Roteiro Peru: o que fazer no Peru em 7, 10 ou 15 dias | Em Algum Lugar do Mundo

ROTEIRO PERU: SUGESTÃO PARA 7, 10 E 15 DIAS DE VIAGEM

Confira opções de roteiro e dicas essenciais para planejar sua viagem pelo país dos incas

  • Adriana
  • -
  • 10 de setembro de 2019
  • Nenhum Comentário

Quer viajar mais por menos?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas já para a sua próxima viagem!

O Peru está na lista de destinos dos sonhos de muita gente por causa de Macchu Picchu, a cidade perdida dos Incas. Mas o país é muito mais que isso: por aqui tem paisagens andinas, floresta amazônica, um largo litoral, vales férteis e incontáveis ruínas. Por tudo isso, fica difícil saber como montar um roteiro de viagem pelo Peru. Mas nós te ajudamos!

Para conhecer um pouco de todas as faces do Peru, é preciso um bom planejamento. E se você não tem tanto tempo para percorrer o Peru inteiro, aproveite esse post com nossas dicas.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Cholitas
Uma cena em comum nas ruas de Cusco

Listamos aqui opções de itinerários com os melhores destinos do país: confira o que fazer no Peru em 7, 10 e 15 dias – incluindo as cidades mais interessantes do país dos Incas. Você também vai conferir dicas essenciais para aproveitar o melhor da sua viagem pelo país.

Roteiro Peru: saiba mais

Montar o itinerário dos sonhos depende de muitos fatores. O tempo disponível para a viagem é o mais cruel deles, pois quando as férias são curtas, nós queremos fazer tudo junto e ao mesmo tempo para aproveitar. Mas o Peru merece ser visitado com calma, apreciando a paisagem.

Não importa se o seu foco são as ruínas, as cidades coloniais ou o lago Titicaca: há sempre um jeito de fazer tudo caber no seu tempo. Por isso, esse guia está cheio de dicas imprescindíveis: Reunimos todas as informações que você precisa para planejar seu roteiro pelo Peru, com opções para 7, 10 ou 15 dias de viagem.

Você vai conferir:

Primeira vez no país? Confira nosso Guia Prático do Peru: aqui você encontra todas as informações que precisa para planejar sua viagem

Roteiro Peru 7 dias

Uma semana é pouco tempo para explorar tudo de incrível que o país tem a oferecer. Mas é claro que vale a pena viajar para o Peru: nós mostramos aqui o que fazer no Peru em 7 dias para você aproveitar ao máximo sua viagem, conhecendo o essencial de Lima, Cusco, Machu Picchu e Vale Sagrado.

Dia 1 | Lima

Aproveite sua rápida passagem pela capital peruana para conhecer o centro histórico da cidade, que é Patrimônio da UNESCO. Concentre-se nos arredores da Plaza Mayor: lá você encontrará o Palácio do Governo, o Convento de São Francisco, o Palácio do Arcebispo e muito mais.

Depois, siga para um passeio pelo bairro Miraflores. Reserve um tempinho para conhecer o Parque del Amor e o Parque Kennedy, finalizando com o Shopping Larcomar – que fica a céu aberto e tem vista para o mar, com várias opções de lojas e restaurantes.

Guarde sua fome para o jantar e escolha um bom restaurante para apreciar o clássico ceviche e outros pratos tradicionais – afinal Lima é conhecida pela sua gastronomia de primeira.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Lima Miraflores
Miraflores, em Lima. Um dos bairros mais legais da capital peruana

Se sobrar energia, o melhor lugar para aproveitar a noite é na Calle San Ramón, endereço de vários restaurantes, bares e boates.

Onde se hospedar em Lima | Casa Andina Standard Miraflores Centro, White House Peru, Pariwana Hostel Lima

Dia 2 | Lima – Cusco

Chegando em Cusco, reserve o primeiro dia para pegar leve e se aclimatar à altitude. Afinal, a cidade se encontra a 3.400 metros – e o soroche é um mal estar bem comum para quem não está acostumado.

