O que fazer em Lima, Peru: atrações imperdíveis e dicas de viagem | Em Algum Lugar do Mundo

O QUE FAZER EM LIMA – ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS E DICAS

Um guia completo com informações e dicas para aproveitar o melhor da capital peruana

  • Caio
  • -
  • 27 de setembro de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Não é novidade que o Peru chega a ser pequeno para o tanto de diversidade cultural que se guarda em suas terras. E em uma visita a sua capital é possível ter um gostinho de tudo que o país tem a oferecer. Há muito o que fazer em Lima, já que a cidade reflete muito bem a riqueza do Peru.

Através da cidade de Lima, é possível aprender muito sobre a história do nosso continente: não faltam ruínas e museus para serem explorados. Para quem gosta de curtir a noite, pode contar com diversas opções de bares e agito em bairros modernos e boêmios. E para quem é fã de gastronomia, Lima é simplesmente um dos melhores destinos na América Latina para quem gosta de comer bem.

O que fazer em Lima - Barranco
Barranco. Foto: David Baggins / CC BY-SA 2.0

Portanto, se você está planejando sua viagem para a capital peruana, está no lugar certo: nesse post mostramos tudo o que fazer em Lima. Confira as atrações imperdíveis da cidade, além de dicas importantes para sua viagem ser um sucesso.

Primeira vez no país? Confira nosso Guia Prático do Peru: aqui você encontra todas as informações que precisa para planejar sua viagem

Onde ficar em Lima

Antes de mostrarmos o que fazer em Lima, vamos às dicas de hospedagem. Afinal, estar bem localizado é fundamental para garantir uma boa experiência na cidade, que é grande e tem um trânsito caótico.

De uma forma geral, você deve focar em duas principais regiões: Miraflores e San Isidro.

Sem dúvidas, Miraflores é o bairro preferido dos turistas, ideal para quem visita a cidade pela primeira vez. Por aqui há ótimas opções de restaurantes e de lazer, incluindo parques, shopping e uma longa costa para uma caminhada à beira-mar.

Duas opções de hotéis em Miraflores com excelente serviço e ótima localização: o Tierra Viva Miraflores Centro ou ainda o Libre Hotel, BW Signature Collection by Best Western. Se busca algo mais econômico, o Selina Miraflores Lima tem opção de quartos compartilhados e privativos.

Uma segunda opção é o bairro San Isidro, que funciona como o centro financeiro de Lima e é menos agitado que Miraflores. Esse bairro concentra residências e hotéis mais luxuosos – embora ainda seja possível encontrar algo mais econômico.

Em San Isidro, o Hotel Rivera Inn é uma ótima pedida a apenas 5 minutos do centro financeiro. Para uma categoria superior, o Costa del Sol Wyndham Lima City oferece um serviço completo, incluindo uma piscina no terraço. E tem também o mais econômico Pretty House Hostel com quartos individuais e compartilhados.

Nós escrevemos um post com as melhores dicas de onde se hospedar em Lima, onde você confere detalhes de cada região e sugestões de hotéis para todos os gostos.

O que fazer em Lima: atrações imperdíveis na cidade

A província de Lima é dividida em 43 distritos. A área urbana de Lima é geralmente considerada formada por 30 deles. Os 13 distritos restantes consistem em áreas desérticas e montanhosas, rurais ou pouco povoadas.

Para facilitar, separamos as atrações principais de Lima por bairro, para que você consiga fazer sua lista com tudo o que fazer em Lima, sem deixar de ver o que há de mais interessante na capital. Confira:

1. Centro de Lima

Plaza de Armas

No centro fica um dos maiores símbolos da colonização espanhola nas Américas: a Plaza de Armas, também chamada de Plaza Mayor. Outras capitais também apresentam essa estrutura de praça típica dos espanhóis, como Cusco.

O que fazer em lima - Plaza de Armas
Plaza de Armas e a Catedral de Lima

A Plaza de Armas é um ótimo local para tirar fotos e interagir com locais. Ela é um bom ponto de partida para começar seu tour pelos outros pontos turísticos de Lima localizados centro histórico.

Dica | se você quer se aprofundar mais na história de Lima, ou se estiver com o tempo corrido para conhecer tudo, é uma boa ideia fazer um tour guiado pelo centro histórico de Lima. Nós curtimos passear por conta própria, mas nesses casos um guia faz toda diferença.

