão ativo ao leste da ilha de Java, Indonésia. Juro que ao vivo ele é muito mais impressionante do que na foto! A última grande erupção foi em 2004, e em 2011 ele voltou a soltar "uma fumacinha" com mais força. Ficamos sabendo que uma vez ao ano, durante um festival hindu, o povo joga oferendas na cratera do vulcão. Acordamos às 3h pra dar tempo de pegar um jeep e assistir o nascer do sol lá em cima. (dava pra desconfiar de que estávamos dirigindo pela superfície da lua de tanto buraco). Depois da noite virar dia, seguimos por um caminho que nos levou até o topo da cratera. E mais uma vez, foi lindo. E amanhã tem mais vulcão! Estamos mostrando tudo no stories do Instagram, segue lá! . . . . . #emalgumlugardomundo #bromo #wonderfulindonesia #queroviajarmais

A post shared by Em Algum Lugar do Mundo (@emalgumlugardomundo) on

Monte Bromo e sua cultura

Em um país em que o islamismo é a religião predominante, os habitantes da região do Mar de Areia, onde fica o Monte Bromo, se destacam por fazerem parte da minoria hindu.

Todos os anos, durante o festival Yadnya Kasada, que dura um mês, a população Tengger se reúne em um templo hindu no Mar de Areia, o Pura Luhur Poten. Partindo dali, eles seguem para a cratera do vulcão Bromo para fazer oferendas aos deuses. O vulcão recebe alimentos e até mesmo sacrifícios de animais em troca da proteção dos deuses hindus.  Uma pena que não fomos lá nessa época para presenciar esse festival, se você presenciar a cerimônia conta pra gente depois!

Como chegar ao Monte Bromo

O aeroporto mais próximo do Monte Bromo fica em Surabaya. Para visitar esse vulcão, os viajantes normalmente se hospedam em Cemoro Lawang, um pequeno vilarejo a poucos minutos de carro ou a cerca de uma hora e meia de caminhada do Monte Bromo.

Partindo de Cemoro Lawang você pode chegar ao Monte Bromo de duas formas: pegando um jipe 4×4 que faz o percurso pelo Mar de Areia, ou encarando uma caminhada de cerca de uma hora até as escadarias que levam ao topo do vulcão.

monte bromo e ijen
Percurso de jipe até o topo do Monte Bromo

Como é o passeio até o Monte Bromo

Primeira parte: nascer do sol

Independente da forma que você escolher, o passeio deve começar bem cedo, ao redor das 3h da madrugada. A primeira parada é no monte Penanjakan, de onde você terá uma vista privilegiada do nascer do sol e do Monte Bromo. É emocionante ver os primeiros raios de sol iluminando o vulcão!

Monte Bromo e Ijen
Monte Bromo

Nesta parada há um banheiro, algumas opções de comida e também pessoas vendendo ou alugando roupas de frio aos mais desavisados. É bom lembrar que de madrugada faz muuuito frio na região, por isso é importante se agasalhar para o passeio. Nós pegamos um casaco emprestado com nosso guia, pois na nossa mala só havia roupas de calor.

Segunda parte: topo do Monte Bromo

Depois do nascer do sol, você deve seguir até as escadarias que levam ao topo do Monte Bromo. Se você escolheu ir de forma independente, esta deve ser uma caminhada de mais ou menos meia hora. Caso contrário, o transporte até lá faz parte do pacote do seu tour. Da base das escadas, são mais 20 minutos de uma subida íngreme até a cratera do Bromo. Ou dá pra subir à cavalo (não incluso no tour), o que nós dispensamos.

monte bromo e ijen
Caminho até o topo do Monte Bromo: caminhando ou à cavalo
monte bromo e ijen
No topo do Monte Bromo: olhando para dentro do vulcão

No geral, você vai conseguir voltar para o hotel entre 8 e 9 horas da manhã, bem a tempo para tomar um café da manhã e talvez descansar um pouco até a próxima aventura. Quem escolhe fazer um tour que inclua o vulcão Ijen, deve sair depois do café para a próxima parada.