Sugiro uma visita tranquila ao Centro Histórico: seu ponto de partida deve ser a Plaza de Armas. Nessa praça estão a Catedral de Santo Domingo e a Iglesia de la Companía de Jesus, que merecem a visita.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Plaza de Armas
Plaza de Armas e a Iglesia de la Compañía de Jesus

Ainda está com pique? Então continue a caminhada pelo centro histórico, não deixando de fora do roteiro um passeio por San Blas, um bairro colorido e com arquitetura incrível. Por ali há várias lojinhas de artesanato e restaurantes, sendo uma boa pedida para o jantar.

E se mal estar não for um problema, você já pode se jogar no clima peruano fazendo um tour de pisco, conhecendo mercados, parando em bares e provando o melhor da bebida local.

Onde se hospedar em Cusco | Casa Andina Standard Cusco San Blas, Golden Inca, Pariwana Hostel. Para mais opções, veja o post onde ficar em Cusco

Dia 3 | Cusco

Comece com um tour de meio dia pelas relíquias arqueológicas de Cusco: a maioria dos passeios parte da Plaza de Armas e segue para os sítios ao redor da cidade.

Depois é hora de visitar pontos importantes como Qorikancha (Templo do Sol) e o antigo forte inca Sacsayhuamán, passando pelo Cristo Blanco. Você pode fechar um tour guiado (recomendado) ou fazer esses passeios por conta própria.

Se te sobrar algumas horinhas extras, aproveite para visitar algum dos museus da cidade – recomendamos o Museu de Arte Precolombino.

E para fechar com chave de ouro, vá até o Mercado San Pedro, onde você poderá provar a comida local e comprar algumas lembrancinhas de viagem.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Ruas de cusco
Explorando Cusco

Para mais informações, confira nosso post com dicas sobre o que fazer em Cusco.

Dia 4 | Cusco – Valle Sagrado – Machu Picchu

Hora de sair de Cusco rumo às mais importantes ruínas incas. É possível fazer todo o trajeto por conta própria mas, devido ao tempo corrido, considere fechar um tour de 2 dias para Valle Sagrado e Machu Picchu.

Sua primeira parada deve ser em Pisac, onde você poderá aprender sobre o sofisticado processo de produção agrícola que era utilizado.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Picas
Ruínas em Pisac

Depois siga para Ollantaytambo, onde mais ruínas incríveis estarão à sua espera: conheça o Templo do Sol e confira as histórias sobre a fortaleza militar, o processo hidráulico e sobre o armazenamento de alimentos dos incas.

Ollantaytambo é a última cidade Inca viva, várias das casas na parte plana da cidade ainda são as mesmas daquela época e seus moradores são decendentes diretos desse incrível povo. Aqui muitas das tradições ainda são mantidas.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Ollantaytambo
Ruínas de Ollantaytambo

Daqui, você pegará o trem para Águas Calientes, a cidadezinha que serve como base para visitar Machu Picchu. Não há muito o que fazer por lá, então aproveite para descansar porque o dia seguinte começa bem cedo.

Onde se hospedar em Machu Picchu | Casa Andina Standard Machu Picchu, Sumaq Machu Picchu Hotel, Perumanta B&B.

Programe sua viagem: saiba mais sobre o Vale Sagrado dos Incas

Dia 5 | Machu Picchu – Cusco

Preparado para cair da cama? É preciso acordar ainda de madrugada para garantir uma vaga nos primeiros ônibus que partem de Águas Calientes para Machu Picchu. Como seu tempo será corrido, é preciso chegar cedo para aproveitar o melhor da “cidade perdida dos incas”.

Machu Picchu é realmente um lugar único. Explore o máximo que puder, caminhe por todas as áreas e mirantes. Se possível, faça a caminhada até a Puerta del Sol. Se tiver tempo e / ou disposição, poderá fazer a caminhada pela montanha Huayna Picchu.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Machu Picchu
Machu Picchu, a cidade perdida

Ao retornar para Águas Calientes, você terá tempo para um rápido almoço antes de voltar de tem para Cusco. A essa altura, o cansaço já bateu forte e a melhor recomendação é dormir cedo para aproveitar mais um passeio no dia seguinte.

Confira: como comprar ingresso para Machu Picchu

Dia 6 | Cusco: passeio pelo Valle Sagrado

A essa altura você já estará convencido de que os incas eram um povo que realmente estavam à frente do seu tempo. Mas para fechar o circuito com chave de ouro, programe um tour guiado para Maras e Moray, dois belos exemplos de arquitetura, agricultura, astrologia e outras ciências.

