DOCUMENTOS PARA VIAJAR DE CARRO PELA BOLÍVIA

  • Adriana
  • -
  • 1 de novembro de 2018
  • 4 Comentários

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e baixe nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

Se você pretende se aventurar em uma road trip em terras bolivianas, é preciso se informar antes de pegar estrada. Estrangeiros devem saber que é preciso obter alguns documentos para viajar de carro pela Bolívia – e viajar sem eles pode implicar na perda do seu carro!

Nós já mostramos aqui nosso roteiro de viagem de carro pela Bolívia, um post com sugestão de rotas e cheio de informações sobre as estradas e trechos que percorremos.

Além disso, também já falamos tudo que você precisa saber antes de viajar de carro pela Bolívia: reunimos em um post todas as dicas para quem vai rodar pelo país de carro e quer evitar dores de cabeça na estrada.


Estrada nos Altiplanos bolivianos

Nesse post vamos falar sobre os documentos obrigatórios para viajar de carro pela Bolívia, como tirá-los e como garantir uma viagem tranquila pelo país. Acompanhe aqui o passo a passo para obter seus documentos.

Vai para Bolívia? Não esqueça de incluir no seu planejamento um seguro viagem. Nós precisamos de atendimento médico por causa do soroche, então é sempre importante viajar com segurança! Recomendamos pesquisar no site Segurospromo, que compara preços e dá várias opções de seguro. Aproveite para usar nosso código EMALGUMLUGAR5 e ganhar 5% de desconto!

Antes de começar: esses documentos para viajar de carro pela Bolívia são mesmo importantes?

Sim, sim e sim. Para começar, no site do consulado do Brasil na Bolívia existe o seguinte texto: “evite viagens à Bolívia trazendo automóvel do Brasil (…) risco de apreensão e perda do carro”. Uma frase não muito animadora para quem quer viajar de carro pelo país, certo?

Documentos para viajar de carro pela Bolívia - Site do Consulado
Imagem retirada do site do Itamaraty, Consulado Brasileiro em Santa Cruz de La Sierra

Mas a frase tem explicação: são inúmeros os casos de veículos de brasileiros que são apreendidos, simplesmente por não terem permissão para circular no território boliviano, ou por terem excedido o prazo de permanência.

E nos casos de apreensão de carros estrangeiros, a lei boliviana é clara: o veículo é detido em depósito policial e colocado a leilão de forma quase que imediata.

Esse procedimento é absolutamente legal e o Consulado não tem como fazer nada pelos pobres brasileiros que tiveram seus veículos apreendidos. E para completar, quem estiver nessa situação ainda pode ser processado pela entrada ou permanência ilegal do automóvel no país, podendo receber multas e outras penalizações.

Meio assustador né? Mas nada disso vai acontecer se você estiver legalizado e com os documentos certinhos. Nós viajamos por mais de um mês pelas estradas do país e não tivemos nenhum problema quanto a isso.

Nesse post vamos dizer quais são os documentos para viajar de carro pela Bolívia: do que você precisa, qual o passo a passo para consegui-los e tudo que você deve saber sobre esses papéis antes de pegar estrada.

Começo da viagem: como entrar na Bolívia

Nossa viagem de carro pela América do Sul começou pela Bolívia. Antes de entrar no país, passamos alguns dias em Bonito no Mato Grosso do Sul. De lá, seguimos até Corumbá, a cidade brasileira mais próxima da fronteira com a Bolívia. Saímos por volta das 8h para cruzar a fronteira e entrar na Bolívia.

Saindo do Brasil

Ao chegar no limite do território brasileiro em Corumbá, já beirando a fronteira, estacione o carro próximo ao ponto de táxi do seu lado direito. Dali, siga andando até o prédio da Polícia Federal, que fica ali pertinho, do mesmo lado. Aqui você irá carimbar seu passaporte de saída do território brasileiro, ou apenas registrar sua saída se estiver viajando com identidade.

Aqui perto você também identificará a aduana brasileira, mas o prédio da PF é do lado direito. Não faça como a gente: não precisa ir até a aduana perguntar onde é o prédio da PF, você terá que retornar e voltar para o estacionamento de qualquer jeito.

Seu tempo de espera aqui irá variar de acordo com o tamanho da fila de pessoas querendo entrar ou sair do Brasil. No nosso caso, demos sorte e foi rápido, apesar da fila aparentemente longa.

Documentos para viajar de carro pela Bolívia - PF
Polícia Federal Brasileira na Fronteira

Cruzando a fronteira: imigração

Após seu carimbo/ registro de saída do Brasil, siga com seu carro até a fronteira boliviana. Logo na estrada já nos cobraram um pedágio de R$2. O prédio da aduana boliviana fica a 100m ao lado direito logo após esse pedágio.

Estacione o carro por ali. Primeiramente, vá direto na imigração da Bolívia para garantir o carimbo de entrada no país.

Depois do carimbo, você deverá tirar uma cópia do seu passaporte (página de informações, carimbo brasileiro e carimbo boliviano) e do documento do veículo. Há lugares para tirar cópia a 20 metros dali. Você vai precisar dessas cópias para registro do veículo.

Passando pela aduana na Bolívia

O próximo passo é ir com essas cópias até a aduana boliviana, que fica do lado direito da estrada, uns 150m mais para frente da imigração. O registro é feito no segundo andar: lá você irá preencher o documento de entrada do veículo no país e aguardará a documentação do carro ficar pronta, a “Declaración Jurada”. Esse foi o processo mais demorado, embora estivesse vazio – mesmo assim não durou mais de uma hora.