Quanto custa visitar o Monte Bromo

A entrada no Parque Bromo Tengger Semeru é paga e custa entre 220.000 e 320.000 rúpias, dependendo se for dia útil ou fim de semana. Ao contratar um tour, o valor já estará incluso na tarifa.

Confira: ILHA DE BALI: 15 COISAS IMPERDÍVEIS PARA FAZER NA FAMOSA ILHA INDONÉSIA

Saiba mais sobre o vulcão Ijen

Quem visita o Monte Bromo pode dar uma esticada no passeio e percorrer o complexo vulcânico de Ijen, que conta com uma paisagem improvável, onde uma das principais atrações é o interessante fenômeno que faz com que o vulcão libere “fogo azul”. Isso sem contar a vista do lago ácido, que tem uma cor turquesa de encher os olhos.

🇮🇩 Gunung Ijen, Java, Indonesia Pra quem nunca tinha pensado em chegar tão perto de um vulcão, já foram 2 pra nossa conta! Dessa vez, Mount Ijen (ou Gunung Ijen), mais uma das maravilhas da ilha de Java, Indonésia. O esforço pra conhecer esse vulcão foi bem maior do que o do passeio pro Monte Bromo (foto de ontem). Mas pelo visto por aqui todo esforço é muito bem recompensado. Saímos às 1h da madruga pra começar a subida morro acima. A friaca dos então 5 graus durou pouco, foram 2 km de caminhada no escuro pra nos esquentar. A parte boa da escuridão era nao ver o q tinha pela frente e nao desanimar com a subida! Chegamos a tempo de ver o sol nascer e deixar esse lago vulcânico ainda mais lindo! Mais um espetáculo que Java nos ofereceu 😍🌋 A fumaça q sai é de enxofre e tivemos q usar mascaras em alguns momentos, o cheiro é muito forte. E a parte triste foi saber das condicoes precarias de vida dos que trabalham com a extracao de enxofre ali, ganhando 10 dolares por dia pra carregar mais de 100kg nas costas e tendo sua expectativa de vida encurtada para os 55 anos. Nenhum espetaculo acaba sendo tão belo quando sabemos do que se passa de verdade ali… Mas ainda assim, o Vulcão Ijen foi um daqueles espetáculos que nunca vamos esquecer! . . . . . #emalgumlugardomundo #wonderfulindonesia #destinosimperdiveis #ijen

A post shared by Em Algum Lugar do Mundo (@emalgumlugardomundo) on

Um capítulo à parte: o lado triste do vulcão Ijen

Conhecer o vulcão Ijen é muito mais que um passeio meramente contemplativo. Ao subir e descer o monte, você vai cruzar com os trabalhadores que fazem a extração de enxofre, elemento responsável pela tonalidade do chamado “fogo azul”. Esta é a única mina de enxofre do mundo em que a extração ainda é feita manualmente.

Acontece que a realidade desses trabalhadores é dura: muitos deles não ultrapassam os 40 anos de idade, tamanha insalubridade de seu trabalho, sem falar do salario irrisório que ganham.

Suas condições de trabalho são lamentáveis: quase nenhum deles usa máscara ou roupas apropriadas para se proteger das nuvens de enxofre que os atinge. Fora isso, pelo menos duas vezes ao dia, os mineradores levam as pedras de enxofre vulcão abaixo em cestas com mais de 70 quilos nas costas.

monte bromo e ijen_extrativistas de enxofre
A dura realidade dos trabalhadores no vulcão Ijen. Foto: Okkisafire / CC BY-SA

Todo este trabalho exaustivo e perigoso para que o mundo possa seguir produzindo cosméticos, fertilizantes e outros produtos feitos a partir do enxofre. Não é à toa que diversos viajantes relatam que o que mais os impactou neste passeio foi ver de perto estes guerreiros mineradores, e a gente não poderia concordar mais.