Nas Salineras de Maras você confere cercade 4 mil poços para extração de sal, que formam um cenário incrível (e ainda estão em funcionamento).

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Maras
Salinera de Maras, uma incrível mina de sal

Já as Ruínas de Moray são uma das mais impressionantes construções da civilização Inca: as terrazas são construções circulares que representavam microclimas diferentes, permitindo o experimento de plantio de diversos alimentos.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Moray
Moray, um laboratório agrícola

Para finalizar, em Chinchero você ainda pode apreciar mais algumas construções, incluindo paredes incas bem conservadas e uma igreja colonial. Há também a possibilidade de aprender mais sobre a tecelagem andina.

Confira: como é o passeio para Maras e Moray

Dia 7 | Cusco: trekking para Rainbow Mountain ou Laguna Humantay

Se seu sobrenome é disposição e você ainda tem um dia cheio para aproveitar mais um passeio, então você tem duas ótimas pedidas para seu penúltimo dia de roteiro no Peru.

Para começar, uma informação: nem pensar em fazer esses passeios por conta própria. É preciso fechar um tour guiado para a Rainbow Mountain, assim como é necessário ir em uma excursão para a Laguna Humantay.

A Rainbow Mountain, também conhecida como “montanha colorida” ou “Vinicunca”, era até então coberta por neve. Mas o degelo acabou revelando as cores incríveis dessa montanha, que recebe cada vez mais visitantes.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Rainbow Mountain
Rainbow Mountain, um desafio que vale a pena

É preciso disposição e fôlego para chegar aos 5.000 metros, mas fazer a trilha para a Rainbow Mountain é uma experiência única.

Saiba mais sobre a visita à Rainbow Mountain

Seguindo pela outra opção, uma trilha exaustiva irá te levar a um cenário inesquecível: a Laguna Humantay é um lago incrível formado pelo degelo da neve e de um pequeno glacial da montanha. O caminho é árduo, mas o esforço é totalmente compensado com um dos cenários mais lindos da viagem.

Confira nosso relato sobre o passeio para a Laguna Humantay saindo de Cusco.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Laguna Humantay
Laguna Humantay, vale muito o esforço

Atenção | Para visitar as principais atrações de Cusco e do Vale Sagrado, é preciso comprar um ingresso especial. Há 4 tipos de ingresso, qu incluem diferentes atrações e tem validades diferentes. Saiba mais sobre o Boleto Turístico Cusco e Valle Sagrado

Roteiro Peru 10 dias

Com três dias de viagem a mais, você pode expandir seu roteiro e acrescentar mais um destino à sua viagem. Nós temos quatro sugestões:

Opção 1 – roteiro Peru 10 dias| Huaraz

Para lagoas turquesa, glaciares e trilhas de tirar o fôlego (literalmente), Huaraz é o destino certo do Peru. A 400 km de distância da capital Lima, a cidade de Huaraz em si não tem nada de muito especial, mas é daqui que se parte para conhecer as belezas da Cordillera Blanca e do Parque Nacional Huascarán.

Você precisará de no mínimo 3 dias cheios para fazer os principais passeios da região, portanto programe-se bem quanto ao tempo de estadia. Todos os tours duram o dia todo – some a isso o cansaço causado pela altitude, e não programe nada além de um jantar para recuperar suas forças no fim do dia.

O ideal é começar seu roteiro com o passeio que demanda menos esforço físico: uma visita à Laguna Parón, um lindo lago azul turquesa que fica a 4.200m de altitude.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Laguna parón
Laguna Parón, passeio ideal para se ambientar com a altitude

Para o dia seguinte, reserve sua visita ao Glaciar Pastoruri que fica a 5.000 metros. O glaciar em si é a principal atração do dia, mas o trajeto até ele passa por paisagens deslumbrantes.

No último dia, encare 14km de trilha até a Laguna 69, que na nossa opinião é a mais linda do Peru. O trajeto inclui longas caminhadas e o último trecho é puxado, mas não desanime: deixe para recuperar seu fôlego apreciando a beleza estonteante dessa lagoa em meio a montanhas nevadas.