Catedral de Lima

Ainda nessa praça você encontrará a Catedral de Lima. Em estilo barroco e restaurada em diversos momentos históricos, hoje é patrimônio da humanidade. Na visita é possível viajar pela história vendo as obras que adornam a catedral, além de admirar sua fachada clássica.

Palácio Municipal e Palácio do Governo

Continuando um tour pela Plaza de Armas você vai topar com o Palácio Municipal de Lima. Construído em 1549 e restaurado na década de 90, este é mais um ótimo lugar para conhecer a história de Lima e tirar belas fotos.

O Palácio do Governo em Lima, também conhecido como Casa do Pizarro, é a sede do executivo do Governo Peruano e a residência oficial do Presidente.

O que fazer em Lima - Palácio del Gobierno
Palácio del Gobierno. Foto: fortes / CC BY-SA 2.0

Complexo San Francisco e Complexo Santo Domingo

Saindo da Plaza de Armas, vá para a Basílica e Convento de São Francisco, que também são pontos turísticos de Lima super procurados. Os dois compõem o Complexo San Francisco, declarado patrimônio da UNESCO. 

Endereço: Basilica y Convento de San Francisco de Lima, Jirón Lampa, sem número.

Não confunda com o outro complexo, que inclui a Basílica, Convento de Santo Domingo e o Museu Santo Domingo. Construído no século XIV, porém aberto para visitação em 1776, este conjunto de prédios históricos é conhecido pelos seus jardins e mosaicos, atraindo turistas do mundo todo.

Endereço | Jirón Camaná 170.

Mercado de Surquillo

O Mercado de Surquillo é perfeito para quem gosta de conhecer frutas e legumes típicos, além de ter uma experiência realmente local.

O que fazer em Lima - Mercado de Surquillo
Mercado Surquillo. Foto: Tomas Sobek / CC BY 2.0

Este mercado se tornou um ponto turístico de Lima ao longo dos anos, mas é usado diariamente pela população da cidade, principalmente quem busca orgânicos.

Endereço | Av. Paseo de la República, sem número.

Museus

Se você curte história, não vai faltar o que fazer em Lima. A cidade está muito bem servida de museus.

Para começar, o Museu do Banco Central de Lima é um prédio histórico que vale a pena visitar só pelo visual.

Além de ser um lugar lindo, o acervo deste museu traz um resumo da história da arte no Peru, trazendo desde peças arqueológicas dos períodos incas e pré-incas até pinturas do século XIX e XX.

Endereço | Museo BCRP: Jirón Ucayali 271.

O Museu Larco se tornou um dos mais importantes de Lima nos últimos anos. Fundado em 1926, traz um acervo diferenciado, que inclui quase de tudo.

O que fazer em Lima - Museu Larco
Museu Larco – Foto: Velvet / CC BY-SA 4.0

Se você estiver sem tempo e precisar colocar apenas um museu na sua lista com o que fazer em Lima, recomendamos esse. Esse museu conta com mais de 45 mil obras retratando mais de 3 mil anos de história.

Endereço | Museo Larco: Av. Simón Bolivar 1515, distrito Pueblo Libre.

O Museu Pisco é absolutamente diferente dos outros que mencionamos aqui. Não há nenhum objeto arqueológico guardado ali, mas o elemento histórico é fortemente presente.

Neste bar que se auto-intitula museu, você encontra tutoriais de como fazer coquetéis de pisco típicos do Peru, além de ouvir sobre a história dessa bebida popular, que pode ser interpretada como a cachaça peruana 🙂

Endereço | Museo Pisco: Jirón Carabaya 193, Lima, Peru

Por fim, o MALI (Museo de Arte de Lima) possui uma coleção de fotografias, pinturas, cerâmicas e outros objetos de arte pré-colombiana e colonial, além de também ter espaço dedicado à arte contemporânea. Ele fica no Paseo Colón, em um lindo palacete de 1869.

Endereço | MALI: Paseo Colon 125

2. Barrio Miraflores

Malecón de Miraflores

O Malecón de Miraflores é um dos lugares mais marcantes de Lima. Sempre bem movimentado de locais e turistas, é dali que se curte uma bela vista para o Oceano Pacífico. É um grande parque no topo das falésias – que os locais chamam de acantilado.