A exposição ao enxofre é bastante prejudicial à saúde e você vai notar que os trabalhadores frequentemente tossem muito devido aos gases liberados pelo vulcão. Quando você pesquisar sobre o tour para o Ijen, certifique-se de que a máscara de gás está incluída no pacote. É praticamente impossível suportar ao cheiro forte sem máscara.

Como chegar ao vulcão Ijen

A cidade mais próxima do vulcão é Banyuwangi e é ali que a maioria dos turistas se hospedam antes do passeio. Você vai precisar de um jipe para te levar até o vulcão: eles costumam te buscar no hotel ao redor da meia noite (dormir pra que, não é mesmo?) Prepare-se para pelo menos uma hora no trajeto até o vulcão.

Chegando no estacionamento, saímos do jipe e foi aí que a aventura começou de verdade. Seguimos em uma caminhada até a cratera do vulcão, que levou mais de 2 horas. Veja só a saga…

Como é o passeio ao vulcão Ijen

Primeira parte: subida e fogo azul

A subida de 3 quilômetros é íngreme, difícil e cansativa, fora que as pedras vulcânicas não facilitam em nada a caminhada. A verdade é que se eu soubesse o tanto de subida que me esperava, provavelmente a preguiça teria me vencido. Mas garanto que com uma boa dose de determinação você realiza esse passeio super recompensador. Até meu pai de quase 70 anos topou a aventura, então nem pense em desistir!

Já no começo do percurso o cheiro de enxofre começa a ficar cada vez mais forte, sinal de que está na hora de colocar a máscara. Chegando ao topo, uma placa indica que é proibido descer até a cratera do vulcão, mas esta recomendação é respeitada por poucos, já que o fogo azul é melhor visto descendo alguns metros.

monte bromo e ijen_fogo azul
Fogo azul no vulcão Ijen. Foto: Adam Brill / CC BY-NC-SA

Nós resolvemos assistir de longe mesmo, mas saiba que a descida é irregular e com muitas pedras soltas, por isso toda atenção é pouco. Chegando na cratera, você poderá ver as chamas azuis de até cinco metros saindo do vulcão. Este fenômeno acontece devido à liberação do gás sulfuroso em um ambiente em que as chamas do vulcão elevam a temperatura a mais de 600°C.

Segunda parte: nascer do sol e lago turquesa

Depois de contemplar o fogo azul, a caminhada segue por cerca de meia hora até chegar a uma parada estratégica para ver o nascer do sol. É aí que o fascinante lago ácido da cratera vai se iluminando, e a cor turquesa vai ficando cada vez mais forte. Se o céu não estiver nublado, o amanhecer será provavelmente um dos mais lindos que você já viu.

monte bromo e ijen
Nascer do sol no vulcão Ijen

Com duração média de 6 horas, o tour termina normalmente antes das 8h da manhã, dependendo do horário de início e do ritmo de cada um. Dali, seguimos viagem e pegamos uma balsa, que leva à ilha de Bali.

Quanto custa visitar o vulcão Ijen

A entrada para o vulcão é paga e custa 150.000 rúpias, mas geralmente este valor já está incluso no tour ou no jipe que você contratar em Banyuwangi.

Confira: KOMODO: ILHAS, DRAGÕES E AVENTURA NA INDONÉSIA

Monte Bromo e Ijen: fazer um tour ou ir por conta própria?

Por ser um dos vulcões de mais fácil acesso da Indonésia, o tour para o Monte Bromo pode ser feito facilmente sem contratar uma agência de viagens, mas existem diversas opções de tour que não são caros e valem à pena.

Para o vulcão Ijen, será necessário contratar um jipe de qualquer forma, pois não dá para chegar até o vulcão por conta própria mesmo em veículo comum, devido às condições da estrada.

