O que fazer em Ubatuba: melhores praias e pontos turísticos | Em Algum Lugarr do Mundo

O QUE FAZER EM UBATUBA: PRAIAS IMPERDÍVEIS E PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS

Além de praias e ilhas paradisíacas, Ubatuba tem atrações para todos os tipos de viajantes: desde os mais sossegados até os mais baladeiros.

  • Adriana
  • -
  • 21 de setembro de 2020
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Vai viajar para o litoral norte de São Paulo e ainda não sabe o que fazer em Ubatuba? Preparamos esse post completão com todas as atrações e pontos turísticos de Ubatuba: você vai conferir as melhores praias, ilhas, cachoeiras, trilhas e tudo mais que a cidade oferece! 

Ubatuba ainda tem opções para saborear uma deliciosa gastronomia e curtir uma noite agitada. Dá para aproveitar também e mergulhar na história da região, já que a cidade oferece um resgate da cultura caiçara e tem boas atividades culturais. 

Aproveite nossas dicas de viagem para Ubatuba e planeje seu roteiro!

Veja também: o que fazer em Maresias.   

5 dicas importantes antes de planejar a sua viagem para Ubatuba

Antes de saber o que fazer em Ubatuba, é importante se planejar direitinho para curtir o destino numa boa e aproveitar ao máximo o que ele tem pra oferecer.

Por isso, separamos aqui 5 dicas de viagem para Ubatuba que vão te ajudar no planejamento:

  1. Onde ficar em Ubatuba 
  2. Como chegar em Ubatuba
  3. Como circular em Ubatuba 
  4. Quando ir para Ubatuba 
  5. Quantos dias ficar em Ubatuba 

Onde ficar em Ubatuba 

É importante ressaltar que Ubatuba é dividida entre as regiões norte, sul e centro. Em todas elas você irá encontrar opções de hospedagem.

Nas regiões sul e centro estão grande parte dos hotéis e pousadas, além do comércio. Já na região norte você encontra bastante opção de casas para alugar.

Confira algumas sugestões de hospedagem em Ubatuba: 

Região central:

Pousada Don Diego | com uma decoração rústica muito bonita e mais luxuosa.  

Hotel Parque Atlântico | esse fica a apenas 250 metros da Praia do Cruzeiro. 

Pousada Trilha do Sol | bem pertinho da Praia Grande e do Tenório.  

Pousada Ubatuba do Alto | bem gostoso, pra ter aquele contato maravilhoso com a Mata Atlântica.  

Região sul:

Wembley Inn Hotel | mais elegante, possui a maior piscina do litoral norte de São Paulo. 

Pousada NAAN Lázaro Ubatuba | conta com piscina, área para crianças e fica a apenas 350 metros da Praia do Lázaro.  

Luz da Lua Pousada | considerada umas das melhores pousadas de Ubatuba. 

Hotel e Pousada Pouso54 | a apenas 50 metros da Praia das Toninhas.   

Pousada Peixes do Mar | localizada a 100 metros da Praia Grande, a mais famosa da região sul. 

Região norte:

Solar das Canoas | opção de quartos com banheira e fica a 150 metros da Praia de Prumirim.  

Pousada Canto do Dado Praia de Itamambuca | fica na beira da Praia de Itamambuca, com quartos bem equipados.  

Refúgio Prumirim | ótimo custo x benefício e pertinho da praia.  

Sol Nascente Itamambuca | quartos super limpos e confortáveis.

Casas no Airbnb | para quem quer encontrar uma boa casa para alugar. Se você for novo no Airbnb, ainda dá pra aproveitar R$300 de desconto!

Escrevemos um post super completo sobre onde ficar em Ubatuba. Lá você encontra mais opções e dicas de hospedagem.  

Como chegar em Ubatuba 

Localizada no extremo norte do litoral de São Paulo, Ubatuba faz fronteira com Paraty (Rio de Janeiro), e com Caraguatatuba ao sul.  

Vamos te explicar o passo a passo de como chegar em Ubatuba partindo de São Paulo e do Rio de Janeiro (capital), onde ficam os aeroportos mais próximos da cidade praiana.  

Vale ressaltar que existe sim um aeroporto em Ubatuba, mas ele recebe apenas aeronaves de pequeno porte. Ou seja, não há opções de voos comerciais de nenhuma companhia área.  

Partindo de São Paulo 

De avião 

Os aeroportos mais próximos de Ubatuba são o de Congonhas, a 235 km de distância e o de Guarulhos, a 208 km de distância. Há também o aeroporto Viracopos, localizado em Campinas e a cerca de 309 km de Ubatuba.  

Depois de chegar nos aeroportos, é necessário seguir viagem de carro ou ônibus até Ubatuba. Quem preferir ir de carro, é possível alugar um veículo ainda nos aeroportos.  

De carro

Com mais de 100 praias, viajar de carro para Ubatuba é uma ótima opção, já que ele vai te ajudar (e muito!) para se locomover tanto na cidade como entre as praias que ficam ao sul, centro e norte de Ubatuba. 

Existem duas opções de caminho para quem está saindo de São Paulo capital:  

  1. Pela Via Dutra ou Ayrton Senna/Carvalho Pinto e seguir até São José dos Campos. Depois é preciso pegar a Rodovia dos Tamoios até Caraguatatuba, e seguir pela Rodovia Rio-Santos (sentido Rio de Janeiro) até Ubatuba. 
  2. Pela Via Dutra ou Ayrton Senna/Carvalho Pinto até Taubaté. Depois é só seguir pela Rodovia Osvaldo Cruz até Ubatuba. 

Se você estiver saindo de Campinas, também há duas opções de trajeto: 

  1. A melhor opção é pela Rodovia Dom Pedro I e seguir até São José dos Campos. Em São José, pegue a Rodovia dos Tamoios até Caraguatatuba. Depois é seguir pela Rodovia Rio-Santos (sentido Rio de Janeiro) até chegar em Ubatuba. 
  2.  Você também pode pegar a Dom Pedro I e seguir até a Carvalho Pinto. Depois disso, é o mesmo trajeto pela Rodovia dos Tamoios até Caraguatatuba, e de lá pegar a Rio-Santos até Ubatuba. 