O que faze em Lima - Miraflores
Miraflores: Avodrocc / CC BY 2.0

É no Malecón de Miraflores que você se dá conta que está à beira-mar, mesmo que Lima não tenha ares de cidade praiana. Por aqui você encontra pista de skate, quadras, grandes áreas gramadas para tomar sol, jardins e outras estruturas.

Dica | se você tiver pouco tempo para o passeio em Miraflores, uma boa pedida é fazer um tour de bicicleta, que em cerca de 3 horas percorre as principais atrações da região.

Shopping Larcomar

Esse shopping é um verdadeiro ícone da região. Mesmo que você não esteja no clima de compras, vale a pena dar uma passadinha por lá. Os turistas fazem fila para curtir o mirante com vista para o oceano, além de ser um local seguro e com opções de alimentação.

Parques de Miraflores

Em um passeio por Miraflores, você irá passar por diferentes parques. Uma boa dica é percorrer desde o Parque Mora até o Shopping Larcomar, conhecendo os demais parques no caminho.

Alguns dos parques que você poderá conhecer: o Parque Maria Reiche, com jardins que recriam as linhas de Nazca; o Farol da Marina, lugar típico para tirar fotos; e o Parque del Amor. Há também uma área de paragliding para ver Miraflores do alto e muito mais. 

O Parque do Amor é perfeito para aproveitar a vista ampla do horizonte e do oceano. Com mosaicos que lembram Barcelona, na Espanha, este parque é um dos preferidos dos locais – destaque para a escultura El Beso. No verão, o local fica cheio de turistas.

O que fazer em Lima - Parque del Amor
Parque del Amor

Ainda neste bairro, o Parque Kennedy é uma boa pedida para relaxar no final da tarde, pois o passeio pode se estender à noite para a Calle de las pizzas. Nessa rua, que parece criar vida depois do pôr-do-sol, existem muitas opções de restaurantes com preços variados. 

Praça San Martin

A Praça San Martin apresenta um imponente monumento construído para um dos aniversários da independência do Peru.

Nos arredores da Av. Nicolás de Piérola, onde fica a estátua em homenagem a José de San Martin, você encontrará grandes hotéis, casas de câmbio e lugares para comer.

Huaca Pucllana

Se você gosta de arqueologia, considere visitar algumas ruínas ao decidir o que fazer em Lima.

O que fazer em Lima - Huaca Pucllana
Huaca Pucllana. Foto: Paulo JC Nogueira / CC BY-SA 3.0

Em Miraflores você encontra Huaca pucllana, um sítio arqueológico recentemente descoberto em Lima. Consiste em uma pirâmide e várias outras estruturas de adobe, feita pelos limas, um dos muitos povos que habitavam a região na era pré-colombiana.

Endereço | Cuadra S/n, Calle General Borgoño 8

3. Barrio Barranco

Museus

Uma boa dica para começar a conhecer esse distrito de Lima é o MATE. Importante no bairro boêmio de Barranco, este museu se dedica ao trabalho do fotógrafo peruano reconhecido mundialmente.

O que fazer em Lima - Mate
Museu MATE. Foto: © MATE

Assim como os chefs de cozinha famosos, Mario Testino levou o nome do Peru para o mundo fotografando para a Vogue, Vanity Fair e até mesmo para a Família Real Britânica. 

Endereço | Museo Mario Testino: Av. Pedro de Osma 409.

Também no bairro de Barranco você encontra o MAC – Museu de arte contemporânea de Lima – e o Museu Pedro de Osma, criado a partir da coleção pessoal desse colecionador de arte colonial.

Estes museus são complementares, uma vez que no Museo Pedro de Osma estão expostas obras dos séculos XVI a XIX, com destaque para a arte-sacra. No museu de arte contemporânea, como o nome já diz, você vai conhecer a arte mais recente do Peru e de Lima.

Endereços | Museo de Arte Contemporáneo de Lima: Av. Almte. Miguel Grau 1511.

Museo Pedro de Osma: Av. Pedro de Osma 421.