Veja aqui como funcionam os tours para os dois vulcões e como ir por conta própria:

Tour para Monte Bromo e Ijen

Nós achamos a maneira mais fácil de realizar essa viagem, já que as distâncias são longas e a viagem é cansativa. O tour custa cerca de 2.200.000 IDR (cerca de 165 dólares), com absolutamente tudo incluso, com bônus do empréstimo da roupa de frio! Existem várias opções de tour e nós fechamos com a bromoijentrans http://www.bromoijentrans.com/ que nos atendeu super bem.

Assim foi nosso roteiro:

  • Primeiro dia: Transfer da estação de trem (ou do aeroporto) de Surabaya para o hotel em Cemoro Lawang. Noite livre, que aproveitamos para ir dormir bem cedo, pois…
  • Segundo dia: dia de ver o nascer do sol no Monte Bromo. Às 3h da madruga saímos do hotel em um jipe, direto para o mirante em Penanjakan, onde assistimos o nascer do sol. Depois, o tour seguiu pelo Mar de Areia até as escadarias que dão no topo do Monte Bromo. Às 8h voltamos ao hotel para o café da manhã e já seguimos para o hotel em Banyuwangi, ponto de partida para o vulcão Ijen. São cerca de exaustivas 6 horas de viagem. O negócio é chegar e ir dormir logo, porque…
  • Terceiro dia: dia do nascer do sol no vulcão Ijen. Em plena meia-noite já saímos do hotel em direção à base do vulcão em Paltuding, levando cerca de uma hora até lá. Depois encaramos os 3km de subida íngreme no escuro até chegarmos à área principal. Dali pode se seguir por mais 1km até a cratera para ver o fogo azul. Depois o tour segue para o lago ácido, em tempo de ver o nascer do sol. Às 8h voltamos para o hotel. Depois do café da manhã, seguimos de transfer para a balsa de Ketapang, onde tivemos uma hora de travessia e seguimos no transfer para Bali, durando cerca de 4 horas.
monte bromo e ijen
Longa caminhada em direção ao vulcão Ijen

Conhecendo Monte Bromo e vulcão Ijen por conta própria

Caso você escolha fazer estes passeios de forma independente, lá vai.

Trajeto até o Monte Bromo

O aeroporto mais perto do Monte Bromo é o de Surabaya, que está a cerca de 70km do vulcão. De lá existem ônibus para o terminal de Bungurasih, conhecido também como Purabaya, com saídas para Probolinggo.

Dependendo do seu roteiro, você pode chegar em Probolinggo de trem e dali seguir de micro ônibus para Cemoro Lawang, vila mais próxima ao Monte Bromo. O ideal é se hospedar em Cemoro Lawang mesmo. Outra opção é se hospedar em Probolinggo e dividir o transporte para o Monte Bromo com outros viajantes.

Fique pelo menos uma noite por ali para descansar antes da caminhada ao nascer do sol. O lado bom de ir por conta própria é poder visitar o Monte Bromo em outros horários, para evitar a multidão de turistas durante as primeiras horas do dia.

Trajeto até o vulcão Ijen

Cerca de 200 quilômetros separam o Monte Bromo do Ijen. Saindo do Monte Bromo, você deverá retornar a Probolinggo e pegar o trem até Banyuwangi, cidade próxima ao vulcão Ijen.

O trajeto de trem demora mais ou menos 6 horas. Vale dizer que o transporte em toda a Indonésia é bastante lento, independente de ser de trem, ônibus ou carro privado. Por isso é bom se planejar bem com os horários. Deslocar-se de trem é uma das opções mais confortáveis, já que há muitos problemas com as vans de viagem, como falta de ar condicionado e espaços muito apertados.

Banyuwangi é normalmente a cidade escolhida para se hospedar antes de ir para o tour do Ijen. O ideal é sair do seu hotel ao redor da meia noite, já que a viagem dura pelo menos uma hora até o vulcão.

É preciso alugar um jipe para chegar ao vulcão Ijen, já que não há transporte público para o local. O jipe comporta entre 4 e 5 pessoas, por isso o ideal é dividir os gastos com outros turistas.