De ônibus

Também é possível chegar em Ubatuba de ônibus. A Pássaro Marrom (Viação Litorânea) e a Rodo Tur São José são as empresas que realizam o trajeto da Rodoviária Tietê até Ubatuba. A viagem dura cerca de 4h50.  As passagens custam, em média, R$82. 

A Pássaro Marrom também tem linhas de ônibus que partem de São José dos Campos e Taubaté em direção a Ubataba. A Rodo Tur São José realiza esses mesmos trajetos, e também partem da cidade de Pindamonhangaba.  

Importante | Vale ressaltar que as estradas que levam até Ubatuba costumam ter grande movimento aos finais de semana e, principalmente, em feriados prolongados e festividades (Natal e Réveillon). Se você quer fugir de engarrafamentos e deseja uma viagem tranquila, evite essas datas. 

Partindo do Rio de Janeiro 

 De avião

Os aeroportos da capital fluminense também são boas opções para quem estiver vindo de outros estados. O Aeroporto Santos Dummont fica a 320 km de Ubatuba, e o Aeroporto Galeão (internacional) fica a 322 km.  

Depois disso, assim como os aeroportos de São Paulo, a viagem deverá seguir de carro ou ônibus. Também é possível encontrar várias locadoras de carro sem precisar sair do aeroporto, facilitando ainda mais a sua viagem para Ubatuba. 

De carro

Quem sai do Rio de Janeiro de carro pode pegar a BR-101 (Rodovia Rio-Santos) direto para Ubatuba, acompanhando o litoral brasileiro em uma viagem com cerca de 5 horas e meia de duração e 318 km.  

Pelo caminho, você pode realizar paradas estratégicas em cidades turísticas como Angra dos Reis e Paraty. 

De ônibus 

Você pode pegar um ônibus na Rodoviária Novo Rio direto para Ubatuba. Esse trajeto é operado pela Viação Útil, que oferece dois horários por dia.  A viagem tem duração de 5h e os valores variam de R$81 à R$102. 

Partindo de Paraty 

Ubatuba fica a apenas 73 km de Paraty, e se você tiver uns dias a mais de viagem, vale super a pena fazer uma dobradinha entre as duas cidades.

O trajeto também é feito pela Rio-Santos e leva cerca de 1h10. Aproveite e veja o nosso post sobre o que fazer em Paraty.

Como circular em Ubatuba

O carro é a melhor opção de transporte para circular entre as praias mais distantes de Ubatuba. Além disso, você tem a liberdade de fazer o seu próprio horário e roteiro. 

Mas vale ressaltar que em determinada época do ano – alta temporada, dias de sol e feriados prolongados – quem viaja de carro pode ficar preso em engarrafamentos e perder boa parte da viagem dentro do carro. 

Há também linhas de ônibus que partem do centro da cidade e levam até algumas praias da Ubatuba.  Para quem quer visitar as praias do norte, vale dizer que os ônibus passam apenas na rodovia – o resto do caminho precisa ser feito a pé. 

Você também pode optar por Uber e táxi. Fique atento(a) porque não são todas as praias que possuem sinal de internet. Há ainda praias que só são acessíveis a pé.

Por fim, os barcos são outra forma de chegar a certas praias, como a Ilha das Couves, a Ilha Anchieta e a Ilha do Prumirim. Em outros casos, o transporte de barco pode ajudar a economizar no tempo das trilhas a pé, como acontece com a Praia do Bonete Grande. 

Importante | a Rio-Santos, estrada que leva às praias de Ubatuba, tem mão dupla de pista simples e possui várias curvas mais perigosas – há um alto índice de acidentes. Devido a isso, a rodovia conta com vários radares para controlar a velocidade dos veículos.  

Estacionamento em Ubatuba

Não são todas as praias que têm estacionamentos, e as que possuem, ficam na Zona Azul (um estacionamento rotativo pago). O lado positivo é que as vagas rotativas são válidas durante o dia inteiro, ou seja: você pode trocar de praia sem precisa pagar um novo estacionamento.  

Já nas praias que não têm a Zona Azul, é possível encontrar estacionamentos particulares. Outras, não há lugar onde parar. É bom ficar atento e evitar deixar o carro na estrada, pois além do risco, você ainda pode ser multado.  

Quando ir a Ubatuba

Os melhores meses para visitar a Ubatuba são abril, maio, setembro, outubro e novembro (exceto feriados) . A primavera e o outono costumam ser ótimas épocas, pois é quando o movimento na cidade fica bem mais tranquilo e há mais dias de sol do que chuva. 

Entre dezembro a março, costuma chover bastante em Ubatuba, e por isso a cidade também é conhecida como “Ubachuva”. É também nessa época de férias escolares e feriados que as praias extremamente lotadas, assim como os hotéis e pousadas. O trânsito fica caótico.

Já os meses mais secos são de junho a agosto, mas as temperaturas também ficam mais baixas. No inverno pode chegar aos 14º C. Em julho a cidade fica com bastante movimento por conta das férias.  

Dica | Se você não tiver flexibilidade com datas e só pode viajar durante as férias e feriados prolongados, faça a sua reserva de hospedagem com a maior antecedência possível.  

Quantos dias ficar em Ubatuba

O ideal é se planejar direitinho e já chegar sabendo o que fazer em Ubatuba, pois a cidade conta com mais de 100 praias, ilhas, cachoeiras, ruínas históricas e trilhas pelo coração da Mata Atlântica.  

Em três dias você consegue conhecer fazer os principais passeios em Ubatuba, mas se puder, separe mais dois dias para conhecer outras praias do litoral norte de São Paulo. 

O que fazer em Ubatuba

Nascida de uma aldeia indígena chamada Iperoig, Ubatuba é repleta de cultura e histórias. A cidade ganhou o status de Estância Balneária, uma condecoração do Estado de São Paulo.  

Não é para menos: são 102 praias – e muitas delas proporcionam paisagens exuberantes em meio à natureza. Você também pode conhecer outros pontos turísticos de Ubatuba como ilhas, cachoeiras, fazer trilhas e curtir a noite agitada na cidade.  

Além de suas águas, a cidade tem 83% do seu território coberto pelo Parque Estadual da Serra do Mar, a maior área contínua de Mata Atlântica preservada no Brasil. 