Onde se hospedar em Huaraz | Hotel Santa Cruz, El Patio de Monterrey

Veja todas as informações e dicas de passeios no post O que fazer em Huaraz

Opção 2 – roteiro Peru 10 dias| Puno e Ilhas Flutuantes do Lago Titicaca

Puno fica às margens do Lago Titicaca, na fronteira com a Bolívia. Segundo a mitologia Inca, o deus Sol criou o primeiro Inca em uma ilha deste lago. Você pode voar até lá ou pegar um ônibus noturno de Cusco para Puno, se não tiver problemas em dormir no caminho.

A cidade de Puno é pequena, e em pouco tempo você conseguirá conhecer o essencial, incluindo a Catedral de Puno, a rua principal Jirón Lima e outros pontos interessantes como mirantes e museus.

Porém a grande atração daqui são as ilhas flutuantes no Lago Titicaca: as ilhas Uros, Taquile e Amantaní guardam muito da cultura local em meio a um cenário lindo e único do maior lago da América do Sul.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Puno
Uma das várias ilhas flutuantes em Puno

Para visitá-las você pode fazer um passeio de um dia para as ilhas Uros e Taquile partindo de Puno. Ou para uma experiência ainda mais enriquecedora, pode escolher o passeio de dois dias para Uros, Taquile e Amantaní, podendo passar a noite em uma casa de família na Ilha Amantani.

Onde se hospedar em Puno | Taypikala Lago, Casa Andina Standard Puno

Confira mais informações sobre o que fazer em Puno e confira como é a visita às Ilhas Uros, Taquile e Amantaní.

Opção 3 – roteiro Peru 10 dias| Arequipa e Vale do Colca

Na nossa opinião, Arequipa é simplesmente a cidade mais linda do Peru. Suas construções históricas são sensacionais e, para completar, ainda tem 3 vulcões ao redor da cidade para enfeitar o cenário.

O melhor em Arequipa é explorar seu centro histórico, a começar pela Plaza de Armas com as duas principais igrejas. Há museus interessantes, mirantes imperdíveis e mosteiros que valem ser visitados. Em um tour de um dia cheio você conhece os principais pontos turísticos.

Depois, é hora de seguir para outro lugar imperdível: reserve um tour de 2 dias até o Vale do Colca, que fica a 4 horas de viagem e guarda um dos cânions mais profundos do mundo – e uma paisagem de tirar o fôlego. O passeio fica completo com banhos termais, visita a comunidades locais e um encontro com o côndor, a maior ave da América do Sul.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Colca Canyon
Um imenso condor voando pelo canyon em Colca

Onde se hospedar em Arequipa| Las Torres de Ugarte, Casa de Avila, Dreams Hotel Boutique.

Para programar sua viagem, confira o que fazer em Arequipa e aproveite nossas dicas sobre o passeio ao Vale do Colca.

Opção 4 – roteiro Peru 10 dias| Ilhas Ballestas (Paracas), Nazca e Huacachina (Ica)

Para conferir um pouco de mistério e curtir um visual completamente diferente no Peru, considere fazer um roteiro incluindo Ilhas Ballestas, Nazca e Huacachina.

É nas Ilhas Ballestas que você tem um encontro marcado com pinguins e leões marinhos, que estão presentes no passeio que leva até o candelabro, uma figura misteriosa marcada nas montanhas de Paracas.

Para continuar a viagem com mistério, estenda a visita até Nazca, onde você poderá fazer um sobrevoo de 30 minutos para identificar as formas e desenhos das famosas linhas de Nazca, uma série de desenhos no chão que intriga os estudiosos até hoje.

Depois, é só seguir viagem até Ica para conferir o interessante e fotogênico oásis de Huacachina, onde você pode aproveitar a visita para se divertir com passeios de buggy e fazer sandboard.

Roteiro Peru - O que fazer no Peru - Huacachina
A fotogênica Huacachina

Para essa opção, o ideal é que seu voo de volta para o Brasil saia de Lima, devido à proximidade com esses destinos. É possível inclusive fazer um passeio de um dia para Ballestas, Nazca e Huacachina partindo de Lima, embora seja um pouco corrido.

Roteiro Peru 15 dias

Com 15 dias no Peru, é possível conhecer praticamente todas essas cidades citadas – vai ficar corrido, mas é possível. Ou então, é só limitar seu roteiro e aproveitar cada um dos destinos com mais calma.