Puente de Los Suspiros

Turistas são o público mais comum da Puente de Los Suspiros, onde as pessoas se reúnem para curtir a noite nos vários bares e restaurantes locais.

O que fazer em Lima - Puente de los Suspiros
Puente do los Suspiros. Ibrehaut / CC BY-SA 4.0

A Bajada de los baños é a rua que passa por baixo dessa ponte e se estende até a praia. O local é agradável para um fim de tarde, pois ao caminhar por ali você vai ver arte de rua e pode aproveitar os bares quando anoitecer.

4. Barrio San Isidro

Bosque El Olivar

O Bosque El Olivar é a atração mais marcante de San Isidro: este parque foi declarado Monumento Nacional em 1959.

O que fazer em Lima - Parque El Bolivar
Parque El Bolivar. Foto: Checo890

Atualmente, existem mais de mil árvores de Oliveira e outras 227 árvores de outras espécies. O encanto de El Olivar não se limita apenas à paisagem formada por suas imponentes árvores, mas também pela variedade de espécies de aves endêmicas.

Museus, teatros, centros culturais e bibliotecas

Nesse belo local se encontra a Casa da Cultura, o Centro Cultural El Olivar, que abriga a Biblioteca Municipal, a Biblioteca Infantil, o Teatro de Câmara, a Sala Polivalente e a Galeria de Arte; e, finalmente, o Museu Casa Marina Núñez del Prado.

Além das atrações culturais, aproveite também a paisagem à beira do lago para relaxar de um longo dia de passeios turísticos.

Mercado Municipal de San Isidro

O Mercado Municipal de San Isidro, como muitos mercados do mesmo estilo mundo afora, retrata os costumes gastronômicos locais de Lima.

O local é pequeno e recebe os locais na correria do dia-a-dia. Este é um bom local para almoçar se estiver com baixo orçamento, pois tem pratos servidos nos balcões, onde os locais comem todos os dias.

O que fazer em Lima - San Isidro
San Isidro. Foto: Hector Becerra / CC BY-SA 3.0

Se animar, peça um Inca Cola para acompanhar, o refrigerante típico do Peru.

Endereço | Av. Augusto Pérez Araníbar, sem número.

Huaca Huallamarca

Um símbolo de San Isidro, Huaca Huallamarca é um monumento arqueológico preservado em Lima, que contrasta com os edifícios modernos ao seu redor.

O que fazer em Lima - Huaca Huallamarca
Huaca Huallamarca. Foto: AgainErick / CC BY-SA 3.0

Foi declarado patrimônio em 1960 e hoje recebe milhares de turistas todos os anos. Perto da pirâmide e sítio arqueológico de Huaca Huallamarca tem um pequeno museu contando sua importância na história de Lima.

Endereço | Av. Nicolas de Rivera 201.

5. Barrio Chino

Quase toda grande capital tem seus bairros de imigrantes orientais, como a Liberdade em São Paulo, ou as inúmeras “Chinatowns” mundo afora. Em Lima não é diferente. 

São poucas quadras com lojas, restaurantes e bares para você experimentar a Chifa, comida chinesa-peruana, adaptada pelos imigrantes no bairro chinês de Lima.

Endereço | Esquinas da jirón Paruro com a calle Capón.

6. Parque de la Reserva

Com 8 hectares de muitas belezas naturais, esse parque é um símbolo de Lima e foi inaugurado no começo da década de 1920.

O que fazer em Lima - Parque la Reserva
Foto: Christian Córdova/ CC BY 2.0

O parque foi reconhecido pelo Guinness Book por conter o maior complexo de fontes em um parque público no mundo: é aqui que rola o Circuito Mágico das Águas, com um show colorido de águas e luzes. O ideal é chegar um pouco antes do pôr-do-sol.

Onde comer em Lima

Com influências africanas, europeias e até mesmo asiáticas, você não vai experimentar nada igual à comida peruana. Vale comer quantos pratos tradicionais peruanos você conseguir, mas ninguém deve deixar o Peru sem experimentar pelo menos um ceviche em Lima.

Aliás, Lima é a única cidade a ter dois restaurantes entre 10 melhores no ranking que seleciona os 50 melhores restaurantes do mundo: o Central Restaurante e o Maido. Se quiser visitá-los, o ideal é reservar com antecedência.