Ou seja: as opções de passeios em Ubatuba são perfeitas para os amantes da natureza, para quem quer relaxar sob o sol e para quem gosta de explorar o litoral, seja por terra ou mar.  

Vem com a gente conferir tudo o que fazer em Ubatuba:  

  1. Praias 
  2. Ilhas 
  3. Cachoeiras 
  4. Trilhas 
  5. Passeio de escuna 
  6. Mergulho 
  7. Projeto Tamar 
  8. Centro Histórico 
  9. Ruínas da Lagoinha 
  10. O que fazer à noite

1. Praias em Ubatuba 

Não poderíamos começar a nossa lista sobre o que fazer em Ubatuba com um tópico diferente. As praias são o cartão postal da cidade, proporcionando visuais de tirar o fôlego – a Praia da Fazenda já foi até cenário de filmes, novelas e minisséries. 

Como não é possível falar de suas mais de 100 praias (algumas são inabitáveis), nós escrevemos um post completo com as 30+ melhores praias de Ubatuba.  

E por aqui fizemos uma lista com as mais famosas e procuradas pelos turistas para você curtir muito a sua viagem para Ubatuba: 

Praias do Norte  

Já quase na divisa com o Rio de Janeiro, as praias do norte são as mais selvagens e rústicas de Ubatuba. Das 30 praias localizadas no litoral norte, oito ficam em áreas de proteção ambiental, e a maioria tem acesso por estrada de terra.  

Mas ainda é possível encontrar praias com uma boa estrutura de comércios e quiosques. Veja as mais procuradas: 

Praia do Ubatumirim ideal para crianças, pois as águas são calmas e a faixa de areia é extensa. Apesar de ser acessível apenas por estrada de terra, a praia é bastante visitada e oferece quiosques para quem deseja passar o dia. A partir dessa praia é possível chegar à Ilha do Maracujá, uma travessia que pode ser feita à pé durante a maré baixa.

O que fazer em Ubatuba: Praia de Ubatumirim
A Praia de Ubatumirim parece um cenário de filme. Edsonaoki/ CC BY-SA

Praia de Itamambuca | uma das mais bonitas de Ubatuba, atraindo um público mais jovem e surfistas – você ainda consegue fazer aulas de surf por lá. Na praia você também encontra pontos mais tranquilos, podendo praticar o stand up paddle e o caique.

O que fazer em Ubatuba: Praia de Itamambuca
As ondas famosas da Praia de Itamambuca. Foto: Sergio Ziliotti / Flickr

Praia do Félix | nesta praia há de tudo um pouco, por isso ela agrada desde famílias até surfistas. Do lado direito se forma uma piscina natural ideal para crianças ou para quem deseja praticar stand up paddle. Já no lado esquerdo há ondas boas para surfistas e bodyboarders, e é possível pegar a trilha para a Praia das Conchas.

O que fazer em Ubatuba: Praia do Félix
Águas transparentes da Praia do Félix. Foto: Oscar Fava / CC BY

Praia Vermelha do Norte | é uma das mais bonitas da região norte. Não é indicada para crianças por ter ondas fortes, mas é ideal para sufistas e boas fotos. Para chegar, é preciso fazer uma trilha pela encosta, mas o acesso é fácil e é comum ver tartarugas por ali. No extremo esquerdo da praia há uma queda d’água doce ideal para se refrescar sem ter que enfrentar as ondas do mar agitado.

O que fazer em Ubatuba: Praia Vermelha do Norte
Pra mim, a Praia Vermelho do Norte é uma das mais bonitas de Ubatuba. Foto: Bianca Manuela Lúcio Arcanjo / CC BY-SA

Praia de Prumirim | com uma areia grossa e bem clarinha, rodeada pela Mata Atlântica. Só é preciso ter cuidado com o mar, pois nem sempre ele está bom para o banho devido às ondas fortes e à correnteza. Por lá você encontra bons quiosques e ainda pode conhecer a Cachoeira de Prumirim – a água doce se encontra com o mar no lado direito da praia.

O que fazer em Ubatuba: Praia do Prumirim
Vista de cima da Praia de Prumirim

Praias do Centro 

A região central de Ubatuba tem apenas 8 praias, sendo quatro delas mais visitadas. Duas das praias do centro são evitadas por banhistas (Itaguá e Cruzeiro) e outras duas não possuem infraestrutura para receber turistas (Cais e Matarazzo).  

Praia do Perequê-Açú | muito próxima ao centro da cidade, é considerada a melhor dessa região. Com boa estrutura, ela é frequentada durante todo o ano. Também está próxima de hospedagens e possui comércios, quiosques e alguns dos pontos turísticos de Ubatuba, como o Aquário de Ubatuba e o Projeto Tamar. 

O que fazer em Ubatuba: Praia do Perequê Açú
Praia do Perequê Açú. Foto: Deyves Martins / CC BY-SA

Praia do Cedro | também conhecida como Praia do Cedrinho, é uma das mais conhecidas de Ubatuba para a prática de mergulho livre. Apesar de ter ondas fortes, o mar não tem correnteza, ideal para passar o dia na água. Há apenas um quiosque nessa pequena praia de areia grossa, mas é possível alugar equipamentos para a prática de esportes aquáticos como caiaque e stand up paddle.

O que fazer em Ubatuba: Praia do Cedro
A natureza da Praia do Cedro. Foto: Deyves Martins / CC BY-SA

Praia do Tenório | com ótima localização, infraestrutura e uma vista de tirar o fôlego, essa praia é muito frequentada por famílias com crianças. Mas é preciso ter cuidado, pois com  alguns passos, dá para perceber que ela é bastante profunda. Apesar de ser pequena, ela consegue receber milhares de visitantes durante todo o ano. É uma das mais procuradas para a prática de pesca esportiva.

O que fazer em Ubatuba: Praia do Tenório
A Praia do Tenório é muito movimentada. Foto: Deyves Martins

Praia Vermelha do Centro | muito parecida com a praia anterior, a única diferença é que ela atrai um público mais jovem e surfistas – por ter ondas fortes. Aproveite e confira o pôr do sol, a vista é incrível. 

