Vale do Arco-Íris e petroglifos de Hierbas Buenas - Deserto do Atacama

ATACAMA: VALE DO ARCO IRIS + PETROGLIFOS DE HIERBAS BUENAS

Uma explosão de cores e registros de civilizações antigas no Deserto do Atacama

  • Adriana
  • -
  • 3 de agosto de 2019
  • 2 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Se você está planejando uma viagem para o Deserto do Atacama, a gente sabe seu dilema de escolher quais passeios fazer. É tanto lugar lindo que tudo parece imperdível – e é mesmo. Vamos apresentar agora um tour que recomendamos muito incluir no seu roteiro: Vale do Arco-Íris e Hierbas Buenas.

O Vale do Arco-Íris (Valle del Arcoiris) é um tour geológico que fica a 62km do centro de San Pedro de Atacama. Esse é um passeio que dura meio período e é normalmente combinado com uma visita aos petroglifos de Hierbas Buenas, que ficam no caminho.

Vale do Arco Iris e Hierbas Buenas Atacama
Uma caminhada pelo Vale do Arco-Íris

Nós já escrevemos aqui tudo o que fazer no Atacama, mostrando as principais atrações desse deserto chileno. Agora mostraremos tudo sobre o passeio para o Vale do Arco-Íris e Hierbas Buenas: aproveite e veja por que você deve incluir esse passeio na sua viagem pelo Atacama.

Se você vai para o Atacama, é bom se preparar para o ‘soroche’ – o mal de altitude – que pode ser causado pela diminuição de oxigênio acima dos 3.000 metros. Portanto, faça um seguro viagem antes de embarcar. Recomendamos pesquisar seu seguro pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções. Aproveite para usar nosso código EMALGUMLUGAR5 e ganhar 5% de desconto!

Como chegar ao Vale do Arco-Íris

O Vale do Arco-Íris e os petroglifos de Hierbas Buenas ficam próximos um do outro. O Vale do Arco-Íris fica a 61km de San Pedro de Atacama. Os petroglifos de Hierbas Buenas ficam em Rio Grande, uns 5 km antes de chegarmos ao Vale do Arco-Íris (no caminho entre San Pedro e o Vale do Arco-Íris) .

E se você vai para o Atacama, deverá usar a cidade de San Pedro de Atacama como base, pois é aqui que se encontram acomodações e comércio. Em San Pedro nós os hospedamos em dois lugares diferentes, que recomendamos:

Hostal Sonchek | Bem no centrinho, com opções de cama em dormitório e quartos privados. Banheiros compartilhados e cozinha de uso comum.

Posada Atacameña | A 5 minutinhos do centro, com quartos coletivos e privados, opção de banheiro privado ou compartilhado. Com cozinha e um pátio bem simpático.

Muitas pessoas fecham um tour para visitar o Vale do Arco-Íris. Diversas agências oferecem esse passeio, basta pesquisar preço e/ou uma boa indicação no centro de San Pedro.

Nós fizemos esse passeio de carro, e achamos bem fácil explorar o Atacama por conta própria (tirando o prejuízo de um pneu furado, mas faz parte!). Para alugar um carro por aqui recomendamos a Rentcars – sempre achamos o melhor preço com eles. Depois é só pegar estrada sentido Calama, que em pouco mais de uma hora você chegará nos petroglifos de Hierbas Buenas e, logo em seguida, ao Vale do Arco-Íris.

Como é o Vale do Arco-Íris (Valle del Arcoiris)

Pegamos a estrada do Deserto do Atacama sentido Calama até entrarmos para Rio Grande,  dirigimos por uns 30 minutos até chegarmos aos petroglifos de Hierbas Buenas em Rio Grande. Deixamos para visitá-lo na volta, então seguimos por uns 5km e dobramos à direita, rumo ao Vale do Arco-Íris.

Já chegando, algumas lhamas fofas passeavam pela estrada e enfeitavam ainda mais o caminho. Não demorou até que as montanhas coloridas começaram a surgir.

Vale do Arco Iris e Hierbas Buenas Atacama
Não importa quantas lhamas já vimos, a gente sempre para e tira foto delas

No Vale do Arco-Íris podemos ver uma enorme variedade de cores naturais nessas terras, devido à oxidação dos minerais presentes nessa formação rochosa. São diferentes tons de verde, laranja, marrom… uma combinação linda e única!