Há duas rotas que recomendamos. Confira:

Opção 1 – roteiro Peru 15 dias| Lima, Ilhas Ballestas, Huacachina, Nazca, Cusco (e Machu Picchu), Puno e Arequipa.

Tire um dia em Lima para conhecer o centro histórico da cidade e explorar um pouco da capital do país, especialmente os arredores da Plaza Mayor. Aproveite também para conhecer o bairro Miraflores.

Depois siga para as Ilhas Ballestas e reserve um tempo livre para conferir as outras atrações de Paracas, incluindo sua linda Reserva Nacional. Inclua então no roteiro um parada no oásis de Huacachina e aproveite para fazer outros passeios em Ica. Em seguida, um sobrevoo pelas misteriosas linhas de Nazca até experimentar novos ares do Peru.

Finalmente é hora de explorar a história inca, começando pelas atrações de Cusco e seguindo por um passeio pelo Vale Sagrado, até chegar a tão esperada Machu Picchu.

Na sequência, faça uma parada em Puno para visitar as ilhas flutuantes do Lago Titicaca. Para finalizar seu roteiro Peru, siga para Arequipa, confira suas construções históricas e finalize com um passeio pelo lindo Vale do Colca.

Opção 2 – roteiro Peru 15 dias| Lima, Ilhas Ballestas, Huacachina, Nazca, Cusco (e Machu Picchu) e Huaraz.

A segunda opção de roteiro para 15 dias no Peru implica em retirar os destinos Puno e Arequipa e incluir Huaraz, já que fica inviável conciliar todos esses destinos em 2 semanas.

Nesse caso, reserve ao menos 3 dias cheios para fazer os principais passeios em Huaraz: Laguna Parón, Glaciar Pastoruri e Laguna 69. Se você curte trekking, reserve mais tempo para esse lugar que é o verdadeiro paraíso dos amantes de caminhada. Aproveite para conferir mais informações em nosso post com dicas de Huaraz.

Como chegar e se locomover no Peru

Como chegar no Peru

Avião

Há diversos horários de voos diretos saindo do aeroporto de Guarulhos, São Paulo, para Lima. Saindo de outras cidades, é preciso fazer alguma escala. As companhias brasileiras que oferecem voos diretos são a Avianca e LATAM. O voo dura cerca de 5 horas. Não há voos diretos para Cusco, todos incluem uma escala em Lima.

Como se locomover no Peru

Avião

Longas viagens de ônibus podem “comer” parte da sua programação – uma viagem de Lima a Cusco dura 22 horas por exemplo. O ideal é pegar vôos internos sempre que possível durante seu routiro no Peru. Uma viagem de Lima a Cusco dura apenas 1h30 por exemplo.

Companhias aéreas como a LATAM e a Avianca chegam a destinos em todo o país. Há também companhias aéreas nacionais, como a Viva Air, a Peruvian e a Star Peru. Mas cuidado com as companhias low-cost, famosas por ter frotas de qualidade duvidosa. 

Ônibus

Em relação aos ônibus, o Peru tem problemas sérios com ônibus ilegais, por isso certifique-se de comprar passagens somente com companhias credenciadas. A Peru Hop e a Cruz del Sur são algumas das mais famosas e chegam a quase todos os cantos do país.

Mas atenção: em Lima não há um terminal de ônibus central, então cada companhia possui a sua “rodoviária particular”. Os preços podem variar bastante em função da hora de partida e do destino.

Táxi e Uber

Táxis estão disponíveis em todas as cidades, e o Uber funciona bem em cidades como Lima, Cusco e Arequipa. Há relatos de fraudes e veículos de má qualidade, mas nós não tivemos problemas.

Passeios com agências

Considerando seu pouco tempo de viagem, talvez seja mais vantajoso organizar passeios em grupo para alguns dos destinos. Você pode fechá-los no local ou reservá-los com antecedência, o que é mais garantido para um roteiro apertado. Alguns exemplos de tour para encaixar no seu roteiro:

Roteiro Peru: melhor época para viajar

A estação seca do Peru é o inverno (entre junho e setembro) e é a época mais movimentada para o turismo, já que não há chuva e o céu está limpo, perfeito para caminhadas e passeios turísticos nas montanhas.