O que fazer em Ubatuba: Praia Vermelha do Centro
Praia Vermelha do Centro. Foto: Deyves Martins

Praias do Sul 

É a região com o maior número de praias, e conta com as melhores e mais frequentadas de Ubatuba. Ao todo são 54 praias, que podem ser acessadas de ônibus, de carro, a pé ou de barco.

Praia Grande |a mais famosa e frequentada praia em todo o litoral norte de São Paulo. E sua fama não é à toa: ela oferece infraestrutura com 30 quiosques na orla e uma ampla faixa de areia com 2 km de extensão, onde cabe todo mundo e mais um pouco! É a queridinha de surfistas e de famílias que viajam com crianças.

O que fazer em Ubatuba: Praia Grande
A famosa e badalada Praia Grande. Foto: Deyves Martins

Praia de Maranduba | localizada em uma região com uma excelente estrutura turística e cheia de atrativos, essa praia tem atividades como banana boat, toboágua diretamente para o mar e passeios de barco para as ilhas. Nessa região está ainda a Cachoeira de Água Branca, a sétima mais alta do país, e o acesso à Trilha das 7 Praias. 

Praia da Sununga | ficou famosa por conta do Sununga Skim Festival, o campeonato internacional de Skimboard. Além disso, tem uma localização privilegiada e uma boa estrutura turística. É aqui também que fica a Gruta que Chora, uma caverna que emite sons devido a uma vibração sonora nas paredes, que faz com que a água da nascente que passa por cima da gruta caia do teto – por isso o nome.

O que fazer em Ubatuba: Gruta que Chora
A Gruta que Chora proporciona uma vista muito linda! Foto: Rafael Vianna Croffi / Flickr

Praia Domingas Dias | repleta de pedras e com a beleza da Mata Atlântica, é considerada uma das melhores de Ubatuba. Seu mar é bem tranquilo e perfeito para o mergulho. Você ainda pode se refrescar no córrego de água doce que fica no canto direito da praia. 

Praia das Sete Fontes | cercada por uma linda vegetação e costões rochosos, tem um mar de águas calmas e cristalinas. Ela só pode ser acessada de barco ou por uma trilha com um guia. 

O que fazer em Ubatuba: Praia das Sete Fontes
Uma visita até a Praia das Sente Fontes vale super a pena! Foto: Rodney Domingues / Flickr

Quer conhecer mais praias da cidade? Confira o nosso post com uma seleção imperdível com as 30+ melhores praias de Ubatuba.  

2. Ilhas em Ubatuba 

Além das praias, visitar as ilhas entre as melhores opções de passeios em Ubatuba.  

No Norte e no Sul estão as ilhas mais famosas e frequentadas  e que também oferecem uma boa infraestrutura. já as outras ilhas são desertas e sem nenhum quiosque por lá, algumas não possuem nem faixa de areia. Essas são muito procuradas para a pesca e para o mergulho de cilindro. 

Vamos mostrar aqui as três ilhas mais procuradas de Ubatuba: 

Ilha das Couves 

Essa ilha de propriedade particular fica a cerca de 2,5 km da costa a partir da praia de Picinguaba.  

Com uma densa vegetação nativa e duas praias de águas cristalinas, essa ilha é perfeita para quem ama a natureza selvagem ou é iniciante no mergulho, pois a vida marinha é abundante.

O que fazer em Ubatuba: Ilha das Couves
Muita natureza e águas transparentes na Ilha das Couves. Foto: Deyves Martins

A Praia de Fora e a Praia Menor são ligadas por uma trilha de nível fácil e têm estrutura de quiosques e comércios.  

Como visitar | Pegue um barco na Praia de Picinguaba e faça a travessia de no máximo 15 minutos. O valor de ida e volta custa R$40 por pessoa e é importante chegar cedo, pois a ilha fica lotada mesmo durante a baixa temporada. 

Ilha Anchieta  

Essa ilha tem 826 hectares e é a mais famosa de Ubatuba, pois é nela que estão as Ruínas do Presídio e um Museu sobre sua história. Até 1955, a ilha funcionava como colônia penal e em 1977 ela foi nomeada Parque Estadual Ilha Anchieta, tornando-se uma área de proteção ambiental.

O que fazer em Ubatuba: Ilha Anchieta
A famosa Ilha Anchieta. Foto: Deyves Martins

Hoje, sua atração mais importante é a Praia Grande, uma praia de areia branca e mar azul que lembra o mar do Caribe. Há ainda diversas trilhas para ver a fauna – não nativa, pois os animais foram inseridos em 1983 pelo Zoológico de São Paulo.  

Como visitar | As operadoras de Escunas fazem passeios de dia inteiro que saem da Praia da Enseada, Saco da Ribeira e da Praia do Itaguá. A travessia demora 30 minutos e varia entre R$60 a R$80 por pessoa. Também há a opção de fechar uma lancha por R$150 para cada pessoa do grupo. 

Dica | Como não há comércios ou quiosques na ilha, leve lanches para passar o dia. 

Ilha do Prumirim  

A Ilha do Prumirim fica a apenas a 800 metros da costa. Suas águas são cristalinas, calmas e rasas, ideais para quem viaja com crianças.  

Com uma larga faixa de areia, a Ilha do Prumirim é um passeio perfeito para passar o dia ou praticar mergulho, por isso lembre de levar seu snorkel para ver a vida marinha – com sorte, você pode ver até tartarugas.  

No canto esquerdo da Ilha do Prumirim ainda tem várias pedras que formam uma deliciosa piscina natural. O cenário é lindo, rodeado pela vegetação.  

Por ser uma ilha privada, há apenas um quiosque no centro da ilha. Aproveite as sombras naturais ou fique a poucos metros do mar, mas não esqueça o protetor solar. 

Como visitar | O acesso à ilha se dá pela Praia do Prumirim (canto esquerdo) ou pela Praia do Félix. Há barqueiros na Praia do Prumirim que te deixam e te buscam na ilha no horário combinado, cobrando um valor de R$30 por pessoa.   

3. Cachoeiras em Ubatuba 

Na hora de planejar o que fazer em Ubatuba, não dá pra deixar de fora do roteiro suas cachoeiras. Algumas são de fácil acesso, ficando às margens da Rio-Santos e próximas às praias.  Já outras, só podem ser visitadas com guias de agências especializadas em ecoturismo. 