Vale do Arco Iris e Hierbas Buenas Atacama
As cores são realmente fortes e isso foi uma surpresa pra nós

O Vale do Arco-Íris foi um lugar que nos encantou. Depois de conhecer a Rainbow Mountain no Peru, era difícil imaginar que qualquer outro lugar com o mesmo nome pudesse ser tão surpreendente. Depois de conhecer os dois, posso afirmar que o Vale do Arco-Íris é ainda mais colorido!

A verdade é que o Atacama não nos desaponta nunca, e o Vale do Arco-Íris é mais uma joia nesse deserto que merece uma visita. Apesar desse passeio não estar entre os mais buscados do Atacama, definitivamente vale incluí-lo em seu roteiro.

Conhecendo os petroglifos de Hierbas Buenas

Um passeio para o Vale do Arco-Íris é geralmente combinado com outra atração conhecida como Hierbas Buenas (ou Yierbas Buenas). Esse é um dos locais com maior concentração de petroglifos na região de Rio Grande, no deserto do Atacama.

Hierbas Buenas é também uma das zonas mais antigas do início da ocupação humana: os primeiros homens chegaram por aqui há 11 mil anos.

Nesse local encontramos diversos petroglifos, de diferentes épocas. Muitos deles têm forma animal, e as lhamas predominam: há variações de lhamas grávidas, com duas cabeças, com seres humanos, com presença divina… Isso é uma demonstração do quanto esse animal era fundamental para a subsistência dos povos antigos.

Vale do Arco Iris e Hierbas Buenas Atacama
Painel com Lhamas (uma grávida parte inferior), flamingos (lado direito da imagem), lagartos (centro da imagem) e um xamã (figura com duas orelhas como coelho ao lado direito do rosto da Dri)
Vale do Arco Iris e Hierbas Buenas Atacama
Mais lhamas

Além de lhamas, há outras figuras que podemos reconhecer como dragões, flamingos e macaco. Quando chegamos, recebemos um folheto com indicação de alguns petroglifos. Mas durante o caminho fomos descobrindo vários outros que não haviam sinalização, então vá com um olhar mais atento.

Vale do Arco Iris e Hierbas Buenas Atacama
A mais curiosa das imagens é a do macaco, já que esse animal não existe nessa região. Como será que foi esse encontro?

Dicas e informações sobre o Vale do Arco-Íris

  • O valor dos tours para o Vale do Arco-Íris varia entre 25 e 80 mil pesos, dependendo da agência. Normalmente estão incluídos transporte, guia e um pequeno lanche.  Há saídas no turno da manhã e da tarde.
  • A entrada custa 3 mil pesos e é válida tanto para Hierbas Buenas como para o Vale do Arco-iris. Esse valor deve ser pago na hora, não estando incluso no valor dos tours. Pagamos em Hierbas Buenas mas não havia ninguém cobrando entrada no Vale do Arco-Íris quando fomos.
  • Leve água, protetor solar e óculos de sol, além de um casaco (faz frio de manhã cedo e no final da tarde). Deserto e alta altitude: você precisa se manter hidratado e protegido.
  • O Vale do Arco-Íris está a 3.600 metros acima do nível do mar. Assim como o Valle de La Luna, o Vale do Arco-Íris também é um dos passeios com altitude mais baixa do Atacama. Por isso, é recomendável você fazer esse tour nos seus primeiros dias de viagem, ajudando assim seu corpo a se aclimatar.
  • Apesar disso, é possível sentir uma falta de ar ou o coração um pouco mais acelerado durante o passeio. Para amenizar os sintomas, veja como prevenir o soroche.
  • Sempre recomendamos fazer um seguro viagem, mas para o Atacama é imprescindível. Nós já passamos mal durante nossa trip pela América do Sul (por causa da altitude) e precisamos de médico. Portanto, não se arrisque.  Sugerimos fazer uma busca pela Segurospromo, o melhor site comparador de preços. Aproveite e use nosso código EMALGUMLUGAR5 pra garantir 5% de desconto.