Do estacionamento, você poderá subir em uma longa caminhada até a cratera do vulcão por conta própria. Haverá pessoas no caminho, não tem como se perder.

monte bromo e ijen
Nós usando máscaras pra nos proteger do cheiro forte de enxofre no vulcão Ijen

Veja também: TUDO SOBRE AS ILHAS GILI, NA INDONÉSIA

Onde se hospedar para visitar os vulcões Monte Bromo e Ijen

Caso você faça o tour com uma agência de viagens, os hotéis deverão estar incluídos no pacote. Nós fizemos os tours, mas decidimos fechar os hotéis por conta própria. Seguem algumas dicas de hospedagem para o Monte Bromo e vulcão Ijen:

Hospedagem em Monte Bromo

Como dissemos, o ideal é se hospedar em Cemoro Lawang, já que está bem próximo ao parque. O vilarejo é pequeno e as opções de hospedagem não são muitas nem as melhores, mas a proximidade do parque faz com que muitos turistas escolham se hospedar ali.

A Bromo Otix Guest House oferece uma boa hospedagem, com localização perfeita para o passeio. Os serviços são simples, mas a acomodação é cômoda e limpa. O hotel também oferece ajuda para contratar transporte e guia para o tour.

Hotel em Monte Bromo: bromo otix
Bromo Otix Guest House. Foto: divulgação

Hospedagem em Ijen

Em Banyuwangi há mais opções de hospedagem, com hotéis para todos os gostos e bolsos. Uma boa pedida é o Ketapang Indah Hotel, que tem um jardim amplo e muito bem cuidado, serviço de quarto e piscina ao ar livre (que estávamos tão cansados que não conseguimos aproveitar). O hotel é muito limpo e silencioso, ideal para descansar antes e depois do passeio.

Onde ficar em Ijen: Ketapang Indah Hotel
Ketapang Indah Hotel. Foto: divulgação

Outra boa opção para se hospedar em Banyuwangi é o Hotel Blambangan, com ótima localização no centro da cidade, perto de bancos e do mercado central. O café da manhã está incluído na tarifa e o hotel possui piscina e um bom restaurante.

Independente do hotel que você escolher, lembre-se de que os passeios estão cheios de caminhadas longas e íngremes. Por isso, o melhor é optar por um hotel confortável, onde você possa recuperar suas energias para seguir viagem.

Saiba mais: GUIA COMPLETO DE UBUD, BALI. A CAPITAL CULTURAL DA FAMOSA ILHA NA INDONÉSIA

Quanto custa um tour para Monte Bromo e Ijen

O pacote com os dois vulcões normalmente oferece transporte, hospedagem e entradas inclusas no valor. Em média, um pacote para duas pessoas vai sair entre 1.800.000 e 2.500.000 rúpias por pessoa. Caso o pacote seja para quatro pessoas, o valor cai um pouco. Em geral, estes pacotes já incluem a ida para Bali.

Caso você vá por conta própria, o valor pode variar bastante. Tudo vai depender do tipo de transporte e hospedagem que você escolher. A época do ano também pode influenciar no valor final, já que a alta temporada tende a ser mais cara.

Além disso, o número de pessoas viajando com você também conta, uma vez que um tour para uma só pessoa vai ser mais caro, caso a agência não consiga colocar mais turistas no transporte com você.

Por isso, uma dica é se juntar com outros viajantes para poder negociar um melhor preço, seja em um pacote ou para o passeio de forma independente.

Quer mais dicas de viagem? Curta nossa página no Facebook!

em algum lugar do mundo no facebook

Quando visitar os vulcões Monte Bromo e Ijen

Se você está pensando em fazer o tour do Monte Bromo e vulcão Ijen, é bom se ligar na previsão do tempo para não estragar o passeio. O melhor é evitar a temporada de chuvas na região, que costuma ser entre novembro e março.