Todas proporcionam um visual bem lindo. E para te ajudar a conhecê-las, separamos as melhores cachoeiras de Ubatuba para você se refrescar em águas doces: 

Importante | leve repelente para as cachoeiras, pois há muitos mosquitos na maior parte do ano. 

Cachoeira da Renata

Localizada em frente à Praia da Maranduba – no bairro Sertão da Quina – a Cachoeira da Renata fica em uma área de Proteção Ambiental cercada pela Mata Atlântica, oferecendo um belo visual da natureza.  

É nessa cachoeira que fica o maior e mais fundo poço entre todas as cachoeiras da região. Se você for aventureiro e tiver experiência em mergulho, pode saltar da pedra que tem cerca de 5 metros de altura.  

Agora se você for iniciante, tem uma pedra menor um pouco mais abaixo e uma outra que também funciona como um escorrega. 

Da Cachoeira da Renata você pode fazer trilhas para a Cachoeira do Poço Azul e da Água Branca.  

Cachoeira da Água Branca 

Além de ser a mais famosa de Ubatuba, a Cachoeira da Água Branca também é a mais alta da região – são 200 metros de queda d’água, um verdadeiro espetáculo da natureza, localizada no Parque Estadual Serra do Mar.

O que fazer em Ubatuba: Cachoeira Água Branca
A Cachoeira da Água Branca é a 6ª maior do Brasil. Foto: Marcat72

Essa cachoeira é para quem gosta de trilhas e natureza selvagem, pois o acesso é feito pela floresta e inicia na Cachoeira da Renata – entre as duas, é possível encontrar mais quatro cachoeiras. 

A trilha é de nível médio a difícil e tem mais ou menos 5 km, totalizando 10 kms ida e volta. Mas o esforço vale à pena.  
 
A queda d’água termina em um poço com várias profundidades e do alto da cachoeira é possível ter uma vista do mar. É recomendado contratar um guia local para fazer essa trilha. 

Cachoeira do Prumirim 

A cachoeira do Prumirim é uma das mais procuradas em Ubatuba. Ela fica na frente da Praia do Prumirim e o acesso é bem fácil, a partir de uma caminhada pelo rio. 

A nascente dessa cachoeira fica no alto da Mata Atlântica, e vai descendo por duas grandes quedas e outras menores que formam um tobogã, piscinas naturais e um buraco na rocha que parece uma espécie de hidromassagem. 

O que fazer em Ubatuba: Cachoeira do Prumirim
Águas refrescantes da Cachoeira do Prumirim. Foto: Ícaro Gimenez

É ótima para ir cedinho, pois ela costuma ficar lotada. 

Há estacionamento pago para quem vai de carro e algumas pessoas estacionam na rodovia – o que não é recomendado porque os fiscais multam quem para ali. 

Cachoeira da Escada 

A queda d’água da Cachoeira da Escada forma um lindo véu que já apareceu até em comerciais de Tv. Rende lindas fotos!  

Nessa cachoeira você encontra um bar com opções de bebidas e petiscos. Vale ressaltar que os piqueniques são proibidos nos arredores da cachoeira.  

O que fazer em Ubatuba: Cachoeira da Escada
Cachoeira da Escada. Foto: Mariana Amorim Mello

Ela fica localizada bem na divisa dos estados de Rio de Janeiro e São Paulo (km 1 da BR-101), no lado oposto do acesso à praia do Camburi. Essa cachoeira tem estacionamento na frente e acesso fácil por uma trilha. 

4. Trilhas em Ubatuba 

Para os amantes de uma boa aventura e do ecoturismo, venho trazer boas notícias: várias praias e cachoeiras de Ubatuba são acessadas por meio de trilhas – desde as mais fáceis até as que exigem um preparo físico melhor e o auxílio de um guia. 

Se você quer curtir ainda mais a natureza da região, já pode acrescentar essas trilhas no seu roteiro de viagem para Ubatuba: 

Trilha das 7 Praias 

 Se você quer conhecer praias praticamente desertas em meio à Mata Atlântica, a trilha das 7 praias é perfeita pra você!  

Ela percorre o litoral de Ubatuba e apesar de o nome indicar sete delas, na verdade passamos por nove praias: Lagoinha, Oeste, Peres, Bonete, Grande do Bonete, Deserto, Deserto (Prainha), Cedro do Sul e Fortaleza.

O que fazer em Ubatuba: Praia Grande Bonete
Vista da Praia do Bonete. Foto: Matheus Usero

São mais de três horas de caminhada entre a Mata Atlântica e a encosta, com cenários que mais parecem pinturas da natureza.  

As praias são pouco frequentadas e a trilha é bem sinalizada, mas recomenda-se contratar um guia caso você queria aprender sobre a fauna, a flora e a história da região.  

Há pouca estrutura de comércios, por isso lembre-se de levar pelo menos um litro de água por pessoa. Além disso, leve lanches, filtro solar, sapatos confortáveis e prepare-se para caminhar muito.  

O trecho mais difícil é entre as praias do Deserto e a Fortaleza, pois as subidas tornam a trilha mais cansativa. Quem não tem tanto preparo físico pode fazer apenas metade da trilha e apreciar as praias com mais tempo. 

Trilha da Praia das Conchas 

A trilha que leva à Praia das Conchas é uma das mais fáceis de fazer em Ubatuba. Ela começa no lado esquerdo da Praia do Félix e são apenas 15 minutos de caminhada na mata fechada.  

No final da trilha, há uma formação rochosa gigantesca e no horizonte é possível ver algumas ilhas da costa norte, sendo a Ilha do Prumirim a mais próxima.  

Há ainda uma clareira no início da trilha de onde se tem uma vista panorâmica da Praia do Félix e da Praia do Português. É possível visitar as três no mesmo dia, mas lembre-se de levar água e um lanchinho. 

Já a praia é bem pequena, cheia de conchas – por isso o nome. As águas são bem calminhas e cristalinas. É uma delícia mergulhar por lá! 

Trilha da Praia de Santa Rita 

Essa trilha une a Praia de Santa Rita à Praia do Perequê Mirim. Seu nível de dificuldade é fácil e ela pode ser realizada em cerca de 15 minutos.  