O documento emitido na Aduana Nacional Boliviana é o documento mais importante na sua viagem de carro pelo país. Esse documento é um registro do seu veículo no SIVETUR, Sistema de Controle de Entrada e Saída de Veículos de Turismo na Bolívia. Fique atento à data de vencimento e peça pelos 90 dias, mesmo que sua idéia seja ficar menos tempo.

Documentos para viajar de carro pela Bolívia - Declaração Jurada
Declaração Jurada emitida pela Aduana Boliviana. Esse é o documento mais importante da sua viagem

Próximo passo: polícia de trânsito em Puerto Suarez

Existe uma discussão se esse documento é obrigatório ou apenas mais uma forma de corrupção da polícia boliviana. Em nenhuma das abordagens policiais ele nos foi exigido. E sempre que perguntamos aos oficiais, nos disseram que ele não era necessário, apenas o documento da Aduana era obrigatório.

Mas como esse documento custa 50 bolivianos, achamos que não valia a pena discutir pelo preço. Então segue o procedimento para retirá-lo:

Após sair da aduana com seu primeiro documento obrigatório para viajar de carro pela Bolívia, é hora de seguir até Puerto Suarez, que fica a uns 11km mais para frente. Essa é a primeira cidade após a fronteira onde você irá encontrar uma Polícia de Trânsito (Polícia Rodoviária). A polícia fica na praça principal da cidade, do lado esquerdo de quem chega.

Lá você apresentará o documento que retirou na aduana boliviana e fará mais um documento, chamado “Orden de Circulación”: o documento de permissão para circular com veiculo estrangeiro no país.

O policial também irá pedir sua carteira de motorista. Nós apresentamos tanto a brasileira quanto a internacional (temos as duas), mas ele só quis a brasileira. Definitivamente não é preciso carteira internacional para viajar de carro pela Bolívia!

O policial também nos pediu para mostrar extintor, triângulo e kit de primeiros socorros. Em seguida ele nos perguntou quais as regiões que desejávamos visitar. Se ainda não tiver seu roteiro definido, é melhor dizer que vai viajar por todas as regiões do país, pois essa informação constará no “Orden de Circulación”.

Após isso, o policial nos cobra uma a taxa para emitir a autorização. Nós já havíamos lido que o valor correto para emissão do documento é 50B (bolivianos), mas existe uma prática de corrupção “amigável” bem praticada aqui: o oficial irá dizer que o valor é 100B.

Já estávamos preparados para essa. Nosso argumento foi dizer que a Secretaria de Turismo havia nos informado que o valor era de 50B, e que um amigo veio na semana passada e pagou 50B. Seja qual for seu argumento, basta falar tranquilamente, sem levantar o tom de voz e com um sorriso, que o policial irá dizer que tudo bem e que irá conceder um “desconto”. Sim, é desse jeito que funciona mesmo.

Após uns 10 minutos nossa “Orden de Circulación” foi impressa e grampeada junto ao documento da Aduana. E pronto: estávamos com os documentos para viajar de carro pela Bolívia em mãos!

Documentos para viajar de carro pela Bolívia - Ordem Circulação
Documento emitido pela Polícia em Puerto Suarez

Dicas

– Não é necessário nenhum seguro como Carta Verde (Mercosul), SOAT (Peru) ou SOAPEX (Chile) para circular com seu veículo pela Bolívia.

– É necessário que o documento do veículo esteja em nome de um dos viajantes presentes nessa viagem. Caso o carro esteja em nome de outra pessoa, seja financiado ou esteja em nome de empresa, é necessário uma declaração juramentada com uma autorização, expedida pelo consulado da Bolívia no Brasil.

– Se você vai viajar de carro pela Bolívia e vai revezar o volante com outro(a) motorista, lembre-se de informar isso no momento da retirada dos documentos. É preciso registrar o nome de todos os condutores. Se um policial resolve te parar na estrada e o motorista não estiver registrado (mesmo apresentando a carteira de motorista brasileira/ internacional), é bem provável que você terá problemas.

– A “desculpa” para o policial nos cobrar 100B pelo “Permiso” – e não os 50B oficiais – foi justamente por ter um motorista adicional. Mas a cobrança é indevida, insista e fique frio e firme, pois o valor é mesmo de 50B.

Quer mais dicas de viagem? Curta nossa página no Facebook!

em algum lugar do mundo no facebook

Pronto, agora você pode viajar de carro pela Bolívia tranquilo e com a documentação certa!

Agora que você já sabe a documentação exigida para viajar de carro pela Bolívia, não deixe de conferir nossas dicas sobre viajar de carro pela Bolívia: todas as informações úteis para você encarar as estradas bem preparado.

E se quiser mais um incentivo, veja nosso roteiro de viagem de carro pela Bolívia: falamos sobre os destinos que percorremos e mostramos em detalhes todas as condições de estrada entre as cidades bolivianas.

Você também poderá gostar de:

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Baixe agora nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Bolívia: explore

4 comentários em “DOCUMENTOS PARA VIAJAR DE CARRO PELA BOLÍVIA”

  1. Carina disse:

    Excelente post! Muito elucidativo e uma mão na roda para quem está planejando viajar para lá de carro.

    1. Caio Farias disse:

      Obrigado!! Que bom que gostou! Esperamos ajudar a todos que planejam essa viagem!

  2. Arlindo disse:

    Vou viajar com minha esposa, o carro está no nome dela mas eu é que dirijo a grande maioria do tempo, ou seja, alternamos a direção do carro. O documento onde isso precisa ser informado é no SIVETUR?

    1. Caio disse:

      Olá Arlindo, exatamente o que aconteceu conosco. O carro está no nome da Dri, mas eu dirigi todo o tempo. Isso não precisa ser informado no SIVETUR se sua esposa estiver com você todo o tempo. Caso contrário você precisará de uma autorização.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!