A temporada alta é muito movimentada e, além de bastante gente, essa época tende a aumentar os valores dos pacotes. Então, se possível, evite os meses de junho a setembro e dezembro e janeiro, além de finais de semana.

monte bromo e ijen
Nascer do sol no vulcão Ijen

Um dado importante para se levar em conta para estes passeios e qualquer outro que envolva um vulcão de madrugada é que as temperaturas são sempre muito baixas e o vento cortante derruba ainda mais a sensação térmica. Prepare-se para o frio e depois não diga que não avisei!

Por isso, lembre-se se levar roupas apropriadas. Algumas agências de turismo oferecem o aluguel de jaquetas e outros acessórios antes da viagem, então se você não tiver roupas adequadas, verifique se é possível alugar com a agência. Nós conseguimos pegar emprestado em nosso tour.

Mais dicas para uma viagem para Monte Bromo e Ijen

Se você não está acostumado com caminhadas em altitude, é bom se preparar para fazer os dois passeios seguidos. O cansaço é grande não só pelo esforço físico, mas também pelos horários dos tours, que podem atrapalhar um pouco a qualidade do seu sono. Confesso que fiquei esgotada de cansaço e achei um pouco corrido, mas valeu cada minuto e obviamente faria tudo de novo!

Independente do cansaço, a recomendação é: feche um seguro viagem e faça uma viagem mais tranquila. Deu tudo certo nessa viagem com a gente, mas nós já precisamos usar seguro viagem outras vezes, então não viajamos desprotegidos. Nós sugerimos sempre comparar e ver o melhor preço pela Segurospromo. E usando o nosso código EMALGUMLUGAR5 você ainda ganha 5% de desconto.

🇮🇩 🌋 Hora de rever e organizar fotos da Indonésia, mas tá difícil de sair da primeira parte. Só de ver esse vulcão de perto já teria valido a viagem toda. Logo a gente, que nunca tinha chegado perto de um vulcão ativo, fomos dar de cara com o Monte Bromo, em Java na Indonésia! A gente sai na madruga (umas 3h) do hostel pra começar o passeio. Chegamos lá em cima a tempo de assistir o nascer do sol. Tinha bastante gente, mas nada de super lotado (ao contrário de alguns lugares em Bali rs). Ficamos congelados pelo frio (uns 5 graus) e pela paisagem, observando como ela mudava com a luz do sol. Depois disso, seguimos caminho até chegar ao topo do vulcão. É surreal gente! Daqui a pouco sai o vídeo! . . . . . #emalgumlugardomundo #bromo #wonderfulindonesia

A post shared by Em Algum Lugar do Mundo (@emalgumlugardomundo) on

Monte Bromo e Ijen: uma viagem inesquecível pelos vulcões da Indonésia!

Deu pra perceber o quanto gostamos desse passeio né? Conhecer essas paisagens incomuns, nos superarmos ao subir os vulcões e ver de perto a realidade dos mineradores em Ijen foram definitivamente lembranças marcantes na nossa viagem.

Por mais que esses destinos ainda não sejam tão famosos entre os brasileiros, posso afirmar que Monte Bromo e Ijen são passeios imperdíveis ao se visitar a Indonésia!

Veja mais posts sobre a Indonésia:

E se vai viajar pelo sudeste asiático, confira também esses posts:

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.

Booking.com
COMPARTILHAR
Artigo anteriorO QUE LEVAR PARA TAILÂNDIA E SUDESTE ASIÁTICO
Próximo artigoONDE FICAR EM CHIANG MAI: PRINCIPAIS REGIÕES E DICAS DE HOTÉIS
32 anos. Carioca. Colecionava carimbos no passaporte durante as férias, mas resolveu levar esse hobbie a sério. Jornalista, trabalhou com marketing por um bom tempo, mas deixou o mundo corporativo para viver uma vida com mais significado. Convenceu o Caio a se jogar no mundo e hoje se dá por satisfeita carregando um caderninho, uma câmera e um tapete de yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here