Uma pedida certa é o restaurante Popular, que faz jus ao seu nome em Lima: são servidos pratos típicos do Peru, saladas, ceviches e sanduíches, agradando a quase todos os públicos. Ele funciona dentro do Shopping Larcomar e tem uma vista imperdível.

O que fazer em Lima - Ceviche
Ceviche!

Outro bom e com preço acessível é o Tanta, onde você encontra pratos clássicos como Lomo Saltado e Ají de Gallina. Vale conhecer também o Mar y Selva: um restaurante pequeno com comida tipicamente amazônica, porém do lado peruano, então não são os mesmos pratos que você comeria em Manaus, por exemplo.

Como chegar e circular em Lima

Como chegar em Lima

O Aeroporto de Lima fica a 30 minutos do centro e é considerado um dos melhores da América do Sul. Algumas das cias aéreas que voam do Brasil ao Peru são LATAM, COPA Airlines e Aerolíneas Argentinas, que também oferece vôos em parceria com a Gol.

Para ir do aeroporto até o centro de Lima você pode usar Uber, ou negociar valores direto com motoristas autônomos. Empresas recomendadas são Taxi Green e Taxi Beat.

Dica | Sempre pergunte o valor da corrida antes de entrar no táxi e depois negocie o preço. Não se preocupe, pois a pechincha é muito comum entre motoristas e turistas em todo o país.

Para chegar em Lima de carro ou ônibus partindo do Brasil é necessário ter muita disposição, pois saindo de São Paulo são 6 mil km de viagem. 

A viagem de ônibus de São Paulo até Lima pode durar até 96h (4 dias). Há uma passagem direta entre as duas capitais oferecida pela empresa Expreso Ormeño. Honestamente, consideramos que não compensa, pois o preço se compara ao preço de uma passagem promocional de avião.

O seu roteiro de viagem pode incluir voar do Brasil até Lima e alugar um carro por lá. Vale dizer que o trânsito em Lima é absurdamente caótico, então é bom estar psicologicamente preparado.

Como circular em Lima

Se você tiver pouco tempo na cidade, vale considerar uma opção bem prática: os ônibus hop-on hop-off. Há diferentes opções de trajeto e eles cobrem todos os pontos turísticos de Lima que você deve conhecer na sua primeira vez na cidade.

O transporte público em Lima deixa a desejar, por isso táxi e Uber ganharam muita popularidade. Se encontrar um taxista amigável, é possível negociar para que forneça transporte durante todo o dia, parando nos pontos turísticos de Lima que você quer conhecer.

Se você prefere usar transporte público em Lima e ter a experiência de um local, saiba que o metrô de lima tem apenas uma linha que cobre por volta de 30 km.

Existe também uma linha de BRT: com ela é possível visitar algumas regiões turísticas de Lima usando o transporte sobre trilhos, como o Estádio Nacional e o bairro Miraflores.

O ônibus em Lima é um tanto desorganizado e difícil de entender, então se você procura comodidade e praticidade, aplicativos de transporte e táxi continuam sendo as melhores opções.

Dica | Nós preferimos já chegar no Peru com um chip de viagem – e foi uma ótima decisão. Nós pudemos pedir Uber à vontade e usamos internet o tempo inteiro – para achar um bom restaurante, para consultar o GPS, para confirmar nossas reservas de passeios e pra postar nossas fotos. Nós compramos o chip do Viaje Conectado e super recomendamos, porque ele funcionou perfeitamente.

Quantos dias ficar em Lima?

Lima é frequentemente esquecida pelos visitantes com pressa de ir ao Vale Sagrado e Machu Picchu. No entanto, há muito o que fazer em Lima, como você pôde perceber.

As principais atrações cabem em 3 dias cheios em Lima se você se planejar direito e tiver muita disposição. 

Dica | Se tiver flexibilidade, faça com que sua viagem coincida com o maior festival gastronômico da América Latina. O festival Mistura é anual e acontece no mês de setembro. São 14 ruas e avenidas fechadas exclusivamente para o festival, que conta com a presença de restaurantes renomados, confeiteiros, chocolatiers, bares e tabernas, proporcionando o melhor da gastronomia peruana em Lima.