O passeio para o Vale do Arco-Íris + Hierbas Buenas combina com:

Normalmente esse passeio é feito no período da manhã, então você pode aproveitar e combinar esse tour com algum outro que seja feito pela tarde. São eles:

Valle de La Luna + Valle de La Muerte | Um dos passeios mais imperdíveis do Atacama, com paisagens surreais do deserto. O tour dura meio período e geralmente é feito à tarde, para aproveitarmos o pôr do sol nesse cenário incrível.

Termas de Puritama | Para um momento relaxante no Atacama, a melhor pedida é um banho em uma dessas piscinas termais: são 8 piscinas no total, que variam de 28 a 34 graus. E para completar, o cenário ao redor é lindo.

Laguna Cejar | Prepare-se para boiar em uma linda lagoa com uma concentração de sal maior que a do Mar Morto! O passeio também inclui uma visita ao Ojos del Salar e jfinaliza com um pôr do sol inesquecível na Laguna Tebenquiche.

Lagunas Escondidas de Baltinache | Um conjunto de 8 lagunas, sendo duas permitidas para banho. Aqui o cenário é lindo e a alta concentração de sal também fará você boiar sem esforço. Esse passeio pode incluir uma visita ao ônibus abandonado do deserto.

Para planejar sua viagem, não deixe de conferir nosso guia completo com tudo o que fazer no Deserto do Atacama.

E agora, vai incluir o passeio ao Vale do Arco-Íris em seu roteiro pelo Atacama?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Chile: explore

2 comentários em “ATACAMA: VALE DO ARCO IRIS + PETROGLIFOS DE HIERBAS BUENAS”

  1. Cristiani disse:

    Oi! Gostaria de saber se vcs viram algum lugar pra almoçar entre um passeio e outro..Grata!

    1. Caio disse:

      Cristiani, não vimos. Fizemos sanduíches e levamos!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Ahh Costa Rica! Essa é uma formação natural que parece a cauda de uma baleia –  e o local de chama Parque Nacional Marino Ballena.
Tudo bem, já sabemos que o nome do parque veio desse formato. Mas quem explica a “coincidência” desse local ser o melhor ponto do país para  para o avistamento de baleias? 🤔#emalgumlugardomundo #costarica #visitcostarica #baleiajubarte

Pura Vida!Mal desembarcamos na Costa Rica e já começamos a ouvir a expressão por todos os cantos. Embora não tenha uma tradução exata, essa é uma forma de cumprimentar, de dizer olá, tchau – ou qualquer coisa que tenha uma intenção positiva – dá pra usar de diversas formas!A nossa conclusão é que “Pura Vida” é essa coisa boa que você sente ao chegar por aqui e que te faz ficar sorrindo o tempo todo. É como encostar o carro em uma praia deserta, assistir o por do sol e dormir por ali mesmo, ao som dos macacos, com o barulho das ondas. Bem do jeitinho que a gente fez nesse dia!#emalgumlugardomundo #costarica #puravida #visitcostarica #destinosimperdiveis

O Parque Nacional Corcovado é um dos lugares menos explorados da Costa Rica – e até agora um de nossos destinos preferidos no país!A natureza aqui ainda é selvagem e é possível avistar araras, tucanos, macacos, bichos preguiça, quatis, antas… a lista é extensa!
E como se não bastasse a diversidade animal, tem essa praia de areia escura bem intocada. A constante névoa na praia dá um ar de paraíso perdido nesse lugar.Essa viagem pra Costa Rica tá tendo um cenário mais lindo que o outro! Estamos amando!!! #emalgumlugardomundo #costarica #corcovadonationalpark #visitcostarica

Ainda encantados com o lado do Caribe da Costa Rica!
Sem dúvidas, Punta Uva foi uma das praias mais bonitas das bandas de lá – pelo menos foi a nossa preferida!Agora estamos no lado do Pacífico. Estamos mostrando tudo no stories e já já vamos postar as fotos daqui!

A felicidade de quem estacionou o quarto do hotel e vai dormir em frente a praia no Caribe costa riquenho! Valeu @nomad_america !#emalgumlugardomundo #costarica #puntauva #destinosimperdiveis #visitcostarica

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!