Essa é época em que os norte-americanos e europeus têm suas férias de verão, então não se esqueça de reservar suas excursões e acomodações com alguns meses de antecedência se você estiver visitando o Peru nesse período.

Se você quer fugir das multidões, experimente ir em maio. E se seu grande foco é Machu Picchu, confira nosso post com detalhes sobre a melhor época para visitar Machu Picchu.

Dinheiro

Que moeda levar para o Peru

A moeda peruana é o novo sol. Algumas empresas no Peru aceitam dólares como forma de pagamento (especialmente nas áreas mais turísticas), e te dão o troco em soles. 

Quando fomos ao Peru, o valor do real estava bem próximo ao da moeda peruana. Nesse caso, faça as contas, pois fazer o câmbio duas vezes te fará perder um pouco de dinheiro.

A nossa recomendação é comprar alguns soles ainda no Brasil e evitar ter que trocar dinheiro no aeroporto (o que é sempre uma furada).

Dica | Nós indicamos fazer a cotação e a compra pelo site Cotação, que é super confiável e tem um preço bem competitivo.

Saque

Como o Peru é um grande destino turístico, caixas eletrônicos estão por toda parte. Além disso, com o padrão universal dos cartões de crédito, retirar dinheiro e fazer compras com cartão é fácil e seguro. 

Casas de Cambio

Lima | No bairro Miraflores há diversas casas de câmbio confiáveis, mas em Lima, como em Buenos Aires, há um fenômeno que no Brasil não existe: vendedores ambulantes de dinheiro. Pessoas uniformizadas (geralmente com um colete e um chapéus) ficam nas ruas trocando dinheiro – eles seguem a cotação oficial do país e é tudo bastante seguro. 

Cusco | Geralmente vale mais a pena trocar dinheiro em Lima, pois com os cambistas você pode negociar um pouco. No entanto, há diversas casas de câmbio em Cusco, especialmente nos arredores da Plaza de Armas, e você não terá problemas em fazer a troca na cidade.

O que levar para o Peru

O Peru tem estações do ano relativamente homogêneas por estar em uma zona tropical, mas as variações de altitude e os vários biomas diferentes fazem com que você possa pegar frio, chuva ou calor em boa parte do ano. Por isso, vale a pena estar preparado para todas as variações climáticas. 

Entre os itens essenciais para sua viagem ao Peru estão: capa de chuva, roupas leves, jaqueta ou casaco corta-vento (não importa a época do ano), óculos de sol e protetor solar. Capriche nas roupas de frio, dependendo da época da sua viagem.

Outro item que faz uma grande diferença na viagem: um chip internacional. É uma super mão na roda para pedir um Uber já na saída do aeroporto, a confirmar reservas de passeios e hotéis e a encontrar restaurantes bons nas redondezas. Recomendamos o chip do Viaje Conectado, que tem planos com 4 GB de dados para 14 dias, que atende super bem.

Atenção | O Peru tem tomadas de 220 volts, mas os plugues não têm a mesma forma que no Brasil, mas sim dois pinos achatados. Portanto, não esqueça de levar um adaptador de tomadas universal.

Preciso me aclimatar à altitude de Cusco?

O ar rarefeito de Cusco tem uma reputação notória – afinal de contas, a cidade fica a 3.400 metros de altitude. Mesmo com algum desconforto, você vai sobreviver, desde dê um tempo ao seu corpo para se aclimatar.

Há algumas precauções a tomar para atenuar os efeitos da doença da altitude que assola muitos viajantes. Para isso, confira nosso post sobre como prevenir o mal de altitude, também conhecido como soroche.

E o mais importante: não viaje sem seguro viagem. Nós sofremos muito com altitude durante nossa viagem pela América do Sul e precisamos de atendimento médico. Para isso, recomendamos fazer uma pesquisa pela Segurospromo, que compara preços, e te ajuda a escolher o melhor. Ainda dá para usar o código EMALGUMLUGAR5 e garantir 5% de desconto!

Seguros Promo

Preciso de visto para visitar o Peru?

Por fazer parte do Mercosul, brasileiros não precisam de visto para entrar no país. Na verdade, não precisamos nem de passaporte, basta ter a identidade em boas condições. É possível ficar no Peru sem visto por até 183 dias, desde que atividades como estudo ou trabalho não sejam executadas, por isso o país é considerado basicamente de trânsito livre.