A trilha começa na Praia de Santa Rita, que é bem pequena e fica localizada no bairro de mesmo nome. As águas são calmas e você ainda pode relaxar nas sombras das árvores.  

É uma ótima pedida para quem viaja com crianças, excelente para prática de SUP e mergulho livre. A infraestrutura local é básica e não há quiosques.  

A partir de seu canto direito, passando por um portão e subindo sua famosa escadaria, inicia-se a trilha pela encosta. O caminho termina no canto esquerdo da Praia do Perequê-Mirim, uma praia localizada no Km 59 da rodovia Rio-Santos, com diversos pontos de acesso.  

O bairro em seu entorno tem muitas opções de hospedagem, alimentação, mercados, e outros diversos pontos comerciais. 

Trilha da Praia de Fora (ou da Ponta da Espia)  

Esse também foi o caminho percorrido pelos fugitivos do presídio da ilha Anchieta, que está a apenas 500 metros de distância da Ponta da Espia.  

Essa “ponta” é uma península próxima à Praia de Fora, e o nome se referia ao guarda que ficava “na espia” para o caso de detentos tentando fugir por ali.  

A Praia de Fora é pequena e pouco frequentada, com apenas 200 metros de extensão, e é boa para a prática de surf.  

A trilha começa na Praia da Enseada, passando pela Prainha da Enseada, pela Praia de Fora e terminando na Praia do Tapiá (ou do Godói). Com Tem aproximadamente 2,6 km de extensão e com duração de cerca de 50 minutos.  

A trilha é de dificuldade fácil a moderada, com muitos aclives e declives, pontos de atenção devido à erosão, árvores caídas e estreitamento em alguns trechos.  

Trilha do Corcovado  

O Pico do Corcovado é o ponto mais alto da região, e proporciona um visual maravilhoso de Ubatuba. Mas é preciso ressaltar que é a trilha que mais exige um bom preparo físico.  

A subida tem aproximadamente 5 km, e é bem íngreme, escorregadia e acidentada. Para quem tem pouca experiência, é recomendado que você acampe no local para descansar e depois dar continuidade.

O que fazer em Ubatuba: Pico do Corcovado
Vista incrível do Pico do Corcovado! Foto: Bruno Ogata

Ela fica dentro do Parque Estadual da Serra do Mar, e a Mata Atlântica é bem preservada. Durante a trilha, é possível ver espécies nativas da fauna e da flora, como bromélias e cobras coral (senti até um arrepio!).  

O guia é extremamente necessário, pois há relatos de turistas que já se perderam. O custo do guia, alimentação e camping fica em torno de R$250 por pessoa.  

Trilha da Praia das Sete Fontes 

A Trilha da Praia das Sete Fontes também é muito procurada: ela se inicia no canto direito da Praia da Ribeira, passando pela Praia do Flamengo e terminando na encantadora Praia das Sete Fontes, com águas com um lindo tom de azul esmeralda.  

Com mais 1,5 km de caminhada, você pode chegar até a Gruta do Pirata.  

O percurso da trilha da Praia das Sente Fontes tem 4 km (8 km ida e volta), e o trajeto não é difícil. Em alguns pontos há escadas que ajudam a subir os trechos mais difíceis.  

Você também pode chegar até essa praia de barco, mas acredite: a trilha torna o passeio muito mais incrível! 

5. Passeio de escuna em Ubatuba 

Outra atividade que é sucesso: fazer um passeio de escuna em Ubatuba. 

Se você quer conhecer outras praias e ilhas da região que ficam mais isoladas, vale super a pena. A maioria das escunas partem da Praia do Itaguá (região central) e do Píer Saco da Ribeira e Praia da Enseada (região sul).

O que fazer em Ubatuba: Saco da Ribeira
Vista do Saco da Ribeira. Foto: Heitor Carvalho Jorge

Também é possível fazer passeios de barco que partem da Praia da Picinguaba, que leva até a Ilha das Couves; e também da Praia do Prumirim, que leva até a ilha de mesmo nome. 

Se você estiver em família ou com um grupo de amigos, pode alugar uma embarcação em alguma marina da cidade, optando ou não por um marinheiro. Vale ressaltar que é necessário ter experiência e habilitação para alugar uma lancha ou barco. 

Esse é mais um dos passeios em Ubatuba que vale super a pena colocar no roteiro: assim vocêconhece um outro lado de Ubatuba ainda mais bonito!  

Confira abaixo alguns roteiros do passeio: 

  • Ilha da Anchieta (7 praias da ilha) 
  • Praia das Sete Fontes 
  • Ilha das Couves 
  • Ilha do Prumirim 
  • Praia do Flamengo 

6. Mergulho em Ubatuba 

Quer um pouco mais de aventura? Então o mergulho é mais uma atividade que não pode ficar de fora do seu planejamento sobre o que fazer em Ubatuba.  

O amplo litoral de Ubatuba torna a cidade um importante ponto de encontro para mergulhadores profissionais e amadores.  

Isso porque as ilhas e a costa concentram vários pontos de profundidades variadas, com uma ampla vida marinha e condições para a prática de diversos tipos de mergulho, como livre, autônomo e profissional.  

Os principais pontos de mergulho de Ubatuba são: Ilha Anchieta, Ilha da Vitória, Ilha das Palmas, Ilhas das Couves e a Ilha da Rapada. A Ilha Anchieta é a mais procurada pelos fotógrafos pela riqueza da vida marinha, enquanto os profissionais preferem a Ilha da Rapada, onde a profundidade varia de 12 a 23 metros. 

Para fazer um mergulho com segurança e aproveitar ao máximo essa experiência única, é recomendado contratar os serviços de uma operadora – os serviços incluem o transporte para fazer mergulho livre (experiência não é necessário) e aulas de scuba diving, para mergulho de maior profundidade.  

As operadoras de mergulho mais recomendadas de Ubatuba são a Omnimare e a Scubatuba

7. Projeto Tamar

Essa Base do Projeto Tamar é uma das mais importantes do Brasil e também um dos principais pontos turísticos de Ubatuba. 

Inaugurada em 1990, o a base já devolveu quase 15 mil tartarugas ao oceano, resgatadas de redes de pescadores ou recuperadas de alguma doença.