Qual a melhor época para visitar Lima

Assim como São Paulo, Lima poderia receber o título de “terra da garoa”, mas somente no inverno.

Nessa época, costuma ocorrer uma névoa pesada que os habitantes locais chamam de “la garua”, que é causada por ventos quentes interagindo com a água fria do oceano.

Esse fenômeno acontece geralmente de junho a novembro ao longo da costa peruana.

Durante os meses de la garua, as ruas ficam úmidas e o clima é mais frio, com ocorrência de pequenos nevoeiros ou leves chuvas ao longo do dia. O tempo não fica fechado o tempo todo, mas se quiser garantir que terá dias de sol, é melhor deixar para visitar Lima de dezembro a maio.

Não esqueça o seguro viagem!

Sempre bom lembrar que seguro viagem é indispensável para uma viagem tranquila e sem maiores estresses. Já precisamos de atendimento médico durante nossa viagem pela América do Sul e felizmente tínhamos o seguro para cobrir as despesas.

Sugerimos fazer uma busca pela Segurospromo, um site que compara preços e dá uma enorme variedade de opções de seguro. Pra melhorar, é só usar nosso código EMALGUMLUGAR5 para ganhar 5% de desconto!

Seguros Promo

Dinheiro em Lima

A partir de 2015, a moeda do Peru passou a ser denominada apenas Sol, substituindo a moeda “Nuevo Sol“, vigente desde 1991.

Confira o valor do câmbio antes de sua viagem. Mas normalmente, o que compensa é levar dólar americano. Alguns hotéis, agências de viagens, restaurantes e lojas nas cidades maiores podem aceitar dólar também.

Dica | Para comprar dólares, nós sempre fechamos com uma agência de câmbio online com boa reputação. Temos usado o Cotação, que é super seguro, tem um ótimo valor e ainda entrega em casa.

O ideal é trocar um valor mínimo no aeroporto, e deixar para trocar o restante já na cidade, em bairros como Miraflores. Uma boa referência para casas de câmbio é entre Avenidas José Pardo e Avenida Grau. 

Há também cambistas credenciados fazendo câmbio nas ruas. Eles estão identificados com um colete. É uma prática legal, mas deve-se redobrar a atenção para notas falsas.

Uma viagem para Lima combina com:

Cusco | O berço da civilização inca é um dos destinos mais imperdíveis do Peru. Encare os 3.400 metros de altitude e se perca pelo centro histórico de Cusco, que tem uma mistura interessante das culturas inca e espanhola.

Valle Sagrado | A região composta por 14 cidades e vilarejos ao redor de Cusco é o verdadeiro coração do império Inca. Tendo como grande destaque Machu Picchu, há outros destinos imperdíveis na região para quem quer aprender mais sobre a cultura incrível desse povo. Ollantaytambo, Pisac, Maras e Moray são alguns dos destinos que vale a pena conhecer.

Puno | A grande atração por aqui é o enorme e lindo Lago Titicaca, de onde podemos visitar as famosas Ilhas Flutuantes. Aproveite sua viagem para Puno e se encante com a riquíssima cultura dos povos andinos.

Huacachina | Que tal aproveitar sua trip pelo Peru para conhecer o deserto de Huacachina e curtir o único oásis da América do Sul? Além de super fotogênico, esse oásis é um dos melhores lugares se divertir com sandboard e com passeios de buggy.

Ica | Além de ser ponto de partida para visitar Huacachina, em Ica você pode fazer um tour por vinícolas consagradas do Peru. Ou também pode esticar mais um pouco e visitar um enorme cânion em pleno deserto.

Paracas | Essa região desértica e costeira abriga a lindíssima Reserva Nacional de Paracas, com diversos animais selvagens e paisagens deslumbrantes. Tenha um encontro marcado com pinguins e leões marinhos!

Arequipa | A cidade de Arequipa é o ponto de partida para conhecer o Vale do Colca, portanto, não perca a oportunidade de conhecer uma das cidades mais lindas do Peru. Encante-se com o centro histórico riquíssimo de Arequipa e com suas obras muito bem conservadas, entre elas os mosteiros, a catedral e a imperdível Plaza de Armas.