E aí, curtiu nossas dicas para um roteiro de viagem pelo Peru? Quantos dias você pretende ficar no país?

Esse post pode conter link de afiliados. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

Nós nos esforçamos para manter o blog atualizado, mas alguns detalhes podem sofrer alterações a qualquer momento. Sempre confirme datas, preços e informações.


Quer saber como viajar mais por menos?

Receba agora so seu e-mail nosso guia gratuito: são 40 dicas imperdíveis para colocar em prática já na sua próxima viagem!

Peru: explore

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Ainda sobre Arraial do Cabo… Vamos publicar nas próximas semanas vários posts sobre a cidade: trilhas, melhores praias, passeio de barco, além do post com sugestão de hospedagem que já tem lá no blog. Por aqui, continuamos aproveitando um pouco desse paraíso entre um post e outro! Escreva nos comentários o que você gostaria de saber sobre esse destino!
#emalgumlugardomundo #arraialdocabo #destinosimperdiveis #mtur

Olhar pro horizonte e planejar o que vem pela frente: é nessa fase que estamos! Trabalhando muito para produzir conteúdos e estruturar o blog – sem deixar de pensar no próximo destino. 😁Arraial do Cabo tem sido a nossa base esse ano e as belezas daqui tem nos ajudado a relaxar nos momentos de stress. Não é tão difícil com um mar desses, né?
E vc, o que faz quando precisa desestressar e planejar a próxima viagem?#emalgumlugardomundo #arraialdocabo #destinosimperdiveis

Porque um dia de semana qualquer em Arraial do Cabo com o pessoal da @lagostrilhas sempre rende foto boa!#emalgumlugardomundo #arraialdocabo #destinosimperdiveis #topdestinos #turismobrasil

Essa foto tá pra sair do forno tem tempo, mas a correria do dia a dia tem nós mantido meio distantes daqui.
Daí hoje fizemos uma pausa pra refletir sobre a rotina que “rouba” nosso tempo.
É muito bom estarmos tão envolvidos com o blog e com os projetos que tocamos. E sim, viver do nosso blog de viagem dá muito mais trabalho do que muitos imaginam! Mas é muito bom e só temos a agradecer.Afinal, graças a ele conhecemos tantos lugares maravilhosos. Alguns do outro lado do mundo, outros pertinho do nosso – até então – lar oficial.Um dos últimos destinos que conhecemos foi a Cachoeira do Saco Bravo, em Paraty. Pra chegar nela, encaramos uma trilha de 9km saindo de Ponta Negra, uma vila Caiçara próxima a Trindade e Praia do Sono. Bem cansativa, mas não poderia ter melhor recompensa do que esse visual: uma piscina natural, formada por uma cachoeira na beira do mar!
Por mais viagens assim. E por mais momentos de reflexão e felicidade por nossas escolhas de destinos e de vida!
.
.
.
.
.
#emalgumlugardomundo #paraty #costaverde #destinosimperdiveis #destinosbrasileiros #mtur #qualviagem #embarquenaviagem #errejota #turismobrasil #proximaviagem #achadosdasemana #gostariadeiroficial

😃 Uma praia dessas é mais felicidade que um parque de diversões sem fila!!! É não é que é essa a sensação mesmo? Parando aqui pra pensar e agradecer pelo quanto a gente é sortudo na vida por ter momentos maravilhosos em lugares paradisíacos assim – e vazios na baixa temporada 🙏❤️ A belezura de Trindade nos diazinhos de sossego que passamos na @pousada_cabeca_do_indio e fomos diversas vezes à Praia do Cachadaço. 🏝
Conta pra gente: qual seu destino preferido pra curtir um momento relax?#emalgumlugardomundo #trindade #paraty #mtur #destinosbrasileiros #missaovt #revistaqualviagem #embarquenaviagem #praiasbrasileiras #achadosdasemana #errejota #proximaviagem #viajarfazbem

X

JÁ BAIXOU NOSSO E-BOOK GRATUITO?

Inscreva-se agora e receba no seu e-mail nosso e-book: são 40 dicas de como viajar mais e melhor por menos!