O que fazer em Ubatuba: Projeto Tamar
Tartaruga do Projeto Tamar. Foto: NiltonLeme

O espaço possui cinco tanques de onde se pode observar tartarugas nadando, além de museu, loja de artesanatos e lanchonete. 

A principal atração é o aquário com praia artificial de onde se tem vista panorâmica de tartarugas marinhas, que podem chegar a 130 kg!  

O recomendado é reservar ao menos duas horas para aproveitar os 1.800 m² de atividades.  

A entrada custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada), sendo que estudantes, professores e idosos pagam meia.  

O horário de funcionamento varia bastante durante o ano, de acordo com o período de férias escolares, por isso verifique os horários antes de planejar seu passeio. Saiba mais acessando o site.

8. Ruínas da Lagoinha 

Mais um dos lugares para conhecer em Ubatuba que chamou nossa atenção: as Ruínas da Lagoinha são compostas pelo que restou do engenho da Fazenda do Bom Retiro e dos pilares da suposta primeira Fábrica de Vidros do Brasil.

As ruínas são de pedra e cal, construídas provavelmente no início do século XIX (em 1828) pelo engenheiro francês Stevenné. Já a Fábrica de Vidros teria sido construída pelo Capitão Romualdo, o último dono da fazenda, que planejava exportar aguardente e precisava de garrafas.

O que fazer em Ubatuba: Ruínas da Lagoinha
Ruínas da Lagoinha. Foto: Mike Peel

Hoje restam apenas três pilares na entrada do atual Condomínio Lagoinha. As ruínas estão localizadas a 23,9 km do centro de Ubatuba e a 1km da Rodovia Rio-Santos, no bairro da Lagoinha. 

9. Centro Histórico 

Um passeio pelas ruas do centro da cidade é altamente recomendável e uma das atividades mais agradáveis ao escolher o que fazer em Ubatuba.  

O centro de Ubatuba é um ótimo local para explorar o lado cultural e histórico da cidade, e é aqui que estão alguns dos principais pontos turísticos de Ubatuba. 

Sugerimos um passeio que começa no Píer de Itaguá, seguindo pela Praia de Iperoig (Cruzeiro), de onde é possível ver a Cadeia Velha, hoje sede do Museu Histórico de Ubatuba, e o Casarão/Sobradão do Porto, que abriga a Fundação de Arte e Cultura.  

O que fazer em Ubatuba: Sobradão do Porto
Sobradão ou Casarão do Porto durante o dia. Foto: FLeoadec

No centro você também pode conhecer: 

  • Igreja Matriz – Exaltação da Santa Cruz 
  • Sobrado da Câmara Municipal 
  • Casa do Artesão 
  • Feirinha de Artesanato 
  • Paço Nóbrega 
  • Mosteiros dos Arautos 
  • Praça da Baleia 

Você ainda pode terminar esse passeio cultural e histórico passando pelo Farol da Barra, que oferece uma bela vista do mar e da praia de Iperoig. Encerre o dia com uma caminhada pelo calçadão ao pôr do sol. 

10. O que fazer em Ubatuba à noite 

Se você gosta de uma boa saída noturna, a noite em Ubatuba é tão animada quanto o dia. Há diversos bares, restaurantes e baladas que agitam a noite da cidade. 

Durante a alta temporada, os estabelecimentos ficam mais cheios, mas também há mais opções de atrações. Confira as opções do que fazer em Ubatuba à noite: 

Rua Guarani 

Essa rua é um dos principais destinos para quem quer fazer compras, comer bem e se divertir em Ubatuba.  

É o lugar certo para passear depois da praia, seja durante à tarde ou à noite. De dia há menos movimento, já à noite, seus restaurantes ficam lotados, assim como bares, pizzarias e sorveterias.  

O que você não pode deixar de conferir (ou melhor, provar), são as cervejas artesanais no BrewCicleta Cervejas Especiais e no Sullivan Ubatuba

O que fazer em Ubatuba: Bewcicleta
BrewCicleta Cervejas Especiais. Foto: divulgação.

A Rua Guarani está localizada entre o bairro Jd. Paula Nobre (Itaguá) e o Centro, de fácil acesso e com muitos atrativos próximos. 

Baladas  

Essa é para os baladeiros de plantão!  

Se você ainda tiver energia depois de um dia de praia, não se preocupe: há diversas baladas em Ubatuba para você curtir a noite e emendar com o amanhecer.  

Morro da Prainha é uma das mais famosas, pois a casa de shows traz nomes nacionais do samba, funk e pop para Ubatuba. O espaço, que fica próximo à Praia de Perequê-Açu, também oferece food trucks com diversos tipos de comida. 

Você também pode conhecer a casa noturna 180 Graus. O lugar recebeu esse nome por conta de sua posição geográfica – é possível ter uma visão privilegiada das principais praias de Ubatuba daqui. 

Além disso, há várias pistas de dança, arena para shows, bares e pizzaria. É o lugar preferido da galera mais jovem e de quem procura o que fazer em Ubatuba à noite.  

Os amantes do bom e velho rock irão gostar de conhecer o Blues on the Rocks, um bar rústico e descontraído no bairro de Itaguá, bem próximo à praia. Os shows de música ao vivo trazem essencialmente sons de rock e blues.  

Já a Estância Litoral é especialista nas variações do sertanejo e na música pop, com festas temáticas durante todo o ano. 

Praia do Cruzeiro 

A praia em si é pouco frequentada, pois a água é imprópria para banho. Mas é na orla dessa praia do Centro que estão alguns dos principais comércios e pontos turísticos de Ubatuba, como a Praça de Eventos, Pista de Skate e a Rua Guarani.  

Há também vários restaurantes e bares, além de uma feirinha de artesanato bastante conhecida na cidade.

Arredores do Sobradão do Porto  

Localizado na Praça Anchieta, bem no Centro Histórico de Ubatuba, este sobrado é uma lembrança do passado colonial brasileiro. Hoje em dia ele abriga uma fundação cultural que oferece exposições de arte.

À noite, os arredores do Sobradão concentram os boêmios da cidade, pois os botecos abrem e enchem as ruas de uma atmosfera descontraída.  

Pense em cerveja gelada, petiscos e música ao vivo – é aqui que você vai encontrar! 