Vale do Colca | Um dos grandes motivos de se visitar Arequipa é por ela ser ponto de partida para o Vale do Colca. Não perca a chance de se encantar com a beleza de seu cânion e com o voo do condor, que pode ser apreciado de um lindo mirante.

E aí, curtiu nossas dicas sobre o que fazer em Lima? Conhece outra atração que não pode ficar de fora do roteiro? Conta pra gente!

O turismo em Lima oferece atrações variadas que vão desde cultura, com museus e arquitetura histórica, até opções gastronômicas acessíveis e de qualidade.

Definitivamente, é uma capital que vale a pena incluir numa viagem pela América do Sul, ou escolher como destino para uma semana de férias.

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Peru: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

🇨🇷 Dois ícones da Costa Rica: surf e por do sol ☀️ 🏄‍♀️ Como o país é estreito e comprido , quase todas as praias do lado do Pacífico têm espetáculo do pôr do sol garantido (isso quando as chuvas tropicais não atrapalham). Fora a água naquela temperatura gostosa e um tanto de ondas tranquilas, ótimo pra quem quer aprender a surfar. A gente até se animou fazendo umas aulinhas, mas precisava de mais uma temporada por lá pra se manter na prancha por mais tempo. Alguém aqui pensando em voltar? 😬😛

Saindo da rota: todo destino tem aqueles cantinhos escondidos, que não estão em nenhum guia de viagem ou que você nunca ouviu falar antes, por mais que tenha pesquisado tudo sobre o lugar. ⠀
“E se a gente virar aqui, onde que vai dar?”
⠀
Eu não sei vocês, mas pra gente uma das melhores partes da viagem é poder andar pelo desconhecido. É esticar a caminhada ou virar à esquerda no atalho, e chegar ali só pra ver o que que tem.
⠀
É verdade que você pode chegar numa rua sem saída (e obviamente não é em todo destino que dá pra fazer isso). Mas é numa dessas que você descobre um lugar especial, que já faz valer a viagem todinha – que até vale cortar atração do roteiro só pra aproveitar mais aquela descoberta. ⠀
O desconhecido definitivamente faz nossos olhos brilharem! E para você, qual o grande momento em uma viagem?⠀ ⠀
____________________________
⠀

🇨🇷 Na Costa Rica você passa o dia inteiro babando pelo azul, pra chegar no fim de tarde e ficar embasbacado com esse rosa. 😍😱 É um pôr do sol mais lindo que o outro por aqui! ☀️

🇨🇷 A viagem pela Costa Rica ainda nem acabou e a gente já está com saudades – principalmente de quando estávamos com um 4×4.
⠀
Ele não só nos permitia dormir em qualquer lugar (uma delícia de casinha ambulante da @nomad_america ⛺️), como fazia da nossa road trip uma experiência bem mais confortável.
⠀
No começo achamos que não era tão necessário assim um carro desses pra rodar  pelo país… até trocarmos ele por um mini kart e começar a sentir cada buraquinho da estrada! 🚗 ⠀
O que importa é que, seja no carrão ou no carrinho, estamos curtindo demais o país! 😎 ⠀
👉 E ficam as dicas: viajar de carro é SIM a melhor forma de explorar a Costa Rica. E um carro alto não é necessariamente obrigatório dependendo do destino, mas definitivamente vale pagar um pouco a mais pelo conforto – assim você não perde a paciência pelos buracos do caminho 😊 🕳

🇨🇷 Do que mais gostamos na Costa Rica?
⠀
Estamos há um tempão aqui tentando responder essa pergunta, sem sucesso obviamente. 🤷‍♀️
⠀
Mas se tem uma coisa que ganhou nosso coração aqui são as praias: a grande maioria das que visitamos estavam praticamente desertas.🏝
⠀
Não paramos pra contar quantas visitamos, mas certamente passaram de 50. Todas – eu disse TODAS – têm aquele ar de natureza intocada. Nada de bagunça, nada de comércio lotando a areia, nada de prédios em volta… Nada de nada, somente mar quentinho + areia cheia de siris, hermitões – e alguns cachorros simpáticos. 🐚🦀🐶
⠀
🏊‍♀️ E enquanto vamos ali dar um mergulho, fica o conselho aqui de colocar Costa Rica nos seus planos de viagem, tá? Juro que vc não vai se arrepender 😊👍

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!