Onde comer – restaurantes em Ubatuba 

Nem só de passeios vive o homem, certo? E nada melhor do que comer aquela comida bem gostosa para matar a fome! 

A gastronomia também é um dos destaques de Ubatuba, principalmente quando falamos da culinária caiçara.  

Há excelentes bares e restaurantes na cidade, e para te ajudar nessa missão deliciosa, nós separamos os mais requisitados da cidade. Confira: 

Tachão de Ubatuba | Ideal para o café da manhã ou lanche da tarde,  tem um menu completo de tortas, doces e um sorvete de forno que é uma famosa iguaria local. 

Pier Caiçara | Este é para quem quer provar a comida típica da região: a culinária caiçara. Destaque para os pratos de frutos do mar, como a moqueca e o camarão empanado. Há ainda pratos portugueses à base de bacalhau que são também um sonho de consumo. 

Terra Papagalli | Quem busca um restaurante para um jantar romântico, essa recomendação é unânime. A decoração e o ambiente sofisticado dão o tom da refeição, com opções de frutos do mar e comida brasileira. Destaque para o palmito assado, a especialidade da casa.

Patieiro Hamburgueria |Com preços moderados, os lanches não são nada gourmet, mas sim para matar a fome com gosto, pois as porções são generosas. As batas rústicas com maionese são o acompanhamento perfeito.

Cidades próximas a Ubatuba 

Se você estiver visitando Ubatuba de carro e ainda tem uns dias disponíveis em sua agenda, vale esticar um pouquinho a sua viagem e conhecer algumas cidades próximas a Ubatuba. 

Caraguatatuba fica a apenas 48 km de distância de Ubatuba, menos de 1 hora e meia de viagem. A cidade também oferece belas praias – algumas fazem divisa com Ubatuba – e proporcionam um clima tropical super gostoso, que você pode conferir no nosso TOP 10 melhores praias de Caraguatatuba.

Além disso, ela também é cercada pela natureza e tem matas super preservadas. A gastronomia também não fica para trás, e você encontra ótimos lugares para saborear uma boa comida. 

Outra cidade é Paraty, que fica no estado do Rio de Janeiro e cerca de 74 km de Ubatuba. As praias de Paraty são um espetáculo, e oferecem o melhor da natureza e o seu visual.

A cidade é um charme total, repleta de construções coloniais e com muita cor. O Centro Histórico é imperdível, cheio de atrações, e você pode conferir tudo isso no nosso post sobre o que fazer em Paraty. E pra fazer uma visita tranquila pela cidade, é necessário que você fique uns dias por lá. Para isso, veja o nosso post sobre onde ficar em Paraty.

Você também pode esticar um pouquinho mais a sua viagem e conferir as 25 melhores praias de Ilhabela. O arquipélago fica a 88 km de Ubatuba é o maior do Brasil, e atrai diversos turistas durante o ano inteiro.

Aproveite e veja as nossas dicas de onde ficar em Ilhabela, lá mostramos as principais regiões e uma lista imperdível de com os melhores hotéis e pousadas.

Uma coisa é certa: há muito o que fazer em Ubatuba. Agora é só arrumar as suas malas e boa viagem! 

Uma viagem para Ubatuba vai muito além de suas praias. Há atrações para todos os gostos e estilos de viajantes. 

Por lá você também pode se aventurar pelas trilhas, cachoeiras, ilhas e ainda conhecer um pouco da flora e fauna da Mata Atlântica.  

Se gosta de cultura e história, o Centro Histórico é uma parada obrigatória – há diversos pontos turísticos. Por lá você também encontra bons bares e restaurantes para conhecer os temperos da culinária caiçara.  

Com tantas opções de passeios em Ubatuba, a cidade ainda vai te deixar com gostinho de quero mais! 

Foto de destaque: Heitor Carvalho Jorge.

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Escrito por Adriana

37 anos. Carioca. Colecionava carimbos no passaporte durante as férias, mas resolveu levar esse hobbie a sério. Jornalista, trabalhou com marketing por um bom tempo, mas deixou o mundo corporativo para viver uma vida com mais significado. Convenceu o Caio a se jogar no mundo e hoje se dá por satisfeita carregando um caderninho, uma câmera e um tapete de yoga.

Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Brasil: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

CONHECE O MIRANTE DA CABOCLA? 📷 Esse é o Mirante da Cabocla, um dos mirantes mais bonitos de Arraial do Cabo. Do alto se vê a Praia do Forno, a Praia dos Anjos e, de longe, a Praia do Farol. 👣 Você acessa o Mirante por uma trilha que começa na Prainha, passa pela Praia da Graçainha, pelo Mirante da Cabocla e termina na Praia do Forno. 👉 Vale lembrar que é extremamente recomendado fazer qualquer trilha da região acompanhados de um guia local.

⛴️ IMAGINA UM BARCO DENTRO DE UMA PISCINA!Foi exatamente o sentimento que  tivemos nesse dia. Mar calmo, quase sem vento e uma água que parecia ter sido tratada que nem a de piscina!Esse talvez tenha sido um dos dias de mar mais bonito que já pegamos em Arraial do Cabo 💙Saudade desses passeios @arraialvipturismo !

SAUDADE DE IR A PRAIA, NÉ MINHA FILHA?Assim que abrirem as praias vamos ficar o dia inteiro com a Sol na água brincando! 🐕Esse é o dog que a gente sequestrou do pai da Dri pra fazer a quarentena ficar mais leve!

NAUFRÁGIO EM ARRAIAL DO CABO? 🚢Com o vai e vem das marés, em algumas épocas do ano é possível ver a embarcação Imbetiba, que naufragou no canto da Praia Grande em 10 de setembro de 1881.O naufrágio passa a maior parte do tempo encoberto. Ele fica ali bem pertinho da areia, do lado esquerdo da praia. E é possível avistá-lo principalmente quando a água está bem clara e com a maré baixa.

FELIZ DIA DOS NAMORADOS!Para ela que é a melhor companhia que eu poderia ter para viver a vida que a gente sonha juntos!Esse é o nosso sexto dia dos namorados juntos. E apesar de tudo que está acontecendo no mundo, eu continuo dizendo que o nosso mundo é o melhor lugar no mundo!
Feliz dia dos namorados a todos os casais que se amam ♥️

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!